Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comi a amiga da minha namorada com ela dormindo ao lado

Categoria: Heterossexual
Data: 17/05/2010 15:21:19
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sabadão resolvi ir com minha gatinha numa pizzaria, quando cheguei na sua casa ela estava com uma amiga que não via a muito tempo. Minha namorada nus apresentou, sua amiga era muito gostosa: morena queimadinha de sol, olhos verdes, cabelos cacheados castanho claro, boca grande com lábios carnudos, seios grandes, bundinha muito empinada e coxas torneadas. Ficamos conversando um tempinho e decidimos sair juntos, enquanto minha namorada foi no quarto trocar de roupa fiquei na sala com Melisa conversando; ela perguntou se fazia muito tempo que namorava sua amiga. Respondi que sim e ela completou perguntando se gostava muito dela, lhe disse que estava muito apaixonado; ela sorriu cruzando a perna com aquela micro saia. Meus olhos quiseram saltar nela mais meu respeito por minha namorada os conteve, pra completar Melisa vestia um top apertado que quase deixava seus seios escapar. Minha namorada volto e saímos, fomos pra uma pizzaria que não estava muito cheia; sentamos numa mesa recuada: eu ao lado da minha namorada e sua amiga na nossa frente. Chamei o garçom fiz o pedido e também pedi que trouxesse uma cerveja, enquanto esperávamos agente conversava e bebia; ao me esticar na cadeira esbarrei minha perna na perna da Mel e recuei rapidamente. Ao sentir o pé da Mel tocando minha perna gelei completamente e fiquei sem ação, ela roçava o pé na minha canela indo até o joelho; enquanto conversava naturalmente. Sentia calafrios quando ela chegava ate minha coxa na parte interna, eu estava gostando daquilo mais me sentia errado por aceitar caricias de outra mulher e ainda por cima amiga da garota que amava. E suas caricias esquentaram ainda mais, Melisa colocou seu pé entre minhas pernas encostando nas bolas; e seus dedos se moviam como se estivessem fazendo uma massagem. Fui salvo pelo gongo, minha namorada se levantou chamando sua amiga pra ir no banheiro; vi Melisa caminhar até o banheiro rebolando muito. Quando voltaram minha gatinha sentou me dando um beijo e beijei sua boca com muito desejo, ela ainda cochichou no meu ouvido que eu estava quente; nesse momento senti Mel apertando meu pau forte com o pé por baixo da mesa. E mais uma vez fui salvo pelo gongo ou pelo garçom que trazia outra cerveja, mais Mel não desistiu com pé ela desatou o cadarço do meu sapato e ficou tentando tira-lo; ajudei-a a tirar meu sapato me rendendo a suas investidas.

Melisa ficou esfregando seu pé no meu que logo passou a deslizar por sua perna indo até sua coxa, ela ainda abriu as pernas deixando meu pé ir até sua buceta; que estava coberta por uma calcinha de tecido fininho. Fiquei roçando meu dedão nela até que a pizza chegou, comemos e Melisa convidou agente pra esticar a noite até uma boate numa cidade vizinha que ficava a uns 50km de distancia. Minha namorada aceitou e concordei com ela, antes de sairmos minha namorada foi até o banheiro sozinho; Melisa aproveitou essa chance e sentando do meu lado enfiou sua mão no meu bolso colocando algo e me dando um selinho. Quando minha namorada voltou fui até o caixa pagar a conta e na volta passei no banheiro, só pra ver o que Mel tinha deixado no meu bolso e fiquei surpreso ao ver sua calcinha; e sem saber o que fazer larguei ela lá com medo da minha namorada percebe. Elas me esperavam no carro e pegamos a estrada não eram nem nove da noite, durante o caminho olhava discreto Mel pelo retrovisor; quando chegamos a boate estava lotada e entramos nus espremendo na portaria. Tinha poucas mesas vazias exceto as que estavam bem na parte mais escura e ficamos por lá, peguei umas bebidas enquanto as garotas dançavam na pista; Mel se requebrava toda dançando de um jeito bem excitante. Elas voltaram pra mesa e ficaram dançando perto de mim bebendo, quando tocou um funk Mel desceu até o chão e minha namorada dançando roçou em mim me deixando mais excitado; ela segurou minhas mãos na sua cintura rebolando esfregando sua bundinha no meu pau. Mel abraçando agente por trás dançou junto com minha namorada, as duas estavam se roçando em mim me deixando completamente excitado; abraçando Joyce pela cintura com um braço beijei sua boca. E ela nem percebeu minha outra mão se afastando indo pra trás tocando a barriga da Mel, e sua amiga segurando minha mão fez descer até sua xaninha; não acreditei quando senti meus dedos por baixo da sua saia na sua bucetinha molhada. Enquanto dançávamos agente bebia cerveja, vodka e coquetéis de fruta; já estávamos bem alegres e desinibidos. Joyce me beijava com muito fogo e dançava com Mel de um jeito bem provocante, quando Joyce saiu pra ir ao banheiro sua amiga atacou; me beijou profundamente com calor. Agarrando sua bunda durinha puxei seu corpo pro meu fazendo ela sentir minha rola dura, mais logo nus desgrudamos evitando um flagrante. Quando Joyce voltou me beijou com mais desejo ainda e sentindo meu pau duro cochichou no meu ouvido que meu garoto tava querendo, continuamos dançando e bebendo até umas três horas da manhã; então decidimos ir embora e como estava muito embriagados resolvi ficar numa pousada. Encontramos uma com vaga mais só tinha um quarto disponível, e ficamos nele mesmo, como só tinha uma cama de casal pequena e um sofá mandei as garotas dormi na cama que eu ficaria no sofá; Joyce ficando só de calcinha e sutiã caiu logo na cama sem nada falar. Fiquei só de calça e deitei no sofá, Mel entrou no banheiro e tomou uma ducha quando saiu estava completamente nua; quase caiu com a visão daquela morena pelada. Ela sentou no sofá me beijando e colocando os seios na minha boca me fez beijar e chupar eles, Joyce estava deita de bruços na cama dormindo mais me bateu o medo súbito dela acorda e nus flagrar; então afastando Mel fui pro banheiro tomar uma ducha.

