Casa dos Contos Eróticos

Feed

Me amarraram e estruparam minha mulher na minha frente

Categoria: Heterossexual
Data: 02/11/2010 10:31:49
Última revisão: 20/02/2011 11:57:57
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hoje tenho 35 anos, me casei aos 30 com uma mulher de 25, estou relatando uma história real, impressionante e com certeza pra quem chegar a ler, sou um homem bem sucedido classe média, minha esposa de família também classe média, eu tenho negócio próprio ela também, depois de uns 3 anos de casado a traí pela 1º vez e logo já tinha uma amante e com a vida agitada não tinha muito tempo, por isso já não dava todo aquele carinho e atenção pra minha esposa como era nos primeiros anos de casados, e também estava dando mais atenção pra minha amante que trepava comigo como ninguém e ela fazia coisas que minha mulher não fazia por exemplo, minha mulher adorava chupar o meu pau e fazia bem, mas pedia que não gozasse em sua boca mesmo que eu quisesse, mas nossas transas eram muito intensas, nada a clamar Minha esposa é uma morena clara pele sedosa corpo escultural peitos médios firmes uma bundinha redondinha e empinada, afinal é mesmo muito linda e gostosa, no começo nossas transas eram intensas e delirantes, ela se dava bem com outras pessoas, uma pessoa muito conhecida, nunca deixei pistas que a traia, com o tempo notei que ela mudou comigo as nossas transas já não eram como antes, não chegava em casa nos horários de costume e dizia ficar alguns finais de semana com seus familiares, com isso lógico que veio a desconfiança e acabei contratando um detetive para segui-la e não deu outra, ela tinha um apartamento e o detetive conseguiu até filmar ela com outro, quando vi a filmagem veio a surpresa ela transava com o cara da mesma forma que minha amante transava comigo, como uma puta mesmo o cara a fodia com toda força e ela dava muitos gritinhos e gemidos de tanta tesão dizendo para fode-la como se fosse uma puta e o pior quando ela chupava o pau do cara ela ia chupando até ele gozar toda aquela porra em sua boca e engolia e ainda lambia o lábios depois ainda enfiava aquele pau em sua boca para acabar de engolir o resto, fiquei indignado com aquelas cenas vendo que minha linda esposa tinha se tornado uma puta, quando cheguei em casa em um sítio perto da cidade, fiquei esperando que ela chegasse para terminarmos nosso relacionamento, que também já não dava mais para continuar naquela situação, ela chegou pelas 10:00 da noite, ao abrir a porta fui surpreendido com dois assaltantes armados um negão enorme e outro não muito um deles me apontou a arma e mandou que levantasse os braços e me dominou com a arma na cabeça dizendo que se fizéssemos o que mandassem talvez nos poupariam nossas vidas, eu disse tudo bem, queriam dinheiro e o que tivesse mais de valor, fomos até meu cofre tinha uns dois mil reais algumas jóias pegaram e vasculharam tudo e o que podiam levar, nisso um deles levantou a sai de minha esposa e mostrou pro negão o lindo rabo que ela tinha e o negão disse que agora era hora de se divertirem, nos levaram para nosso quarto e me amarraram em uma cadeira com as mãos para trás despiram minha esposa a imobilizaram também a colocaram na cama e começaram a lambe-la todinha sua bocetinha seu cuzinho seus lindos peitinhos ela implorava para que parassem mais era em vão então ela começou a chorar muito mas isso só os excitavam ainda mais, eles também se despiram quando vi o tamanho do membro do negão parecia um cavalo nem nesses filmes pornô nunca vi nada igual e com a arma na cabeça dela a perguntou se já tinha visto uma vara daquelas, minha mulher assustada disse que nunca e que não tinha como agüentar aquilo ele deu uma risada longa e mandou que o chupasse ela relutou e levou uma bofetada ele dizendo engole meu pau ou vai ser pior e o outro tinha um pau normal e começou a fode-la por trás comendo o seu cuzinho, o pau do negão mau cabia em sua boca dela, ele enfiou aquilo a força agarrada pelos cabelos e ele foi fazendo o movimento de vai e vem com aquela tora enterrada até a garganta dela eu via que ela tinha anciã de vômitos mas com o pau até a garganta ela tinha que agüentar foi indo até que ele deu um berro prolongado gozando na garganta dela e ficou forçando a cabeça dela contra o seu pau eu via porra saindo pelas bordas de sua boca, depois que tirou aquele mastro de sua boca ela vomitou uma grande quantidade de porra, e o que estava por traz fodendo o seu cuzinho com toda força, também chegando ao orgasmo, depois foram pra cozinha pegaram bebidas destiladas e cervejas beberam bastante e voltaram pro quarto o negão deitou por baixo e ela por cima e começou a enfiar aquela tora enorme na bocetinha dela, ele começou a bombar só até a metade nesse momento notei que ela estava gostando lambendo os lábios, nisso o outro encavalou por trás no seu cuzinho enterrou e começou a foder com força, o peso por cima forçando a pra baixo acabando de enterrar o mastro do negão na quela chaninha pequenina ela gritava e chorava de tanta dor, eu vendo aquilo acabei me excitando e por lembrar das cenas que tinha visto nas filmagens ela dando o rabo pra outro e se dizendo de puta, depois foram aumentando o ritmo ai que ela gritava e gemia de tanta dor depois de tanto a foderem chegaram ao orgasmo inundando o cuzinho e a bocetinha dela de porra, nisso eles notaram o volume em minha calça e começaram a rir e a dizer que eu estava gostando de ver outros fodendo minha mulher baixaram minha calça e mandaram que ela me chupasse forçando a boca dela num vai vem em meu pau até que eu também gozasse toda minha porra em sua boca, depois beberam mais e achei que eles tinham saciados das fodas com minha mulher, passaram alguns minutos e voltaram pra ela e mudaram de posição o negão iria comer o cuzinho e o outro a chaniha dela, ela implorou para que o negão não enfiasse aquele pau em seu cuzinho pois iria arrebenta la ele disse a ela rindo, calma que vou enfiar aos pouquinhos pequenina gostosa, o negão lambuzou seu rabinho com óleo e começou a enfiar aquela tora em seu cuzinho, ela suplicava para que parasse e ele começou enterrar aquilo aos poucos ela já não tinha mais forças pra mais nada até que ele enterrou todo aquele mastro em seu cuzinho e foi bombando aos poucos por um longo tempo e foi aumentando as bombadas e ela gemendo e gritando muito quase que desmaiando de tanta dor, até que ele chegou ao orgasmo berrando como um touro enchendo-a de porra que escorria pala suas pernas, logo o outro também gozou, um deles pegou uns comprimidos e deram pra ela tomar até que ela pegou em sono profundo depois pegaram o que tinham roubado e foram embora e eu fiquei ali amarrado sem ter como me soltar depois de umas 4:00, minha mulher acordou rolando por um tempo na cama ainda sob efeito daqueles comprimidos depois de mais um tempo ela conseguiu se levantar me soltou as amarras, mau conseguia andar com o cuzinho todo estourado tinha até sangue nas preguinhas e a bocetinha inchada e avermelhada de tanto ser fodida, eu disse que deveríamos chamar a policia mas ela pediu que não e nem contasse tudo aquilo que ela teria passado pra ninguém, por não ter que passar por tanta humilhação e não queria que as pessoas ficassem sabendo que ela teria sido estuprada, esperei alguns dias até que ela se recuperasse pelo menos fisicamente daquele estupro brutal, ela me perguntou como eu conseguiria sentir tesão vendo ela sendo estuprada daquela forma, nisso eu a perguntei se desconfiava que eu a traísse ela respondeu que sim mas que não sabia de nada, então abri o jogo e lhe disse que tinha uma amante ela começou a discutir comigo e que iria se separar de mim eu concordei, claro e mostrei a ela a filmagem dela com o seu amante, ela assistiu por uns dois minutos e não quis ver mais e lhe perguntei porque ela engolia a porra de seu amante e nunca queria que eu gozasse em sua boca, ela não soube o que dizer e lhe disse que era por isso que senti aquela tesão enquanto era comida por outros e por ironia do destino ainda a fizeram chupar meu pau até que eu gozasse toda minha porra em sua boca chegamos a um acordo e nos separamos, sei que ela tinha superado o trauma que teria passado, e foi isso essa é a minha história, fim.

