Casa dos Contos Eróticos

Feed

Minha prima queria chifrar seu marido e nós duas fomos curradas pelo meu amante pirocudo

Autor: Martha
Categoria: Grupal
Data: 13/12/2008 19:21:07
Nota 9.00
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá , meu nome é Martha , quem já leu alguma das minhas histórias (eu digo histórias por que são verídicos) sabe que eu escrevo pra reviver aqueles momentos gostosos que aprontei quando era mais nova , hoje tenho 36 anos , ná época estava com 21 anos e estava saindo com o Nelson(quem leu o "conto"MEU CUNHADO E O AMIGO BEM DOTADO ME CURRARAM SEM DÓ , ADOREI" sabe de quem estou falando) e como já falei estava com 21 anos , sou baixinha 1,55 e com 59 kg , pernas finas bumbum pequeno (redondinho) seios fartos pele morena queimada de sol(sou neta de índia) olhos e cabelos castanhos abaixo dos ombros, boca carnuda e olhos ligeiramente puxados , sem nenhum pêlo no corpo a não ser uns poucos pentelhos na xota(herança da minha avó).

Uma tarde estava em casa e ele me ligou :

--Oi Martinha , estou com saudades vamos lá pra casa hoje? Fazer umas coisas gostosas?(falou rindo)

Minha bucetinha ficou prontinha na hora , mas tinha que sair com meu namorado e falei :

--Hoje eu não posso , meu amor , mas vamos combinar pra amanhã de tarde , quero te dar um presente gostoso além da minha xoxota e minha bundinha , tenho uma a amiga que não acredita no tamanho da sua deliciosa pica (ele têm um caralho imenso , que nem em filme pornô eu tinha visto , e ainda com uma grande quantidade de esperma no saco ) e quero levar ela pra te conhecer , ela está querendo meter um chifre no maridinho babaca , e eu quero dar ela de presente pra você e você de presente pra ela.( falei dando risadas).

Ele :

---E como é essa sua amiga? Não vai arranjar um tribufu pra eu comer , né?(rindo)

Eu:

--Ela é minha prima , nasceu lá no Pará , Veio de Belém têm três anos e trabalha como vendedora externa numa grande empresa, eu já falei de você pra ela , só que ela não acreditou no tamanho , diz que é mentira minha , quero mostrar pra ela amanhã , você quer?Ela é morena mais alta que eu e muito bonita e gostosa você vai gostar, garanto pra você , seu gostoso.

Depois de tudo combinado eu liguei pra Valnice , uma prima minha que a gente se beijava quando eramos novinhas eu com 12/13 anos ,ela com 16/17 e brincávamos uma com a bucetinha da outra , quando eu ia de férias pra Belém , ela é mais alta que eu , mas com as pernas bem torneadas e uma bunda grande e linda , rosto muito bonito de índia e seios médios , uma vez em Belém ela e eu transamos com um amigo dela muito gostoso , depois disso a gente continuou transando , quando veio morar em Brasília (o marido dela foi transferido pra cá) ela me levava pro motel pra chupar minha bucetinha e eu a dela , ela me falou que estava carente , que o marido dela (um babacão) não estava dando conta dela , e deu pra um cara e que estava saindo com ele , resolvi apresentar o Nelson pra ela , que é um cara legal , 43 anos alto bonito, corpo em cima cabelos grisalhos (um charme) sem contar que têm um pau imenso e gostoso , queria ver ela levando aquela delícia em seu corpo gostoso e safadinho.falei pra ela:

---Valnice , combinei com meu amigo da gente sair nós três amanhã de tarde , 2:30 , você me pega na entrada da quadra e vamos pra taguatinga esperar ele num barsinho , tá bom?

Ela:

--Huummmm Martha , você é doida mesmo , putinha safada , por mim está combinado , vamos sim , até amanhã amorzinho , beijo na boca , linda.

