Casa dos Contos Eróticos

Feed

sexo na cadeia

Categoria: Heterossexual
Data: 01/07/2009 16:25:37
Nota 4.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

caros amigos,este e o 02 conto que publico,estava eu em minha loja lendo o jornal quando vi uma materia que dizia assim(presas fasem sucesso em passarela da cadeia )tinha 05 mulheres lindas que davam água na boca de qualquer marmanjo, eu logo me apaixonei pela segunga da fila, sem maldade nenhuma eu guardei aquele jornal por auguns dias, e depois mostrei para minha esposa e disse que as mulheres que estavam presas eram lindas ,a mulher pirou na hora rsrsrsrs mas como o diabo não gosta das coisas certas; voltei para a loja e ai entrou um amigo meu que estava falando ao celular, percebendo eu que ele falara com sua cunhada ,que tanbem estava presa no mesmo presidio, eu pedi a ele que deixa-se eu conversar com ela um pouco ,assim sendo feito, eu disse oi symone, arruma uma namorada para mim ai na cadeia ,rsrsrs e ela me respondeu ja é amigo ,eu respondi ,eu quero uma daquelas modelos que saiu no jornal ,e a symone me respondeu ,entao mano comversa com a polyanna aqui ,na hora eu nao imaginava que era a dita cuja em que me apaixonei só de ver a foto, pois se tratara de uma bela jovem de 22 anos de idade e com um corpão de dar agua na boca ,seguiu-se a conversa, ola gata como vc esta?bem e vc?falei para ela fiquei apaixonado por uma amiga sua ,ela disse qual ?eu respondi a terceira da foto,mais rapido possivel ela deu uma gargalhada no celular e disse;sou eu;enfim,marcamos um encontro e foi eu la para o presidio feminino num sabado ensolarado, consegui faser a carteirinha e entrar na cadeia ,quando vi aquela deusa pessoalmente. eu fiquei louco de tesão e pensei ,e hoje que me acabo nesta mulher;entramos para a cela avia mais de 35 detentas uma mais gostosa doque a outra ,entramos para a cama dela chamada de jega e começamos a se beijar loucamente ja não aguentava mais de tanto tesao por aquela mulher pois eu ficara mais ou menos 02 meses tc com ela pelo celular ,começei beijando a polyanna pelo pescoço e ela se contorcia de tesao´,pois ja avia um ano e seis meses que estava presa e sem HOMEM ,o calor apertava e o tesao aumentava passei a mao pelos seios ela suspirou e me disse vai amor me chupa todinha ja estou toda molhadinha,e eu fiquei sego na hora nao liguei para as outras visitas que estavão na mesma sela e começamos a faser amor ali mesmo .chupava os peitos dela e enfiava as maos dentro da caucinha começamos em uma preliminar e quando demos contas as cortinas da jega ja estava balançando e as pessoas perceberam que estavamos transando ali mesmo a unica coisa que nos separava era uns lençois que era amarrado na parede, polyana gemia gostoso ,com uma bucetinha toda raspada e um belo par de coxas me enlouquecia, e suavamos feitos animais no cio,ela pedia para eu chamar ela de bandida ,de vagabunda e eu obedecia peguei ela de quatro e comecei a cavaugar gostoso em cima dela ela rebolava feito uma cadela e me pedia para bater na bunda dela bem forte ,como era a 01 ves que nos estavamos juntos eu fiquei um pouco receioso mas logo fui me soutando e atendendo ao seu pedido,socava gostoso naquela presidiaria gostosa que a muito não sabia oque o era um pau entrando nela.pediume para chupar a buceta dela e eu começei a chupar gostoso e ela rebolava feito uma louca na minha boca podia sentir aquele gostinho maravilhoso que exalava de sua vagina passei a minha lingua no cusinho dela e ela suspirava e me disia vai meu macho enfia essa sua lingua bem gostoso no meu cu eu ja estou quase gosando uiiii vaiiii bem forte vaiiii delicia ;o coraçao estava acelerado, ela com a bunda toda enpinada para mim a buceta parecia uma flor desabrochando e o cusinho piscava louco por uma penetração, vendo esta cena eu não aguentei e comecei a cavaugar em cima dela e a tirar o pau e enfiar na entrada no ritimo lento por varias veses e logo em seguida enfiar ate o talo subi na posição do macaco (aquela que pegamos a mulher de quatro mas não de joelhos na cama,mas sim com o corpo todo enclinado para a frente e o pau fica livre para penetrar gostoso)e ela rebolava e gemia e eu fodia ela gostoso ate que esplodimos em um tesão maravilhoso o qual eu nao tinha sentido antes e assim nos terminamos e fomos tomar um banho para refrescar ,pois o calor era intenso na cadeia ,ao sair -mos da jega ,a cadeia inteira estava nos olhando com um sorriso no rosto ,e eu com a maior vergonha me despedi dela e voutei para casa com o pau todo inxado e escapelado ,mas feliz da vida por ter gosado gostoso com minha presidiaria ; espero que tenham gostado logo vou relatar o que descobri dela na cadeia la nao tem HOMEM RSRSRSR e ja dar para imaginar oque acontece em um presidio feminino obs:me perdoem os erros de escritas (marrony2806@hotmail.com)

Comentários

02/07/2009 08:17:23
sapão recaucadas
01/07/2009 21:30:30
Se pede desculpa pelos erros de escrita, pelo menos dá uma revisada antes.
01/07/2009 19:47:45
que nojento mentiroso

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.