Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu namorado praticamente me estuprou

Autor: Lady.Manson
Categoria: Heterossexual
Data: 31/07/2010 23:46:13
Última revisão: 06/08/2010 16:46:29
Nota 9.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Isso aconteceu ontem, eu tinha combinado com meu namorado Rafael, que iria na casa dele a tarde lá pelas 14:00,me arrumei e fui.Na esquina da casa dele, encontrei um amigo meu, o Guilherme, o Rafael não gostava dele, pois ele gostava de mim e não se conformava por eu ter escolhido o Rafael.

Parei para ficar conversando com o Guilherme, fazia 1 ano que eu o não via,mas perdi a noção do tempo, então o Rafa saiu na rua para ver se eu estava vindo, ele viu eu falando com o Guilherme, ele foi lá ver o que estava acontecendo, ele foi grosso com o Guilherme e começou a brigar comigo. Fiquei com muita raiva e fui embora.

Quando era umas 19h00min o Rafa me ligou, disse que estava arrependido e queria conversar, e ele queria conversar na casa dele, aproveitar que os pais dele tinham saído. Aceitei, e fui falar com ele.

No caminho eu já sabia o que eu ia falar pra ele, que eu queria terminar, nas ultimas semanas o Rafael tava um porre, muito ciumento, não deixava mais eu usar roupas curtas, só faltava ele querer que eu usasse um lenço na cara.

Cheguei na casa dele, ele com uma cara de cachorro arrependido, abriu o portão e eu entrei. Sentamos e começamos a conversar:

- Rafael: Desculpa amor, eu não sei o que ta acontecendo comigo ultimamente, acho que é porque eu não quero te perder.

- Eu: é mais não precisava tratar o Guilherme daquele jeito, você me fez passar vergonha na frente dele.

- Rafael: Você não queria passar vergonha na frente dele então? Quanto tempo ia me deixar esperando.

- Eu: Viu só, já ta começando a me irritar, e quer saber de uma coisa, eu gosto muito de conversar com o Guilherme, ele me faz bem ( estava falando aquilo para dar um pouco de ciúmes) , cansei disso, acabou!

Quando levantei do sofá para ir embora o Rafael me agarrou pelo braço, e não queria me soltar, comecei a ficar meio assustada e com raiva, ele nunca tinha me feito aquilo, ele me segurava com força, então ele disse:

- Rafael: Como é que é? Você vai me trocar pelo Guilherme? Ou é por outra coisa? Por isso que você quer terminar comigo?

- Eu: Eu não vou te trocar por ninguém, você ta muito estranho... Me larga Rafael... Eu quero ir embora.

- Rafael: Sabia que você tava muito gostosa quando eu te vi hoje, que pena que não deu para você vir aqui em casa, porque você foi embora, faz tempo que eu não te via vestida daquele jeito, fiquei delirando com você.

- Eu: é eu tava vindo com aquela roupa com a intenção de rolar alguma coisa, mas ainda bem que não rolou.

- Rafael: Aé, Pois vai rolar sim, Depois disso que eu vou fazer com você, vamos ver se você vai querer terminar.

Assim que ele disse isso ele me jogou no sofá e começou a me beijar, eu nunca tinha visto o Rafa daquele jeito, ele me beijava de um jeito cheio de paixão. Tentei resistir, tentei empurrar ele, mas acabei deixando.

Ele começou a tirar minha blusa, arrancou meu sutiã, e começou a chupar meus seios, eu ficava dizendo “Não, Eu não quero, para Rafa”.

Ele nem me dava bola começou a descer, tirou minha calça e rasgou minha calçinha que tinha as laterais bem finas. Ele começou a me chupar, eu tentava empurra-lo mas não conseguia, eu estava com muito tesão, meu braços e pernas amolecerem, e acabei soltando alguns gemidos. E Acabei gozando.

Então comecei a falar:

- Eu: Para Rafa, eu não quero mais, por favor.

-Rafael: Você quer que eu pare? Se você quisesse mesmo que eu parasse você não teria gozado, sua safada.