Na tarde seguinte nem almocei direito , tomei um banho caprichado , fiz a limpesa que aprendi com uma amiga (com uma bombinha própria pra limpeza anal) coloquei uma calcinha de lacinho dos lados , uma calça jeans e uma blusa comportada e tênis, disse que ia pra casa de uma amiga e fui pra entrada da quadra , a Valnice chegou cedo e entrei no carro dela e fomos pra taguatinga , no barzinho bebemos caipirinha de vodca e falávamos sacanagens rindo baixinho ( o meu tesão à mil) ela com uma calça branca de lycra mostrando sua linda bunda e uma blusa de frente única e salto alto , um tesão de mulher , o Nelson chegou e eu percebi que ele adorou a Valnice , apresentei os dois e ele bebeu duas cervejas e depois eu falei com cara safada:

----Valnice ,você quer com emoção ou sem emoção? Com emoção é sem dó , pode reclamar e chorar que o Nelson não pára , eu adoro com emoção , mas você escolhe.

(Quem leu minha primeira foda com o Nelson sabe do que estou falando )

Ela :

---Ha eu quero com emoção também , mas estou muito curiosa pra ver de perto Martha , quero conhecer melhor o Nelson , pois eu achei ele um gato , só falta ver o resto que você faz tanta propaganda(rindo)

Eu:

--Vamos pra sua casa Nelson , que eu estou quase pegando fogo , você têm tudo lá?(falei da Xilocaína e do KY , sem eles eu não consigo dar pro nelson , uma vez não dei minha bunda pra ele porque não tinha Xilocaína)

Ele:

----Estou esperando vocês , meus amores .

Fui com a Valnice no carro dela e entramos pela garagem do prédio onde o Nelson nos esperava , no elevador , eu dei um beijo na Valnice pra deixar ele mais doidinho e rimos , ela me pegou por tras e se esfregou na minha bunda , ele apertando meus peitos e me beijando a boca(eu tremendo de tanto tesão)chegamos no apartamento e ele trancou a porta e ligou o rádio , falou que ia tomar um banho .

A Valnice me pegou e me chupou a lingua , sentamos no sofá e começamos a nos esfregar gostoso , tirei minha blusa e ela a dela ,tirei minha calça e fiquei de calcinha , deitei em cima dela e ficamos brincando , chupei seus peitos mordi seus biquinhos , ela fez o mesmo comigo tirei meus brincos e os dela , fui deixá-los na mesa e o Nelson voltou só com uma toalha na cintura , aparecendo aquele volume grosso e comprido , fui de encontro à ele e me abracei de lado , a Valnice veio e ficou do outro lado dele , ele ficou nos beijando e passando as mãos nas nossas costas e falou:

---Começaram sosinhas? Não quero ficar de fora , vocês são muito gostosas ,e quero cuidar de vocês com todo carinho , hoje eu sou o cacique de vocês , minhas índias lindas.

A Valnice beijava os peitos dele e eu esfregava meu rosto nele olhando pra ela , ela com os olhos grudados no volume da toalha, eu peguei a toalha e puxei de uma vez , quando apareceu aquele caralhão branco , com a cabeçona vermelha , eu dei uma gemida involuntária , a Valnice falou alto:

---Caaraaalhooooo , que é isso Martha? Puta que pariu , é verdade mesmo , que tamanho de pau você têm Nelson , hummmm que coisa linda.

E segurou também , ficamos as duas alisando aquele tronco grosso e lindo , as duas gemendo só de segurar , ela dava risada de nervosismo , eu gemia bem putinha , passando minha mão pequena naquele pinto grande , ia da cabeça ao saco , dando uma alisada no saco com carinho , do jeito que o Nelson gosta , as duas girando as mãos pra sentir toda textura daquela rola , minha sunhas estavam menores que da Valnice , as unhas dela compridas e branquinhas , alisando o saco dele junto comigo , o Nelson nos puxou pro sofá e sentou no meio , eu de calcinha me escostei nele beijando sua boca e chupando sua lingua sem soltar do pau dele , minha perna encostada na perna cabeluda dele sentindo sua mão nas minhas costas procurando minha bundinha , a Valnice começou a tirar a calça mas o Nelson falou:

---Quero que tire sua roupa bem devagar , igualsinho a Martinha fez quando veio aqui a primeira vez , e fique de salto , depois eu mesmo quero tirar ele .

Ela virou de costas , soltou os cabelos que caíram por suas costas morenas , foi baixando devagar a calça de lycra , mostrando aquela bunda linda marcadinha de sol (assim como a minha , só que eu tomo sol de fio dental , e o babaca do marido dela não gosta que ela use bikines muito pequenos)ficou só de calcinha , eu alisando o pau dele , que estava duro feito uma pedra , apertando com carinho e chupando os mamilos dele ,depois me levantei e me abracei com ela , ficamos as duas só de calcinha se beijando e esfregando os peitinhos uma na outra , ela mais alta ,e com salto me sarrando a bundinha , eu virava meu rosto pra alcançar sua boca gostosa pra ser beijada por ela.

