Casa dos Contos Eróticos

Feed

Luminha, uma colegial indefesa

Autor: Fucking02
Categoria: Heterossexual
Data: 15/12/2009 01:00:15
Nota 8.83
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

LUMINHA, uma colegial indefesa

LUMA, carinhosamente chamada pelos amigos e familiares de Luminha tem 18 anos e é estudante, faz faculdade de Letras na Unix de Pilão do Norte. Luma é uma garota sapeca, e muito bonita, mas é um pouco ingênua com relação a relacionamento com garotos, pelo fato de ter tido poucos namorados. Mas isso não é um defeito, e sim um problema existente com varias meninas da sua faixa de idade. Ela é uma garota muito desejada por vários rapazes, e até mesmo por mulheres (lésbicas) que gostariam de uma chance com ela, mas ela não dar muita bola pra elas, e nem pros rapazes, o que ela gosta mesmo é de estudar, e está agradecendo sempre a deus por esta oportunidade de poder estudar e fazer uma faculdade. Ela começou a estudar nesse semestre e esta muito feliz. E como não poderia deixar de ser muitos dos seus colegas da faculdade a desejam.

Há pouco tempo aconteceu um fato que a deixou bastante triste, ela teve que abandonar a casa onde morava há anos, para morar em uma casa de aluguel, isso fez com quê tivesse um pouco de depressão, mas que logo foi contornado porque ela voltou a morar na sua antiga casa, no bairro do ginasio. E por falar no bairro, na rua onde mora ela também é muito assediada e desejada pela molecada, também quem manda ela andar provocante e sensual. Voltando um pouco no tempo, antes ela morou no povoado de Sabuaru, onde a maioria dos seus parentes ainda mora. E foi lá em Sabuaru que ela perdeu a virgindade. Isso aos treze anos, ainda novinha, quando explode a sexualidade das meninas. Foi deflorada por um rapaz mais velho, sem amor... Só mesmo pela curiosidade, por ter visto o rapaz mijando no fundo de um bar e ter ficado com curiosidade em ver o tamanho do pau dele. E o cara que não era besta, viu que estava lidando com uma menina totalmente ingênua, se aproveitou e levou ela pra casa dele, onde no quarto dele matou a curiosidade dela com fortes estocadas na sua bucetinha, que a deixou até com dificuldades para andar durante alguns dias. Voltando aos dias atuais, antes de passar no vestibular, ela trabalhou antes no conselho tutelar da cidade, mas foi algo tipo pra tapar buraco, na verdade não era nada daquilo que ela queria. Ela também entrou em um cursinho de inglês e logo em pouco tempo despertou o tesão até de um garoto de seus 14 anos, que deve ter se acabado na punheta pensando na delicia da Luma. O que ela não sabia é que alguns colegas da faculdade não estavam conseguindo disfarçar o tesão que estavam sentido por ela, principalmente pelo fato de algumas vezes terem feito alguns trabalhos escolares na casa de um ou de outro, e ela aparecer com um shortinho curtinho, ou um micro vestido mostrando a calcinha branca, e deixando os colegas com vontade de pegarem ela a força e a violentassem. O Pior de todos era o Ranieri Mota, há tempos ele já estava planejando um meio de ficar a sós com a Luma e levar ela pra cama, nas conversas com os outros rapazes da sala, ele manifestava claramente a vontade de ter relações sexuais com ela de qualquer jeito, e falava os maiores absurdos. Luma inocentemente ainda o considerava bastante ao ponto de esta sempre o cumprimentando ao vê-lo na faculdade ou em qualquer outro lugar. Não sabendo a pobrezinha que o malvado Ranieri se masturbava 3 ou 4 vezes por dia chamando seu nome e imaginando uma foda inesquecível com ela.