Me amarraram e estupraram minha mulher na minha frente

Comentários

19/03/2012 16:18:46
Kkk se ferrou piranha!
11/02/2012 13:13:26
Conto maravilhoso, original e excitante!
03/11/2010 15:45:32
NOSSA IMAGINA QUANDO SUA ESPOSA VER AS FOTOS DE VC SAINDO DO MOTEL....KKKKKKKKKKK PARABENS
02/11/2010 13:36:25
hum muito excitante esse conto .. parabens
02/11/2010 11:56:17
Assino embaicho do que a Mulher Atrevida comentou, leva 10 no conto pela descrição das cenas.
02/11/2010 11:30:26
NÃO SOU HOMOSEXUAL SOU HETEROSEXUAL COLOQUEI HOMO... POR ENGANO SANDRO E SANDRINHA
02/11/2010 11:30:22
E uma pena ter sido assim: nada forçado presta,na verdade acho que acabou o amor entre vocês dois..porque ambos erraram. Se existisse amor,colocariam uma pedra em cima disto tudo e recomeçariam de novo.Realmente foi uma eronia do destino,os estrupadores ter obrigado sua mulher fazer com vc o que ela nunca tinha feito,eles sem saber deram uma boa lição na sua mulher,repito que não sou a favor de nada forçado,nem estrupo,mas confesso que este conto ficou super excitante.0 pelos estrupadores,ladrões malfeitores..10 pela ´sua história

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.