Quando sai do banheiro Melisa estava sentada na cama ainda nua, ela me chamou e quando estava parado na sua frente Melisa abaixou minha calça; meu cacete saltou pra fora na sua cara. E ela segurando minha cintura abocanhou meu pau, Mel chupou meu cacete bem devagar e colocando e ele entre os seios fez uma espanhola maravilhosa; quando voltou a engolir meu cacete segurei sua cabeça fodendo sua boca cheio de tesão. Enfiei meus 19cm todinho na sua boca, e abaixando abri as pernas da Mel lambendo sua coxas e virilhas; quando sentiu minha língua no seu grelo ela teve que morder os lábios pra não fazer barulho. Fiquei chupando seu grelo enfiando a língua na sua buceta e notando que Mel estava com a cabeça deitada nas costa da Joyce puxei ela; Mel escorregou da cama com as pernas abertas comigo no meio. Ela ficou de cócoras e eu de joelhos, meu pau encaixou bem na entradinha da sua xana melada e enfiando todinho fiz ela soltar um gemido baixo. Passei a bombar sua bucetinha devagar enquanto Mel rebolava beijava meu pescoço, meu pau pulsava dentro da sua bucetinha raspada; Mel me fazendo deitar sentou por cima de mim enfiando minha rola na sua buceta. Ela cavalgava com força socando minha rola todinha na sua buceta, enquanto eu apalpava seus seios firmes; Melisa deitou seu corpo colocando os peitos na minha cara. Chupei seus seios acariciando sua bundinha macia e descendo meu dedinho por seu reguinho toquei seu cuzinho, ela se contorceu toda sentindo meu dedo e segurando sua cintura fiz ela enfiar meu cacete com mais força na bucetinha; tive de beijar sua boca pra abafar seus gemidos. E ficando sentado abracei ela beijado sua boca com muito desejo, Mel rebolava enfiando meu pau na sua xaninha rápido; já estava quase gozando. E colocando ela de quatro apoiada na cama meti com tesão na sua buceta bombando forte segurando seus cabelos, Mel teve que morder o lençol pra não fazer barulho; já sentindo sua bucetinha se contrair toda por dentro meti mais rápido. E sentindo ela se desmanchar em gozo, gozei junto encharcando sua bucetinha de gala quente e viril. Mel cansada deitou na cama e fui pro sofá dormimos em seguida, na manhã fui acordado por Joyce com beijinhos e depois de lavar o rosto pegamos a estrada pra casa. Acho que ela não percebeu nada e Mel agiu como se nada tivesse acontecido, a única coisa que Joyce comentou foi que sua amiga tinha dormido nua e agi como se não tivesse visto nada.

Comentários

24/09/2013 14:39:56
ui q tesao
21/05/2010 22:42:45
DUVIDA: 19 OU 22?
17/05/2010 23:01:43
Cara que festa boa, muito exitante. Valeu

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.