Então o Rafael se levantou, e ficava dizendo “ Agora sua vez, vem aqui e chupa meu pau, eu sei que você quer”

Eu queria, mas ao mesmo tempo não, então o Rafael começou a esfregar o pau dele na minha cara, não resisti, abocanhei aquele pau latejando e comecei a chupa-lo.Ele gemia e dizia “ viu só, você gosta disso, adoro essa boquinha no meu pau”

Quando vi, Rafa estava gozando na minha boca, me levantei e fui pegando minhas roupas, quando de repente, Rafael me segura pela cintura:

- Rafael: Aonde você pensa que vai?

- Eu: Eu Já fiz o que você queria, agora eu vou embora.

- Rafael: Quem disse que acabou você ainda vai passar por muita coisa.

Rafael me levou até o quarto dele, me jogou na cama, colocou uma camisinha e começou a me foder de quatro, e me segurava pelo cabelo, ele me fodia muito rápido, eu estava adorando. Depois de um bom tempo me fudendo, acabei gozando de novo, então resolvi só provocar ele:

- Eu: Ta bom amor, vou fazer tudo o que você quiser.

- Rafael: Que safadinha, vamos ver o que você vai fazer então.

Deitei-o na cama, e comecei a passar a língua na cabeçinha do pau dele, ele ficava gemendo dizendo para mim chupar, mas como eu só queria provocar, ficava passando a língua bem em cima do buraquinho do pênis dele. Depois disso subi em cima dele, e comecei a esfregar a minha buceta no pau dele, ele ficava louco, então quando eu vi que ele estava tão distraído com as minhas provocações, me levantei, e sai correndo em direção a sala, ele se levantou e conseguiu me alcançar, me encostou na parede e disse:

- Sua cachorrinha, não adianta você fugir de mim, não vou te perder.

Me encostou na parede, de costas para ele, ergueu uma das minhas pernas, e começou a me foder de novo, não sei porque mais estava gostando, parei de tentar fugir e comecei a gemer, então voltamos para o quarto.

Ele colocou outra camisinha, e disse que iria foder meu cu, me colocou de lado, e ergueu umas das minhas pernas, então começou, nossa nos dois delirávamos, nunca senti tanto prazer. Ele ficava perguntando “ e agora vai terminar comigo amor? Vai, acho que não né” e eu gemia e dizia que não ia terminar com ele.

Subi em cima dele e comecei a cavalgar, comecei a rebolar gostoso no pau dele, não demorou muito para gozarmos juntos.

Estava exausta, fiquei deitada na cama com as costas para cima, totalmente fudida e melecada, ele veio, e começou a beijar minhas costas até meu pescoço, estava com a respiração ofegante, e me arrepiava toda, então ele disse:

- Rafa: Me desculpa, amor, mas quando você falou que iria terminar, não me agüentei, me desculpe, eu te amo.

Virei para ele e disse que estava tudo bem, nos beijamos, e ficou tudo bem.

Fomos tomar banhos juntos, mas eu não tinha forças para levantar, então ele me ajudou a levantar,viu que eu não conseguia andar direito, me pegou no colo e me levou no colo para o banheiro, e eu e ele ficamos conversando e fazendo caricias.

By: Lady.Manson

Comentários

14/08/2010 19:11:38
haha, muito bom o seu conto garota! eu entendo pelo que voce passou nesse dia colega. hsuahsu :x
06/08/2010 21:14:36
No fundo todas elas gostam de um sexo selvagem.... Parabens pelo conto, muito bem escrito e detalhado... Nota 10 concerteza.... Abraços
06/08/2010 01:14:15
procuro alguem bem safadinha para casar, é casar casar mesmo sou louco para casar tudo de uma mulher até ser corninho bonzinho interessdas me procura por favor MSN match-45@hotmail.com
02/08/2010 12:45:55
muito excitante,Bom
02/08/2010 00:46:39
cara de atitude, sem dúvidas! ahuahuah
01/08/2010 21:02:25
Bom conto! =] NOTA 10
01/08/2010 13:48:58
invejo seu namorado.
01/08/2010 12:06:42
muito excitante mesmo .. voce deve ser uma safadinha na cama ...
01/08/2010 00:44:17
eta vadiazinha gostosa vc,,adoro amansar uma putynha na vara,melhor remedio pra deixa-las calminhas..me add.. carlos.calcado@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.