Casa dos Contos Eróticos

Feed

Enlouquecendo Papai

Autor: Ela
Categoria: Heterossexual
Data: 10/05/2009 10:56:28
Nota 8.80
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sempre fui muito sapeca, tenho 19 anos e um corpo muito bonito, cabelos castanhos e compridos. Minha relação com minha família era normal, brigas e desentendimentos, mas, muitas horas de alegrias e descontração. Quando comecei a sair nas baladas, notei que meu Paizinho sempre ficava zangado comigo, de cara feia e nem conversava direito, ficava um saco e foi piorando com meus pilequinhos. Já estava numa situação muito chata e indiferente. Duas casas pra baixo da nossa casa, mudo-se uma senhora muito elegante e distinta, viúva e um pouco solitária, foi muito fácil fazer amizade com ela e todas as tardes conversávamos bastante. Um dia em uma de nossas conversas, já bastante íntimas, confessei pra ela o problema com meu pai, ela perguntou se estava preparada para escutar o que ia dizer, respondi que sim, então me disse que o papai ficava assim comigo porque tinha tesão de sua filhinha e que não suportava ver ela com outros. Fiquei pasma, branca, quase sem saber o que falar, porem disse a minha amiga que meu pai era uma pessoa séria e não acreditava no que ela estava falando, quando ela me perguntou – há quanto tempo o seu pai não te pega no colo? Garanto que desde que voce começou a ficar mocinha ele sempre a repeliu, quando ia sentar no colo dele, ele a empurrava de forma discreta. Estou certa ou errada? Comecei a pensar e recordava que realmente isso acontecia. Perguntei a ela como pode isso acontecer? Ela me disse que a maioria dos pais tem uma tesão muito forte pelos filhos, só que inconsciente. Fiquei com aquilo na cabeça pelo resto da noite. No dia seguinte nem esperei a hora certa pra ir conversar com a vizinha e fui logo falando, como poderia fazer para viver normalmente com minha família? Ela falou que seria um jogo perigoso que eu deveria saber a hora de parar, disse que quando estivesse somente eu e papai em casa pra andar de calcinha, com uma blusa bem curta e sem nada por baixo, antes porem deveria fazer as pazes com ele, pedindo desculpas por algo que fiz de errado e depois disso tudo resolvido agiria para manter o bom relacionamento, mas nunca de forma vulgar. Cheguei em casa e papai estava sentado no sofá assistindo tv, me aproximei e disse: - Papai desculpa por alguma coisa de errado que te fiz, juro que não era minha intensão. Ele me deu um breve abraço e me disse que so queria o meu bem. Comecei a chegar um pouco mais cedo das baladas e diminui as cervejas. Quando mamãe não estava em casa usava somente calcinha e uma velha blusa que deixa bem visível os meus peitinhos, era só dar uma pequena abaixada. Notei que o relacionamento com papai melhorou 100%, ele não xingava mais, me tratava como uma princesinha. Voltei a conversar com a vizinha relatando que tinha melhorado muito o meu relacionamento com papai, e ela disse que se estava bom que ficasse somente nisso, se fosse adiante eu iria dar minha bucetinha para meu pai e se era isso que queria deveria ir mais além. Perguntei:- além como? Jogo sensual disse ela, seu pai já te vê todos os dias de calcinha, pede pra ele espalhar um creme hidratante no seu corpo depois do banho, logicamente quando somente voces dois estiverem em casa. Voltei pra cara e meu pai estava no quintal descançando, mamãe estava na casa de minha vó, rapidamente tomei um banho e de toalha pedi pra ele espalhar o hidratante, meu sem jeito e com as mãos tremendo um pouco espalhou nas minhas costas, agradeci com um beijinho no rosto e fui me trocar, pois tinha uma festa pra ir. Não acredito no que aconteceu, papai me perguntou se eu tinha dinheiro para sair, coisa que ele nunca havia feito, me deu 30 reais e eu agradeci com outro beijinho no seu rosto.

Já não sabia se parava ou continuava, quando papai foi viajar fiquei sem ninguém para passar o hidratante durante uma semana e notei que eu também gostava daquele jogo de sedução e que gostava quando sua mão tocava minhas costas. Novamente fui na vizinha que me alertou: -Ou para agora e fica nisso ou voce e seu pai vão tranzar. Disse pra ela que acho que gostaria de tranzar com ele, pois as minhas tranzas com os moleques da minha idade foram sempre bons, mas não muito exitante. Se á isso que voce quer, voce devera dar liberdade pra ele te ver muito sensual e jamais demostrar que voce poderá um dia delatar o caso de voces, isso acabaria com sua família com ele e com voce, marcaria a vida de todos da família e me deu as instruções.

Quando mamãe saiu para ir trabalhar, pois ela trabalhava de sábado e papai não, entrei no banheiro, tirei toda minha roupa e chamei o papai dizendo que o chuveiro estava dando choque, ele que levou o maior choque me vendo totalmente peladinha, com minha bundinha toda a mostra, ele ligou o chuveiro e saiu, quando eu falei pra ele ler um trabalho da escola que estava na minha cama, apressadamente terminei de tomar o banho e sai para o meu quarto enrolada numa toalha e semi molhada, bem de frente a ele me abaixei para pegar uma calcinha propositalmente deixada na ultima gaveta, mostrando a ele minha linda e depilada bucetinha, foi uma abaixada bem rápido para não dar impressão de vulgaridade, mas de descuido. Ele sentado na minha cama e lendo o trabalho, falou que estava bom e foi se levantando para sair, ai deitei na cama e pedi para ele passar o creme nas costas (aínda não tinha colocado a calcinha) ele meio sem jeito espalhou o creme nas minhas costas, quando falei para espalhar atrás das minhas pernas, foi a primeira vez que notei um volume no seu calção, espalhou bem pertinho do meu reguinho e imediatamente levantou-se e saiu do meu quarto indo pro banheiro, fiquei imaginando o que ele foi fazer...kakakaka.

