Casa dos Contos Eróticos

Feed

Encoxando no Metro

Autor: rio40graus
Categoria: Heterossexual
Data: 01/04/2011 09:53:24
Nota 9.33
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tenho 38 anos, casado, 1,87 de altura, corpo atlético mais com uma barriguinha de chopp difícil de tirar. Todos os dias pego as 18 horas o metro da estação praça da sé em são Paulo quem conhece sabe que a fila vai até o lado de fora da estação, dentro estação na plataforma é uma mar de gente impressionante.

Estava ali aguardando o carro do metro e assim que vi apontar na plataforma tomei posição bem atrás de uma senhora de uns 55 60 anos de idade, livros de advogacia e pasta de advogada, trajando um vestido estampado, e com um decote bem convidativo, ela era cheirosissíma. Assim que o carro encostou na plataforma foi aquele empurra empurra de sempre e já dentro do carro me posicionei bem atrás da coroa ficando grudado bem no rabo dela, que tinha ancas largas empinada por um salto alto que a deixava mais sexy ainda.

Na próxima estação entrou mais um monte de pessoas e sem ter para onde ir e sendo empurrado mais ainda pelas pessoas nas minhas costas encostei de vez no rabão da coroa e foi inevitável não ficar de pão duro na hora. Com uma cara fechadíssima ela me olhou com o canto do olho enquanto eu me apresava em pedir mil desculpas enquanto ela segurava forte os livros e o corrimão que estava a sua frente empinando a bunda na minha direção. Aquilo me deixou mais louco ainda pela aquela mulher cheirosa e sexy, encaixei forte o pau duríssimo no rabo dela sentindo ele bem no meio daquelas carnes, com o balanço do metro cada vez mais em me encaixava nela e olhando para os seus braços via o quanto os seus pelos estavam ouriçados, em mais uma estação neste horário saem 2 entram 10 e mais uma vez agora já com a mão na sua cintura atolei de vez o pau duro esmagado pela minha calça jeans no rabão da coroa que através do espelho da porta do vagão fechava os olhos e ao abri-lo encontrava os meus olhando e tarando ela toda. Eu beliscava a sua cintura com muita força sem que ninguém percebesse o que estávamos fazendo. Na próxima estação que abriria na porta em que estávamos pedi para ela que descesse junto comigo e assim ela o fez, nós apresentamos e na escada rolante do metro dei um beijão gostoso em sua boca enquanto agarrava a sua cintura trazendo o seu corpo ao meu encontro. Saimos da estação e a levei direto ao um prédio que tinha varias placas de aluga-se para área comercial, fui até o porteiro e dei uma caixinha de 50 reais para que me desse uma das chaves de uma sala para alugar, e com mais 20 reias me deu de um andar que tinha 4 salas para lugar e estava todo vazio.

Entramos no elevador e mais uma vez encoxei a rabão da doutora Claudia e puxando o seu cabelo de lado beijei e mordi a sua nuca deixando ela toda arrepiada, e logo ela me pediu para que não deixasse nenhuma marca nela por causa do seu esposo. Entramos no andar escuro que logo se acendeu com um sensor de movimentos, fui ate a sala 1611 que estava toda mobiliada e deixando os livros de lado, a sua pasta e a minha pasta nos beijamos loucamente,