Depois fomos pro sofá , cada uma de um lado dele , ela deu um beijo na boca dele , depois na minha , cada uma de um lado segurando na rola grossa , entrelaçamos nossos dedos e fizemos uma punhetinha juntas , só assim pra segurar aquele caralho , minha mão esquerda com a mão direita dela subia descia devagar , alisando seu saco pra deixar ele carregadinho de porra , ele falou gemendo:

---Aaaaiiiiiiiii suas safadas , que gostoso , que mãosinhas macias e gostosas , contiunua assimmmm , putas , gostosas , que delicia.

A Valnice abaixou pra dar uma chupada na cabeçona , ela estava maravilhada , ela tentava colocar a rola na boca escancarando sua boquinha , o Nelson gemia , eu alisava os cabelos dela e passava as mãos no cassete , me levantei no sofá e fiquei de frente pro Nelson ,a Valnice chupando o pau do jeito que ela conseguia , ele me fez um carinho na bunda e nas pernas , eu com a buceta na cara dele desfiz os lacinhos da calcinha , deixando ela cair pelas pernas , ficando peladinha pro meu macho , abaixei minha buceta na boca dele e falei gemendo gostoso bem putinha:

---Chupa sua putinha , chupa meu amor ,minha bucetinha tá com saudade dessa lingua safada , chupa e lambe bem gostoso enquanto nossa puta chupa seu pau gostoso.

Ele me deu uma chupada gostosa , bateu linguinha no meu grelinho , chupou ela com carinho , beijou minhas coxas , coloquei um pé no encosto do sofá pra ficar mais abertinha pra ele chupar tudo , esfreguei minha buceta na cara dele bem gostoso , ele meteu a lingua dentro , depois virei de costas e abri minha bunda com as mãos pra ele chupar meu cuzinho , ele beijou meu cu , deu voltas com a lingua enquanto eu gemia:

---Aaaaaiiiiieeeeeee que gostooooosoooooo chupa meu cuzinho , filho da puta , deixa ele babadinho , faz carinho safado na tua puta , caaaraaaalhoooooo , não pára , não pára , lingua gostosa você têm Nelsooooonnnn .

Ele alisando a bunda da Valnice , ela lambendo o caralho dele , eu vendo aquela cena linda , fui me abaixando , fiquei sentada no colo dele , coloquei meu braço por trás do pescoço dele , ela saiu do sofá e ficou de frente , eu com as pernas abertas ,ela deu um beijo nas minhas coxas sem soltar do pau dele , falei pra ela:

--Tá gostando ? Tá, chupando bem esse caralho? Eu falei pra você , puta gostosa , cuida do nosso macho , cuida direitinho desse cassete lindo , gostosa.

Eu esfreguei minha buceta melada no pau dele , a Valnice brincou com meu grelinho , passando a cabeçona nele , eu tentando ficar na altura certa da cabeça do casseta , o Nelson me levantando pela bunda , ele pegava no pau dele puxava em sua direção e soltava , o caralho voltava com força , acertando minha buceta bem em cima do meu grelo , eu dava gritinhos safados , ela beijava minhas pernas e o cassete juntos , esfregava aquele pau nas minhas coxas , eu beijava a boca do Nelson chupando sua lingua com força a Valnice chupava com cara de tarada aquele caralho batendo ele na cara , não aguentei e falei :

----Também quero mamar rola ,deixa eu chupar juntinha com você puta , vamos deixar esse macho maluco de tesão.

