Casa dos Contos Eróticos

Como ensinar um filho a transar...

Autor: Mamãe
Categoria: Heterossexual
Data: 18/09/2010 15:13:24
Nota 9.82
Ler comentários (50) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Nunca imaginei que um dia pudesse virar uma mulher e mãe tão depravada. Eu; Dulce, com meus 39 anos me considerava uma mulher ainda muito gostosona; procurava manter meu corpo com tudo em cima com muito sacrifício: Academia; massagens; natação (sócia de um clube); salão de beleza, etc... Mas, apesar disso eu tinha uma vida de casada bem pacata; sentia falta de algo que pudesse me fazer sentir mais mulher; pois meu marido apesar de ser um bom homem, já não me procurava em relação a sexo tantas vezes como eu gostaria... Só que nunca tinha passado pela minha cabeça ter uma relação extraconjugal; sempre me mantive fiel ao casamento. De tudo, o que me causava preocupação era o meu filho Junior. Junior estava com 17 anos e era um belo rapaz: bem alto pra sua idade; magro falso e muito nerd... Só se preocupava em estudar e não procurava em se divertir como seus amigos (que eram poucos). Por mais que eu e se pai o incentivávamos a sair mais e procurar seus amigos; ele vivia dentro de casa estudando... De diferente ele gostava de músicas clássicas e assistir filmes antigos. Ficamos felizes quando ele começou a aparecer em casa com uma colega do colégio: Anita; 19 anos (2 mais velha); bonita e muito simpática. Sentíamos que Junior estava sentindo algo pela menina; percebíamos quando ela ia procurá-lo em casa. Começaram a sair pra irem ao cinema; assistir peças de teatro ou simplesmente passearem na cidade. Porém, dois meses depois as coisas mudaram... Quando Anita aparecia em casa, Junior a tratava bem; mas já não demonstrava aquela alegria costumeira; até que Anita sumiu. Ao encontrá-la no shopping e conversarmos, Anita acabou se abrindo pra mim... Disse que gostava muito do Junior, mas que ela estava percebendo que ele já não estava mais gostando de sua presença. Preocupada com meu filho, comecei a fazer certas perguntas até um pouco íntimas e Anita acabou falando que tudo mudou quando ela confessou a ele que já não era mais virgem. Pedi ao meu marido que conversasse com nosso filho sobre a Anita, sobre sexo e sobre as moças de hoje que perdem a virgindade muito cedo e que lhe explicasse que era normal; mas ele tirou o corpo fora dizendo uma coisa que me deixou arrasada: - Acho que nosso filho não gosta de mulher; se ele gostasse ia querer tirar proveito dela já que não é mais virgem!... Muitos dias aquelas palavras ficaram martelando na minha cabeça; até que eu mesma resolvi ter uma conversa com Junior. Com muito custo; depois de tanto tocar no assunto, Junior me deixou mais preocupada ainda quando me falou que era porque achava que Anita já tinha experiência em sexo e ele era inexperiente, e que logo ela ia querer fazer sexo com ele e ele tinha medo. Disse-lhe que sexo era uma coisa tão simples de se fazer quando se sentia desejo e que ele não devia ficar preocupado, que isso ia acontecer naturalmente. Eu como mãe, resolvi que tinha que fazer alguma coisa pra que meu filho encarasse com mais naturalidade uma relação entre um homem e uma mulher. Ele estava na sala estudando; entrei no banheiro, tirei toda a roupa e colocando somente o rosto pela porta o chamei e pedi se ele podia pegar minha toalha de banho que estava pendurada na área. Quando ele se aproximava com a toalha na mão, abri a porta o suficiente pra deixar a metade do meu copo aparecendo: Meu seio esquerdo e minha perna; esticando