Casa dos Contos Eróticos

Feed

Trepei na vara do eu instrutor da auto escola

Autor: Devassa
Categoria: Heterossexual
Data: 13/09/2010 17:10:56
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando me apelidei “Devassa” não foi por acaso. Essa realmente sou eu.

Já trepei com aproximadamente 150 homens e mulheres.Eu sempre penso que vou parar,mas quando vejo lá estou eu...sentando na vara de alguém ou chupando uma xaninha nova.

Este conto é sobre a minha habilitação, que como tudo em minha vida, tem uma trepada envolvida.

Matriculei-me na auto-escola emtinha 25 anos ).

Eu tinha medo e até pavor de dirigir. Mesmo assim era necessário, pois tinha uma filha de 5 anos,eu trabalhava muito longe de casa...e por todos outros mil motivos era realmente necessário eu ter habilitação e dirigir .

Quem fez minha matrícula foi uma atendente muito bonita e simpática.

Ela me instruiu a fazer os exames médico e psicotécnico, prova escrita do DETRAN e por fim agendou as aulas práticas de volante.

Eram obrigatórias no mínimo 15 aulas e eu as agendei 02 por dia.

Primeiro dia fui apresentada ao meu professor. Edson, homem forte, “feio”, mal vestido e ainda com um forte cheiro de cigarro que o cercava.

Entramos no carro. Ele me apresentou todos os itens do automóvel, me ensinou sair e lá estava eu, dirigindo com todo meu medo. Fim de aula .Eu obedeci todas as instruções e o resultado me surpreendeu...eu já não tinha tanto medo ...queria continuar dirigindo .

Em casa imaginei meu professor horroroso colocando as mãos em mim enquanto eu, linda e cheirosa tentava dirigir. Ai que nojoooooo.

Nojo nada pasme! Planejei ir de saia e sem calcinha na próxima aula, e fui.

Quando fiquei de frente com o Edson pude ver a cara de “desconcertado” dele.

Ele nem sabia mais onde estava o carro, ficou perdido. Ele não conseguia tirar os olhos das minhas pernas, talvez imaginasse se havia ou não uma calcinha por baixo...

Fomos ao carro e me sentei no banco do motorista. Acertei tudo e olhei para ele: lógico que os olhos estavam em minhas pernas.

Naquele dia a aula não foi muito proveitosa, mas dessa vez era ele o problema. Não se concentrava em seu trabalho, só em minhas pernas.

Paramos numa praça ( acho que com segundas intenções) e ele trocou de lugar comigo.

Esperei ele dar a volta por fora do carro e quando o vi ao lado do meu banco ai sim eu passei para o banco do passageiro. Deixei que ele visse em minhas passadas de pernas que não havia calcinha. Ele sentou-se e falou tremulo: pq está fazendo isso comigo?

Já com as pernas abertas e sentada virada para o lado dele perguntei se ele não estava gostando, e se fosse melhor, eu voltaria no outro dia, de calça.

Não ouvi resposta, senti o carro saindo e imaginei que meu golpe havia falhado. Ele estava seguindo com o carro, sem dizer nada.

Parou numa rua bem deserta. Olhou para mim, E me viu sorrindo, com cara de vadia quando ganha vara. Uau... O feioso ia me traçar no carro da auto-escola... Imediatamente abri as pernas o deixando ver meu grelinho e segui em direção ao seu pau.

Mesmo por cima da calça senti seu pau duro, ele abriu a calça e sem me deixar respirar abaixou minha cabeça encaixando sua vara todinha na minha boca com movimentos controlados por ele.

O cara gritava, me chingando: sua vaca,vou te meter rola até no seu cú , vc quer dar , então hoje você vai dar .

Quanto mais ele me chingava, mais eu gostava de chupar seu pau, me dava mais tesão.

Ele gemia alto, e em pouco tempo gritou que ia gozar. Encheu minha boca de porra enquanto dizia: não engole, quero ver tudo q coloquei ai na sua boca.

Suguei até a última gotinha, levantei e mostrei a ele minha boca cheia de porra. O filho da puta me beijou e pegou de mim metade do seu leitinho. Engolimos nossas partes e ele começou chupar minha teta tão gostoso que me fazia implorar pra sentar em sua vara. Minhas mãos foram direto na sua vara e aos poucos senti a bicha crescendo e latejando... Ele me jogou ao banco de trás, levantou minha sainha, me deixou de quatro e meteu rola na minha xoxota.Bombou forte pra caralho ...