Comecei a mamar junto com ela , nós duas beijamos ele todo , com muito carinho passávamos a lingua nele inteiro , no saco na cabeçona vermelha eu dava mordidinhas sacanas olhando pra ele com carinha de puta , ele gemia alto , eu e a Valnice se beijava com a cabeçona no meio de nossas bocas , as duas linguas quase dando um nó naquele caralho grande e grosso , ele segurava nossos cabelos com força , empurrando minha boca pra baixo , eu deixava ele fazer tudo comigo , engasgava naquele caralho imenso , a Valnice babava nele todo , cuspia na pica e eu mamava tudo , duas bezerras querendo leite de pica .Batemos punheta pra ele , ele ficou de pé com aquela rola comprida nas nossas caras , cada uma chupava de um lado batendo lingua , coloquei uma bola na boca e chupei demorado , a mão da Valnice na minha bunda e buceta , eu chupava seus peitos lindos babados , ele falou pra gente soltar o pau que estava na hora de levar surra de pica , mediu o pau na minha cara , o saco no meu queixo e a cabeça passava da minha testa , demos risadas do tamanho , a Valnice gemia de tesão , enchendo o pau dele de beijos e chupadinhas nele todo , ele me falou:

--Abre a boquinha , vagabunda , abre ela toda pra minha rola te comer o rostinho de néném , chupa essa rola , putinha mama no titio , putinha safada , quero ver você toda babadinha , chupa olhando pro teu macho , e você é a proxima , Valnice , vou botar você pra mamar rola hoje , sua putinha linda , minhas índias gostosas, chupa o pau do cacique , Martinha , chupa .

Falava e empurrava o caralho na minha boca escancarada , eu com a lingua de fora , ele colocava e segurava fundo na minha garganta , eu respirava alto quando ele tirava a pica toda babada da minha boca ,colocava de volta com força e com carinho , batia com a pica no meu rosto , a Valnice beijava meu rosto e minha orelha , passando a lingua e a boca no pedação que ficava de fora da minha boca , pois não tinha condição de caber toda dentro ,levava pirocada na cara e chupava fazendo barulho de chupada pra deixar meu macho satisfeito , ele bateu com a rola nos meus peitos e a Valnice falava:

---Iiiiiissooooooo bota ela pra chupar esse caralho gostoso , faz ela engasgar nesse pau , seu filho da puta gostoso , caralhudo , quero sentir esse pau na minha buceta Nelson , minha buceta tá pingando de tesão , vem me comer , vem .

Ele botou ela pra chupar , do jeito que fez comigo , ela mamou direitinho , eu chupava de lado o caralho babado , ele bateu em nossos rostos com aquele pausão melado de baba , ficamos as duas todas babadas , ele se sentou novamente e ela continuou chupando ele , botei ela de quatro e chupei sua buceta e seu cu, dei uma chupada gostosa nela , cheirei aquele cuzinho lindo , beijei ele e chupei do jeito que ela gosta , dei palmadas naquela bunda morena linda , beijei aquele belo rabo , lambi , chupei suas coxas ,ela sem tirar o pau da boca , eu ouvindo ela engasgar na pica do Nelson, ele se levantou e virou ela de costas , colocou o pau entre as pernas dela , esfregando o pau em suas coxas grossas com os pelinhos descoloridos , eu esfreguei minha cara na sua buceta de pentelhos clarinhos , ela de salto alto empinava a bunda pra ele ,eu chupando a cabeçona vermelha , beijando o grelo dela , sentindo aquele cheiro de foda , gemendo de tesão , louca pra dar , mas querendo ver minha priminha levando rola pra dixar ela bem feliz , ele tentando meter na buceta dela ali mesmo em pé , e falou:

--Martha vai no banheiro e trás o creme pra eu comer essa buceta gostosa , fuder essa puta agora.

Fui e voltei rápido , obedecendo meu macho , ele virou o pau e eu passei o creme no cassete dele enquanto a Valnice passava xilocaína na bucetinha , depois ajudei ela a passar creme na xoxota pra levar rola .

Sentei no sofá e fiquei brincando com minha bucetinha , numa posição onde podia ver tudo , fiquei arreganhadinha mostrando minha buceta pro Nelson e falei sacana:

---Mete essa rola nela , Nelson , come ela direitinho , que ela tá precisando de um pau de verdade nessa buceta gostosa , a sua outra bucetinha está aqui te esperando , pra você comer do jeito que você quiser , prontinha pra levar pica e porra , some esse pau dentro dela .