Encostei em uma mesa e abrindo as minhas pernas beijei muito a sua boca enquanto apalpava aquela rabo colossal, fui levantando o seu vestido sem desgrudar da sua boca deixando ela de cinta liga, calcinha e sutiã apenas o que me deixou mais cheio de tesão, enquanto isso ela abria os botões da minha camisa e logo beijava o meu peito mordendo os meus mamilos enquanto desafivelava o meu cinto e arriava a minha calça já arriando o seu corpo ficando de joelhos com o rosto transfigurado roçando na minha cueca Box que tentava em vão guardar o meu caralho duríssimo, ela foi puxando com o dentes e logo o meu cacetão saltou de encontro ao seu rosto teso de tesão, vi aquela coroa agassalha-lo todo na sua boca fazendo um boquete sem igual e olhando nos meus olhos lambia o meu saco de baixo para cima para logo abocanhar todo o meu pau e punheta-lo nos seus lábios me deixando louco. Puxei o seu corpo junto ao meu e voltei a beija-la tirando o seu sutiã e arriando a sua calcinha e agarrando mais um vez o seu bundão descendo um dedo pelo seu rego até encontrar o seu cuzinho que se fechou s’com o meu ousado toque. Voltei a encoxa-la por trás e lambuzando o meu caralho com bastante saliva coloquei no meu das suas coxonas fazendo um vai e vem delicioso sem penetra-la voltei a morder de leve a sua nuca enquanto apertava os bicões gostosos que ela tinha, toquei no seu grelo fazendo ela gemer gostoso e jogar a cabeça para trás me chamando de puto, de tesudo, me falando que eu estava deixando ela louca de tesão. Fui empurrando ela até uma mesa de reunião e deitando o seu corpo naquela mesa chupei muito os seus seios, mordendo os bicos e fazendo ela delirar, desci o meu corpo passando com força a língua e a boca pela sua barriguinha ate que encontrei o sua buceta totalmente depilada e abrindo os seus beiços cai de boca naquele grelinho bem pequeno que se escondia entre os seus lábios, a coroa ficou louca agarrou a minha cabeça com força e forçou a sua xoxota de encontro a minha boca e sem esperar soquei dois dedos na sua buceta suculenta enquanto com a outra mão passava o dedinho de leve no seu cuzinho deixando ela toda apreensiva. Trouxe ela para a ponta da mesa e levantando as suas coxas no meu ombro mandei a piroca nela fazendo ela revirar os olhos, segurei na sua cintura e meti forte até talo fazendo ela se sentir toda preenchida ela gemia, pedia mais pica, para meter com força. Desci o seu corpo da mesa virei a coroa de bruços e ficando de joelhos meti a língua na sua buceta por trás deixando ela alucinada enquanto batia com força no seu bundão, abri o seu rabo e meti a língua no seu cuzinho fazendo ela protestar e tentar empurrar a minha cabeça do seu rabo, mas com maestria toquei no seu grelinho deixando ela sem ação e esparramando os braços sobre a mesa, abri as bandas da sua bunda e soquei a língua bem no fundo do seu cuzinho descendo até a xoxota fazendo ela tremer em um gozo estupendo apertando a bunda na minha cara e sem deixar o seu gozo terminar soquei a pirocona teso na sua buceta fazendo a coroa enlouquecer de vez,acelerei bastante os meus movimentos socando o pau nela sem parar enquanto ela gemia dizendo que iria desmaiar de tanto gozar peguei uma de sua pernas e coloquei sobre a mesa deixando ela toda arreganhada e mandei mais fundo a piroca nela, e a cada estocada minha ela me xingava de filho da puta tesudo, de caralhudo, dizendo que eu estava rasgando a buceta dela no meio tirei toda a piroca da sua buceta e fiquei esfregando o cabeção na portinha da sua buceta e algumas vezes mirando no seu cuzinho deixando ela apavorada e quando ela pensava em falar alguma coisa eu metia até o talo na sua buceta deixando ela enlouquecida de tesão, saquei o pau todo babado e mirei na portinha do seu cuzinho e chorando ela implorava para não meter no seu cuzinho que não iria agüentar o meu pirocão e que nunca tinha feito isso com ninguém, tirei do cuzinho e mirei forte na xoxota e soquei fundo a piroca enquanto puxava os seus cabelos e metia na buceta dela em um vai e vem frenético que deixava o meu saco doendo e sem agüentar mais gozei forte enchendo a sua buceta suculenta de leite. Tirei toda a sua roupa e fomos para o banheiro da empresa nos lavar ela tinha lenços de papel na bolsa e gastamos tudo nos limpando depois de um banho de gato. Beijei muito a sua boca e fiz varias declarações para ela, dizendo que a queria muito e não via a hora de ter um outro encontro com ela.

Ficamos uns 15 dias sem nos ver, até que na mesma estação e no mesmo lugar encontro a advogada em um conjunto de calça e terninho muito elegante e logo fui pedindo licença até me posicionar atrás dela e na plataforma mesmo antes de vir o carro do metro encoxei a sua bunda fazendo delirar e se arrepiar mais uma vez quando me olhou nos olhos e nos beijamos ali mesmo.

Comentários

19/05/2011 14:01:46
Adorei,queria mto ser encoxada por vc!
01/04/2011 22:48:27
Olaaa gostei do seu conto! Também tenho conto de encoxada na sé! "Encoxadas no Mêtro" por MulataQuente olha lá! bjs
01/04/2011 16:06:18
Muito bom o conto.Aguardo voce comer o rabinho dela.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.