Ah como eu gosto que enfie a rola aqui... Que tesão ... Foi entrar e eu me ver gozando... Implorei mais um pouco por uma sentadinha e acabei ganhando. O monstro sentou no banco de trás, sua vara dura apontava ao teto do carro .... Mirei certinho e sentei engolindo até o talo daquela rola. Fiz uma cavalgada que o enlouqueceu, tanto que quando eu anunciei meu gozo apenas o senti me apertando e naquele instante me aqueceu seu primeiro jato de porra, ao melar meu útero.

Inúmeros jatos vieram na seqüência, e eu estava tão empolgada com o meu gozo que delirava com suas estocadas seguidas de porra.

Uhummm caímos no banco e descansamos uns minutinhos.

Agora, alem do cheiro de cigarro ele tinha um cheiro forte de suor...

Depois ele me levou até a porta de minha casa e nas aulas seguintes as trepadas foram bem parecidas.

Tive que pagar mais 19 aulas... Meu maridinho não entendia porque eu nunca aprendia a dirigir... rsrsss

Comentários

25/04/2011 15:19:20
Excelente, adoraria conhece-la me add fro29@hotmail.com
17/09/2010 18:43:27
adorei ess seu outro conto quase me fez gozar denovo.. mais o q quero mesmo é realmente gozar pra vc.. passa seu msn ou add.. theman518@hotmail.com
16/09/2010 01:25:01
puxa...que relato...pior que tenho amigos instrutores e eles sempre tem desses causos pra relatar.rsrsr..belo texto....a proposito, "vânia furacão", nao esqueça de nos contar sobre suas aulas de direçao..rss..
13/09/2010 19:15:25
CARACA!! Impressionante,como uma mulher consegue deixar um homem maluquinho..rsrs Eeu também tenho que tirar minha abilitação,vou torcer para ter tanta desposição quanto você..RSRS nota 10
13/09/2010 18:47:17
vc é foda dirigindo.
13/09/2010 17:47:25
nossa Devassa..... me dá o número da Auto escola tb rsrs
13/09/2010 17:45:47
NOITE... EM UMA CAMA DESFEITA DE SONHOS, DE ILUSÕES SEM SENTIDO... DE ASPIRAÇOES INSENSATAS, DE SENTIMENTOS... AINDA SINTO SEU CORPO JUNTO AO MEU! SEUS CARINHOS SENSUAIS EM MINHA PELE... AINDA DESPERTAM-ME DELÍRIOS, DEPOIS DE TANTO TEMPO! TENHO VOCÊ... COM ESSE JEITO PECULIAR DE AMAR... NADA É MAIS PRAZEROSO, DO QUE TER-LHE JUNTO DE MIM... ENTRE OS LENÇÓIS... CÚMPLICES DESSE “LOUCO” AMOR... ESSE NOSSO ÚNICO AMOR! E NESSE ENLACE... O ABRAÇO, DEIXA-ME EXCITADO COM SEU CORPO... QUE TANTO PRAZER OFERTA-ME, QUE PROPORCIONA-ME MOMENTOS INESQUECÍVEIS... QUE RECONHEÇO EM SEU OLHAR! E A CADA SUTIL DE MINHAS MÃOS... QUANDO ACARICIO-LHE O CORPO E O SEXO... MURMURO AO SEU OUVIDO TODOS OS DESEJOS, DESEJOS NOSSOS... E SEUS BEIJOS ÚMIDOS... EXCITAM-ME... E QUANDO SEUS LÁBIOS PERCORREM MEU CORPO, E EXTASIADO SUPLICO... EM DELÍRIOS DE COMPLETA LOUCURA, PENSAMENTOS FOGEM DE MIM... SINTO-ME FLUTUAR ENTRE A VIDA E A MORTE, EXTASIADO... COM AS VISÕES DE NOSSOS CORPOS NUS, EM UMA SINTONIA PERFEITA. NESSE MOMENTO... SUPLICO... ENTRE MURMÚRIOS E GEMIDOS, DESEJANDO SEU CORPO, DESEJANDO ESTAR DENTRO DE VOCÊ.... MERGULHADO ENTRE SUAS PERNAS, ACONCHEGADO EM SEUS BRAÇOS... SENTINDO-ME SEU HOMEM... SENTINDO-ME SEU “MACHO”... SENDO UMA FERA, INDOMÁVEL... QUE ENTRE MURMURIOS E GEMIDOS, AMA VOCÊ! E VOCÊ... ARDENTEMENTE ACOMODA-ME EM SEU SEXO... E SOMOS UM ÚNICO DESEJO, DIVIDIDO EM DOIS CORPOS! E NESSE MOMENTO... SINTO VOCÊ TODA MINHA... ANTES QUE FAÇA SEU CORPO ENLOUQUECER... EM UM GOSTOSO EXTÂSE... UM GOZO DE NÓS... POR QUE ESSE É NOSSO DESTINO!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.