Ele se ajeitou segurando o pau , a Valnice de salto alto com a bunda empinada , pronta pra receber seu presente grande e grosso , ela se inclinou pra frente ficando na ponta dos pés , não aguentei e fiquei pertinho deles , abracei ela de frente , olhando pro seu rosto , quando a rola entrou ela deu um grito de susto , percebi que ela estava adorando vendo seu rosto sorrindo pra mim querendo me beijar , beijei ela na boca , chupei sues peitos que estavam todos babadinhos da nossa chupada , segurei em seus cabelos com força , mordendo seus lábios , o Nelson estava metendo nela com força e carinho , de um jeito que só ele sabe fazer ,fiquei ao lado deles pra ver a pica desaparecer e vi que tinha um pedação de fora e ela já estava gritando:

----AAiiiiiiiiiieeeeeeeeee caaaaraaaalhooooooo meeeeetteeeeee , mete , mete tudo , noooosssssssaaaaaaaaaaaaaaa que pau , que pau ,ui , ui ,ui , vêm gostoso vêm meu tesão , me come , me come.

ele comeu ela com força ,ela se balançava toda a cada estocada que levava dele , ele segurava em seus ombros , depois seus cabelos , segurou na cintura dela e foi levando pro sofá , tirou a pica de dentro e falou:

---Puta que pariu , que tesão , tenho que me segurar pra não gozar rápido , suas putas , fica de quatro no sofá Valnice , e você também , vagabunda , quero as duas prontas pra levar rola .

A valnice tirou seu salto e caiu de quatro , fui dar uma chupada nela e vi ela arregaçada , o pau do Nelson melado de gozo dela , dei uma chupada no caralho dele beijando ele todo pra sentir o gostinho dela e falei com voz de menininha:

--Come ela mais um pouco aqui e depois vamos pro quarto , meu amor , você sabe o quanto eu adoro de ver essa maravilha sumir dentro de mim , me arrombando gostoso .

Ele me colocou em pé no sofá e u pude ver ele encaixar a rola na entrada da buceta da Valnice , eu abri a bunda dela com as mãos e ela já arreganhada pra levar pica , ele me empurrou e deixei minha buceta ao alcance de sua boca , de modo que ele metia nela e me chupava , me chupou gostoso a xota e os peitos , metendo nela com força , ela delirava e chorava falando:

---Cooooommmmeeeeeeee coooommmmmeeeeee, fode ,fode ,fode gostoso , tá me arrebentando cara , você tá me deixando toda fudida com essa rola , que bom , bom demaaaaiiiiiiisssss.

Ela gozou na pica dele gostoso , ele tirou e me deu pra chupar , eu e ela demos mais uma chupada , ela ficou de pé e ele bateu com o pau na bunda dela , ela empinando e segurando a rola , eu fiquei de joelhos e chupei mais um pouco sua pica , ela virou de costas e abriu a bunda pra eu chupar seu cu , chupei metendo minha cara no meio de sua bunda suada , o Nelson colocu o pau por baixo e eu fiquei chupando rola e cuzinho ao mesmo tempo ,ela empurrou ele no sofá novamente e sentou no colo dele , com aquele pirocão na sua bunda , eu chupando e beijando a bunda dela e o saco dele , passando minha lingua em tudo que eu via , pois estava com muito tesão , a vagabunda se ajeitou de novo , colocou os pés no sofá e eu direcionei a cabeçona pra entrada da buceta arrombada dela , ela sentou gemendo alto , começou a sentar na pica dele de novo , eu enchi a bunda dela de palmadas com força e falei:

---Sua puta , eu quero rola , Valnice , quero rola , quero sentar nessa pica , sua puta safada , deixe eu brincar também (falei rindo)

Ela :

---Então trás essa bucetinha linda pra eu chupar , quero levar rola e chupar essa buceta , vêm aqui , minha priminha gostosa , tô adorando o presente , te amo , baixinha linda , deixa eu mamar no seu grelinho , que eu sei que você adora , putinha .