a mão: - Obrigada filho!... Notei que Junior arregalou os olhos me entregando a toalha com as mãos trêmulas. Depois do banho, sai enrolada na toalha e me aproximei da mesa onde ele estudava... Por mais alguns centímetros minha xoxota ia aparecer: - Quer que eu lhe faça um lanche?... Ele deu uma boa olhada pras minhas coxas roliças e disse que gostaria de tomar só um copo de suco. Fui pra cozinha enrolada na toalha e Junior entrou atrás de mim sentando na cadeira. Enquanto espremia as laranjas, sentia que meu filho estava olhando pro meu traseiro e provavelmente vendo a polpa da minha bunda que aparecia quando movimentava meu braço sobre o espremedor. Estava nervosa; minhas pernas até tremiam, por estar daquele jeito perto do meu filho. Quando lhe entreguei o copo, fiquei surpresa quando ele falou: - Sabe que você é muito bonita, mãe?... : - É filho? Você acha?... : - Acho; você é a mãe mais bonita que existe!... Começamos a rir e quando ia sair da cozinha Junior me chamou tocando no assunto da Anita: - Você sabe que eu gosto da Anita, não é?... : - Sei filho; só acho que você devia procurá-la; ela também gosta muito de você!... : - Sei lá mãe! Acho que não estou preparado pra ter um relacionamento mais sério com ela!... : - Você quer dizer em relação a sexo?... Ele ficou corado: - É mãe! Sou muito novo pra fazer essas coisas!... : - Não é não Junior; é nessa idade que os rapazes começam a ter relações com as mulheres!... Junior, sem nem olhar pra mim: - É que eu não sei nem por onde se começa!... : - Olha Junior; sou sua mãe e tudo que você tiver dúvida sobre isso pode me perguntar, tá bom?... : - Ele me olhou e sorriu: - Tá bom mãe! Vou tentar!... Sentei numa cadeira perto dele; acho que ele chegou até a ver a testa da minha xoxota: - Vamos fazer um trato? Nada de um ter vergonha do outro, combinado?... Ele concordou. Alguns dias se passaram, até que ele chegou do colégio e eu tinha acabado de entrar no banho. Junior bateu na porta e começamos a conversar até que ele disse que tinha combinado de se encontrar com a Anita: - Que bom filho! Vai sim; ela é uma ótima menina!... : - Depois que você sair, eu vou tomar um banho e preciso te pedir uns conselhos!... Não sei de onde tirei tanta coragem pra fazer o que eu fiz. Saí do box e abrindo a porta: - Entra aqui filho, vamos aproveitar então pra conversarmos enquanto eu tomo meu banho!... Junior entrou e notei todo seu nervosismo em estar me vendo totalmente nua. Voltei pro chuveiro e sem fechar o box: - O que você quer me pedir?... Ele nem piscava: - É que a Anita quer que eu vá à casa dela pra conhecer os seus pais; estou muito nervoso mãe!... : - Nervoso porque filho?... : - Sei lá mãe!... Pra fazer com que meu filho perdesse todo seu acanhamento em relação às pessoas, acabei tendo uma idéia bem radical: - Tire a sua roupa e entre aqui pra tomar o seu banho de uma vez!... Ele abriu um largo sorriso, mas disse: - Eu tomo depois mãe!... : - Olha o que nós combinamos Junior; nada de vergonha um do outro!... Senti que ele estava com vontade; mas sem coragem: - Eu fico de costas pra que você tire a sua roupa!... : - Então tá mãe! Mas não olha, heim?... Fiquei com meu bundão virado pra ele, até que senti ele entrando no box: - Posso me virar Junior?... Ele consentiu e fui virando e vendo cobrindo seu pinto com as duas mãos. Saí pro lado: - Entra filho, molha o seu corpo!... Ele entrou sem soltar suas mãos: - Tá com vergonha da mamãe ver seu pintinho?... : - É claro né mãe!... Com as minhas fiz que ele soltasse as mãos e foi a minha vez