Casa dos Contos Eróticos

Feed

DANDO CARONA PARA MINHA COLEGA

Categoria: Heterossexual
Data: 13/04/2009 19:53:40
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá a todos o conto que irei relatar aqui é um fato imaginário espero que gostem.

Bem estou cursando o terceiro ano em uma cidade do interior de Goiás estou acostumado como sempre ir de carro para a escola é voltar também de carro, de uns tempos pra cá começamos a dar carona para umas colegas minhas meu irmão sempre volta dirigindo é muito bom dar caronas para algumas delas, fato que num certo dia uma das minhas colegas começou a ficar me olhando nas aulas e eu olhando ela também na sua boca maravilhosa , e seus seios durinhos , em sua calcinha preta , nas suas coxas, no rumo de sua buceta.

na hora de irmos embora eu procurei se ela queria carona ela falou que eu e que sabia em profunda empolgaçáo respondi entáo vamos esperei até ela sair na porta para sair colado nela esbarando nela ela deu um sorriso e continuei assim fomos para o carro o meu irmáo no volante e um palhaço de seu colega lá atrás do banco o chateaçáo na hora pensei mas que coisa logo agora isso vai acontecer é no entanto para a minha alegria uma das meninas foi na frente é eu fui no banco de trás para a minha maravilha foi preciso de uma ir no colo para eu entrar mas tudo bem eu fiquei do seu lado era só o que eu queria sem que ninguém percebesse eu coloquei a máo perto de sua coxa ela virou a cara e soltou um sorriso é eu também e fomos entáo deixamos a menina em casa e fomos deixar ela deixamos ela e fomos embora.

Mais tarde voltei na sua casa para pedir ajuda em uma tarefa ela me chamou pra dentro do seu quarto e fechou a porta ninguém estava na sua casa lá ela me mostrou a sua tarefa quando sem mais nem menos mencionei a carona de mais o quanto ela tinha sido boa é o quanto eu gostei , ela mencionou que também adorou e no entanto e que eu me aproximei mais dela falando o quanto sua boca é bonita ela me deu um sorriso é perguntou se eu achava mesmo respondi que sim e que era um sonho poder beijar ela manifestou uma cara de espanto e falou que isso era possível só bastava eu acreditar é ai que eu aproveitei e beijei ela ela com firmeza é carinho nosso beijo se entrelaçou num estado muito bom e falei a ela que seu beijo é muito gostoso e repeti o beijo várias vezes até que coloquei a ponta dos dedos em sua coxa ela pediu precauçáo eu respondi que achava ela muito linda ela no entanto me beijou novamente dessa vez fui avançando mais até que cheguei a passar as mãos em seus seios ela se assustou eu falei para ela se acalmar , relaxar pois eu náo iria fazer nada que ela não quisesse e fui fazendo carinho é cafuné nela até que nossos beijos foram ficando mais demorados é mais tensos foi no entanto que consequi tirar sua camiseta é sua calça bem devagarzinho sem parar com os amaços é beijos em seu corpo até que ela se entregou completamente ao momentou e começou a dar pequenos gemidos baixos até que coloquei uma música bem baixa de preferência instrumental do meu celular é começou a dançar comigo em seu corpo colado ao meu eu atrás colado em sua cintura é ela me beijando com eu quase tirando seu sutiã quando eu o retirei e dei uma amaço carinhoso em seu seios e beijei seu pescoço foi no instante em que ela se virou e abaixou minha calça bem devagar é começou a me morder bem de leve meu corpo é acariciando com uma das mãos o meu pênis é abaixando as calças eu acariciei seus cabelos é elogiando ela bem devargazinho sua beleza seu tratamento tirou minha cueca se levantou é me beijou acariciando meu pênis bem de leve com uma suas mâos o explorando com carinho por completo com eu acaricinado um de seus seios com uma das mãos é com a outra em sua calcinha na sua bunda foi no instante em que ela parou é comecei a dar beijos é mordidas bem de leve nela principalmente seus seios abaixando para sua bariga tirando sua calcinha me senti mais excitado ainda quando vi sua buceta toda peladinha é bem zelada é cheirosinha acariciei ela bm ainda depois a ponto de ela pedir para eu penetra-lá nessas alturas eu já estava louco coloquei uma camisinha com cuidado é do jeito certo para não haver problemas é terminar o momento bem legal sem nenhuma preocupação quando eu fui penetra-lá ela já tinha gozado é pentrei ela com firmeza devagar é com determinação ao mesmo tempo a beijava é aumentatava os rritmos das estocadas com vigor é com carinho vindo a ser de várias posições legais quando gozei soltei um gemido é falei para ela falar que eu é o seu homem é que ela iria transar comigo a qualquer hora á qualquer momento ela afirmou é falei coisas mais pesadas do tipo que ela é gostosa bonita safada popozuda que é incrível seu jeito ela ficou pasma gozei outra vez mais desta vez mais calmo deitamos na cama ao som da música abraçados com ela deitada em cima de mim é eu acariciando suas mãos ela fechou os olhos durante uns cinco minutos acordamos é fui embora me despedindo dela com um beijo demorado falando a ela que eu sempre estarei perto dela protegendo ela é querendo ela cada vez mais.

Comentários

15/04/2009 05:05:04
Você disse certo, imaginário, E vc imagina que está na faculdade também né!!!!!!!!!!! Dou um 0
14/04/2009 18:53:06
vc esta no terceiro ano do primário né, não usa ponto, nem virgulas muito menos parágrafo. assim fica difícil.
13/04/2009 19:54:59
espero que tenham gostado é a primeira vez que escrevo um conto neste site.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.