Casa dos Contos Eróticos

Feed

Uma massagem no amigo rendeu uma bela foda

Autor: ilson
Categoria: Homossexual
Data: 08/11/2009 23:30:40
Nota -
Assuntos: Homossexual, Gay, Massagem
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia
Clique aqui para vídeos gay

Sou de Curitiba, 28 anos 1,60, 65k moreno jambo, lábios carnudos e uma Bunda até que saliente, chama atenção de alguns e algumas, cabelo rapado, nada em especial, mas sempre aparece um gatinho, bem vamos ao conto .

Várias vezes tenho um amigo que vem dormir em meu apto, André ( 22 aninhos 1,75 62k branquinho lisinho um peitoral ( com tatuagem )de academia e 20 de pau ), então sempre conversávamos sobre sexo, eu chegava a acariciá-lo, mas resistia, até que um dia ele veio pra dormir novamente, eu estava em meu pc e ele entrou em meu quarto dizendo:

- Cara vc sabe fazer massagem ? eu disse que sim, e perguntei se ele queria uma, prontamente aceitou. Pedi que tirasse a camisa, peguei um óleo e começei a massagear aquelas costas lindas, tentei ao máximo resistir, então sugeri que ele tirasse as calças, o mesmo a tirou, e ficou apenas de cueca, então recomeçei a massagem, qdo passava minhas mãos pela cintura começei a sentir algo duro, em meus dedos, o pau dele atravessado enorme e muito grosso, mas depois de 30 min nao me contive, começei a beijar suas costas e lamber tbm.

Ele virou-se de frente pra mim e começou a me beijar deliciosamente, fui decendo o pescoço, os peitoral, mordiscando os mamilos, decendo pela barriga saradinha ate chegar num pau que mal cabia na minha boca, mas engoli, depois de um tempo ele nao resisitiu e gozou no meu rosto e boca, mas ainda firme e forte estava o pau, deitei-me e ele me encoxou de ladinho, perguntando se eu tinha camisinha, pior que nao tinha, mas ele tinha, coloquei a camisinha e ele começou a me lamber deliciosamente, colocando o dedo no meu rabo, ate que nao resisti e exigi que ele me fodesse com aquela tora enorme, ele foi calmamente, afinal é grosso, e foi introduzindo lentamente, cada cm dos 20, ate chegar ao talo, eu gemia, rebolada, cavalgava naquela rola magnífica, qdo ele anunciou que estava para gozar, então eu vou a chupá-lo.

Chupando seu pau, engolindo começei a dedilhar seu cuzinho, ele delirava, labia seu rabo bem freneticamente, mordia a beira do cu, e mabia o saco e pau, até que ele nao aguentou e gozou fartamente, chupei ate deixar seu pau limpinho, ainda deitei-me por cima e reintroduzi seu pau no meu rabo, que em minutos já sentira saudade daquela rola.

Hora outra a gente se esbarra, da umas pegadinhas no pau, beijamos, mas ainda nao rolou novamente o sexo, pois somos muitos amigos, mas nos olhamos e sentimos esse desejo de repetir. meu msn " tomasilson@hotmail.com" espero que tenham gostado deste conto que ocorreu tem uns 3 meses . abx

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.