Casa dos Contos Eróticos

Feed

AS AVENTURAS DE CAMILA

Categoria: Grupal
Data: 29/08/2009 22:11:19
Nota 8.00
Assuntos: Grupal
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Camila, tenho 14 anos de idade. São pouco mais de 1 hora da tarde, estou sozinha num quarto deitada numa cama de casal na casa de minha avó. Aqui é traquilo e menos quente que na capital do estado. A janela esta aberta e é por onde entra um ventinho de vez em quando. Estou deitada de bruços numa posição que possibilita escreverem um caderninho de capa dura e verde que compre ainda hoje no mercadinho da esquina. Escrevo de lápis, mas até este momento não achei preciso apagar alguma coisa para reescrever. Acho que vou conseguir relatar a minha historia sem muita dificuldade.

Antes de tudo é preciso que eu diga vim parar na casa de minha avó por causa de um problema serio que me ocorreu esta semana. Minha mãe flagrou-me fazendo algo que em sua opinião é muito errado, mas a verdade é que ela não sabe da missa um terço, alias, nem mesmo uma ave maria.

Bem... o que aconteceu foi o seguinte:

Não manhã de quarta feira passada, como ela sempre fazia, foi com minha irmã mais nova para a escola onde ela trabalha e a mana estuda. Foi só elas saírem de casa para eu me atirar nos braços de meu padrasto que havia atendido ao pedido que fiz na noite anterior, era simplesmente para ficar comigo naquela manhã para a gente aproveita a sua folga. Eu estava realmente doida pra fuder e fuder muito naquela manhã.

Estava doidinha pra ser toda dele novamente. Sabia que ele era realmente tarado por mim, pois transamos já faz muito tempo e isso ocorre constantemente, mas no momento quero me deter apenas aos fatos ocorridos na quarta feira passada.

Pois bem... como já disse logo que as duas saíram de casa corri e me atirei nos braços do meu querido padrasto, alias, não foi bem nos braços e sim no colo dele. No mesmo instante nos beijamos intensamente enquanto eu me ajeitava em seu colo para sentir melhor a pressão de seu pênis em minha bundinha. Ele já estava bastante excitado, acho que só de pensar no que amos fazer enquanto me via transitar indo pra lá e praça vestida numa camisolinha branca com detalhes cor de rosa. Não tenho duvidas que mesmo com pouca idade sou uma fêmea muito apetitosa, para não dizer irresistível, quem diz isso são os olhares cobiçosos e alem do mais tenho em meu quarto um espelho enorme onde costumo contemplar o meu corpo por inteiro. Posso até dizer que namoro ele constantemente desde os anos em que ainda era uma menininha, foi através dele que vi meu corpo tomando formando forma lentamente até me torna este monumento que sou hoje. Imagino que se algum homem ou mesmo um garoto pudesse me ver agora, neste instante, através da janela que esta aberta certamente ficaria muito excitado, pois estaria vendo uma linda garota deitada de bruços, vestida numa blusinha vermelha, mini-saia verde bem curtinha e uma calcinha branca bem pequena atolada entre as nádegas, as pernas ligeiramente afastadas de modo que fica visível o fundinho da calcinha pra quem pudesse ver da janela. Nesta posição sinto um vento gostoso que entra de vez em quando pela janela e lambe meu corpo subindo pelas pernas causando-me um arrepiozinho gostoso e muito excitante. Junta-se a isso as lembranças dos momentos que passava com meu querido padrasto, tenho que ser forte senão paro de escrever e vou me masturbar como fiz ainda hoje pela manhã.

Dar pra acreditar que esta menina deliciosa e cheia de apetite sexual que sou tem uma carinha de anjo e um jeitinho de ser inocente capaz de convencer as pessoas que nada sabe sobre sexo? Pois é... eu sou assim, e é isso que faz de mim uma “coisinha linda”, como diz o meu querido padrasto, capaz até de enlouquecer de tesão os homens e que mais goste do produto. Ele foi um dos que enlouqueceram e um dos poucos que me possuíram. Alem dele houve outros sim, mas ele tem sido sem duvida o mais gostoso, o que mais excitante... não apenas porque é o mais proibido, mais porque ele é tudo de bom. Mesmo tendo 32 anos, ele parece um garoto. Tem quase um metro e oitenta de altura, corpo bem definido, pois pratica academia quase todos os dias. No entanto não do tipo bombado, todo musculoso. Tem uma coisa que gosto muito nele e que me fez ficar apaixonada: a sua cara e o seu jeito de garotão, tipo o Kaká da seleção brasileira de futebol. Ele também é professor e dá aulas de literatura numa faculdade de letras com ele já aprendi muito inclusive a gostar de poesia.

