Casa dos Contos Eróticos

Feed

Fudendo a minha madrasta

Autor: Jackson
Categoria: Heterossexual
Data: 23/07/2009 14:42:12
Nota 5.25
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Estou aqui, mas uma vez para relata umas das minhas historia q aconteceu comigo.

Morava eu meu Pai e minha vovó na cidade satélite de São Luis (MA), eu e meu pai sempre nos demos muito bem ele sempre estava do meu lado quando eu precisava, ele sempre me dizia que pra mulher nos não temos amigos, que quando agente menos espera ou um amigo nosso ta pegando a nossa namorada ou agente ta com a deles, pois é, mas eu sempre pensei de outra forma. O meu pai sempre foi mulherengo nunca deixou escapa nem uma mulher que estava afim dele mesma sendo mulher de amigo dele, mas sempre foi querido por muito La no bairro, ele namorava justo a ex mulher do amigo dele, uma morena muito gata fazia meses que eles tava juntos ela era a madrasta, mas gostosa que eu já tive quando eu chegava perto dela chego eu pensava varias loucura eu fazendo com ela na cama, mas claro que tinha que respeita era a mulher do meu pai, ela ia lá pra casa e ficava desfilando na casa toda com aquele shorts uma vez sem querer ela me viu eu olhando pra bunda dela que tava quase toda pra fora e me perguntou o que eu tanto olhava pra bunda dela, fiquei totalmente sem palavras e sai logo de perto dela, toda vez que ela tava La em casa eu me masturbava pensando nela. Um belo dia meu pai saiu pra beber e eu saí com meus amigos de cross quando de umas 23h30min eu chego em casa e vejo aquele barulho vindo do quarto do meu pai eu vou lá nas pontas do pé pra ninguém me ouvir a porta do quarto dele estava aberta quando eu vejo ele e a gostosa da minha madrasta tirando a roupa dele porque ele tava meio bêbado e de repente ela começa a chupa o pau dele e ele metendo o dos dedo dentro da buceta dela que já estava toda molhada ela gemia como uma louca, logo começou a levantar dentro da minha cueca 20cm de carne, eu sai logo da Le antes que eles me olhasse. Fui para o meu quarto e comecei a me masturba de novo eu não parava de pensar eu comendo aquela gostosa da minha madrasta.

