Casa dos Contos Eróticos

Feed

A Coroa Safada Do Ônibus

Autor: Nino
Categoria: Heterossexual
Data: 08/11/2010 16:27:21
Nota 7.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bem, como já foi dito, meu nome é Matheus, tenho 18 anos, e tenho (18cm), este conto foi tão alucinante quanto o outro, ocorreu no mesmo lugar que o outro, dentro de um ônibus, essa encoxada eu adorei porque eu já sai de casa doido pra bulinar em uma mulher, já sai com o pau rígido, quando subi no ônibus foi uma coisa que me deixou muito triste, as mulheres novinhas, gostosas e bonitas que estavam em pé não dava para encoxar sem perceberem, então o jeito foi encoxar uma mulher que aparentava ter seus 41 anos, porém estava enxuta, mas num era tanto gostosa, mas diga-se de passagem que eu tenho uma tara muito boa por coroas, então me posicionei atrás dela e como meu pau já tava duro, fui aproveitando o movimento do ônibus, o clima foi aumentado e o ônibus enchendo.

Quando o ônibus estava muito cheio, eu pensei em partir pra uma novinha, mas num queria deixar aquela coroa na mão, pois já tinha levado ela aos céus, então eu abaixei minha mão e fiquei alisando a bundona dela, e ela agora mais louca que fazia os movimentos, como percebi que eu já tomava conta da situação, coloquei meu dedão onde passa o cinto e com os outros dedos fui alisando sua bocetinha por cima da calça. “Ela estava muito louca e fazia os movimentos, de repente, ela toca em uma velhinha que apareceu do nada e oferece o lugar que ela estava pra senhora e vira de frente pra mim, eu pensei: que droga acabou tudo, essa velha chata”, de repente quando eu menos a esperava veio com seu rosto de encontro ao meu ouvido e fala: agora eu quero na frente meu delicioso, essa frase me levou a loucura, para não ficar muito colado nela, abri um pouco o zíper da minha calça e passei meu pau, e fiquei roçando na boceta dela como ela tinha pedido, quando olho para cara dela ela tava com uma cara de tesão quase gozando, e então veio ao encontro do meu ouvido e falou: é melhor você colocar isso pra dentro porque já vou descer, mas antes quero que você encaixe no meu anus novamente, eu prontamente obedeci, e quando o povo já tava descendo ela deixou uma caneta cai e foi pegar, que gostoso, gemi baixinho e vi que ela estava sem calcinha, isso explicava o molhado que eu sentia.

Quando ela desceu meu pau ainda duro tive que encoxar outra garota esperando o meu ponto, pois não queria que ninguém visse a minha ereção. E por sorte encontrei uma garota que não reclamou, aliás ela nem se importou com o que eu estava fazendo, só teve uma hora que ela reclamou, foi quando eu comecei a passar a mão nela, ela virou pra mim e falou: “Num acha que já ta de mais não? Quer alisar também é?” niinu.carvalhu@hotmail.com

Comentários

08/11/2010 22:03:30
Fraco, tem coisas que podem ser melhores escritas. Mas, continue escrevendo, vc vai longe.
08/11/2010 19:36:15
me amarro em conto de encoxada, o seu altou riqueza de detalhes !! da uma lida no meu conto encoxada no metrô" autor: boca

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.