Casa dos Contos Eróticos

Feed

Familia feliz 4

Autor: Contista
Categoria: Grupal
Data: 22/07/2010 17:04:15
Nota 9.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá amigos estou de volta para continuar a contar a narrar meus dias junto de duas mulheres maravilhosas, continuem me enviando mensagens, já consegui alguns bons amigos. Mas vamos continuar. Aquela semana foi um misto de saudades e medo ao mesmo tempo pois Claudinha passou a me ligar ao menos 5 vezes ao dia, sempre querendo saber quando voltaria e como eu estava e mais dizendo que estava com muitas saudades do Pai dela. Um dia antes de retornar a casa delas liguei para Simone e combinamos que chegaria no horário que Claudinha estivesse na escola pois precisaríamos conversar a respeito de nosso relacionamento e principalmente sobre Clardinha. Encontramos-nos para um almoço precisávamos decidir se realmente vivermos juntos era o que realmente queríamos, isso seria um pouco complicado pois meu trabalho era em outra cidade e isso demandaria um gasto de tempo e dinheiro a mais. Mas após um bom tempo de conversa resolvemos que valeria a pena todo o gasto pois estávamos vivendo momentos felizes e Claudinha pela primeira vez estava sabendo o que é viver em família, aí peguei o gancho e falei a Simone sobre minhas preocupações de como as coisas estavam caminhando, ela já nos tinha visto nus ao menos por duas vezes e sabia muito bem o que tinha acontecido e voltei a comentar sobre o que havia acontecido no final de semana no momento ficamos sozinhos, Simone me ouviu atentamente esperou eu terminar minhas explicações e disse que agora era hora dela falar e que eu não a interrompesse. Simone me contou que após meu retorno para São Paulo no domingo ela e Claudinha tiveram uma longa conversa, Simone a questionou o motivo de ter aparecido nua na minha frente e Claudinha respondeu dizendo que não sentia vergonha alguma em ficar nua pois os momentos que vivemos naquele final de semana a fez ver o quanto era bom ter uma família e ter liberdade em casa, falo0u ainda mais, disse que ouvia os gemidos e gritos de prazer da mãe enquanto fazíamos amor e isso a deixasse feliz por saber que a mãe merecia tudo que estava acontecendo que eram momentos que um casal vivia, para ela era muito bom saber de nossa alegria e de nosso tesão um pelo outro e que além de ouvir teve vontade de nos ver juntos fazendo amor. Simone disse que isso é intimidade de um casal, mas não deixou de perguntar o porquê dessa vontade em nos ver fazendo amor, Claudinha respondeu que sentia sua bucetinha ficar toda melada quando ouvia os gemidos de sua mãe e que fazer amor deve ser muito bom pq sempre estávamos carinhosos um com outro e que ela queria tbem um pouco desses carinhos. Simone ficou um pouco apreensiva com tudo que tinha ouvido mas que havia pensando em tudo durante a semana e gostaria da minha opinião. Simone achava que as coisas deveriam correr seu curso normal, se realmente seriamos uma família não teríamos o pique esconder nosso carinho e mesmo com Claudinha pois ela não era mais uma criança e sempre foi muito bem informada sobre tudo, deixaríamos o barco correr e veríamos onde isso iria dar, só fez questão de me perguntar uma coisa, qual eram meus reais sentimentos por Claudinha. Nessa hora tive que abrir meu coração e dizer que sempre sonhei em ter uma filha, me pegava durante o dia aguardando as ligações da minha moleca só para saber se eu estava bem e ficava cada vez mais feliz ao ouvir sua voz perguntando " Pai vc está bem?? Pai to morrendo de saudades, quando vc volta???? Só pude responder uma coisa que amava Claudinha cada dia mais. Decidimos então que daríamos a notícia para ela naquele mesmo dia num jantar na casa de Simone que agora seria minha tbem. Chegando em casa a primeira coisa que fiz foi tomar um banho pois o calor estava infernal, usando acabo de entra no chuveiro ouço a voz de Claudinha aos gritos com Simone, Mãe o carro do meu Pai esta aí, onde ele está??? Simone disse calma menina, esta tomando banho pois estava com muito calor, Claudinha não pensou duas vezes e correu para o banheiro entrou sem bater e abriu a porta do box gritando, Pai que saudade me da um beijo,estiquei meu pescoço para fora do box ela se agarrou e deu um beijo na boca, mas foi um beijo diferente, não um beijo de pai e filha, selinhos normais, mas sim um beijo de mulher, tentou enfiar a língua na minha boca mas não deixei e para não deixá-la constrangida disse, filha vc esta se molhando toda, espere eu terminar meu banho e já conversamos, ela aceitou mas fez questão de tirar suas roupas molhadas e ficar apenas de calcinha sentada numa banqueta que fica no banheiro e querendo saber de tudo, de como foi minha semana, falava sem parar. Simone ouvindo aquele zunido todo veio ver o que estava acontecendo e quando viu a filha só de calcinha já falou, a Srta. agora só vai andar de calcinha em casa é??? Claudinha me respondeu tenho para quem puxar, olha que roupa VCP esta usando??? E realmente Simone já estava somente de calcinha e blusa, eu ainda para brincar com as duas disse que precisaríamos sair para comprar calcinhas novas para as duas pq queria ver minhas duas meninas de calcinhas bem bonitas. Após o banho de todos pedimos pizza e falamos para Claudinha que tínhamos uma novidade, como to adolescentes ela ficou toda curiosa e durante o jantar dissemos a ela que a partir daquele dia eu iria morar com elas. A nossa maior surpresa, minha e de Simone foi a reação de Claudinha, ela começou a chorar de soluçar dizendo que aquele era o dia mais feliz da vida dela, veio em nossa direção e nos abraçou e disse "Agora eu realmente tenho uma família, uma mãe e um pai" e deu um celinho em cada um de nós.

