Casa dos Contos Eróticos

Fodendo a cunhada

Autor: Roberto
Categoria: Heterossexual
Data: 04/12/2009 11:32:55
Nota 9.83
Assuntos: Heterossexual, Sexo
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Não me orgulho do que vou contar mas aconteceuMinha namorada tem uma irmã que se chama Fernanda. É mais velha que a Cristina, minha namorada, uns 4 anos. Ela tem 34 e é uma delicia de mulher. Não posso negar que já comi minha namorada pensando na irmã dela.

Mas o fato é que minha namorada é muito fiel e sua irmã uma garota honesta e porisso nunca houve sequer insinuações sobre traições.

Mas na semana passada minha namorada viajou a trabalho para ficar 3 dias fora. Com esse calor infernal que faz por aqui a gente (eu minha namorada e a irmã dela) estamos acostumados a brincar na piscina da minha casa. E não é porque minha namorada viajou que a irmã dela deixou de vir aqui.

Tudo começou quando perguntei a ela se ela sabia boiar. Como ela disse que não eu disse que ia tentar ensiná-la. Fiz ela se deitar na água segurando suas costas e seu quadril para que não afundasse. Tentamos algumas vezes mas ela não conseguia flutuar.

De repente ela gemeu de dor e disse que sentia cãibra na perna e eu imediatamente segurei-a para levá-la até a parte mais rasa da piscina com ela reclamando muito de dor.

Coloquei-a sentada na escada de saída, onde já dava pe´, e comecei a massagear sua coxa que ela dizia estar doendo.

Claro que minha mão acabava escorregando por entre suas coxas e aquilo deve ter excitado-a. Comecei a reparar que depois de algum tempo massageando-a sua expressão não era mais de dor e sim de prazer.

Percebi até uma leve mordida que ela deu em seus lábios denunciando sua excitação. Ela esta sem namorado há vários meses e por isso deve estar carente, pensei eu.

Só sei que ela estava segurando nos apoios da escada , eu no meio de suas pernas massageando sua coxa.

De repente comecei a pensar besteiras e logo meu pau estava duro feito rocha e quando eu fazia menção de parar a massagem ela dizia :

- Não páranão pára.....

Percebi que aquilo era tesão puro e comecei a aprofundar minha massagem quase tocando na xaninha dela e ela pedindo:

- Não pára......não páraSeu olhos reviravam e ela estava com carinha de quem iria gozar em segundos e eu não resisti.

Encostei de vez meinha mão em sua xota e ela gemeu.

- Tá bom assim Fernanda?

- Vainão páraEla jogou a cabeça pra trás e eu então comecei a passar minha mão descaradamente em sua buceta. Ela gemia.

Enfiei meu dedo pelo lado da calcinha do biquíni e ela quase gritou de tesão.

Eu então me aproximei mais dela, tirei meu cacete pra fora que já estava doendo de tesão e coloquei na bucetinha dela. Ela delirou.

Comecei a foder gostoso aquela xaninha e em poucos golpes ela começou a gozar. Não parei. Continuei fudendo e acabei gozando também, inundando aquela buceta de porra.

Claro que quando nos recuperamos a vergonha era mutua. Ela tentou falar alguma coisa mas eu fui categórico e disse:

- Vamos esquecer isso, ta bom?

- Tá.

E foi assim que aconteceu.

Comentários

28/04/2015 11:23:33
Nao tem coisa melhor q comer a cunhada
27/01/2013 11:25:00
Pára de comer essa cunhada e me coloca na fita, vai.
04/12/2009 17:11:17
Muito bom, adorei esta cunhada, faz o seguinte ja que começou, "não para" continua fudendo esta puta. Depois que elas dão a primeira vez, aí fica tudo em casa, a minha cunhada é uma delícia que sempre que posso fodo ela. Por comeres a cunhada a nota é sempre 10
04/12/2009 14:10:32
Nossa, que gatinha fogosa..
04/12/2009 13:49:56
muito bom, simples e direto...10
04/12/2009 13:05:29
hauhauha, a eu com 2 namorada assim tava feito na vida hauahuaha

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.