Casa dos Contos Eróticos

Brincando em família - Meu irmão 02/10. (38)

Autor: Mortiça
Categoria: Heterossexual
Data: 20/03/2010 18:24:09
Última revisão: 20/03/2010 18:28:30
Nota 10.00
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Amanda e André

Logo após a primeira relação amorosa, fiquei com pensamentos destinados ao sexo, só queria fazer mais e mais de alguma forma, bom achar muito gostoso eu me sentia como se isso tomasse conta de mim, eu e meu pai ficamos sem se falar por quase duas semanas, mas depois tudo foi resolvido e papai voltou a me procurar para fazer caricias, não passou disso apenas caricias e umas chupadelas de leve, mas eu queria ir mais além daquilo, a culpa também me rondava minha cabeça, mas agora não vem ao caso ás brincadeiras com papai, fora isso eu passei a me masturbar quase que diariamente pensando no pau de outros caras, mas já estava ficando saturada precisava vê e pegar no grande e grosso e ter novas experiências sexuais, até que certo dia aconteceu sem querer querendo.

Na parte da manhã estava em casa realizando um trabalho escolar para ser entregue no dia seguinte e não estava com cabeça para iniciar, sorte minha que meu irmão André estava em casa e dormia em seu quarto fui averiguar e encontrei dormindo só de cueca, fiquei esperando por ele acordar, pois naquele dia ele não ia trabalhar, André é mais velho que eu com seu 23 anos, ele trabalha com um amigo em uma oficina de colocar vidro fumê, ele é branquinho, alto, cabelos sempre baixo a máquina, tem um corpo forte pela academia, um peito bem recheado, enfim um gatão de irmão, ainda tem uma namorada também bonita, por volta das 10h00mins ele acordou e passou atrás de mim em direção ao banheiro, dei uma olhada para trás e vi que ainda estava de cueca, era uma cueca bem pequena naquele corpão, para melhorar a situação seu pau estava ereto devido á urina matinal, me bateu uma pequena coçerinha de leve entre minhas pernas, esperei ele sair para pedir ajuda, cerca de 40 minutos ele saiu com a toalha enrolada no corpo, assim que vi o chamei.

- André faz favor, eu preciso de sua ajuda.

Ele veio a minha direção ainda com cara de sono e hálito de pasta dental, se aproximou da mesa onde eu me encontrava e ao meu lado olho meu caderno, leu rápido o trabalho e falou sem rodeios.

- Isso é fácil, vou te ajudar de uma maneira simples e rápida.

- Que bom já estava ficando nervosa.

Ao se sentar na cadeira ao meu lado, suas pernas ficaram meio abertas, como a nossa mesa da sala é de vidro deu para ver a cabeça do seu pau saindo pra fora e pelo volume me parecia ser bem grande e bonita, eu prestava atenção no que ele falava, mas meu pensamento não saía do seu sexo, procurei encostar minha perna na dele até sentir sua pele, eu estava de camiseta e shortinho sem calcinha por estar muito calor, durante algum tempo coloquei minha perna em cima da sua, que sem querer esbarrei no volume que ali fazia, ás vezes me mexia de leve somente para estiga-lo, André também se mexia querendo fazer algo para me tocar balançando sua perna, minha camiseta caía no meu ombro e ficava a mostrar o pequeno peito que tenho ao mesmo tempo em que eu escrevia o que me mandara, ele alisava meu ombro com as pontas dos dedos, já no final do trabalho e bem elaborado por ele, dei-lhe um beijo no rosto como forma de agradecimento, ele retribuiu com outro, mas que pegou no canto dos lábios, nada falamos perante a situação, ele se levantou disfarçando que seu pau começava a crescer e latejava de prazer, foi para o seu quarto se trocar, por alguns minutos fui atrás para fazer uma pergunta, ao abrir a porta deparei ele alisando seu pau de forma delicada para limpar uma baba que expelia, quando me viu na porta tomo-lhe um susto e pegou rapidamente a toalha se cobrindo ficando aquele volume, entrei e até esqueci-me da pergunta, abracei forte para sentir o volume do seu pau, me deitei em sua cama que ainda tinha seu cheiro, fiquei ali deitada enquanto ele escolhia uma cueca e um short, ficou ali um tempinho, como eu não saia ele se trocou na minha frente mesmo sem vergonha nenhuma, tirou sua toalha do corpo, deitou na cama e colocou um talco em seus pentelhos, fiquei excitada olhando aquela cena na minha frente, tinha que agir rápido antes que ele saísse, então resolvi pegar o talco de sua mão e colocar mais talco pelo seu corpo que sei que gosta, o deitei mais pra cima da cama e com suavidade alisava seu corpo com talco, na hora que coloquei em seus pentelhos macios tive que pegar naquele cacete para espalhar o talquinho, na minha mão o cacete resolveu ficar ereto, ele me falou para não esquentar pois estava sensível demais, em outras palavras (sem transar), feito o meu trabalho ele pediu para continuar a esfregar se cacete que estava gostando. Então estava iniciando uma pequena masturbação de leve, André já excitado me pediu para ir á frente e fazer o serviço completo, ele pediu sem rodeios e falou assim:

- O deixa cheirosinho e depois de uma chupadela nele.