Após o jantar nos atiramos num colchão na sala e ficamos vendo TV e para variar Claudinha pegou no sono. Eu e Simone aproveitamos a fomos para o nosso quarto mas dessa vez não fechamos a porta. Eu estava louco para chupar a buceta de Simone que logo começou a gemer e pedir que chupasse muito sua buceta e seu cu que a saudade era muita, eu já sentia sua babinha escorrer pelo meu queixo quando Simone anúncio que ia gozar, era simples saber isso pq ela sempre gritava que ia gozar, aumentei os movimentos de minha língua e não demorou muito para eu sentir todo seu gozo em minha boca. Ela nem recuperou o fôlego me jogou na cama e montou sobre meu cacete dizendo que precisa de uma pica na buceta e começou a cavalgar muito, com força e dizendo que queria morrer de tanto gozar, ficou fazendo isso por uns dez minutos e novamente aos berros gozou. Estava exausta e caiu ao meu lado e quando percebemos Claudinha nos olhava com olhos de ternura e tesão ao mesmo tempo e o mais gostoso com uma das mãos ela tocava seu seio e a outra estava dentro de sua calcinha tocando sua bucetinha, ficamos sem reação e a única coisa que ouvimos de sua boca foi "Eu amo vcs dois" Isso foi o início de uma nova fase em nossas vidas, mas fica para o próximo. Obrigado e continuem votando e me escrevendo contista_59@hotmail.com

Comentários

23/06/2013 15:40:32
Fantástico! Impossível não comentar e manisfestar minha admiração. Tesão puro !!! 10
20/08/2012 11:39:36
Li os anteriores e não comentei, esperei para ver se realmente eram tão bons como os primeiros. Parabéns, este é tão bom como os outros.
29/06/2012 06:29:12
19/07/2011 15:09:38
um tesão de conto...
18/05/2011 16:32:12
Sinto um tesão maravilhoso lendo seus contos.te amo
12/03/2011 21:40:00
Nossa estou toda meladinha, irei ler o próximo já. Bjss
23/10/2010 13:04:35
Puxa, quando fica bom, acaba! não faz isso com a gente! Continua muito boa essa história, meu amigo.
26/07/2010 11:39:43
Muito bom continue assim.
23/07/2010 06:19:39
Estou acompanhando o desenrolar dessa história... e curtindo muito. A história é MARA! Posta a sequencia logo... Já estou loukito! Congratulations!
23/07/2010 00:38:09
Excelente, muito bommm
22/07/2010 21:54:28
Continua uma delicia suo conto!!! esperando o proximo. gaucho.fmello@gmail.com
22/07/2010 19:43:48
Que loucura,muito bom... depois leia meu conto,e deixe um comentário ok..bjs
22/07/2010 17:52:45
incrivel, gostei da mudança, seu conto cada vez mais excitante, parabéns, não demore a postar a continução, beijos da Priscilla.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.