Pois bem... voltando a manhã daquela quarta feira...ele estava ali na cozinha de casa sentando numa cadeira ao lado da mesa comigo em seu colo, sentido minha deliciosa bundinha fazendo pressão em seu pênis. Estávamos muito excitados. Ele roçava a barba áspera em mim sabendo que eu gostava daquilo enquanto acariciava meu corpo todo com suas mãos firmes, fortes e macias nesse instante aproveitei pra dizer a ele no ouvido que o amava. De repente me pega no colo e leva-me para a cama dele e de minha mãe, chegando lá me pôs deitada e sentou ao meu lado, ficou acariciando o meu rosto e disse de um modo bem carinhoso:

_você é tão safadinha meu anjo lindo

Sorri para ele e quando seu polegar acariciou meus lábios eu o beijei e disse novamente que eu o amava. Ele perguntou então o que eu mais amava nele, respondi que era tudo e num gesto bem sacana, sem nenhum constrangimento apalpei o pênis dele por cima do calção e concluí olhando em seus olhos e vendo a cara de prazer que ele fazia:

_Amo principalmente isso aqui.

Era também pelo amor que eu tinha por aquilo que ele guarda dentro das calças que fez com que decidisse casa-se com minha mãe. È claro que ele também gostava dela, afinal de contas ela é uma mulher muito bonita e fogosa e um espetáculo na hora da transa, por duas vezes tive oportunidade de observa ele transando com ele, em nenhuma das duas ela ficou sabendo e ele soube que estava sendo observado na segunda. Diz ela que quando era mais nova namorou muito e foi por conta do seu assanhamento que acabou engravidado de mim aos 16 anos, meu pai embora fosse um homem já feito foi irresponsável e não assumiu, cai fora sumiu pra longe deixando ela tendo que dá conta de mim sozinha, mas ela ainda teve sorte de poder contar com a ajuda de minha avó que na época já era divorciada. O motivo da separação dos meus avós foi chifre, minha vovozinha enfeitou a cabeça do velho. Sei que dede então mina avó nunca mais quis saber de se casar, hoje ela diz que nem namora ela quer prefere só ficar, mas o ficar dela eu sei que é diferente do ficar das meninas que conheço. É uma coroa enxuta e sempre que pode ela pega algum cara pra curti.

Pois é... já deu pra sentir que as mulheres de minha família são fogo na roupa. Ainda não falei da mais nova, mas assim que senti que é momento de falar falarei. Voltemos ao meu caso com meu querido padrasto. Como eu estava dizendo comecei a carecia o pau dele por cima do calção, mas logo fui apertando com força sabendo que ele gostava. Sentei-me na cama e no mesmo instante ele deito-se com o ventre pra cima, parece que sabia direitinho que eu queria fazer. Acariciei seu tórax deslizado minha mão por cima do seu peito, acariciando os pelos negros sobre a pele branca, ele não é muito peludos, só tem um poço de pelos que eu adoro acariciar. Nessa brincadeira desci a acariciando o abdome, em seguida pegando de um lado e do ouro de seu calção puxei ele pra baixo, ele logo cuidou de facilitar levando os quadris para que eu o deixasse só de coeca. Depois disso cuidei de tirara camisolinha que usava ficando só de calcinha sentei escanchada sobre ele sentido aquele volume imenso de baixo de mim, ele me acariciou os seios com as duas mãos do jeito gostoso que só ele sabe fazer e disse que eu estava ficando cada dia mais gostosa.

Comentários

13/09/2009 19:50:03
hum...eu teh fariah esquecer delle....me add aew no MSN: hanrybrasil@hotmail.com
12/09/2009 01:37:32
Devo concoradar com os colegas leitores, é notório que se trata de alguém do sexo masculino com tendencias de pedofilia. Poderia usar seu talento pra outor genero de contos.
31/08/2009 18:55:17
.. mas a questão nã é essa. Eu ( e mais um monte de gente) não aito que vc tenha apenas 14 anos. Então, se vc é mais madura deveria compreender a questão. Extravase seu tesão, mas pedofilia é crime!
31/08/2009 18:53:05
Oi Gatinha Linda! Você tem talento para escrever e acredito que deva ser muito gostosa também
31/08/2009 18:08:48
Caro RSST, também acho que você tem razão quanto ao uso que faço do meu talento. Quanto ao resto não sei o que dizer
30/08/2009 18:57:35
o conto é até interessante tem muita menina dessa idade safada um exemplo sou eu!
30/08/2009 09:38:53
EM PRIMEIRO LUGAR, QUEM ESCREVE NÃO TEM 14 ANOS NEM AQUI NEM NA CHINA. O VOCABULÁRIO E A FORMA DA REDAÇÃO É MUITO ADULTO. DEPOIS MOSTRA SÉRIAS TENDENCIAS PEDÓFILAS. ACREDITO QUE O SITE DEVERIA TER UMA FORMA DE BANIR ESSE TIPO DE ESCRITOR. PEDOFILIA É CRIME. UM ZERO BEM REDONDO!
29/08/2009 22:48:41
Pedofilia é crime!
29/08/2009 22:48:06
Você devia utilizar seu talento para escrever com outro propósito. Lembre-se
29/08/2009 22:34:32
Sei que vão dizer que é pedofilia mais quem pode resistir a uma capetinha que quer foder, eu não resisto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.