Casa dos Contos Eróticos

Minha Mulher e o Cão

Autor: Somas
Categoria: Zoofilia
Data: 23/01/2009 20:45:02
Última revisão: 23/01/2009 20:05:05
Nota 9.25
Ler comentários (16) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ver minha esposa com outro, estando escondido, tem sido um tesão que só quem passou por isso pode avaliar.

Ve-la gemer, pedir força, pedir atitude de outro macho, é uma demonstração de quão femea ela é.

Sabedora de que estou vendo, ela fica ainda mais submissa ao outro, e a mim de certa maneira.

Mas, isso não é uma coisa pra se fazer toda hora. Pode acabar sendo uma faca de dois gumes, e sairmos machucados pelo excesso. Existe o risco, todos sabem.

Conversando sobre isso um dia, ela me falou que poderiamos substituir vez ou outra nossos amigos, por outro amigo até mais íntimo.

Na hora não entendi.

Aí caiu a ficha.......Já haviamos falado a respeito do tema, visto videos, e isso sempre causou um super tesão em nós dois: a zoofilia!!

Mas qual amigo seria esse, uma vz que não temos cachorro macho em casa?

Claro que o fila do irmão do meu cunhado, que mora a duas quadras dos pais dela, e sempre soliscita que alguem cuide do cão pra ele.

Normalmente meu sogro ou sogra fazem isso, mas minha mulher sempre achou que eles estão já velhos pra enfrentar o ímpeto brincalhão do cão, que é bastante grande.

Nossa.......aquilo me acendeu na hora, me deixou de pau duro instantaneamente.

Até hoje não sei bem porquê tenho tanto tesão em ve-la sendo fodida, seja lá por quem for, e isso so me aproxima dela, ao invés de me afastar.

A idéia do fila foi pra lá de excelente. Agora era só esperar a oportunidade.

Quando cheguei em casa, numa sexta feira, e ela me disse que tinha uma surpresa, eu ja imaginava......Naquele fim de semana iamos tomar conta do nosso mais novo objeto de desejo....

Adverti a ela que o fila é um cão grande, que portanto iria ter um nó compatível com seu tamanho.

O nó, pra quem n sabe, é uma bola que se forma na base do penis dos cães, qdo ele atinje o seu estado máximo de tamanho. Começa fino, pequeno, e sem o nó.

Depois que ele penetra na femea, a dele ou a minha..rsrs, mete sem parar e agarra pela anca, pq ele tem que deixar o nó crescer dentro. E´ a famosa engatada que os cães dão nas cadelas qdo copulam.

Aquela historia de passar a perna por cima delas e ficarem grudados, nada mais é que o nó que cresceu dentro, e pelos padrões da cadela, o penis fica preso.

Com as mulheres acontece o mesmo, mas sendo a vagina mais elástica, quando ele puxa, o nó acaba escapando, não sem antes alargar a boca da vagina o tanto que for o seu diametro.

Quando está dentro, massageia o ponto G, bem como dá uma bela forçada na região mais sensível da mulher. Isso, pra quem ja experimentou, é o Nirvana....gozos continuos, e a velha e boa sensação de submissão ao macho, e nesse caso, uma relação animal, 100% animal, crua, selvagem.

Sabado acordamos mais cedo do que precisava. Ansiosos pela nova aventura.

Ligamos pra confirmar. Eles já tinham ido viajar.

Era só irmos dar "comida" pro cão. E a comida já estava a caminho.

Medo, aprensão, ansiedade, tudo junto, no caminho até lá.

Teriamos coragem? Daria certo?

Só vendo. Qualquer coisa, tiraríamos o time de campo.

Entramos, fomos até o quintal onde ele fica, e foi aquela festa. Só queria brincar.

Dei agua, ração, arrumei tudo o que era dele, e entramos na casa para os preparativos.

Minha mulher tinha ido com um vestidinho meio curto, velho, sem nada em baixo. Ela me mostrou o estado que estava sua xana, o vestido e suas pernas...

d tanto que estava excitada. Tudo molhado.

Era sinal que queria muito experimentar o cão.

Falei pra ela ir pra sala que prepararia o cachorro. Lavei bem o pinto dele no banheiro da empregada, enxuguei e ele ja começou a mudar de atitude comigo....o penis ja deu uma entumescida. Confesso que deu um certo tesão manusear o cão, e pelo jeito nele tambem.