de arregalar os olhos. Junior estava de pau duro... Mas era o tamanho que me deixou até sem fôlego... Como um menino daquele podia ter um pinto com aquele tamanho e tão grosso? (bem maior do que o do seu pai): - Desculpa mãe! Não consegui me controlar!... Respirei fundo sem tirar os olhos: - Desculpa porque filho? Por que está com ele assim?... : - É mãe; estou com vergonha!... Sem resistir, coloquei a mão naquela tora dura igual a uma madeira: - Vergonha? Nada disse Junior, mamãe já é uma mulher bem experiente e pode te ajudar perder esse medo em relação a sexo!... : - É mãe? Como?... Não toquei nenhuma punheta pro meu filho; simplesmente fiquei acariciando levemente minha mão em seu pinto que em poucos segundos estava esguichando esperma... Junior ao invés de mostrar satisfação, fez uma carinha triste: - Tá vendo mãe, a disso que eu tenho medo; eu não consigo me controlar!... : - Isso é normal filho, com o tempo você aprende a se controlar; o seu medo é que faz você gozar muito rápido, procure relaxar o máximo quando estiver com uma mulher como estamos agora!... Ele: - Só se você me ajudar!... Eu o abracei, apertando meu corpo nú ao seu (estava com minha buceta pegando fogo): - Claro que eu ajudo filho; faço tudo pra te ver feliz!... Procurei sair logo antes que eu me oferecesse mais para o meu próprio filho. A noite; longe do seu pai, Junior me contou que os pais de Anita o tinham recebido muito bem. Só que no dia seguinte; quando ele chegou do colégio, me perguntou se eu não gostaria de tomar banho novamente com ele... Senti novamente aquela coisa estranha percorrer meu corpo; mas acabei aceitando. Já pelados; ele com aquele imenso pau duro que estava deixando minha xoxota toda saliente, acabei pedindo: - Você quer abraçar a mamãe?... Ele me abraçou até com certa delicadeza; perguntando: - Hoje você vai me ajudar?... : - Vou filho! Se sentir vontade; pode passar a mão em mim onde quiser!... Junior começou a passar pelas minhas costas lentamente até chegar nas minhas nádegas: - Isso filho! É assim mesmo; pode apertar mais a mamãe!... Suas mãos começaram a ficar ávidas apertando minha bunda: - Como isso é gostoso mãe!... Afastei dele me oferecendo mais ainda: - Quer brincar com os peitos da mamãe!... Suas mãos foram para os meus seios apalpando-os: - Se quiser poder mamar na mamãe!... Sua boca foi pra um dos meus peitos e começou a chupar o bico que estava estufado pra frente: - Ohhhh Junior! Chupa! Chupa bastante meus peitos!... Eu procurava não demonstrar toda a minha satisfação evitando soltar meus gemidos entalados na minha garganta; mas quando ele, sem que eu pedisse, levou a mão na minha xoxota alisando-a; não agüentei: - Que delicia filho! Vai! Pode mexer na xoxota da mamãe!... Seus dedos nervosos começaram a alisar minha racha que já estava até pingando de tesão me fazendo suspirar cada vez mais: - Hummmm! Hummmmm! Mais filho! Mais! Enfio o dedo na mamãe, enfia!... Junior socou um dedo que minhas pernas chegaram até a vacilar. Segurei sua pica e comecei dessa vez a tocar uma punheta: - Não mãe, não faça isso; não quero gozar ainda!... Fiquei somente segurando: - Calma filho! Tenta retardar o máximo a sua vontade de gozar; você consegue!... Seu dedo socava minha buceta e eu alisava carinhosamente seu pinto até que inexplicavelmente comecei a sentir vindo: - Acho que sou eu que vou gozar filho! Vai; enfia mais um dedo na mamãe!... Quando ele enfiou mais um dedo e começou a socar: - Aiiiii! Aiiii! Me segura filho! Me segura que eu estou gozaaannnnndo!... Minha mão tinha perdido