Casa dos Contos Eróticos

Feed

COMO QUEBREI SEIS CABAÇOS

Categoria: Heterossexual
Data: 29/08/2009 10:08:10
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá

Meu nome é Carlos tenho 38 anos, acho que tenho sorte com as mulheres. Durante esses anos sai com mais de 50 garotas, umas 8 namorei em casa, umas 15 fiquei por mais de 6 meses, as outras sai algumas vezes, e apenas 2 eram garotas de programa, pois acho essas putinhas muito mecânica. Dessas 50 mulheres, 6 eram virgem, e é delas que eu vou contar a semelhança que notei na hora que perderão o cabaço.

OBS: Este fato é 100% verídico e aconteceu após 1991, não se falava em pedofilia e eu era um pouco mais velho que as meninas.

Quando eu fiz 18 anos comprei uma moto muito "estilosa" na época, e também servi o exercito, duas coisas que as meninas" paga pau ".

Morava em um apartamento e então todo dia chegava em casa de moto e de farda, e encontrava 3 meninas sentadas me esperando vou chama-las de " ABC " A de Adriana, 15 anos, morena linda-linda-gata,cabelo liso comprido,seios grandes corpão de mulher, a turma toda queria comer ela. B de Bethi 14 anos magrinha, bonitinha, mas em desenvolvimento , C de Cristina 13 anos morena muito gata, ainda com peitinho nascendo mas já tinha umas coxas, bunda e buceta bem formada.

Tentei trocar uma ideia, uns beijos, mas não dava elas ainda eram muito tímidas, ficava sem assunto.

Primeira virgem:

Até que um dia fiquei uma semana sozinho em casa, e encontrei Adriana no hall do elevador.Arrastei ela pra dentro sem falar nada e comecei a beija-la e passar a mão no seu corpo, chegou no meu andar por instinto levei ela para dentro do AP, fiquei em pé atrás da porta, tirei sua blusa e mamei no seu peito VIRGEM, que delicia, então tirei sua calça e ela estava com uma calcinha grande e verde, (te confesso na hora pensei ela é muito nova, transo ou não transo) não teve jeito ela era muito gata, deitei ela no sofá, tirei sua calcinha, pelos fininhos, bucetinha cor de rosa, abri suas perna encostei só a cabecinha do meu pau na vagina, fui empurrando devagar (ela então arregalou os olhos, dilatou a pupila , no momento mais importante de sua vida ) e ela liberou sua buceta VIRGEMMMMM, senti o pau rasgando o selinho.

Dias depois era noite de natal, encontrei ela denovo, levei em casa e ela estava com um vestido, calcinha e soutien de renda preto linda demais, virou mulher.Quando tirei sua calcinha formou até um fio de tão melada que ela estava, a buceta era novinha que nem cheiro tinha ainda, então tentei enxugar a buceta dela com a minha boca mas não deu ela ficava cada vez mais molhada.Resolvi então enxugar com o pau, piorou quanto mais eu socava mais melado ficava. Realmente fiz dela uma mulher.

Segunda virgem:

Na mesma semana Bethi sua amiga, para na porta do elevador sozinha e diz - A Adriana me contou tudo,e eu disse -Então vem cá .No mesmo esquema levei ela pro AP. Ela já era mais safada, pegou no pau, beijou com mais tara usava uma calcinha branca enfiada no rego , e foi com objetivo de perder o cabaço. Tirei sua roupa, sentei ela na poltrona, abri suas pernas fina e branca e com poucos pelos na xana, ajoelhei no chão e fui puxando ela devagarzinho, quando sua bucetinha encostou na cabeça do pau, olhei no olhos dela (ela então arregalou os olhos, dilatou a pupila, estática) e ela liberou sua buceta VIRGEMMMMMM,que delicia, ela por ser mais safada ganhou umas estocadas mais forte.

Na semana seguinte cheguei no hall do elevador e vi Cristina sentada no chão de camiseta curta e short agarrado, ela olhou pra mim sem dizer nada arregalou os olhos e abriu a perna escancaradamente como quem diz" come eu também ".Já não estava sozinho em casa, e a menina era muito nova, achei melhor deixar pra próxima.Infelizmente ela apareceu gravida três meses depois, de um garoto da rua.

Terceira virgem:

Dois anos depois conheci Débora, 19 anos morena bonita, baixinha bunduda, eu passava de moto todo dia de manhã e mexia com ela, mas ela não me dava bola. Um dia estava com um amigo que conhecia ela, fomos apresentado e começamos a namorar. Dois meses depois fomos num motel ela já mais solta porque me conhecia, tirou a roupa e ....(ela então arregalou os olhos, dilatou a pupila, e um pouco com medo ) liberou a xana VIRGEMMMM, já bem peludinha e fofinha.Essa ficou apaixonada deixou fazer tudo, até gozar na boca etc.Três meses depois conheci uma amiga dela e eu que me apaixonei, terminei o namoro e fiquei com a amiga uns três anos, não era virgem mas comi muuuiittooo.

