Casa dos Contos Eróticos

Feed

Aventuras sexuais de um motorista de ônibus

Autor: motora
Categoria: Heterossexual
Data: 18/12/2008 12:20:02
Nota 10.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bom amigos venho a este site relatar algumas de minhas aventuras como motorista de ônibus.Trabalho na profissão há pelo menos 16 anos.Sou divorciados,moreno claro,1:82 cm altura,84 kg,olhos castanhos esverdeados,pratico natação,e segundo as mulheres tenho algo que cativa muito as pessoas,pois sou muito sorridente,tanto é que meu apelido diante aos colegas e meus passageiros é sorriso.

Iniciando... como meu trabalho é lidando com o público diariamente tenho muita amizade com as pessoas nas linhas em que trabalho especialmente as mulheres casadas ,solteiras,viúvas que geralmente vem conversando comigo ou de pé ou sentadas no banco atrás do meu.Olha pra falar a verdade das que vem conversando comigo digamos que 40% já comi e os outros 20 % o cobrador levou.Bom pra começa vou começar contando da última que comi a Claudete Maria uma mulata de parar o trânsito que pegava meu coletivo todas as noites quando saia para trabalhar numa boite muito famosa aqui na minha cidade.Claudete uma mulher de 29 anos,madura,olhos felinos,pernas longas,lábioos carnudos e uma buceta depiladinha que é uma loucura sem falar no rabo espetacular e fudedor.Todas as noites eu e Claudete conversávamos muito,mal nos connheciamos mas já dava pra ver que florecia uma grande amizade.Fiquei sabendo que ela tinha duas filhas e que era casada com vagabundo que não gostava de trabalhar e que vivia à suas custas de seus ganhos noturno na boite.Disse então que ela precisava de alguém que lhe desse o devido valor ,pois ela era uma mulher fantástica e batalhadora e que merecia alguém de valor ,caráter e que ha amasse de verdade,pois ela era uma mulher muito especial.

-Alguém como você ,Sorriso?

-Por que não?Não pareço especial para você?

-Há,Sorriso... há muito esperava ouvir isso de você, te acho um tesão!

Depois de ouvir tal declaração de Claudete combinamos que a deixaria num barzinho próximo a garagem e voltaria para apanha-la e e leva-la para um motel conhececido o que foi topado de imediato pela morena gostosa.

Na chegada no motel peguei Claudete no colo e disse que esta seria uma noite muito especial,uma noite de núpcia que nem o corno de seu marido havia dado a ela e que eu iria fude-la de todas as maneira imaginaveis.Joguei a mulata na cama com meu pau em raste e comecemos num arreto maravilhoso.Chupava seu pescoço,descia pras tetas bicudas e cheias de leite de Claudete,pois ela ainda amamentava,suguei a metade do leite de ambas as tetas da quela mulher gostosa,ela delirava como uma louca parecia que não fodia há anos tamanho tesão em que se encontrava.Tirei sua blusa e ela a minha camisa beijando meu pescoço,peito e afrouxando meu cinto.Sem se fazer de rogada me deu um golpe e me deito na cama dizendo que iria fazer em mim melhor do que fazia com seus cliente,pois sentia muito tesão por mim e que iria me dar a buceta e cu com a maior boa vontade porque sentia tesão de mais pelo seu motora.Tirou meu pau pra fora e começou a chupar o cabeção com sua línguinha experiente e faminta,lambia,modiscava,ia pras bolas,chupava um ovo de cada vez e subia novamente pra piça babada de sua saliva.Mandei que virasse o rabo pra minha cara para que eu pudesse também chupar aquele rabo maravilhosa.Virou sem esitar e meti a cara naquela buceta grelhuda e melada e aquele cu arrombado e biscante.Que delícia !Nunca havia chupado um rabo tão gostoso!Enviava a língua hora dentro da buceta,hora dentro do cu que a levavaà loucura.Vi que ali era o " ó de borogodó" e continuei.Gosamos juntos Claudete gosou um suco intenso na minha boca que me levou a loucura que encharquei sua boca com minha porra.Enquanto ela engolia tudo fiz também uma limpeza geral em sua buceta com a minha língua me deliciando com seu suco.Meu pau ainda estava a pondo de bala de tão duro e Claudete veio com tudo por cima, bem esfomeada como ela era ,rebolou,robolou e gosou umas duas vezes,uma atrás da outra, me segurei pois queria aproveitar bastante a ocasião.Viramos,posicionei a cabeça em direção a seu cu e empurrei com força entrou tudo de uma só vez, pois já havia lambuzado aquele rabo com minha saliva o suficiente.Bombei,bombei e inundei aquele rabo largo com minha porra enquanto ela gosava com a mão enfiada no grelo.Tirei meu pau daquele cuzinho limpinho e a puta abocanhou novamente com voracidade e massageando minhas bolas e alternando nas chupadas ora bolas,ora vara.Não me segurei e gosei novamente com a vadia bebendo tudo novamente ,minhas pernas amoleceram e cai semi-morto após um goso espetácular.Relaxei um pouco pedi algumas cervejas e continuamos a brincadeira até amanhecer.Final das contas não fui trabalhar no outro dia, pois estava exausto do serão da noite anterior e merecia um pouco de descanso,afinal ninguém é de ferro.Outro dia conto umas histórias quentes novamente.

OBS:Não sou escritor,por favor não critiquem pontuação,caligrafia ,enredo,etc.Obrigado

Comentários

19/12/2008 09:56:58
muito legal,gostei
18/12/2008 22:05:32
muito excitante seu conto fiquei com tesão só de imaginar a claudete.
18/12/2008 12:40:46
Cara muito legal. Tenhoa um colega que foi cobrador e depois motorias, agora está aposentado por problemas de saúde. Mas ele comenta comigo almas dessas investidas, eu falo até da sorte que cobrador e motorista de ônibus tem com as mulheres, eles devem ter visgo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.