o controle que eu punhetava meu filho com vontade fazendo-o também gozar praticamente ao mesmo tempo que eu. Passávamos a tomar banho praticamente todos os dias... Fazendo aquelas besteirinhas com meu filho; fui me transformando numa tarada em potencial que um dia resolvi fazer uma coisa que sempre tive vontade e nunca tinha feito... De joelhos na frente do meu filho e segurando sua vara: - Fecha os olhos e procure retardar o máximo o seu gozo!... Abocanhei aquele delicioso membro e comecei a chupar: - Que isso mãe? O que você está fazendo?... Tirei a boca pra responder: - Faz de conta que você está transando com a Anita; só me avisa quando não conseguir segurar mais!... Voltei a chupar a piroca do meu filho fazendo minha boca ser a xoxota da menina que ele um dia ia comer. Junior segurava minha cabeça enquanto minha boca ávida deslizava em seu membro e minha língua ficava passando na cabeça: - Ohhhh mãe! Como isso é bom!... Só que quando ele gritou que ia gozar; nem tive tempo de tirar a boca direito... Caiu um pouco dentro da minha boca e depois recebi um torpedo sobre meus olhos: - Desculpa mãe! Não deu tempo!... Levantei com a cara toda lambuzada de porra e rindo: - Larga de ser bobo filho; adorei, e isso não faz nenhum mal!... Dei-lhe um abraço e ele me fez um pedido: - Você podia deixar transar de verdade com você!... Já tinha matado o meu desejo de um dia chupar uma piroca e adorei; mas aquele pedido me deixou numa dúvida cruel: - Não filho! Acho que isso eu não posso deixar você fazer!... : - Pode sim mãe! Só assim que eu vou ter certeza que vou poder me relacionar com a Anita ou com outra menina qualquer!... Passei eu a ficar trêmula, aconselhando: - Só vou lhe fazer um pedido; quando você transar com outra, você vai ter que usar camisinha sempre, promete?... : - Tá bom mãe, prometo! Mas então você vai deixar?... Fui puxando-o pela mão pro seu quarto: - Como é você que está me pedindo; eu vou! Mas vai ter que guardar esse segredo pra sempre!... Deitei em sua cama e Junior já estava novamente com sua coisa dura. Abri as pernas: - Vem filho; vem que a mamãe vai te ensinar tudo o que você precisa!... Nem precisou eu lhe explicar mais nada; acho que por instinto, Junior já veio com sua vara colocando-a no lugar certinho e empurrando; só pedi: - Calma Junior! Calma! Vai mais devagar; você tem que deixar a mulher sentir a penetração!... Ele foi enfiando com todo o cuidado que dava pra sentir aquele tronco roçando as paredes da minha buceta. Quando ficou só o saco pra fora, Junior começou o vai-e-vem ritmado me fazendo sentir como se fosse a minha primeira trepada... Só que sentindo cada vez mais prazer não agüentei ficar calada: - Vai filho! Vai! Vai! Está muito gostoso! Mete com mais força filho, mais! Mais! Mais! Aiii meu Deus! Aiii! Aiii! Vou gozar! Vou gozar! Ohhh! Oooooooooh!... Junior puxava seu pau e voltava com toda a força que eu sentia a ponta do seu pinto bater lá no meu útero... Travei minhas pernas em sua cintura e fui relaxando sentindo o meu mais prazeroso orgasmo até então... : - Vou gozar também mãe! Vou gozar!!!!!... Travei mais as minhas pernas: - Não tira filho! Não tira! Goza dentro da mamãe, goza!... Senti seu pau esguichando toda sua porra dentro da minha buceta. Ele deitou do meu lado, e mesmo sentindo as porras escorrendo da minha buceta, deitei sobre seu corpo: - Pô filho! Você hoje me fez a mulher mais feliz do mundo!... Ele me puxou me abraçando: - Fiz direito mãe?... Respondi antes de descaradamente encostar meus lábios no dele: - Você é um macho que