Ranieri ficou obcecado com essa idéia e não conseguia mais parar de imaginar coisas com relação à Luma. Nas aulas não tirava os olhos dela, e até uma foto com seu celular ele fez pegando um lance dela de costa, em uma reunião para um trabalho na casa de Ana (outra colega da sala). Aquele momento em que ela foi atender o celular na janela, foi d+ pra ele, tirou a foto focando a sua bunda e suas pernas grossas bem torneadas. Isso ai pra ele foi como ganhar um prêmio na mega-sena. Foram varias punhetas segurando o celular e vendo aquela saia jeans e blusinha rosa. No final do ano a galera resolveu fazer uma excursão para Aracajú, e ele já ficou todo animado imaginando que iria ver Luma de biquíni na piscina da chácara que a galera da faculdade alugou. Passou a semana toda falando com os colegas que iria se acabar na punheta, que se masturbaria todas as vezes que ele cruzasse com ela na casa. Luma também ficou empolgada, já que o clima durante a semana foi ótimo com as meninas fazendo planos de muita diversão e paquera em Aracajú. Chegou o grande dia, todo a turma se reuniu na frente do Centro Cultural de Pilão do Norte para esperar o ônibus que seguiria até a chácara. Durante a viagem, muita zoada, sambão, bebidas e risos. Todos empolgados. Pessoas de varias turmas da Unix estavam ali presentes, em busca de um final de semana diferente. Ranieri já tinha filmado o lugar em que Luma havia sentado e vez ou outra se levantava fingindo ir ao banheiro do ônibus pra ver se pegava algum lance de suas belas pernas e de sua saia minúscula. Ranieri também procurou ver logo aonde seria o quarto onde Luma ficaria com as outras meninas da turma, e pra sua sorte era bem em frente ao quarto onde ele se instalou com os meninos. O Pensamento fixo de Ranieri em Luma parece que deu certo, por que Luma se aprontou para passar à tarde na piscina enquanto as outras meninas só falavam em ir até a praia que ficava a aproximadamente 1 km da chácara. Logo que Ranieri viu que ela não iria, também arrumou uma desculpa pra ficar e ficou de tocaia esperando Luma ir até a piscina para ficar filmando de longe a colega. E não demorou pra ela aparecer com uma menina de uma turma que também não quis ir à praia, quando ela o avistou o cumprimentou como sempre fez e chamou para fazer compainha pra ela e pra menina que estava com ela. Na piscina, descontração total entre eles que pareciam dois amigos de infância brincando na água. A outra menina acabou saindo dizendo que iria procurar algo pra comer e deixou os dois sozinhos com mais umas quatro pessoas na piscina. Se mostrando carinhoso com ela, ele pergunta se ela queria beber alguma coisa, e diz que ele e os outros colegas do quarto trouxeram refrigerantes e isotônicos, e que se ela quiser vai até o quarto pegar algo para eles beberem na piscina. Luma responde de forma positiva e diz que de graça até injeção na testa, não imaginando o quanto Ranieri era mal intencionado com ela. Ele sai dizendo que volta logo e sorrir sozinho, ao mesmo tempo em que seu coração dispara por está acontecendo uma coisa que ele achou que seria impossível de acontecer. Chegando ao quarto Ranieri pega um guaraná antarctica de 1 Lt, derrama a metade no vaso sanitário do banheiro e coloca quase meio frasco de um remédio que ele usa para dormir dentro do resto do guaraná, coloca a tampa e agita o guaraná pra misturar com o remédio, pega uma latinha de cerveja, um copo descartável e volta pra piscina, onde Luma o aguarda e reclama da demora. Ele pedi desculpa e diz que não estava encontrando o pacote de copos descartáveis que estava junto com os refrigerantes. Colocou o refrigerante no copo e perguntou se ela não queria a cerveja ao