Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu pai, meu amante

Autor: Beatriz
Categoria: Heterossexual
Data: 26/01/2010 09:29:19
Nota 8.88
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Beatriz, sou morena cabelos longos pretos 1,68 48quilos não trabalho só estudo moro na zona sul de São Paulo com meus pais o que estou fazendo aqui tem uma explicação me relaciono sexualmente com meu pai que tem 39 anos aproximadamente 3 meses nesse tempo faz tempo que estou tentando toma coragem para escrever nesse Site de Contos não que isso seja um conto sim um desabafo um segredo só nosso porque ninguém,ninguém de quem nos conhecemos pode sabe sobre isso.Outra coisa ele não me forçou a nada só aconteceu portanto não jugue agente.

Moramos em um sobrado pequeno sou filha única minha rotina é da escola depois para o curso de informática para casa tenho poucas amigas enquanto á namorado tinha mas terminei depois que aconteceu minha relação com meu pai que vou chama de "Papí" ele trabalho com transportadora dirige aqueles carinhos que colocam as mercadorias no caminhão temos uma vida financeiramente estabilizada enquanto minha mãe que chamarei de Vera,ela tem meu tamanho cabelos curtos acho ela bonita o seu defeito toma muito remédio para dormi até então somos uma família feliz.

Meu caso com meu pai começou acontecer no dia 23 de Outubro de 2009 o dia que transamos pela primeira vez no meu quarto antes de conta o que levou agente faze isso vou conta como tudo aconteceu desde os primeiros sonhos eróticos á primeira transa.

Em casa sempre vesti poucas roupas como todas as meninas da minha idade usa roupas curtas e coisinhas a mais uma dessas vez que estava vestindo poucas roupas estava estudando no meu quarto quando batem na porta eu disse:quem era;respondeu: sou eu filha,meu pai eu disse:entra ta aberta,ele entrou falando dando recado da minha para mim enquanto eu deitada de bunda para cima com pouca roupa ele foi se aproximando falou:o que você esta fazendo eu disse:estudando para as provas finais,ele sentou na beira da cama colocou á mão na minha cabeça fez um carinho de pai mesmo ele falou:já almoçou;respondi que ainda não tinha ele ficou mais algum tempo devia esta olhando para minha bunda que naquele momento estava quase nua tão pequeno que era o shortinho ele levantou falando que ia esquenta a comida agradeci ele saiu do quarto.

Daquele dia em diante as coisas mudaram lá em casa meu pai começou a me trata diferente olhando diferente percebia é claro um dia meu pai foi me pega no curso de informática deu um beijo demorado na bochecha entramos no carro fomos embora no caminho paramos no Mc Donald na volta ele perguntou se eu estava namorando algum garoto da escola falei que sim mas não era nada sério só "ficando" mesmo eu curiosa perguntei:porque ele ficou sem graça falou nada não em casa coloquei minha apostila encima da mesa subi para meu quarto toma banho liguei o chuveiro tirei a roupa fui tomando banho 5,6 minutos depois que estava lavando o cabelo vejo uma sombra debaixo da porta fiquei olhando mas logo saiu pensei que era mamãe eu chamei:Mãe! Ninguém respondeu chamei novamente ninguém respondeu quando terminei saí de roupão de banho desci para parte debaixo perguntei para meu pai que estava sentado no sofá assistindo TV pai a mãe chegou ele logo respondeu:não ainda não eu fiquei quieta e subi para o meu quarto já pensando se não era ela era ele me olhando pela fechadura da porta ao mesmo tempo fiquei confusa não sei me deu comecei a ter pensamentos que nunca tinha tido pensamentos de sexo ainda mais grave pensamentos de sexo com meu pai aquilo me despertou algo que eu ainda não tinha desejos era virgem ainda.Então sempre que dormia meus pensamentos eram de sexo com meu pai de manhã acordava com a minha "Chiquinha" molhada toda vez que me esbarrava com meu pai ficava incomodada então eu comecei a observa ele tomando banho claro quando minha mãe não estava em casa ou quando ela estava trabalhando as vezes que ele chegava cansando do trabalho e dormia no sofá da sala ele é bonito deve ter 1,76 por ai barriquinha de cerveja como todo coroa tem algumas vezes ia no quarto dele só para sentir o seu cheiro nas roupas que chegava do trabalho cheiro de homem mesmo "as mulheres sabe do que eu estou falando" nem sabendo uma semana depois estava transando com ele no meu quarto sendo meu primeiro homem.