- Mas você é meu irmão, gosto muito de você e depois como fica se eu fizer isso?

- Não fica nada, faz pra ver como ele fica. Kkkkkkkkk

Então comecei a felação suavemente passava minha língua naquele lindo pau, grossinho e cheiroso, ele se contorcia e empurrava minha cabeça para que enfiasse tudo na minha boca, me engasgava e babava uma gosma nojenta, mas excitante e minha buceta pegava fogo feito brasa, André muito tarado me levantou e me deitou na cama de pernas abertas e começa a tirar meu short, já pelada foi invadida pela sua língua que chupava minha buceta de forma alucinante, sua língua entrava e saía, super excitada consegui gozar na sua boca, notando que gozei ele começa a alisar e enfiar um dedo introduzia, bem dentro, me debatia com esse prazer, até que se levantou e alisando seu pau começou a brincar seu cacete na minha buceta que chorava de emoção, sem perceber ele mete uma ponta da cabecinha, sinto uma dorzinha, mas me contive ao olhar aquele magnífico pau, já quase dentro fava pra sentir seu saco batendo em minha costa, coloquei minha mão por baixo para sentir seu saco e apertava de leve, André levantou minha camiseta e começa a massagear meu peitinhos que sentia emoção e tesão, seu pau já saía e forma brusca, seus pentelhos brilhava com a luz do quarto, sua boca passeava pela minha e chegava ao encontro da minha língua, que era retribuída com fervor, André resolveu ficar de cócoras com as pernas a baixo da minha e as minha ficaram levantadas até o seu peito, que dava pra introduzir mais fundo seu cacete, comecei a gemer de prazer que as vezes eram interrompidos pela sua mão que cobria minha boca, ficou nessa posição por muito tempo, a cada estocada mais fundo seu pau ia dentro de mim, pedi para trocar de posição e assim deitei de lado e ele por trás de mim, meteu se pau na minha buceta que estava aberta, sua mão apertava o bico do meu peito, seus movimento ficaram forte até que ele não resistiu e acabou gozando dentro de mim, abri minhas nadégas e mas fundo ele meteu, senti me rasgar por inteira, ficou ali repousando seu corpo no meu, já relaxado retirou seu pau, passou seus dedos na minha buceta para sentir seu grosso esperma que logo passava no bico do meu peito, a sensação foi única e logo sorrimos um para o outro e levantamos para um banho gelado, não ficamos com vergonha por isso, pois o prazer falou mais alto e agora sempre que ele quiser farei tudo de novo, mas esperarei ele me procurar.

Espero que tenham gostado, na 3º falarei experiência com meu PRIMO.

Continua...

Comentários

20/09/2010 15:45:00
espera que tenhamos gostado...
17/05/2010 00:47:00
Reli hoje novamente esse conto, fiquei de páu duro ao me lembrar que eu tinha 19 anos, eu comi o cú da minha irmã de 22 anos! que delícia, eu dei uma bela de uma esporrada no cuzinho dela! Mortiça, se o seu irmão não comeu seu cú, me da seu e-mail, que nos combinamos, e eu vou ai comer seu cuzinho bem gostoso! tenho um páu grande e grosso!
16/05/2010 19:02:30
espera que tenhamos gostado. ADORAMOS. saber que um irmão enfiou o pau na buceta da irmã, deixa a gente louco de tesão. quero uma foto sua bucetuda gostosa. Um chupada na buceta. juanpablo776@gmail.com
07/05/2010 19:08:19
E seu cuzinho ele não comeu? se fosse eu, seria a primeira coisa que eu comeria!
24/03/2010 00:05:31
Muito bom, bem melhor que o 1º.
21/03/2010 14:26:45
Larga da familia e vem me dar esse cuzinho vem....
21/03/2010 02:47:02
minha nossssa como vce é safadinha gostaria de ter voce rsrsrsr gostei
21/03/2010 00:12:18
Parabens add oliver_belle;com.br@hotmail.com
20/03/2010 22:50:56
Nossa, shou de bolaa... ee que irmão gostoso viu?!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.