invés do refrigerante, ela respondeu negativamente e disse que não queria nada de álcool na viagem, e ao mesmo tempo reclamava do gosto adoçado do guaraná. Ranieri respondeu que o guaraná deveria está perdendo o gás, pois eles abriram logo no inicio da viagem, mas que ela poderia tomar tranqüila porque não estava vencido, e ainda estava gelado. Luma tomou sorrindo e ainda disse que parecia que ele tinha colocado umas gotinhas de zero cal no guaraná, ele caiu na gargalhada e ela mergulhou e nadou um pouco. Passados uns 10 minutos, ela falou com ele que não estava se sentindo bem e que iria pro quarto. Ele prontamente se mostrou preocupado e disse que iria com ela pra ver se ela não precisaria de algum remédio. Ela negou a ajuda e disse que ele poderia ficar tranqüilo que era só um mal estar que devia ser por que tinha comido e ido pra piscina logo em seguida, mas ele se mostrando camarada se prontificou a ir com ela até o quarto onde estava as coisas dela. Mas antes de chegar à porta, ela começou a demonstrar que estava quase desmaiando e ele a segurou e a abraçou, levando ela pro quarto onde ele estava. Chegando ao quarto ele sentou ela na cama e ela deitou apagando em seguida. Ranieri olhou pra ela dos pés a cabeça e pensou: é hoje! Pegou o celular e ligou pra dois dos seus colegas. Ivo e Pedro, que já sabiam dos planos de Ranieri e que achavam que jamais aconteceriam. Eles ficaram abismados e surpresos quando Ranieri falou que queria eles lá pra tira umas fotos dele trepando com a Luma. Saíram da praia iguais a dois foguetes, enquanto isso Ranieri puxava a parte de baixo do biquíni de Luma. Quase enlouquecia quando viu ela completamente nua e com a buceta raspadinha. Sacudiu-a algumas vezes pra testar se ela poderia acordar, mas ela estava inconsciente. Abriu as pernas dela e enfiou o dedo na buceta dela, fez alguns movimentos de vai e vem e depois colocou o dedo em seu nariz, sentindo o cheiro da buceta de Luma. Tirou o pau pra fora da sunga e começou a se masturbar olhando pra buceta aberta dela. Tirou a parte de cima do biquíni e quase desmaiou ao ver seus peitinhos durinhos saltarem pra fora. Ivo e Pedro chegaram e bateram na porta, e quando Ranieri abriu eles quase não acreditaram no que viram, Luma ali peladinha, nem nos melhores sonhos e nas melhores punhetas ele iriam imaginar que ela era daquele jeito. Ranieri pegou a câmera de Ivo e começou a tirar foto dela de todo jeito, enquanto que Pedro e Ivo se masturbavam adoidados. Ranieri enfiou o dedo no cuzinho de Luma, depois passou no nariz de Ivo e de Pedro que riam com aquela situação. Depois Ranieri entregou a câmera a Pedro e pediu que ele batesse as fotos. Abriu bem as pernas de Luma e introduziu o cacete no meio da buceta dela, que na hora deu um gemido meio que de dor e balbuciou alguma coisa que ele não conseguiu entender, mais ele só queria saber de comer a buceta da sua deusa, e continuou a estocar cada vez mais forte. O pau de Ranieri parecia uma coluna de concreto de tão duro que estava, mas ele só conseguia pensar em fuder Luma todinha, sem dó, nem piedade. E assim ele continuou, bombando, bombando... Ivo e Pedro nem acreditavam no que viam. Pedro já tinha tirado umas 50 fotos e Ivo só sabia bater punheta, parecia até que nunca tinha visto uma mulher pela frente. Ranieri sentindo que estava pra gozar tirou rapidamente o pau da buceta de Luma, e gozou fora. Saiu tanto esperma do pau de Ranieri que parecia que tinha passado 10 anos sem sexo. Ele foi ao banheiro e limpou o pau com um pedaço de papel higiênico, dizendo que iria se recuperar um pouco pra fuder ela novamente. Enquanto isso Pedro falou que também queria fuder a buceta de Luma, mas Ranieri