Dei minha buceta pra ser chupada , ela chupava gostoso e ele junto , eu segurei seus cabelos e dei bucetada na cara dela , batia minha xota naquele rosto lindo sentada numa picona grossa .Ela saiu de cima dele , a pica brilhava de gozo , estava branco no saco de espuma da buceta da Valnice , peguei a toalha e limpei o saco dele .O Nelson pegou meus cabelos pela nuca e puxou com força pra cima , eu gritei alto , ele começou a me dar palmadas na bunda , eu na ponta dos pés levando palmadas empinando minha bundinha pra apanhar dele , ela começou a bater na minha bundinha também , eu adorando ser putinha deles dando gritinhos afetadinhos de menina mimada , ela me beijou a boca e deu tapinhas no meu rosto (adoro apanhar com carinho no bumbum e no rosto)ele pegou nos cabelos dela e puxou também , ficamos as duas na ponta dos pés , seguramos no caralho dele e fomos pro quarto , as duas dando gritinhos andando nas pontas dos pés ,

Chegando no quarto ele me jogou na cama e mandou a Valnice buscar o creme na sala , eu deitei na cama e ele me botou pra chupar , batia com a rola no meu rosto e falava:

----Sua putinha deliciosa , vou te comer gostoso sua puta , quero te arrombar de novo , gosta de dar essa buceta pro teu macho? Fala minha índinha linda , fala pro seu cacique oque você quer , fala.

Falei com a carinha safada e voz de puta:

---Quero dar minha buceta pra você , vêm me comer , vêm , macho tesudo .

Ele colocou dois travesseiros embaixo da minha bunda , a Valnice e eu passamos mais KY no pirocão dele , deixei ela passar xilocaína na minha buceta e fiquei de quatro pra ela passar no meu cuzinho ,ela colocou xilocaína dentro do meu cu enfiando com o dedo pra ir fazendo efeito , pois sabia que meu macho quer me enrrabar , deitei e abri minhas pernas , ele veio e segurou meus calcanhares pra cima , a Valnice segurando seu caralho na direção da minha xoxotinha meladinha e doidinha pra levar rola , quando a cabeçona ficou na entradinha eu gemi gostoso , mas ele soltou minhas pernas de modo que ficaram por cima dos braços dele , ele veio metendo devagar , mas sem parar , o pau foi entrando e eu querendo olhar (adoro ver minha buceta engolindo rola)mas não consegui , eu gemia alto e a Valnice falava:

---Mete nessa puta , arromba essa vagabunda , que rola linda nessa buceta , fode ela Nelson ,fode minha primihinha vagabunda safada.

Eu gritava:

---Aaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiieeeeeeeeeeee ai, ai ,aia ,ai ,ui ,ui ,ai caralho , que rola ,que rooooollaaaaaa , tá me arrooooommmmbaaaaaannndddoooooo, fode , fode , aie aie uiui puta que pariu , filho da puuuuttaaaaaaaa , me coooooommeeeeeee , ai Neeeelllssooooonnnnn , como você é gostosoooooooo. me fodeeeee , me fodeeeeee.

Ele metia tudo dentro de minha buceta , eu adorando ,estava com tanto tesão que gozei numa posição que é dificil de eu gozar ,que é o papai e mamãe , mas ele metia tudo e tirava , minha buceta estava arrombada ,dava pra sentir que estava larga de levar rola daquele macho , ele tirava todo e metia tudo de novo , tirava e metia , tirava e metia , me ouxou pra cima e sentou no colo dele , eu pulei naquela rola com força , sentia o pau lá no fundo , parecia que me rasgava toda , eu adorando , a Valnice colocou a buceta na minha cara , eu chupei seu grelo com gosto de KY e Xilocaína , ela bateu com a buceta na minha cara , gozei trez vezes naquela posição , tempo que não gozava tanto , só um macho daquele pra me fazer gozar e berrar e falei ofegante:

---Caralho Nelson , você que me faz gozar gostoso , meu namorado não chega à seus pés , amo ele , mas na hora de fuder tem que ser você , fode sua putinha fode , mete a rola na sua bucetinha , pode me comer quando quiser , mete mais , gosta de me ver atrelada nesse caralho? Gosta? Me fala , dia que sou sua puta , me come muuuuiiiittoooooooo , fode , fode ,fode essa buceta .

Eu rebolava gostoso , pra frente e pra tras , pros lados , pulava , o Nelson me levantava pela bunda e soltava pra eu sentar com tudo , cada estocada era um grito de puta que eu dava , a Valnice me beijava a boca e batia na minha bunda e no meu rosto , ela mandou eu tirar ele todo que ela queria ver ele sumir todinho dentro de minha xotinha novamente , eu obedeci minha puta , levante , ela seguro o caralho e fui sentando devagar , a bucetinha fazendo barulhinho de pum com o ar saindo da buceta arrombada .

