Casa dos Contos Eróticos

Feed

Sexo com minha avó

Autor: Pedroo
Categoria: Heterossexual
Data: 13/07/2010 10:29:38
Nota 7.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola,

Meu nome é Pedro tenho 18 anos, mais tudo aconteceu quando eu tinha meus 16 anos. Tenho 1,75, corpo malhado, cabelo loiro, olhos verdes. Minha avó que se chama Julia tem 52 anos, mais na época tinha 50, ela tem 1,68, seios grandes, bunda media, corpo magro, cabelo castanho, olhos castanho, enfim seu corpo é de dar inveja a qualquer garota de 20 anos.

.

Minha avó era separada de meu avó, morava sozinha na sua casa, eu sempre iria visitala quase todos os dias, pois tinha muito tesão por ela, e sempre tinha vontade de fudela. As vezes quando estava na casa dela com minha tia, a gente sempre conversava, e minha avó sempre ficava brincando de falar de asssuntos de sexo e algo parecido, e as vezes queria pegar em meu pau, so que não deixava porque minha tia estava junto, mais depois ficava pensando, "porque ela não tenta pegar quando não tem ninguem junto". O tempo foi passando e meu tesão foi aumentando, até que um dia fui na casa dela, e so tava ela, comecei a tentar puxa assunto de sexo, ela depois de um tempo foi se soltando, e falou que a buceta dela era raspadinha, nessa momento meu pau ficou duro, e ela foi revelando que das minhas outras tias filha dela também eram, as minhas tinha das quais eu também tinha muito tesão. Então eu fiquei conversando com ela, dai comecei a brincar fazendo cosquinhas nela pra ver se ela fazia alguma coisa comigo, so que nada fez, então depois de um tempo peguei e fui embora. Depois no outro dia fui la na casa dela dinovo, conversamos como sempre, e quando estava indo embora fui dar um beijo de depedida nela, so que quando ela ia me dar um beijo no rosto eu fazia um biquinho e botava minha cabeça pra traz, fiz isso uma trez vezes, ate que ela pegou e me deu um selinho. Isso de ela me dar um selinho quando estava indo embora agora acontecia todas as vezes que iria pra la, e meu tesão por ela so aumentava, e eu pensava em um modo de comer minha avó, até que um dia eu chueguei na casa dela, a gente conversou um monte, e faziamos brincandeiras bobas, e na hora de ir embora minha avó estava em pé na cosinha, cheguei e falei pra ela que estava indo embora, na hora que ela foi me dar um selinho botei minha língua pra fora e peguei a cabeça dela pro traz e com a outra mãe aguerrei na cintura dela dando um super beijo nela, e ela assim se rendeu. Comecei a falar coisas no ouvido dela falando que estava louco de tesão por ela, ela no começo quiz que eu parasse so que depois foi botando sua mão em meu pau, botou a mão dentro da minha calça e começou a passar a mão nele, fomos para o quarto deitei ela na cama e fui em cima dela, beijava ela que nem louco morrendo de tesão. Então peguei abaixei sua camisa e comecei a mamar aquela teta dela feito louco, fui decendo e falei assim pra ela, agora vou fazer uma coisa que sempre quiz fazer, abaixei a calçinha dela e comecei a mamar aquela bucetinha raspadinha, ela gemia feito louca e falou pra mim chupar sem parar, fiquei chupando ela por uns 10 minutos então falei assim pra ela: agora é a sua vez de fazer o mesmo comigo. Ela não sabia como fazer so peguei e botei a boca dela no meu pau e comecei a mexer a cabeça dela, com o tempo ela foi pegando o jeito e começou a fazer muito bem, depois de um tempo a gente parou. Ela falou pra mim se deixar, pegou e foi em cima de mim, pegou meu pau e começou a brincar na sua bucetinha sem deixar penetrar, mais depois foi penetrando, e ela rebolava com muito tesao em cima de meu pau, se mexei pra traz e pra frente gemendo muito. Depois de um tempo nessa posição peguei ela e abrir sua perna, fui botando meu pau na sua bucetinha e comecei a bombar muito forte, e enquanto isso ela me beijava e gemia feito louca, depois de um tempo ela não aguentava mais e falou que iria gozar, gozou muito em cima do meu pau, e eu cada vez mais louco falei que iria gozar também, e gozei naquela bucetinha maravilhoza. Depois disso a gente foi para o banheiro tomar banho, comecei a lavar ela, e comi ala denovo, e pedi pra gozar na boca dela, e ela deixou. A gente faz sexo até hoje, e agora ela falou pra minha tia que sempre falava com a gente e eu então comi a minha avó e minha tia junto, mais isso vou contar em outra historia, e vou falar também da vez que comi o cuzinho da minha avó.

abraço

Comentários

17/01/2011 11:19:03
Tem uma vovó americana, Sra.Parker de 72 anos que vive maritalmente com seu neto legítimo de 27. Nesse tipo de relação, com a menopausa, não existe o perigo de uma gravidez incestuosa. A história é boa, apenas mal contada. É mais fácil uma avó iniciar o netinho do que uma mãe o seu filho (o meu problema).
22/07/2010 03:01:36
mano querem portugues correto compra um livro porra o importante e o conto que e muito bom
19/07/2010 09:32:45
O enredo é bom, mas não sabe levar bem a história, e pior, os erros de português é que matam, mas, vale a leitura .... Imagino a avó ... rs
15/07/2010 09:26:58
cara muita vaigem sua , conto de imaginaçao msm, e o pior q sua avó nao saber bater um boquete fods em
14/07/2010 10:12:19
nunca ouvi falar em uma historia tão cabulosa aassim. comer a vó e a tia juntas ou seja mãe e filha tranzarem juntas... ACHO QUE Ñ DA PRA acreditas
13/07/2010 21:21:05
Conto médio, melhore no seu português.
13/07/2010 21:18:22
Conto médio, melhore no seu português.
13/07/2010 14:06:19
sensacional
13/07/2010 11:15:20
Parabens se gostou tudo bem, é uma mulher como as outras embora eu nem sei se seria capaz, mas?

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.