Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comi minha empregada

Categoria: Heterossexual
Data: 21/08/2009 18:54:06
Nota 6.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Não vou citar nomes por se tratar de um fato verídico.

Ja faz bastante tempo que minha empregada trabalha para os meus pais, desde meus 10 anos, hoje tenho 18, mas na época tinha 16

Eu tinha começado a reparar de um jeito diferente na minha empregada, ela usava roupas normais, e as vezes camisas com um decote bem largo e grande.

Ela era divorciada do marido (quando começou a trabalhar em casa ainda era casada), e namorava um outro cara, só pra ter o seu sustento.

Comecei a perceber que ela reparava que eu olhava pro decote dela, mas nada fazia nem acontecia. A partir de uns dias que ela começou a me flagrar pelado..

Claro que depois da primeira vez eu dei uma ajuda e provocava essas coincidencias, como por exemplo de manhã quando eu ia trocar de roupa, eu esperava ela entrar e fingia que estava naquele momento colocando minha roupa, ela olhava a minha pica e disfarçava, mas dava pra perceber que gostava

o ápice foi quando ela estava indo embora, como de costume, toda dia ela passa no banheiro que ela usa e deixa suas coisas pra se trocar e ir embora, eu esperei ela e "acidentalmente" dexei a porta sem trancar. Ela entrou e falou meu nome com um ar de espanto meio fingido, como se ela soubesse que ia me encontrar ali. Ela demorou uns 2 segundos pra fechar a porta e em nenhum momento olhou pro meu corpo, só não tirava o olho da minha rola. Depois eu sai do banheiro e ela estava falando normalmente comigo como se estivesse disfarçando. Ao passar pela porta até percebi que ela deixou o corpo pra tras pra forçar um "esfregão" entra a sua bunda e a minha rola.

No outro dia, que estava frio, ela colocou a blusa mais decotada e larga de todas, o que me fez nao tirar os olhos dela. Ela vinha direto em minah direção e as vezes agachava (sou bem maior que ela), o que me fazia ver quase tudo.

Ela entrou no banheiro e saiu com o sutiã meio que de fora, o que fazia com que mostrasse o seu peito inteiro quando agachava, aí ela arranjou uma desculpa esfarrapada e agachou do meu lado, mostrando seu peito inteiro pra mim.. o dia foi inteiro assim, e eu percebi o que ela queria.

no outro dia, esperei ela entrar no banheiro e desconfiando que ela deixava a porta sem trancar, entrei ja tirando o short e com o pau pra fora. Ela estava pelada olhando a bolsa e começou a olhar denovo pro meu pau

ensaiamos um diaologo do tipo: "nao sabia que voce tava aqui", mas nao colou e ela acabou pedindo desculpas por nao ter fechado a porta... mas ela nao parava de olhar pro meu pau.

- que que foi?

- nada, mas ja é a terceira vez que eu vejo o seu "negócio"(ela disse assim), desse jeito eu nao vou resistir

cheguei mais perto dela e comecei a tocar os seus seios, depois comecei a chupa-los, ela ja estava entregue naquele momento e louca de tesão, começou um boquete sensacional, depois de um tempo avisei que ia gozar, ela tirou meu pau da boca e eu enchi os peitos dela de porra, gozei muito

louca de tesão, ela disse que queria minha rola dentro dela, transamos muito, comi ela de tudo que é jeito e ela gemia como se estivesse necessitada há anos

depois disso toda hora damos uma rapidinha ou rola algo do tipo

Comentários

24/08/2009 10:52:04
fraco demais....faltou detalhes ....
24/08/2009 09:12:22
Meio maluco, mas...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.