Gozei novamente , caí nos braços do Nelson , ele me deitou de bruços e me ajeitou novamente , só que pra levar rola no cu , eu falei chorosa:

----Espera um pouquinho meu amor , acabei de gozar igual uma vaca , tô molinha , espera sua putinha ficar pronta.

Ele :

--Espera o caralho tô me segurando pra não gozar , antes quero te dar uma enrrabada , saudades desse seu cuzinho safado , vive rebolando ele , agora vai levar no cu de novo , vagabunda fudedeira .Hoje a galhada do seu namorado e do marido da Valnice vão crescer (rimos os tres)

Como não tinha jeito me empinei pro meu macho me comer o cu , a Valnice se deitou perto da minha bunda pra ver tudinho , beijava minha perna e coxa e minha bundinha , o Nelson colocou na entradinha , mas como é muito grosso escorregou e entrou na buceta , ele deixou e comeu minha xota mais um pouco , eu adorando aquilo , depois tirou e eu me empinei toda , abrindo minha bunda com as mãos , dessa vez ele acertou e a cabeçona entrou , eu berrei na hora :

---AAAaaaiiiiiiiiiiiii devagar Nelsinhoooooo , calma com meu cuzinhoooooo , deixa ele se acostumar de novooooo , devagar macho pirocuuuudddoooooooo,

Ele parava um pouco , ele sabia comer meu cuzinho , sabia que eu precisava de um tempo pra me acostumar e a dor virar tesão (adoro dar o cu ) e a Xilocaína fazer efeito . metia devagar até que foi cabendo tudo , como sempre , pois já estava dando pra ele tinha um tempo, metia e falava coisas no meu ouvido :

---Minha gatinha gostosa , te amo , relaxa esse rabinho gostoso pro teu macho te comer a bundinha , índiasinha gostosa ,relaxa seu cuzinho pra agasalhar meu caralho nessa bundinha moreninha , você é minha , te amo.

Eu adorava e ele metia , eu gemendo bem safadinha ,tinha hora que ele ficava paradinho com o pau enterrado no meu rabinho , eu dando beliscão com meu cu naquela rola deliciosa , ele adorava , eu fechava minhas pernas e apertava meu cu com força e falava gemendo bem menininha:

--Tá sentindo meu cuzinho abraçar seu cassete ?Tá meu amor? Tô abraçando seu pau com meu cu , amor, sou sua puta , macho tesudo,

Ele me puxou devagar sem tirar o pau e eu fiquei de quatro pra levar rola no cu , ele me pegou pelo cabelo e puxou com força , eu com a cabeça toda pra tras igual uma éguinha , levando palmada na bunda e pau no cu , ele metemdo com força e eu berrando:

----Fooooooddeeeeeeeee ,ffooooooddeeeeee ,fode , fode , fode esse cu mete , mete com força , me rasga , me raaassssggaaaa , sou sua putaaaa , me faz puta , me faz puta , me faz sua puuuuuttaaaa , come do jeito que você quiser , pirocuuuudooooo goooooossttooooosooooo .

Ele bombava com força , a Valnice veio por baixo e chupava minha buceta , eu metia os dedos na buceta dela com força , pois estava com o Nelson me puxando os cabelos e metendo tudo , estav toda entregue à eles . Senti a respiração do Nelson mudar , e percebi que ele ia gozar e falei :

---Quer gozar onde , macho? Me fala , vai me encher o cu de porra? Ou quer ver eu e nossa puta com a cara esporrada?

Ele:

--Na carinha das minhas putas , vou dar leite pras minhas vagabundas , fiquem juntinha minhas índias , que o cacique de vocês vai dar de mamar pra vocês .

Ficamos as duas de joelhos , abraçadinhas com os rostos juntinhos e a boca escancarada , as linguas se tocando , a Valnice falou gemendo :

---Goza macho , goza nas suas putas , quero leite de rola deixa suas putas esporradas , quero ver a carinha da minha gatinha fudedeira toda esporrada pra eu beijar ela todinha.

