Casa dos Contos Eróticos

Feed

Perdendo o cabaço

Autor: will charlie
Categoria: Homossexual
Data: 07/07/2009 12:31:28
Nota 9.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia
Clique aqui para vídeos gay

Quando perdi meu cabaço, deveria ter uns 14 anos, mas já com um corpo bem definido, e uma bunda de para o trânsito, grande, empinada e bem redondinha, ótima de receber um pau bem grande e grosso.

Próximo da minha casa tinha um deposito de gás com um terreno enorme que uma galera e eu costumávamos brincar de bola e se esconder, porque tinha uma parte do terreno que era só mato, e um mato bem alto, quase 2 m de altura. Em um desses dias brincando de se esconder, fui para o mato e sem querer olhei um amigo meu comendo outro, e eu já tinha vários desejos sobre esse sexo, mas nunca tinha olhado nem tomado coragem para fazer e fiquei a olhar eles ali na minha frente fazendo aquela delícia, um chupando o pau do outro com tanto zelo que parecia um bichinho de estimação, descia e subia gostoso no pau do meu amigo, sugava aquela cabeça tão gostosa, quando meu amigo começou a meter quase que dou um pulo para cima só para ficar no lugar do outro, mas me controlei por medo de descobrirem minha excitação por homens, e fiquei observando aquela foda tão gostosa e batendo uma punheta aqueles dois me deixaram louco de tesão que rapidamente gozei e fui saindo de mansinho mas, meu amigo percebeu e eu sai rápido para ele não me ver mas com certeza me viu, pois ficou me jogando umas indiretas depois da brincadeira que já estávamos sentados conversando, ele alguns amigos e eu.

Até que começou a escurecer e todos começaram a ir para casa, mas ficamos nós três lá sentados conversando, o outro levantou para ir e eu disse que já ia também e meu amigo convidou-me para ficarmos mais um pouco e eu fiquei, pois estava doido de tesão e só o convite dele me fez imaginar logo várias loucuras e deitei-me de bruços perto dele e ele também e começamos a conversar quando ele começou a jogar pedras em minha bunda e eu fiz que não estava sentindo mas gostando da brincadeira dei uma de macho e pedi pra ele parar com aquela frescura e ele me disse que achava minha bundinha muito gostosa que tinha vontade de pegar me levantei e disse que iria embora se ele continuasse com isso porque eu não era fresco, disse-me que iria parar.

Deitei novamente e virei a cabeça para o outro lado para ele não notar que estava sem jeito e doido de tesão por ele, quando de repente ele pulou em cima de mim e me segurou e começou a se esfregar em cima de mim já com seu pau meio duro, eu fiz força para me soltar mas ele era mais forte do que eu e pediu que eu relaxasse que ele não iria fazer nada se eu não quisesse, então fui relaxando e ele foi me soltando aos poucos e senti aquele cacete crescendo mais ainda em cima da minha bunda, eu com o corpo estremecendo de tesão fiquei parado enquanto ele começou a baixar meu short, quando senti aquela pica na entrada do meu cú fiquei com medo e virei, ele me disse para ter calma que ele seria carinhoso comigo e pediu que chupasse seu pau, meio sem jeito comecei a chupar e sem querer passei o dente, ele gemeu e disse que ia me ensinar a fazer, mandou eu abrir só um pouco a boca e começou a meter seu pau em mina boca. Vai descendo e subindo a boca em meu pau bem gostoso, agora para e passa a língua na cabacinha, mete todo ele i fica brincando com a língua nele, agora desce e chupa os ovos vai bem gostoso o deixa bem babado para ficar mais fácil de entrar no seu cuzinho. Ele virou-me de costas cuspiu em meu cú e foi dando entrada com o dedo em meu cu já piscando de tanta excitação, foi metendo um depois dois dedos até que se preparou e começou a forçar o anel do meu cuzinho com seu pau grosso e grande, pedi que fosse devagar e ele sussurra em meu ouvido; tem calma que eu vou comer teu cuzinho com muito carinho que você vai sentir só prazer, quando senti a cabeça de seu passar o m,eu anelzinho gemi e segurei sua perna para parar um pouco e ele parou e começou a rebolar em cima de mim afim de abrir um pouco mais e foi metendo novamente todo seu pau ater que senti sua barriga encostar em minhas costas e ele começou de novo a rebolar pude sentir cada centímetro de sua pica dentro do meu cuzinho arrebentando minhas pregas, começou o movimento de vai e vem tão gostoso que eu delirava de tesão, mais com seus surros me dizendo que eu era gostoso, que cuzinho apertadinho, passava a língua em minha orelha, na minha nuca me fazendo estremecer todo, me pois de quatro e começou aumentar seus movimentos me abraçando passando a língua em minhas costas e avisou que ia gozar nem deu tempo de pedir que gozasse em minha boca quando senti sua porra entrando em meu cú, aquele liquido gostoso e quentinho, ficamos parados por um tempo com seu pau dentro do meu cú apenas a luz da lua até que fui sentindo seu pau diminuir dentro de mim e dando espaço para sua porra escorregar entre minhas pernas, me vesti e deite com muito cansaço e meu cuzinho em brasa, ele deitou do meu lado e falou que era u cuzinho mais gostoso que tinha comido e queria repetir a dose outras vezes, ainda um pouco sem jeito disse que tinha gostado e que também queria de novo mas que ficasse só entre nós dois, nos levantamos e fomos para casa e ficamos nos encontrando varias e varias vezes depois.

Comentários

08/07/2009 18:08:00
publica sim cara foi legal continua ai, c bem q podia descrever mais vc e elee por ai vai
08/07/2009 09:46:18
me add dedobh@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.