Casa dos Contos Eróticos

Feed

A primeira vez que fui corno

Categoria: Heterossexual
Data: 13/02/2010 03:38:17
Nota 8.80
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Saudações a todos! Sou leitor da casa dos contos há uns 6 meses e esta é minha primeira publicação.

Meu nome é Jorge, tenho 25 anos, 1,70 de altura e estou em boa forma pois sempre frequento academia, sou casado com Neide há 3 anos.

Ela tem 1,65 de altura, 29 anos, é loira cabelo grande até a cintura, seios fartos lindos, e uma bunda mediana, mas bem durinha e muito gostosa! Neide na cama, é maravilhosa, completamente safada.

Há 1 semana atrás, dia 06 de fevereiro de 2010, pude assistir a minha esposa em uma transa alucinante com outro homem, e posso confessar com toda certeza, foi a coisa mais maravilhosa que ja pude ver em minha vida! Vou relatar tudo para vocês agora, espero que gostem!

Antes de namorar com Neide, passei 1 ano e 6 meses com Renata. Ela tinha 31 anos e logo que começamos a namorar transávamos muito e ela chegou a me confessar algumas fantasias sexuais dela:

==> Tinha muita vontade de fazer sexo dentro de um carro em movimento;

==> Tinha muita vontade de fazer sexo com 2 homens ao mesmo tempo.

Eu sempre descartei a segunda opção por ser totalmente contra isso.

Mais de tanto ela falar, comecei a ficar curioso sobre esse assunto, comecei a ver filmes com mulheres transando com 2 homens, a ler sobre isso e a realmente me interessar sobre o assunto.

Tempos depois, Renata conseguiu me convencer a realizar essa fantasia pra ela, e então falei sobre o assunto com um primo meu de muita confiança que vou chamar de Carlos. Ele custou a acreditar no que eu estava lhe pedindo mais topou.

Mais por ironia do destino a mãe de Renata faleceu, e ela que so tinha a mãe teve que morar em outro estado com a tia, o que pôs fim ao nosso namoro e o que também evitou que a fantasia fosse realizada! Isso me deixou muito frustrado, porque eu ja tava desejando muito que aquilo acontecesse, ficava imaginando muito ela transando com meu primo Carlos, ja desejava muito essa transa entre nós 3, e aquele desejo ficou guardado dentro de mim como uma bomba.

Foi então que em dezembro de 2006, através da internet conheci Neide, que também é do Ceará mais ja morava na Europa há 6 anos. Começamos conversar e resolvemos nos conhecer melhor quando ela viesse ao Brasil. Em fevereiro de 2007 Neide veio ao Brasil, logo nos apaixonamos, casamos e passamos 1 ano e 5 meses juntos. A casa de Neide é em uma praia aqui do Ceará, e sempre meu primo Carlos ia passar uns dias conosco. Em julho de 2008 Neide teve que voltar pra Europa para trabalhar por mais 1 ano. Mantivemos nosso namoro muito forte durante 1 ano de distância, todo dia nos falávamos por msn. E aquele desejo voltou a rondar minha cabeça, foi então que comecei a dar indiretas nela, falando que sonhei com ela transando com meu primo. Ela falava que ficou excitado, e isso foi me deixando confiante que ia ser facil convecê-la a transar com ele. Mais não foi quando fiz a proposta de realizar o meu sonho ela ficou muito brava comigo, passando inclusive uma semana sem falar comigo. Então resolvi deixar pra lá, passei uns meses sem tocar no assunto mais não aguentei, pois meu desejo de ver a Neide sendo fudida por outro homem era muito grande!

Então comecei voltar de novo no assunto devagarzinho até chegar la e ela se irritou e perguntou: Jorge é isso mesmo que você quer, se você quer que eu transe com outro pra você ver eu vou fazer isso mais depois não se arrependa e venha falar as coisas comigo. Aquilo mecheu comigo, fiquei com muito medo do que poderia acontecer mais sustentei minha palavra e disse que era isso sim que eu queria. Ela respondeu que quando chegasse no Brasil ela faria isso pra mim.

Não falamos mais disso, e ela voltou ao Brasil em agosto de 2009, e não voltamos a falar do assunto. Até que no dia 6 de fevereiro de 2010, Neide deu uma festa em sua casa comemorando seu aniversário, na qual vieram muitos de seus familiares, inclusive um primo dela chamado Rafael, no qual ela me falou que ja tinha passado 3 meses ficando com esse cara e que ele sempre levava ela à loucura, mais ressaltou que eu nao me preocupasse, pois nao queria mais nada com ele, pois nao gostava dele e o que rolou com ele so era sexo e desejo. Eu tinha levado meu primo Carlos pra tentar fazer com que Neide, depois de embriagada, transasse com ele, mais nem tive oportunindade.