Começou a esquenta mesmo quando ele tirou férias do trabalho agente ficou se esbarrando ainda mais ele me olhava como eu fosse um pedaço de carne do açougue quando ele fazia isso ia pro meu quarto tendo pensamentos que nunca tinha tido era só besteira. Dois antes da nossa transa ele estava na sala só de calção quando cheguei da escola naquele dia não tinha curso cheguei na sala fui cumprimenta dando um beijo no rosto foi ai me tropecei caindo no colo agente até rimos mas fiquei lá nesse momento que senti o pênis dele fica duro não falei nada foi ai que ficamos sério um olhando para o outro coloquei meu braço em volta do pescoço dele ele segurou forte minhas pernas começamos a nos beija encostando nossa língua uma na outra imediatamente segurou meus seios parou de me beija falando: Já estava querendo isso faz tempo filha eu respondi:eu também pai;voltamos a nos beija ficamos ali por uns 3 minutos com a mão nas minhas partes intimas enquanto isso seu pau estava para fora é enorme grosso ele pegou minha mão colocou no pau dele pessoal aquilo pulsava na minha mão parecendo uma granada pronta para estoura fiquei espantada ele pegou minha mão que estava no pênis ensinando a masturba tirou a mão me deixou fazendo aqueles movimentos ele fazia um barulho como que aquilo que deixasse relaxado então pediu para eu ir mais rápido fiz o que ele pedia seu pênis estava tão duro que via as veias quase soltando para fora foi quando ele soltou um liquido que voou longe tinha gozado nossa era um liquido branco denso parecendo com leite condensado minha mão ficou melada com o esperma dele me beijou falou que queria transa comigo foi ai que confessei que era virgem ele arregalou os olhos disse você esta pronta ele respondi: sim mas tenho medo, meu falou: eu te encino vamos eu fiz movimentos com a cabeça dizendo sim ele levantou deixando sentada no sofá tirou o calção e a camiseta regata ficando de cueca nossa ele parecia um urso cheio de pêlo foi ai que ouvimos o portão bate lá fora era minha mãe chegando foi uma loucura uma correria ele logo se vestiu eu fui para cima para o meu quarto não sei que aconteceu lá embaixo ele disse que minha mãe não percebeu nada enquanto o esperma que ele tinha jogado quando gozou falou que colocou o pano de chão por cima e o resto limpou com a meia dele.Enquanto eu fui lava minha mão cheirei aquilo não tinha cheiro de nada 5 minutos depois minha mãe entra no quarto me cumprimentou saindo do quarto o mais difícil foi encarar o jantar tínhamos que agir como nada tinha acontecia nem olhei na cara dele nossa transa só foi acontecer na madrugada de segunda-feira ainda era sexta-feira.

Depois que jantamos nos esbarramos uma vez nessa que agente conversou rápido com ele falando que aquilo era um segredo só nosso eu claro concordei demos um rápido beijo foi para o quarto eu desci para sala assisti TV.

