Casa dos Contos Eróticos

Feed

traição em plena lua de mel

Autor: marisa
Categoria: Heterossexual
Data: 07/02/2009 23:39:20
Nota 8.78
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

lá estava eu as 6 damanhã vomitando e o canalha rindo ainda balançando aquele pau meio barro meio tijolo na minha frente , mas pra vcs entenderem pq isso aconteceu vou narrar o fato desde o começo.

me casei com 16 anos e meu marido tinha 18 nos casamos na bahia e viemos tentar a sorte em são paulo , como a maioria faz em nossa pequena cidade.

chegando aqui meu marido arrumou serviço numa obra e sempre muito amigavel logo tava enturmado com aquele monte de pião de obra, o ruim é que ele não se contentava em ter os amigos lá mais tinha o costume de traze-los pra beber em casa, pois bem eu não gostava disso e ja tinha comentado com ele que os caras viviam me encarando e olhando de cima á baixo; não sou linda mas tenho um corpo atraente seios e bunda grande e bem empinadinha.

e isso chamava muito a atenção dos ( amigos ) do meu marido que achava que eu estava exagerando, tudo bem não dava muita atenção e geralmente deixava eles com churrasquinho deles e ia dormir, foi qdo entrou nessa turma um tal de leonardo. muito bonitão alto olhos verdes e um sorriso de enlouquecer qualquer mulher , além de tudo muito simpatico adorava ficar contando histórias da terra dele e a hora passava que ninguem via.

foi qdo num sabado a noite meu marido chegou com o léo assim chamavamos ele depois de 3 meses de convivencia e eu com 4 meses de casada.

ja vinham do bar meio alegres e trouxeram algumas cervejas, linguiça pra fritar e pinga limão e açucar pra fazer uma caipirinha que eu adorava, meu marido me beijou colocou a cerveja na geladeira e léo foi preparar a caipirinha resolvi beber com eles tava uma noite gostosa e ficamos conversando e a hora foi passando eu ja estava pra la de bagda meu marido tbm e léo só sorria foi qdo percebei que ele não tirava os olhos do meu decote. fiquei um pouco sem graça mas não liguei muito , léo era gente boa e estava bebado era só isso

qdo vi que o litro de pinga havia acabado perguntei se não iam parar mas léo correu até o bar da esquina e comprou mais. aproveitei e perguntei ao meu marido: amor ja é tarde não é melhor o léo ir embora , meu marido disse com a voz ja mole : que nada amor dexa ele ae qualquer coisa ele dorme ai no sofa.

bom ja que é assim então ta nisso o léo chegou com a pinga e preparou bastante caipirinha nós tres tomamos e meu marido não aguentou mais caiu na cama e desmaiou

falei pro léo pode dormir ai no sofa que eu tbm não aguento mais ele concordou e tudo parecia bem ai ele perguntou . sera que não tem uma roupa mais leve pra me emprestar não gosto de dormir de calça jeans. acorcdei meu marido que só olhou pro lado do guarda - roupa e apontou uma bermuda depois apagou de novo.

dei a bermuda ao léo e fui tomar um banho deitei mas o sono não vinha não sei pq mas começou me dar um tesão uma vontade de dar uma antes de dormir nisso o léo ja tinha tomado um banho pos a bermuda e deitou no sofa. comecei mexer no pau do meu marido mas apesar de duro ele meu marido nem se mexia parecia que realmente havia desmaiado. fiquei por ali olhando foi qdo percebi que a bermuda do meu marido era muito grande pro léo pois dava pra ver a cueca dele a bermuda tava folgada curiosa fingi que ia no banheiro e passei bem pertinho pra olhar ,

foi qdo tudo começou acontecer reparei que léo tinha um pau bem maior que do meu marido fui chegando mais perto bem devagarzinho e léo dormia chamei ele baixinho mas ele não respondeu pensei comigo vou dar só uma apalpadinha nesse pintão realmente a caipirinha me deixou muito louca não sei o que me deu pra fazer aquilo só sei que peguei no pau dele e era uma delicia aquela sensação de perigo e aquele membro enorme pulsando em minhas mãos não me contentei em só pegar coloquei ele pra fora bem devagar fiquei admirada era maior do que eu pensava olhei pro léo e ele continuava dormir . então pensei se meu marido não acorda o léo tbm não vai acordar se eu der uma chupadinha

que loucura comecei dar uma mamada mas só conseguia engolir a cabeça qdo eu ia parar e ir pra cama ja arrependida do que havia feito eis que sinto as duas mãos do léo na minha nuca empurrando minha boca e me fazendo engasgar com aquele pinto enorme

e ele começou dizer baixinho pode continuar ps quetinha pro jair não acordar

nossa nesse momento me tremi toda que loucura ja tinha me arrependido e agora tava morrendo de vergonha mas não tinha mais saida então resolvi ir até o fim continuei chupando e ele começou a pecorrer todo meu corpo com suas mãos nossa que delicia fiquei com maior tesão qdo ele colocou o dedinho na minha bucetiinha que a essa altura ja estava ensopada.

léo me mandou ficar de quatro e levantou meu vestido abaixou minha calcinha e colocou aquele pau enormr na minha buceta quis dar um grito mas me controlei pois meu marido podia acordar

ele bombou gostoso mas não gozava acho que por causa da bebida foi qdo ele falou quero comer seu cuzinho tbm dei um pulo e falei que não de jeito nenhum . ai ele disse : vai dar sim se não acordo o jair agora e falo que vc me acordou com sua boca no meu pau. fiquei com as pernas tremendo mas obedeci apoiei as mãos no sofá e fiquei de quatro de novo ele encostou aquele pau no meu cú minhas pernas tremiam demais ele percebeu e falou pra eu relaxar que só doia no começo ele foi empurrando bem devagarzinho e falou pra eu fazer força como se fosse fazer coco qdo fiz força netrou rasgando tudo

não aguentei dei um gritinho por sorte jair não acordou as lagrimas corriam dos meus olhos nunca tinha dado meu cú pro jair e agora tava sendo arrombadaa força pelo seu amigo. ele bombou mais um pouquinho mas tava ardendo dimais pedi pra ele parar pq eu não aguentava mais de tanta dor

ae ele disse eu paro mais chupa mais um pouco então, naquele momento chupar era o de menos não pensei duas vezes e cai de boca denovo

mas o safado aproveitou e segurou meus cabelos e gozou na minha boca

corri pro banheiro e ele foi rindo baixinho atras vomitei tudo olhei no relógio ja estava quase amanhecendo pedi então que ele fosse embora e não voltasse nunca mais , mas ele me beijou e disse que agora ele não sairia mais da minha, fiquei um bom tempo dando escondida pra aquele safado. até que nos mudamos e perdemos contato. nunca mais trai meu maridinho mas as vezes lembro dessa história e me da um tesão...

Comentários

12/04/2009 13:47:18
KKKKKKKKK...A CURIOSIDADE PELO PROIBIDO É UMA COISA MUITO LOUCA...
14/03/2009 15:21:32
Marisa como vc é safada, que delícia! Fiquei louco pra te comer também! Mande fotos.
03/03/2009 21:17:18
hum delicia gozei... merece um 10.
08/02/2009 12:33:59
o que que faz a cachaça...foi muito bom este seu relato...
08/02/2009 01:23:40
Que safada.. Me convida pra dormi na sua casa neném.. ;D
07/02/2009 22:56:16
adorei seu conto queria fazersaber mais ok
vig
07/02/2009 22:41:33
se quiserem mais detalhes desse conto me add no msn claudiaamiga_@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.