O tal Rafael parecia que ainda era a fim dela, pois veio até ela e falou que queria ter uma conversa particular com ela. Neide na mesma hora veio me falar sobre isso eu de pronto disse que não, mais ela insistiu que seria uma chance de ela esclarecer pra ele que não queria mais nada com ele. Ela falou que iria conversar com ele no quarto dela, e que pra previnir eu poderia ficar dentro do banheiro ouvindo a conversa dos 2, e que se fosse preciso eu me intrometesse. Fiquei meio encucado mais resolvi aceitar, pois sempre confiei nela. Subi ao banheiro sem que o Rafael percebesse e fiquei com a porta entreaberta onde poderia ter uma excelente visão dos 2. Os 2 subiram e eu comecei a ficar muito nervoso.

Então fecharam a porta e Neide falou:

- Fala Rafael o que você quer falar comigo?

- Neide eu quero muito ficar com você de novo, quero relembrar nossas loucuras. (respondeu rafael)

Neide falou: - Nós não temos nada que relembrar Rafael, so aceitei vir conversar com você pra te dizer que não quero mais nada contigo, nunca gostei de você.

Então Rafael agarrou Neide com força puxando-a de encontro a ele, ficaram de corpos colados e com a boca quase encostada uma na outra. Não consegui interromper a cena, Rafael beijava o pescoço de Neide que ja tava toda arrepiada, ele tentava beijar a boca dela que dizia quase gemendo não quero não quero, mais eu percebia que ela queria, e quando vi que ela estava se esfregando toda no caralho duro de Rafael, meu pal ficou duro como pedra. Deixei continuar até que Neide empurrou Rafael e falou não quero, e mandou ele sair e fechou a porta.

Neide foi onde eu tava e falou:

- Poxa Jorge como é que pode voce ver tudo isso e não foi interromper?

Respondi: - Neide fiquei cheio de tesão ao ver você toda excitada se esfregando no pal do seu primo.

Nós demos um beijo muito gostoso e intenso, e ela falou:

-Foi mesmo seu safado? Realmente, eu mandei ele sair mais minha vontade era de beijar a boca dele e fuder muuuuuuuuito com aquele desgraçado. Tou cheia de tesão!

Quando ela falou isso fiquei maluco, doido de tesão e de imediato falei:

- O que voce ta esperando sua puta safada, chama ele pra cá e transa com ele.

- Tem certeza? perguntou Neide.

Ainda pensei um pouco mais já não conseguiria voltar atrás, estava desesperado de tanto tesão e tudo que eu queria era ver minha esposa ser fudida pelo seu primo. Respondi que sim e voltei pra meu lugar no banheiro.

Neide nem desceu pra chamar Rafael, abrindo a janela chamou ele de lá mesmo, ele de imediato atendeu e subiu ao quarto. Neide trancou a porta e foram se encostando um no outro devagarzinho, Neide voltou a se esfregar no caralho dele enquando ele passava as duas mãos naquela bunda gostosa. Minha esposa tava com muito tesão, e começaram a se beijar na boca loucamente. Se beijavam na boca e se esfregavam muito. Nessa hora tirei meu short meu pal ja estava pra explodir. Rafael jogou Neide na cama e puxou seu shortinho, arrancando com calcinha e tudo, e enfiou a cara na boceta gostosa da minha esposa, que gemia muito com as maos na cabeça dele.

Depois de um certo momento, rafael foi lambendo ela e tirando a blusa dela, chupou aqueles peitões dela e deu mais um beijo na boca dela. Ela foi levantando, em seguida tirando a roupa toda de Rafael, mordia o pal dele por cima da cueca e quando colocou pra fora enfiou todo na boca, com tanto desejo que parecia que ia engolir aquele pal. Ela chupava, lambia a cabeça, segurava o caralho com uma das maos e chupava muito gemendo. Ficou assim por um tempo e empurrou Rafael em cima da cama, que ficou com o pal apontando pro teto. Neide subiu em cima dele e com as mãos foi colocando o pal de Rafael dentro de sua boceta, que logo entrava até o talo.