toda mulher gostaria de ter!... Bastou encostar pra ele colocar uma de duas mãos na minha nuca e corresponder meu beijo como se já beijasse a muito tempo. Junior começou a namorar firme a Anita e não houve mais a necessidade de lhe perguntar se os dois estavam transando; descobri na gaveta do seu criado mudo várias camisinhas que com o tempo ia diminuindo a quantidade. Júnior virou um taradinho também pela sua mãe que; muitas vezes estava distraída quando ele me agarrava por trás apertando meus seios... Eu me entregava toda e deixava que ele me despisse e muitas vezes ele me dava uma boa trepada ali mesmo na cozinha... Bastava sentir aquele gostoso pau na buceta pra me derreter toda e gozar feito uma menininha cheia de tesão. Com o tempo; Junior já não queria só a minha buceta, começou a me implorar pra que deixasse comer a minha bunda... No início achei um absurdo, nunca fui mulher de dar a bunda; se ele estava comendo a da sua namorada o problema era dela. Até que um dia estávamos na cama pra mais uma trepada quando ele me pediu pra ficar de quatro: - Pra quê Junior; não vai me dizer que ainda está com aquela idéia fixa de querer me comer também por trás?... : - Estou mãe; acho que você tem uma bunda tão bonita que não vou sossegar enquanto você não deixar!... Mesmo com muito receio, fui deixando com que ele fosse me ajeitando na posição de uma cachorra. Junior salivou bastante sobre meu ânus e depois de molhar também a ponta do seu pinto veio me agarrando pela cintura com um dos seus braços e com a outra mão colocando seu pinto duro sobre meu buraquinho: - Vai com calma filho; mamãe nunca fez isso antes!... : - Pode deixar mãe; eu já sei como fazer com bastante cuidado!... O filho da puta estava praticamente confessando que já andava comendo o rabo da namorada. Mas bastou ele dar uma empurrada pra dentro pra que eu perdesse até o fôlego... Seu pinto arregaçou meu ânus me fazendo sentir uma fisgada que foi parar lá na minha nuca. Junior enfiou mais um pouco e parando: - Vai mãe! Aperta seu cuzinho e sente meu pau que já está quase todo dentro!... Nem precisava apertar nada pra sentir aquele tronco enfiado no meu rabo... Senti empurrando mais e apesar da dorzinha que estava sentindo, aquilo foi é me dando um prazer totalmente diferente... Quando ele encostou seu corpo na minha bunda começou a bombar... Iniciou lentamente e a cada bombada ia aumentando a velocidade das pirocadas no meu cuzinho: Oh mãe! Como você é gostosa! Que cuzinho delicioso você tem!... Meu líquido vaginal já escorria pelas minhas coxas, chegando nos joelhos quando senti Junior enchendo meu rabo com seu esperma. Já se passaram quase dois anos; Junior e Anita continuam o namoro, e eu a foder com meu filho pelo menos umas duas vezes por semana.

Comentários

17/02/2017 23:27:40
muito bom fiquei de pau duro
05/12/2016 13:23:12
Delícia 😋....Meu marido leu junto comigo e ficou batendo uma punheta lendo o conto...
01/12/2016 11:43:41
Já li e reli esse conto maravilhoso
08/02/2016 10:38:00
Nao tem como deixar de dar nota maxima a esse seu relato que esta lindo, essa libertinagem que existe entre vc e seu garoto e sensacional e que sorte tem o Junior de ter uma mae tao gostosa assim que soube ensinar pra ele td sobre sexo, Parabens pela historia. Deixo o convite pra vc le o meu conto.... bjaozaooo...
12/09/2015 12:16:21
Adoro incestos entre mãe e filho eu faço com o meu filho fazem dois anos me adicione Veronicadias077@gmail.com bjs 10
24/03/2015 16:23:38
Excelente. Mamãe provou e nunca mais o deixou, que mãe tão gostosa .