De noite pude observa e escutar o barulho vindo do quarto de papai e mamãe, deveter sido uma trepada e tanta.

No dia seguinte, mamãe saiu la pelas 9 horas e eu tinha chegado em casa as 2 da manhã, mesmo com sono fui tomar um banho, saindo do banheiro só enrolada na toalha, e pedi pra ele espalhar creme em mim, só que dessa vez, sentei ele no sofa e sentei em seu joelho, roçando minha bucetinha na pele dele, remexendo bastante ele começou a espalhar e eu toda molhadinha, que delícia esfregar minha buceta no joelho do papai, como eu estava de costas para ele, virei de frente e pedi para ele espalhar nos meus peitinhos e na barriga e sempre rocando. Já estava quase tudo certo quando ouvimos mamãe chegar e rapidamente fui para meu quarto. Mamãe veio pegar a carteira que tinha esquecido dizendo que demoraria mais umas duas horas. Papai sentou novamente e eu imediatamente fui até ele e disse que estava com uma dor muito forte, ele se assustou e perguntou onde, mostrei a minha virilha e peguei sua mão e levei até ela, falando: -Papai, olha se não tem nenhuma coisa ai? E ele me respondeu: - Só uma bucetinha raspadinha toda molhadinha querendo um bom pinto. Eu dsse: - Papai???que coisa, adorei voce dizer isso e voce pode me ajudar? Nesse instante ele começou a colocar o dedo nos grandes lábios e discretamente enfiar a ponta do dedo na minha suculenta bucetinha, comecei e gemer de tesão, abaixei e tirei pra fora o mastro suntuoso e duro começando a chupar como se fosse minha primeira vez, ele deitou e me puxou para cima chupando minha buceta de forma explendida, a lingua corria toda minha xaninha e de vez em quando colocava toda sua lingua la dentro, beijando meu grilo. Pedi pra ele me comer, colocar tudo dentro da minha xaninha que não aguentava de tanto tesão, ele me falou que só depois de eu gozar na sua boca é que iria me penetrar e aumentando o seus movimento de lingua dentro da minha bucetinha, gozei muiiiito, e tentou me penetrar depois, mas ai eu falei que não era justo, já que eu gozara na sua boca ele deveria gozar na minha boca e segurando fortemente seu pau, enfiei na minha boca e comecei a chupar de forma mais agressiva, e ele gozou tudo na minha boquinha e eu engoli cada gota. Ele me beijou na boca (selinho) e me disse se algum marmanjo já me tinha feito gozar desse jeito. Falei que não, pois fui sincera, nunca tinha gozado somente com uma boa chupada. Ele me pegou pela mão e me levou ao banheiro, deu banho em mim e tomou banho, me deitou na minha cama e começou a me chupar outra vez, que delícia, que bom, comecei a gritar baixinho de tanta tesão, ai ele se colocou de frente, abriu mais minhas pernas e meteu com raiva, na primeira entrada gozei e muito, ele continuou metendo, me preenchendo com seu orgão duro, parou e me disse que queria o meu cuzinho, prontamente me coloquei numa posição de fácil acesso ele começou colocando um dedo, dois dedos e logo depois a rola pulsante. Gozei novamente como louca, tudo já não fazia sentido, quanto tempo perdido.

Hoje em dia trepamos silenciosamente quase todos os dias, ninguém sabe, somente eu e mei pai amante e que amante

Comentários

12/06/2011 22:23:00
Muito bom....
12/09/2009 05:16:13
Leia com atenção: Pode ser que um dia você venha a discernir vírgula de ponto e que, após um ponto reinicia-se em maiúsculo. Também que a existência de pontuações e parágrafos tem um objetivo vivo dentro da prosa e do verso, fazer o leitor sentir o que você narra. Pelo seu esforço também vou dar-te 6 http://www.uniblog.com.br/vidadeanjos/407533/hipocrisia.html
23/06/2009 17:29:33
Uaul adorei e-mail nando_sp@globomail.com man fernando_ygt@hotmail.com
21/05/2009 16:59:13
Muito bom, pena que não sou seu pai, continue escrevendo assim, adorei.gmcorin9@gmail.com
21/05/2009 15:10:58
Conto gostoso! 10 :D
16/05/2009 23:37:01
Achei meio fraco, já li melhores
16/05/2009 17:09:08
Putssss vc é de SP
11/05/2009 14:14:33
muito bom
11/05/2009 10:40:45
venha aki garota para ver o q é sexo sem vergonha e com muita safadeza vem!!!! furby.love@hotmail.com http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=&rl=t
11/05/2009 07:27:58
esqueci de dar a nota antes... rsrsrs
11/05/2009 07:27:21
bom.. precisava colocar mais detalhes da trepada... mas está bom... me adiciona francoap0109@hotmail.com
10/05/2009 23:28:02
mt bom gata adorei mesmo kero tc com ok então pode me add rafael_morim31@hotmail.com msn ok ei teu conto vale mil
10/05/2009 11:48:22
bom

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.