Nesses dias não deu em nada mamãe estava de folga e não podia arrisca quando agente se encontrava no corredor só dava piscadas de olhos.No Domingo fui para igreja com mamãe depois fomos na casa da minha tia Márcia quando anoiteceu voltamos para casa nem sabendo que naquela noite iria ter minha primeira relação sexual ainda com meu pai,.Jantamos quando deu 10h00 fui para o quarto fuça na internet fiquei umas 2horas fiquei cansada desliguei o computador depois fiquei assistindo tv deitada na cama mais tarde tomei banho fui me deita peguei no sono sonhando o que tinha acontecido na sexta-feira. Foi quando acordei com meu pai me chamando não sei que horas era acendeu a luz do abajur já subindo na cama eu vestia apenas camisola nada por debaixo eu falei e a mãe pai ele falou ela se entupiu de remédios ele me beijou ficamos por alguns minutos então disse que queria me ver nua foi tirando minha camisola deixando nua na cama fiquei com vergonha nunca tinha ficado assim frente dele ele me elogiou muito falando que tinha sorte de ter uma filha tão linda enquanto eu sentia meu corpo tremulo esquentado como nunca tinha acontecido ele tirou sua cueca seguido abrindo minhas pernas viu como minha "Chiquinha"era estava um pouco peluda confesso fazia uma semana que não me depilava foi passando a mão deixando meu corpo ainda mais quente do que estava se inclinou abaixando pedindo para eu relaxar foi quando ele segurou na minha virilha então senti sua língua junto da sua barba roçando minha "XICA" dei um tranco sentindo uma sensação nova chupava forte falando que era o gosto mais gostoso que já havia provado chupou por muito tempo só sei que quando terminou estava toda babada passou chupa meu ânus outra que também demorou de lá foi para os meus seios chupou eu sentindo seu pau sobre minha vagina eu ficava fazendo carinho nele curtindo aquele momento depois passou para as pernas pés,dedos por ultimo tive que deita ao contrario chupou minhas costa por inteiro terminando na minha bunda isso deve ter demorado por 20 minutos ele estava com seu pênis tão duro que deitou na cama pedindo para eu faze o que tinha feito na sexta-feira fiz aqueles movimentos com ele fazendo os mesmo barulho então pediu que eu colocasse a boca nele pensei por alguns segundos ele falou que eu ia gosta então me inclinei cheirando o pênis estava com um bom cheiro então abri minha boca colocando primeira vez na boca um"pau"ele fez um barulho ainda maior aquilo deixou ainda mais relaxado de me ver chupando parecia que ficava ainda mais duro aquilo parecia uma bomba tanto que sentia sua vibração chupei por alguns minutos por que ele não agüentou jogando aquele leite todo dentro da boca engoli de susto era um gosto agradável ele me pediu desculpa mas não entendi que não era para eu ter engolido minha boca estava cheio com aquele leite branco foi então que pediu para eu me deita deitei ele arreganhou minhas pernas chupou por mais alguns minutos minha "Chiquinha"

Então ele se levantou um pouco ficou esfregando o pênis sobre minha boceta quando foi colocando bem devagar doeu um pouco continuou metendo bem devagar até o limite do tamanho de seu pênis assim começou a fazer movimentos da vai e vem eu fiquei quieta sentindo aquele novo momento da minha vida depois de alguns momentos foi acelerando o vai e vem no mesmo momento que doía vinha uma sensação gostosa sentia meus músculos vaginais endurecer e amolecer nossa foi gostoso tempo depois ele já metia forte me fazendo ter os mesmos barulhos que ele fazia sentia minha "Chiquinha" tão molhada só fui ver que era sangue quando mudamos de posição ficando por cima dele sangrei muito melando o lençol da cama fiquei nervosa mas ele tratou de me acalmar então seguimos nosso momento meu pai foi me ensinando aprendi a cavalga depois virei de costas

Para ele pulando sobre seu pau grosso já não estava doendo mais e sim sentindo prazer momentos depois deitei de lado entrelaçamos nossas pernas ele metendo aquele pênis fazendo barulhos altos fiquei com medo da minha mãe chega ali mas não foi o que aconteceu fizemos sexo até o fim com ele gozando nos meus seios ficamos os dois cansados encima da minha cama com ele passando o pênis na minha perna foi que levantamos tiramos o lençol da cama meu pai desceu e lavou enquanto eu fui me lava nossa estava toda melada de sangue e esperma 15 minutos depois ele voltou falando que tinha tirado a mancha do lençol nos beijamos por mais alguns minutos falando novamente que era o nosso segredo e que quando ficássemos sozinhos íamos fazer mais vezes isso que esta acontecendo ele aproveita quando mamãe toma muito remédio ou quando agente faz isso fora de casa em locais onde ninguém esta nos vendo mais isso fica para uma outra ocasião. Tchau!

Comentários

29/11/2011 19:32:50
NOTA DEZ,,MUITO BOM MESMO,,,,OBS,,,LEIA O MEU.BJS
09/02/2010 20:29:51
d+
29/01/2010 14:20:12
Beatriz aproveita,só não dá bobeira e aconteça o que acontecer fica do lado do teu pai ok? R.Mello
26/01/2010 21:33:51
muito a fude seu conto!gostaria muito de ter uma filhinha asim...gaucho.fmello@gmail.com
26/01/2010 13:40:38
que filhinha!!! MORENO.RJ33@HOTMAIL.COM
26/01/2010 12:53:12
Ah!E quando tiver oportunidade,dê umas boas lambidas na bunda dêle,se ele deixar,enfie o dedo bem de levinho no cuzinho dÊle também,todo homem gosta!
26/01/2010 12:51:08
Dê o CUZINHO na próxima vez!Tenho certeza de que vai amar!
26/01/2010 10:10:48
hummmmmmm, adorava ter uma filha assim! Aproveite e goze a vida, ela é curta e isso é tão bom!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.