17/01/2014 23:36:16
Nossa o menino namora a Anita, mas a poderosa é a mamãe! (risos) Que conto delicioso, descrevendo detalhadamente as delícias da tentação proibida. Só que coitado do filho, sofreu uma sedução pesadíssima né mesmo? Nossa até covardia com os hormônios dele que deviam estar no pico. Sem falar também que a mulher não é de ferro e não tem como não se excitar com a situação de estar sendo desejada, desnudada e querida. Aff, que dilema né? Mordo essa maçazinha deliciosa do paraíso ou não? Parabéns pela escrita muito bem feita delicada e altamente erótica! Beijos!!
17/08/2013 01:09:49
http://www.casadoscontos.com.br/texto/ A melhor obra que ja li esta nesse link. Foi escrito pelo Borghi e nao tenho palavras para descrever o quanto concordo com cada palavra que nele esta escrito!!! Peço que leiam e dem 10 porque essa obra merece e muiiiiito!!! anjinho (sou eu, rsrs)
10/08/2013 01:29:12
Parabéns, Mamãe! Seu conto me deixou com um tesão enorme. Ao contrário de Junior, quem me iniciou no sexo, aos 15 anos, foi uma tia minha, muito gostosa... Até hoje quando me lembro do bocetão dela, rodeado de pentelhos negros, fico com tesão. Gozei muito com ela e a fiz gozar muito. Receba meu abraço de Parabéns.
09/08/2013 15:43:57
Conto muito bom, pena que pelo histórico do autor observa-se que é uma ficção e não um caso real. Tudo bem. Vale a nota.
rrc
07/07/2013 23:14:17
ja é a terceira vez q leio o conto, e cada leitura fico mais excitado, imaginando o q faria se minha mãe fosse gostosa como vc....
26/06/2013 10:11:53
seu conto é meu preferido de anos de leitura na casa dos contos... Bjsss
22/06/2013 11:50:16
Muiiito bom..
21/06/2013 02:52:43
Tive q bater uma adorei .. centaaki@gmail.com me mande um email
20/06/2013 14:53:07
Maravilhoso,,,
25/04/2013 16:33:36
Nota mil
30/03/2013 03:34:45
gostei mas poderia ter dado mais espaços no texto , me perdi algumas vezes
20/03/2013 21:02:17
Aiiiiii Dulce, so faltei pirar com o seu conto, meu pau so faltou explodir de tanto tesao, que gostoso!!!!!! Adoraria ser ensinado por vc tambem, tenho 28 anos e adoro comer uma coroa gostosa, amo mulheres mais experientes. Sou super carinhoso mas ao mesmo tempo timido, quando me solto de verdade numa transa como tenho certeza que seria contigo nao iria me segurar, garanto que te faria gozar muito mais. Seu conto foi maravilhoso, quem me dera comer vc!!!!!!!!! Me responde, meu e-mail...fernantech@r7.com
20/03/2013 15:24:24
muito gostoso, sempre que leio , fico com tesão, depois a esposa é que leva, muito tesão esse conto, deixa ele comer tua bundinha sempre, depois que minha mulher passou a me dar a bunda, nunca quer dar a boceta, só a bunda,
19/03/2013 18:47:47
Que delicia de conto... Eu me chamo Rubia e meu marido se chama Beto, ficamos com muito tesão após ler este conto... Temos um conto publicado neste site, o nome é: A procura de um amante" e é real. Temos um blog onde publicamos nossas aventuras, muitas fotos e assuntos relacionados a sexo. O endereço é: (www.rubiaebeto.comunidades.net) delicie-se com nossas fotos. Beijos molhadinhos... Rubia
04/02/2013 16:02:07
Krinha de sorte pega a namorada e a mãe tarada...