Quarta virgem:

Já tinha 25 anos entrei numa agência bancaria, vi a mulher dos meus sonhos, Simone 20 anos, loira, magra olhos azuis, muito simpática, virgem apaixonei de novo. Essa eu queria casar, comecei a namorar e pensei "vou tirar esse cabaço com calma".Eu já mais experiente fui no motel "chic " uma bebidinha....tirei sua roupa, peitinho cor de rosa, bucetinha pequena bem fechada, ainda sem cheiro nenhum, e com carinho coloquei a língua e senti o selinho que protegia a entrada da gruta inexplorada. Até queria esperar mais algum meses pra tirar o selinho, mas não deu encostei a cabeça do pau.... (ela então arregalou os olhos bem azuis, dilatou a pupila,encheu os olhos de lágrima) e liberou a super bucetinha VIIRRGEEMMMMM, essa apaixonou e eu também. Mandei até flores no dia seguinte. O namoro durou 4 anos e filmei algumas de nossas transas, que guardo até hoje a sete chaves e ela tinha uma irmã gémea, que eu não transei mais já vi peladinha muitas vezes e até a cor da xana era igual, tesão duplo.

Transavamos muito na area da churrasqueira da casa dela, uma vez debrucei ela na mesa, levantei seu vestido, tirei a calcinha e estava comendo ela por trás, enquanto ela delirava com meu pau, eu vigiava o corredor como sempre para não ser pego pelos pais dela.Derrepente notei que a cunhada estava vindo, não falei nada e continuei socando a Simone com mais força, deixando o pau quase saindo e socando denovo só para cunhada ver o tamanho da benga.Só sei que ela chegou parou por alguns segundos vendo a gente de lado, virou e foi embora "aposto que foi bater uma siririca "a Simone nem viu pois estava com a cabeça encostada na mesa virada para o outro lado, gozei muito naquele dia.Nunca ninguém falou sobre o assunto meu sonho era comer as duas juntas mas não rolou.

Quinta virgem:

Cris 19 anos morena jambo, pernas comprida, boca carnuda, um corpão lindo, peitos e bunda bem durinho, a bunda empinada muito gostosa, conheci no trabalho.Não estava a fim de namorar, mas louco para comer, então dei em cima dela e ela apaixonou.Quando ela disse que era virgem, tentei sair fora pois já sabia que ela iria ficar no meu pé, não deu outra.De tanto ela insistir um dia levei ela em casa, morava sozinho, a ideia era conferir o selo e lá estava, abri sua pernas compridas e passei a noite chupando sua buceta toda depilada com cheirinho de bebe, até ela aprender a gozar na minha boca.Mas resisti e não comi.Alguns dias depois, como previsto ela ficou no meu pé (come minha buceta, por favor come,come),então levei ela em casa, logo que entrei virei ela de costas em pé com a mão na mesa, levantei sua saia, desci sua calcinha preta de renda até os sapatos de salto, abri um pouco suas pernas até seu cu ficar na reta do meu pau, pois ela era um pouco mais alta do que eu, passei saliva na cabeça do pau, encostei na porta do cuzinho, e fui empurrando devagar, e ela gemendo e dizendo - ai não, ai não . Não tive dó enviei o pau no cuzinho 100% VIIIRRRGEMMM, não deu pra ver seu rosto, mas imagino como ficou seus olhos. Peguei gosto e transamos assim por mais um mês, virgem da buceta e com o cuzinho piscando e então ela começou a me cobrar denovo (por favor, tira meu cabaço, come minha buceta).Então falei pra ela vestir sua liga, perfume,etc, e marcamos ir num motel domingo a tarde, após todo o ritual deitada na cama com pezinhos pra cima tipo franguinho ......(ela então arregalou os olhos, dilatou a pupila,e gemeu ããã) liberando a sua buceta VIIIRRRRRRRGGGEEEM.essa ficou viciada em sexo.Nunca namorei mas comi muitas vezes.Filmei nossa transa também.

Sexta virgem:

Para encerrar fiz tudo de bom que fiz com as outras e estou com ela até hoje, mas uma coisa é certa as meninas esperam uma sensação de dor, porem libera o cabaçinho porque acha que encontrou seu príncipe encantado.

Me senti um carteiro do sexo de tanto lamber selinho.

O próximo conto será COMO TRANSEI A PRIMEIRA VEZ. carlosretman@gmail.com abraços.

Comentários

29/08/2009 20:08:45
E quando foi que dilataram as tuas pupilas?
29/08/2009 15:26:22
haahaaah Só pra rir mesmo...
29/08/2009 10:38:47
acorda do sonho coroa zero
29/08/2009 10:08:38
10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.