No dia seguinte eu acordo e lá estão eles tomando café eu me sento ela coloca o meu café e me pergunta com aqueles mesmo olhar de safada como foi a sua noite ontem? Eu respondo! Foi ótima, e a sua? Ela maravilhosa e olha pro meu pai e começa a sorrir meu pai se levanta da mesa e diz tenho que sair pega a sua blusa e sai claro conserteza foi à casa da outra, e ficou apenas eu e minha madrasta em casa ela com aquele mesmo shorts eu não conseguia disfarça não parava de olhar pro rabo dela, ela logo percebe e novamente me pergunta o que você ta olhando, eu sem fala nada continuo tomando o meu café ela diz eu já percebe que você sempre fica olhando pra minha bunda quando to de shorts curto, eu vi ontem você espiando pela porta sabia, eu respondo é que eu tava passando pro meu quarto e ouvi aquele barulho a porta tava aberta ai eu fui da uma olhada pra vê o que estava acontecendo, ela então você viu que não tava acontecendo nada de mas nem, eu dei uma risada e responde conserteza não, eu peguei terminei de toma café e subi pro meu quarto, eu só encostei a porta e liguei o computador tava eu lá vendo sites pornográficos, quando de repente minha madrasta entra de mancinho e da uma risada alta e diz a é por isso que você se tranca nesse quarto NE eu sem reação fechei logo a pagina, eu me levanto da cadeira quando a vejo ela tava só de toalha, eu disse você não vai banhar ela vou sim mas vim ver o que você estava aprontando, eu já tava com o pau bastante duro olhava pra ela já com vontade de tirar a toalha dela e Chu pala todinha ela me olha e diz você já ta me desejando novamente não é, eu criei coragem e disse sim estou Le desejando muito ela olha pro meu pau e diz já percebe isso por isso vim aqui pra vê se você tinha coragem e me dizer isso, de repente ela tira a toalha e diz quero vê do que você é capaz, ela se ajoelha na minha frente e abaixa a minha bermuda e tira a cueca e da uma lembidinha bem na cabecinha do meu pau de leve e começa a chupa eu nem acreditava que a minha madrasta gostosa ta ria me chupando ela começa a chupar mas forte foi quando eu não agüentei mas e gozei na garganta dela, ela se deita na minha cama e pede pra eu chupar a buceta dela que Tava toda molhada já eu comecei a chupar ela gemia muito eu sentia aquele gosto meio salgado do esperma dela eu dei uma lembidinha bem no cuzinho dela que ela se retorceu toda em quanto eu metia a minha língua na buceta dela bem devagar ia enfiando o meu dedo no cu dela ela gemia muito me xingava dizia pra eu não parar foi quando ela gozou na minha boca, ela levantou e deu mas uma chupada em meu pau e ficou de quatro, e disse quero que você me coma assim fui enfiando o meu pau na que La buceta rosadinha que os 20cm sumiu dentro dela ela gemia eu socando bem forte ela gritava de tanto tesão, eu peguei sem tirar o meu pau de dentro da bucetinha dela virei ela deitei ela na cama e comecei a enfiar mas forte e mas fundo ainda chega os meus sacos batia na bunda dela. Quando ela me disse vou gozar eu fui tirando o meu pau e deixei só a cabecinha e enfiei de uma vez dando uma socada La dentro ela gozou como uma vaca, eu ainda de pau duro virei ela e disse agora vou comer o seu cuzinho ela sem pensar duas vezes disse come mete logo esse pauzão no meu cu vai, eu dei uma cuspida bem no cuzinho dela e mete de uma vez que ela deu um grito e disse vai continua não para eu comecei a socar forte e dando umas palmadas na bunda dela ai que ela gemia mas ela gozava que nem uma vaca e eu arrobando o cu da minha madrasta, eu enfiava nela e ela dizia você é igual seu pai na cama muito gostoso...

Vai arroba o meu Cuzinho!

De tanto eu soca forte no cuzinho dela chega começou a sangra fiquei meio assustado e disse não é melhor nos para, ela disse ta maluco continua é que eu nunca tinha dado o meu cu pra ninguém é por isso, então continuei quanto mas eu enfiava o meu pau ai que ela pedia pra eu bater nela tava chorando já de tanto tesão, coloquei ela novamente de quatro e fui enfiando na que Le cu que já estava todo avermelhado por causa do sangue nos já se esbaldando de suo eu já não queria mas sai de cima dela de tanto tesão...

Foi quando eu não agüentei, mas e gozei dentro do cu dela o meu pau todo sujo de sangue ela pegou e limpou e começou a chupa tirando as ultimas gota de esperma... Ai nos terminou ela disse esse segredinho vai ficar só entre nós dois. Ela foi tomar um banho eu também o meu pai chegou e ficamos como se nada tivesse acontecido.

Eu fiquei fudendo ela até quando eu fui embora de lá...

MSN: moreninho_show@hotmail.com

Comentários

28/07/2009 21:43:54
AEEEEEEEEEEEEW PORTUGUES BOOM DU KCTI 10 POR ISU
23/07/2009 22:47:17
Eu ri do "esperma dela"
23/07/2009 16:21:05
Mau escrito e uma história que não convence ninguem, amigo ! Descuulpa Nota 2 !
23/07/2009 15:40:42
voce e um viado
23/07/2009 15:13:21
Puta que pariu vai escrever MAL ASSIM SO NA TERRA DOS LADROES DOS SARNEYS
23/07/2009 14:55:28
bom o conto..gostei...tambem transo com minha madrasta..hhhee
23/07/2009 14:43:06
desculpa por algum erro espero q gostem e dao a nota de vcs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.