Aquela visão me deixou maluco, o pal do Rafael entrando e saindo dentro da buceta de minha esposa. Outro macho fudendo ela ali na minha frente, ela ali pulando feito uma vagabunda em cima daquela rola e gemendo muito de tesão. , minha consciencia nem pesou, pelo contrário, eu ja tava batendo uma punheta e acabei gozando.

Ela continuou fudendo em cima dele por mais alguns minutos e ele falou: - Prima fica de 4 pra mim, fica gostosa.

Ela mais que depressa acatou a ordem e ficou de quatro na cama, falando vem gostoso, vem me come toda, mete esse palzaão todinho em mim mete seu puto.

Rafael se ajoelhou e enfiou o caralho na buceta da minha esposa que gritou de tesão, ela começou gemer muito alto, pois o Rafael metia muito e falava toma prima, toma sua prima puta, toma meu pal, e ela gritava meteee porra mete tudo, enquanto rafael ia enfiando mais e mais aquela rola toda pra dentro dela.

De repente Neide falou: - Eu vou gozaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr, tomaaaa primooooooo.....

E rafael continuava metendo enquanto Neide gritava e gozava no pal dele. Rafael pediu a minha esposa pra deitar e começou a comer ela na posição papai/mamãe.

Neide começou falar, goza pra mim goza primo, enche minha buceta de porra enche seu puto, vaii.

Rafael começou a gemer gozando tudo dentro da buceta de Neide, se beijaram na boca mais uma vez e passaram alguns minutos ali agarrados. Eu ja tava batendo outra punheta, quando ela falou: - ta satisfeito primo?

E ele: - Sim por hoje sim, depois Se vestiu e desceu.

Neide trancou a porta e vinha de encontro ao banheiro, eu sai de pal duro e fui ao encontro dela, ela ainda perguntou, e ai meu amor voce gostou??

Nem respondi fui logo beijando ela e começamos a fuder muito, gozei tão gostoso que posso dizer que nunca tinhamos transado gostoso assim antes. Fomos dormir e quando acordamos Rafael já tinha ido embora.

Daquele dia pra cá, a gente transa feito louco todo dia, e não sai da minha cabeça todas aquelas imagens, minha esposa sendo toda comida e morrendo de tesão por seu primo. Falei pra ela que ela realmente estava muito solta fudendo com o primo dela, e ela apenas respondeu que é por ja ter ficado com ele antes.

Ela falou que daqui uns tempos quer experimentar com 2 homens ao mesmo tempo, eu claro aceitei. Se vier acontecer eu relatarei aqui. Ela disse que só quer fazer de tempos em tempos tipo 1 vez por mes pra não ficar muito dependente.

Mais foi muito gostoso ser corno dessa forma, ver minha mulher transando com outro foi a melhor experiência que tive na minha vida, se voce tambem tem essa vontade faça porque naão tem coisa melhor!

Espero que tenham gostado.

Comentários

17/02/2010 22:21:21
COM TODA CTZA SO QUEM SABE COMO É BOM É QUEM JA VIU SUA MULHER METENDO COM OUTRO MACHO, E QUERO CONTINUAR E SEMPRE QUE ACONTECER VOU POSTAR AQUI !
15/02/2010 05:12:57
belo conto, me add no msn terra_serigy@hotmail.com
14/02/2010 23:52:40
Cara eu quase gozei aqui é 10 muito bom quero saber quando ela for dar pra dois hummmmmmmmmmmmmmm
14/02/2010 03:00:26
Realmente e maravilhoso ter uma puta em casa e ver ela fudendo com outro macho, a sensacao de ver nossa putinha rebolando no pau de outro, so sabe quem ja viu a sua metendo com outro macho. Parabens por sua puta que deve foder gostoso, curta muito, eh realmente um tesao isso que voce passou, digo-lhe que faco isso com a minha ja a muitos anos. nota dez
13/02/2010 12:32:12
acho que a pessoa se sente mais a vontade se for com outro que ja ficou antes
13/02/2010 12:29:30
Mais é claro, nessa primeira vez foi tudo muito rápido não deu pra participar, mais é claro que da próxima vou participar. nao sei se vai ser com o primo dela de novo, ainda estamos analisando
13/02/2010 12:10:14
meu marido tb quer me ver em outro pau ,mas só queria tb com mue ex namorado
13/02/2010 08:40:03
seu babaca, realiza a fantasia dela de transar com dois e ve de desta vez vc participa, ou vai ficar oferecendo banquete sem se banquetear? mas a nota e 8

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.