Chamei ele pra sala. Ele foi logo fazendo festa pra ela, que sentava na borda de um grande sofá.

Acho que pelo cheiro que ela ja exalava, de sexo, e pela propria curiosidade dos animais, ele logo descobriu a origem daquele perfume de femea.

Forçou o fucinho separando os joelhos dela, lambendo as pernas, abanando o rabo, tudo ao mesmo tempo, e firme no proposito de chegar ao ponto.

Minha mulher foi ficando ofegante, e começou a colaborar, afastando cada vez mais as pernas, e ele cada vez mais chegando perto da sua vagina.

..De uma reclianada, querida, e abra mais suas pernas, abra tudo, deixe ele chegar ate sua bucetinha...eu disse.

Ela encostou no sofá e abriu as pernas, levantando o vestido até a barriga.

O cão rapido achou aquela bucetinha vermelha de tesão, inchada, e tão melada que eu não acreditei qdo vi. Escorria em direção a bunda.

Deu uma cheirada e começou a lamber como um desesperado, por todos os lugares, em volta, tudo, e do nada ele se concentrou na boquinha da xana.

Disse pra ela levantar as pernas e abrir o máximo, deixando ela bem exposta pra elequerido ele tem uma lingua como nunca senti igual....áspera e grande...delícia!!! Tá me lambendo tão fundo, tão forte...

A buceta que já estava vermelha e inchada, estava ficando muito mais vermelha, assada pelas lambidas dele.

Ai, querido, como ele me lambe, como é gostosa essa lingua, não quero que pare nunca mais....-dizia.

Mas tinha outra coisa em mente.

Enquanto ele lambia ela, fui acariciando o pinto dele, punhetando de leve,e ele começou a fazer os movimentos de cópula na minha mão....Logo saia aquela ponta vermelha e brilhante pra fora, e ele corcoveava....forçando mais do pinto dele na minha mão, e cada vz mais pra fora.

Chamei ele pera subir, batendo na barriga dela, e ele logo obedeceu.

Me dei conta q ele tinha acabado ficando na posição missionária, ao invez do tradicional "de quatro".

Ele colocou uma pata de cada lado da cintura dela e a altura não dava......ele passava uns 15 centimetros acima da xana..

Chamei ele pra fora do sofá, e coloquei uma almofada em baixo dela.

De novo chamei ele pra cima.

Agora sim....na mira.

Masturbei ele de novo, e qdo foi saindo encostei na boquinha da xana dela.

Ele agarrou a cintura dela junto com a almofada como se fossem uma coisa só e deu uma estocada firme, mas tão firme que ela urrou...

- "Arrrghhhh, querido ele foi ate o fundo só nessa metida.

- " Aguenta que agora que ele vai crescer - eu disse.

Ele pegou ela de jeito, como uma boneca de pano, e meteu sem dó.

"Aiiiiiiiiii, doeu lá no fundo, como ele faz forte!!! E´ muito grande, amor, vai me arrebentar toda, como cutuca dentro, aiiiiii, não sei se vou aguentar ele todo...

Agora era tarde. Falei a ela que o pior já tinha passado, que era qdo o pinto está pontudo, como um osso....mas que ia inchar e ficar mais macio.

Ela ficou mais calma, e o susto foi dando lugar à excitação.

Agora já n queria que ele parasse. Queria ser possuida até o fim, até ele encher ela de gozo......até quando ele quisesse possui-la.

"Querido....ele é super grosso, que delicia, tá empurrando meu útero, a bola tá inchando, aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, to ficando cheia daquela porra dos filmes...to sentido que tá escorrendo......"

E estava mesmo.....escorria um rio pra cima da almofada, e eu pensando o que fariamos com isso agora!!! O tesão nos tirou toda precaução. Mas n era hora de pensar em sujeira, o pior ainda estava por vir.

Aos poucos ele foi parando os movimentos de foda e quis sair de cima dela. Segurei, como vejo fazerem nos videos de zoofilia, de maneira que ele ficasse mais tempo dentro dela, e ejaculando ainda mais, enchendo o útero dela de porrinha.....queria ver aquele rio sair de dentro dela depois.

Ela pediu pra segurar o máximo, pra deixar ele lavar ela por dentro.

Dizia quase gemendo que nunca na vida tinha se sentido tão fêmea,tão no cio, tão preenchida, tão bem comida......

Tive que concordar.

