Casa dos Contos Eróticos

Feed

Transando com minha mãe,que tem um rabão

Autor: Arellano
Categoria: Heterossexual
Data: 28/09/2009 09:40:18
Nota 4.80
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Fui criado por meus tios desde de pequeno,só foi conhecer meus pais aos 13 anos quando meu tio morreu e eu tive que deixar a casa onde morei,pois minha tia mim expulso de lá.Depois disso fui viver com meu pais,onde não me entendia com eles ,pois meu pai era alcoólatra e sempre batia na minha mãe.Eles mim obrigavam a trabalhar para ajudar em casa e sempre era ofendido por eles.O tempo passou e eu comecei haver minha mãe com outros olhos,era tinha 45 anos e um rabão daqueles de dar inveja a quaquer garota.

Comecei a olhar-lhe de maneira diferente, as vezes quando era entrava no banheiro eu entrava por engano ,com meu pau ereto e ela sempre dizia: saía daqui seu safado e seu tarado,pois vou dizer para seu pai.Eu sempre ficava com medo e saía.Um dia de madrugada flaguei meu pai transando com minha mãe e me masturbei,no entanto vi o pênis do meu pai que era muito pequeno,mas minha mãe gemia de mais.Depois que acabaram de transar.Meu pai foi ao banheiro ,enquanto eu entrei dentro do quarto com pênis ereto,dizendo que queria urinar,minha mãe só de camisola ,sem calcinha e a buceta toda arreganhada não parou de olhar para meu pau todo melado de esperma.Após ,esse dia ela sabia que eu queria comer aquele seu rabão,por outro lado ela morria de desejo de levar uma pino seu rabão um pica maior.E o meu pau naquela época tinha uns 16 cm.

Numa noite de sábado, tudo aconteceu.De Manhã ela me pegou se masturbando no banheiro e disse que aquilo era feio ,mas não parou de olhar para meu pau.A tarde fui jogar bola, e só voltei às 11h da noite,meu time venceu e fui comemorar com a galera.cheguei em casa um pouco embriagado.Fui ao banheiro e tomei banho .Depois fui para o quarto da minha mãe para pegar uma cueca .Quando a vi deitada de bumbum para cima e a calcinha lá dentro da bucetinha,meu pau ficou logo duro.Fui para mais perto e comecei acaricia a bundinha da minha mãe,depois comecei a mete o dedo na bucetinha molhadinha e cabeluda,em seguida foi a vez de meter o dedo no cú dela que parecia apertadinho mais depois que empurrei com força era bastante arrombado.Comecei a fazer movimento de vai e vem com o de do no cú dela,foi que era acordou e disse que danado está fazendo seu doido.Quando ela olhou para mim e para meu pau..ficou paralisada por um instante,meu coração quase parou,após alguns segundos ela resolveu se entregar ao desejo,pois segurou meu cacete e começo a chupar com tudo,eu para retribuir chupava sua bucetinha e de vez em quando mordia,ela ficava louca,depois deu gozar na boca dela ,ela gozou de tanto eu chupar sua buceta.A príncipio ela não queria transar, eu insistir que ela transasse.Ela disse para eu meter devagar pois meu pau era um pouco grande.Ela virou de lado e arreganhou a buceta ,eu meti com muita força,ela gemia como se fosse uma virgem ,ela pedia para parar,mas eu continuava arrombando sua buceta,metia e fazia pressão com muiat força era estava anestesiada e deixava eu fazer o que queria.Após,algum tempo tirei meu pau da buceta dela e ia meter no cú ,ela disse que não podia meter ali.Eu disse pra ela que não ia doer.Coloquei a cabeça do meu cacete no seu cú,comecei a bombar com força e pressionar, ela gritava e dizia pare, meu cú está doendo ,mas aquele rabão me induzia a meter sem dó,ela quase estava chorando de dor,quando gozei dentro do seu cú..Depois.com o dedo continuei a fazer movimento de vai e vem no cú dela ela parecia no paraíso e por último ela chupou meu cacete todo melado.Ela foi tomar banho e me disse que aquilo não era para eu falar para ninguém,eu jurei que não falaria,ela dormiu toda arreganhada sem calcinha com a buceta vermelha e toda suculenta e o cú todo aberto esperando a próxima vez para dar.Eu dormir só de cueca.Fizemos outras vezes ,no entanto é para outra conto.

Comentários

08/07/2011 06:09:56
Amigos leitores, O cara vem aqui, com a maior boa vontade e põe para fora todas as suas experiências e nos deixa a todos, indistintamente, de pau duro, no caso dos homens, e de bucetinhas molhadas, no caso das mulheres. E aí, todo mundo desce o cacete pelos erros de português. A persistir esse estado de coisas, ninguém vai querer enviar mais contos. Devagar, os autores vão se corrigindo. O importante é que continuem dando ou comendo alguém. E que mandem seus relatos, com detalhes, para aumentar o nosso gozo.
gte
31/10/2009 19:32:30
Errar é humano mais comer a mãe esse ai realmente
31/10/2009 11:49:42
vc é um lixo , seu mentiroso de merda !!!
30/10/2009 21:40:57
o bom que tem poucos erros de português.
29/10/2009 14:25:54
ANALFABETO RIDICULO E SONHADOR
13/10/2009 09:58:01
impossivel de ler... depois do mim espulsou eu parei de ler
01/10/2009 18:55:07
Antes de escrever outro conto aprenda a escrever seu analfabeto mentiroso
29/09/2009 13:02:42
sem graça...
28/09/2009 13:47:50
sensacioanl

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.