Casa dos Contos Eróticos

Feed

Loucuras ao amanhecer

Autor: silvana
Categoria: Heterossexual
Data: 01/02/2010 08:49:31
Nota 9.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Andando por ruas desertas a observar o Sol que nascia lindo no horizonte, chegamos. Quando as portas do elevador se abriram uma surpresa! Um casal de amigos se acariciava, ela com a perna na cintura dele deixando a linda coxa à mostra enquanto seu vestido era invadido por mãos safadas...

Entramos, sorriram, certamente nos odiando pela interrupção! Para quebrar o gelo Carlos disse: “amasso no elevador é bom demais!” e puxou-me para um beijo de tirar o fôlego. Roberto e Ana brincando disseram: - “Vocês cortaram nosso barato... depois desse susto vamos demorar pra esquentar.... Vocês estão com sono? Querem assistir o nascer do Sol de nossa varanda a saborear champanhe?” Um convite irrecusável, lá fomos nós....

A vista era realmente deslumbrante e enquanto nos ofereciam o champanhe Ana pediu licença para uma ducha... com olhar safado, Roberto disse: “Amor, poderíamos acompanhá-la, o que você acha?” Os olhos de Carlos brilharam! Já havíamos fantasiado algo assim, Carlos abraçou-me caminhando junto com eles. Logo estávamos nus no banheiro, Ana e Roberto sob a ducha se esfregavam beijando-se enquanto eu e Carlos assistíamos a tudo e trocávamos carinhos ainda tímidos. Nossa vez na ducha...., a água morna corria pelo meu corpo enquanto sentia o toque macio de meu homem a ensaboar-me; o corpo coberto pela espuma branca arrepiou-se quando de uma só vez ele penetrou seus dedos arrancando-me gemidos.... a água caia sobre nossos corpos observados pelos anfitriões. Carlos dobrou-me o corpo à frente e com sua língua áspera tocou minha xaninha sorvendo o que dela escorria; levantou-se e posicionou aquele pauzão penetrando-me com violência e suavidade, ahhhhhhh!!! urrei de prazer, adoro ser penetrada por trás! Ele me pegava forte e bombava, bombava, bombava....... gozei loucamente ao sentir os jatos quentes a me inundarrrrrrr....Com pernas ainda trêmulas saímos do banho. Delicadamente Carlos enxugou-me o corpo enquanto ouvíamos Ana dizer a Beto que também queria uma enfiadona como aquela! Mais que depressa, meu homem disse que seria um prazer dar-lhe o próximo banho.

Ana não se conteve, atacou meu homem! Enroscou-se nele e virando de costas encaixou-se todinha enquanto tinha o pescoço chupado com violência. Carlos amassava aquele corpo gostoso, ela jogava a cabeça para trás oferecendo o pescoço e gemendo esfregava aquela bunda para reanimar a varona que há pouco havia me penetrado.... Roberto aproximou-se, beijando-a, pude ver as línguas em guerra! Aquela boca gulosa desceu até os seios e ficou a devorá-los... Ana tremendo, gemia e gritava: "não parem.... que delicia ahhh... Eu assistia a tudo, doida pra entrar na “brincadeira”.

Meu gato abandonou aquele "sanduiche" e com a vara rígida pegou-me delicadamente deitando-me no sofá. Suas mãos hábeis corriam pelo meu corpo enquanto beijava minha xota molhada, mordiscando o clitóris e penetrando-me com a língua....

Roberto e Ana nos convidaram para dividir a enorme cama da suíte. A decoração era linda, os primeiros raios de Sol penetravam as frestas da persiana criando a penumbra que nos envolvia. Roberto deitou-se para receber a boca gulosa de sua esposa; não me contive e fui ajudá-la... ora uma chupava as bolas, a virilha e a outra engolia o mastro ENORME ! Ele gemia, e dizia: “ ahhh que tesão duas bocas a me devorar, Não parem, ahhh chupa , chupa!! Nuas chupavámos aquele tesão de homem!

Deixamos nossas bundas expostas como que oferecendo ao Carlos!!! Enquanto beijava e lambia uma das bucetinhas, com as mãos levava a outra à loucura, enfiava um, dois dedos ou com um vibrador que estava ali penetrava o cuzinho de Ana... ela gritava de prazer, pedia pra enfiar tudo. Meu Amor posicionou a pica em meu cuzinho e empurrou, aiiii doeu um pouco.... devagar... ahhh enfia mais...enfia..., quero sentir ele todo, ... e Beto pedia para não pararmos, ahhh.... uiiiiii !! logo gozou enchendo a boca de Ana .... ahhh !! Carlos derramou seu leite em meu cuzinho, aos gritos e gemidos todos gozaram ahhhhhhh...

Ofegantes, nos entregamos ao conforto da cama gigante onde nossos corpos entrelaçados eram tocados pelos raios de Sol criando desenhos indescritíveis, ressonamos....

Algum tempo depois acordamos com o aroma de café a invadir o ambiente. Vestindo pequeno quimono transparente, Ana desperta seu amado com beijos e carinhos e nos convida para o desjejum. Ainda cheias de tesão exigimos que nossos homens nos prometessem penetração total !!! O melhor ainda estaria por acontecer......

Aguarde .....silpereira968@hotmail.com

Comentários

07/03/2010 18:07:15
Tesão de relato,fui pra segunda parti...
01/02/2010 11:47:58
LOUCURA... MUITO BOM SEU CONTO! PARABÉNS...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.