Devia estar sendo uma foda daquelas. Estava sendoA boca da buceta estava levemente se abrindo, pela força do nó querendo sair.

Falei a ela pra segurar ele pela coleira, pra que n saisse, e fiu rapido ate a cozinha pegar um pano de chão.

Falei a ela pra deixar ele tentar tirar, queria ver aquela bola abrindo caminho entre os lábios carnudos da bucetinha dela.

Quando largou da coleira, ele desceu do sofá, mas ainda com o pinto todo dentro dela. Estava um pouco preso dentro, mas a bucetinha foi se abrindo e logo saiu como uma espada sai da bainha.

Como aquilo tudo coube lá dentro eu não sei até agora, mas fiquei perplexo quando terminou de tirar tudo.

Em seguida veio a "onda" de porra de cachorro misturada ao melzinho dela.

Encharcou o pano todo, e o resto foi parar na almofada mesmo......Não adiantou nada eu ter ido pegar o pano....era muita porra.

Ela deu um suspiro de alivio e tristeza, pelo fato dele ter saido de dentro dela, e por ter aliviado a pressão, que ela disse ser boa, mas ardida.

Levei o cão pra fora e ela foi tomar um banho.

Arrumei como pude a bagunaça, e tentamos lavar a almofada, pra deixar o mais normal possivel tudo por lá.

Chegando em casa foi minha vez de comer minha cadelinha....

Larga e ainda melada por dentro, lisinha, super escorregadia, mostrando que ainda tinha porra do cão saindo de lá de dentro......Prometi em seu ouvido que iríamos mais vezes lá, se ela quisesse ou aguentasse.

Ela me disse que aguenta, afinal passou no teste.

E isso me diz que ela quer mesmo voltar lá. E eu, claro, vou levá-la....

Comentários

17/11/2013 23:00:19
Gostei de verdade. Que fincada legal sua mulher levou na buceta! Acho na minha simples opinião que empurrou até o útero dela para o fundo da barriga. Acho que o nó saiu arregaçando todas as veradas da buceta da sua mulher. Depois quando você foi meter nela, além de corno não achou mais nem as veradas, a buceta da sua mulher parecia um poço.
14/07/2010 08:11:07
adorei meu msn leitor_revista@hotmail.com e gostaria de contato com pessoas que tembem gostam de zoo
26/05/2009 09:28:19
Nossa, que loucura mas profundamente exitante, tenho lido alguns contos de zoofilia, que sinceramente tenho pensado em ter tal experiência com a minha mulher(somos liberais). Parabens pela ousadia e nota 9 para vcs.
15/05/2009 13:29:33
Queridos Somas com a minha namorada foi tal qual só que o pastor é nosso e pega-a também à missionario num banco almofadado com a altura certa
09/05/2009 23:58:28
foi bom
10/03/2009 02:34:04
gente sera que tem algum problema se eu dar meu cuzinho para 1 dog pod causar doença?
26/02/2009 00:59:49
É isso aí. Deve-se praticar sexo a vontade, até com animais.Já dei muito para dogs. Adoro ser lambida e traçada por eles.Me contate: loucapordogs@bol.com.br
07/02/2009 13:20:16
oi sou praticante de zoo e gostei desta istori miro_miau@hotmail.com
03/02/2009 10:59:11
ui, loquinha de tesão fiquei eu!
27/01/2009 08:27:36
VOCÊ GOSTA DE VER SUA MULHER SENDO FUDIDA POR OUTRO SEU DOENTE. TRAZ ELA AQUI PRA EU DILACERAR O ÚTERO DELA. PLÁGIO É O CARALHO, COMPROVA ESSA PORRA AI SEU DOENTE, ANTES DE ESCREVER MERDA
25/01/2009 21:13:44
Bom conto com muitos detalhes, parabens!
24/01/2009 16:24:36
bem legal, mesmo...se precisar de ajuda, pode avisar
24/01/2009 02:07:37
Que puta..
23/01/2009 22:00:10
muito bom...vc gosta de ver sua mulher sendo comida por outro cara.. eu posso fazer isso pra vc, eu sou um cachorro...
23/01/2009 21:09:36
Doro cães e ja tive um canil me ecitava guando colocava as cadelas para cruzar,nota 10 para vcs,adoraria brincar com sua mulher unm dia.me add,pernambuco-h@hotmail.com
23/01/2009 19:56:20
caralho fiquei excitado, muito bom, me add . mdantas123@hotmail.com

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.