Ele gemeu gostoso e começou a esporrar , a primeira golfada foi na boca da Valnice , ela engoliu já levando outra na cara , depois meu rosto e cabelos ficaram esporrados abri minha boca e levei um pouco dentro , cuspi nos meus peitos ele dava uma golfada de porra atras da outra (outra coisa que adoro nele é a quantidade de porra que sai daquela rola )lambuzou nossos rostos de porra , depois ficou batendo com a pica em nossas caras esporradas eu e a Valnice se beijando , ela mamou a porra do meu pescoço e do meus peitos , depois lambeu meu queixo que estava esporrado também , ela engoliu tudo que conseguiu , eu lambi os ombros dela esporrados e levei a porra pra boquinha dela ,ela engoliu tudinho , a vagabunda safada . depois disso fomos tomar um banho , demos um banho no nelson e trepamos mais uma vez aquele dia .

Depois dessa ela virou puta dele também , e largou o outro amante , continuou com seu maridinho corno , e eu com meu namorado que tanto amo , essa foi minha história de hoje , é um fato verídico , depois eu conto mais .

Beijos , Martha

Comentários

23/09/2012 20:42:53
Muito bom, parabéns !!!!!! Beijinhos Sandy
23/09/2012 20:35:36
Muito bom, parabéns !!!!!! !Marthinha, vc é demais!!!!! BeijinhosSandy
17/02/2009 20:08:09
Marthinha! Seus contos são ótimos, esse inclusive. Moro no Sudoeste, adoraria conhecê-la..beijos
04/02/2009 15:59:17
Muito bom, parabéns !!!!!!
29/01/2009 12:57:20
KKKKKK A bichona recalcada ataca novamente , o intelectual que leu todas as minhas histórias , pra seu governo , ô tiona velha , relato fatos occorridos já faz algum tempo , nessa época as DSTs não estavam como estão hoje em dia , mas quem deve tomar cuidado é a senhora ,"Baiano Safadinho" , com ceteza , pra alguém se relacionar com você , só a dinheiro mesmo , pois se trata de pessoa ranzinza , vive desejando que os outros se matem ou que tenham uma doença terminal , fala das minhas histórias , mas não lí nenhuma sua , não quero ler também , pois com certeza deve ser uma coisa bem pesada , saindo de um coração cheio de raiva e sentimentos ruins , procure auxílio médico , um coração cheio de sentimentos ruins mesclado com palavras negativas , com certeza isso não vai acabar bem ,quero deixar claro que não desejo nada de ruim ao senhor ,muito menos uma doença igual ao que você deseja à todos que escrevem aqui neste site de contos , pode ser até uma infeliz coincidência , mas todos seus comentários são negativos e carregados de palavras rasteiras ,vá se catar palhaço , kkkkkk
29/01/2009 10:29:22
Não me dei nem o trabalho de lê esse romance, Ops! Esse conto, se é que podemos chamar esse lixo piegas de conto. Como sempre uma bebedora de porra que sai trasando com todos os caras que aparece na sua frente, sem nenhum preservativo ou segurança. Menina, vai ao medico pois com certeza você vai ter uma surpresa muito agradável para toda a humanidade, você esta com uma doença terminal e vai morre o mais rápido possível, quem sabe assim nos poupa desse seu lixos eletrônicos. Leva sua nota com você, ZERO.
04/01/2009 11:11:17
Adorei.. Leia os meus contos também Na Casa dos Contos e em meu blog: casaispoint.blogspot.com. Beijo e espero por você.
29/12/2008 22:06:13
Marthinha..adoro ler suas historias..quem sabe nos topamos em tagua ..bjao
27/12/2008 04:13:19
Muito bom sua Putinha!
18/12/2008 15:28:38
martha, adorei seu conto, moro em taguatinga e adoraria conhecer vcs, fiquei cheio de tesao com esse relato, entre em contato quem sabe a gente realisa alguma fantasias meu e mail é (carlotan@ibest.com.br)me escreve
15/12/2008 10:12:43
DEMAISSSSSSSSSSS
14/12/2008 02:55:37
Martha só você mesmo para escrever esses contos. Sempre fico excitado, de pau duro toda vez que leio suas histórias. Não tem jeito é Dez de novo. Publiquei mais um também "Arrombando uma ninfetinha no lazer da escola" espero que goste. taradopbundas@ig.com.br
14/12/2008 01:01:57
caralho... que conto maravilhoso.. só kero saber de onde essa moça é...
13/12/2008 21:26:57
Marthinha, vc é demais gata.. adoro seus contos.. vc aguenta uma rola e tanto hein.. que safadinha.. e suas amigas.. muito bom mesmo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.