o impediu dizendo que ela era dele e que só deixaria depois dele da 3 gozadas com ela. Pedro reclamou, mas recuou e continuou a tirar as fotos, e a fazer pequenos vídeos da gata nua na cama. Ranieri voltou a penetrar a buceta de Luma, novamente com fortes estocadas. Depois ele a virou de bruços e a penetrou com violência, parecia até um estuprador com sua vitima. Estocou forte e uns 8 minutos depois estava gozando novamente. Saiu e foi limpar o pau mais uma vez no banheiro, enquanto Ivo também gozava, só que em suas próprias mãos. Ranieri agora chegou animado e dizendo que iria comer o cu de Luma. Aproveitando que ela estava de bruços, abriu as duas bandas da bunda dela e encostou o pau na entrada do cuzinho. Forçou e não conseguiu, mandou Ivo pegar um shampoo na sacola dele, despejou um pouco na portinha do cu e lambuzou o seu pau também, depois deu uma enfiada que entrou todo de vez o pau no cu dela, deu algumas bombadas e gozou forte novamente, agora dentro do canal do reto de Luma. Saiu de cima e mandou Pedro ir rapidamente porque o pessoal já iria voltar da praia e eles ainda tinham que levar ela pro quarto das meninas. Pedro a virou novamente de barriga para cima e penetrou na buceta, começo um vai e vem frenético que durou cerca de 5 minutos, tirou o pau rapidamente da buceta dela e gozou em cima do lençol da cama em que estavam. Ivo mostrava-se arrependido de ter se masturbado tanto e ter ficado sem poder de reação quando foi convidado a aproveita-se também da sua indefesa colega. Rapidamente Ranieri e Pedro vestiram o biquíni nela novamente. Foram até o corredor e viram se tinha alguém no quarto das meninas. Como estava vazio, foram rápidos até Luma e a pegaram. Um no tronco e o outro nas pernas a colocaram em uma das camas e saíram. Pegaram a câmera, chamaram Ivo e conseguiram sair, sem serem vistos por outra porta que também dava acesso a praia onde o resto do pessoal estava. Ficaram lá até tarde se vangloriando da aventura em que participaram e vendo as mais de 100 fotos que tiraram durante todo o ato. Pensavam em usar-las para chantagear Luma depois e conseguir novas transas com ela a fim de se manterem calados em relação a essa suposta e mentirosa orgia em que a galera da faculdade tinha participado em Aracaju. No fim da noite voltaram pra casa da chácara e na maior cara de pau, foram ao quarto das meninas perguntar se a Luma estava melhor, por que a tarde ela reclamava que tinha se sentido mal por ter ido pra piscina logo depois de ter almoçado. A inocente da Luma ainda agradeceu a preocupação dos colegas, e confirmou com as meninas que tinha mesmo se sentido mal após ir para piscina. Só não conseguia entender o incomodo que estava sentido mais suas partes genitais. Acham que ela descobriu? Ai já é outra história...

Comentários

29/06/2013 22:40:21
Vocês homens são uns fdp
29/06/2013 22:36:15
Nojentos pervetidos
29/06/2013 22:36:13
Traiçao eu não perdoo
02/09/2011 04:42:01
É óbvio que isso é fictício. É apenas as fantasias de algúem em palavras. E que bele a fantasia! Adorei o conto.
15/12/2009 14:34:40
Completamente nojento, sem graça fiqui chocada com tanta idiotise que brincadeira de muleque de 12 anos.
15/12/2009 10:56:29
muito bom,se toda gostoza e exibida fossem tratadas assim,,isso que estas gostozas merecem,,se perdem ao 13 anos ainda fazem joguinho duro com os rapazes,,fizeram muito bem,,nota 10..pra vcs..tem de exculaxar mesmo,e se fosse vcs chantageava, ou colocam as fotos na net..abraços..assim vira putynha de vcs..
15/12/2009 09:41:56
hahaha. sensacional ,voces são fodas, toparam a menina so por uma transa?ha, moleque, ta indo bem, heim

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.