17/01/2013 19:22:44
Delícia de conto e de mãe. Gozei gostoso lendo essa maravilha!
17/01/2013 19:21:47
Q delícia de conto e de mãe, Gozei muito lendo essa maravilha de conto!
04/01/2013 21:41:20
lindissimaeste sim foi um conto extremamente bonito.amei o seu conto. os meu pbs.nota 10
29/12/2012 12:01:03
maravilhoso, fiquei roxo
14/12/2012 10:59:10
eu sou um negro bem dotado e romantico me escreva para nós conheçer-mos garanto que farei uma gerra romantica em tua gruta desesperada por pica deixa o corno com o rifre na mão e vamos nos deleitar no amor e na gerra vale o amor paulomedina95@yahoo.com.br
11/12/2012 15:19:22
Tomara que fodam felizes por muitos e muitos anos e quando ele arranjar uma nama, que também goste de meter com a sogrinha!
03/12/2012 22:34:29
Maravilhoso o conto! E vc deve ser um coisinha muito gostosa e tarda!
01/12/2012 11:59:31
Um dos melhores que já li.... nota 10
22/11/2012 08:59:48
Muito bom o conto, meu add ai msn nathalia_lindacat@hotmail.com
20/11/2012 01:30:25
Não sou mto fan de incesto mas esse conto foi dmais meus parabens nota 10
14/11/2012 12:45:39
Um belo conto de incesto!!! Gostei!!! Visite nossa página no face: https://www.facebook.com/CasaisLiberaisBrasil e nosso site www.clubecasaisliberais.webnode.com - abraços
13/11/2012 11:21:10
Muito bom. Queria ter uma mãe assim. Me deixou de pau duro pensando que estava trepando com vc. Tive que bater uma punheta, lendo e pensando que estava comendo seu cu. Adorei.
28/09/2011 00:29:41
excelentee, muito bom, continua...
05/08/2011 19:52:39
Maravilhosooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo me add... cade-as-gordas@hotmail.com
29/07/2011 02:20:58
otimo conto...me add gustavo_transul@hotmail.com
13/07/2011 19:55:02
Depois do banho, sai enrolada na toalha e me aproximei da mesa onde ele estudava... Por mais alguns centímetros minha xoxota ia aparecer¨. Demais! De saborear com o pau duro. Nota máxima!
05/04/2011 23:44:18
por favor me envie por email, qdo tiver uma nova, seu adimirador, beijos jorginhocabjp@hotmail.com
05/04/2011 23:27:10
UAUUUUUUU QUE DELICIA, ISSO NAO SE DA NOTA, E SIM UM BIS, VC E PROFISSIONAL, CONTE OUTRAS NO MESMO NIVEL, ACHO QUE ATE PODE SE SUPERAR, DELICIA DELICIA, BEIJOS
20/01/2011 10:35:19
Que conto lindo parbens, vc é uma delicia de sedutora.
04/01/2011 19:32:35
Parabéns! Seu conto é delicioso!
01/01/2011 13:00:29
ola muitos parabens desejo que oconto tenha sido mesmo real e que você tenha gozdo muito senão nem imagina o quanto perdeu boas fodas
24/09/2010 01:12:04
DULCE SEU CONTO FOI MUITO BOM,FILHINHO Q GOSTAVA DE ESTUDAR E NERD...RSRS...MAIS COM UMA BELA PICA NO MEIO DAS PERNAS,BJS.
22/09/2010 03:51:57
Excelente. Continue. Beijos. Meu msn e email. ICT.38@TL.COM.BR
20/09/2010 21:30:24
adorei seu conto me add; reginaldo_e_cia@hotmail.com bjusss no grelo
19/09/2010 00:37:40
Excelente, muito bom...
18/09/2010 22:38:02
Conto nota dez mil
18/09/2010 22:27:27
Conto nota dez mil
18/09/2010 19:10:26
mto bom para mamae tarada

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.