Casa dos Contos Eróticos

Feed

ACCABANDO COM TRAUMA DE DAR O CUZINHO

Autor: 69 apavora
Categoria: Heterossexual
Data: 03/11/2008 22:46:44
Nota 8.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Alá, no meu primeiro relato "tudo começou no pelo chat do celular", contei que não são todas que gostam de dar o cu.

Depois de conversar com minha "amiga", descobri que ela havia dado o cu pra um namorado na marra, ele é policial civil e usou de violência quando soube que ela não lhe daria o rabo.

Sabendo disso e que tambem ela não ficava a vontade com o marido a ponto de expor este problema, eu resolvi atacar.

Comentei com ela que existem certos lubrificantes até com anestésico para facilitar a primeira investida neste lugar tão desejado pelos homens e que é capaz de dar um nível de prazer elevado às mulheres, quando bem comidas.

Ela se convenseu e resolveu liberar se eu fosso com carinho e jeito e aquela velha conversa - Se doer vc tira ?

Fomos ao motel e fui preparado com um gelzinho na mochila.

_E aí, não fique preocupada deixa acontecer.

Comessamos a meter como dois cachorros, ela me chupava eo chupava ela e dava sempre uma passadinha pelo cuzinho e ele piscava, ela veio cavalgar e começou a gozar quando eu dizia que iria comer gostoso seu cuzinho. -Vou comer bem gostoso, vc vai gozar me dando o rabo, rebola com a buceta no meu pau que depois vai ser com o cu espetado na minha rola.

E ela não se aguentava e gozava molhando todo o cuzinho e preparando o caminho.

Não deu mais pra segurar e a coloquei de quatro e comecei a chupar e por os dedos no seu cu, ela gemia e apertava o rabo e eu dizia pra relachar. Ela foi se entregando e eu passando gel pra deixar bem lizinho e ela não poder escapar quando eu acertasse o buraco, coloquei a cabeça do pau na portinha e ela veio e esfregou, forcei e ela pulou com medo, disse a ela pra deitar de ladinho na cama e deixar a bunda bem empinada, fui por traz e coloquei denovo com calma e ela foi relachando e o pau entrando, quando senti que tinha entrado a metade parei, ela estava quieta e eu forcei e o pau afundou no cuzinho dela que gemeu, mas não se rendei e mandou foder de vagar e foi pedindo: -agora mais rapido...mais... mais rapido....mais..mais ..fode cachorro , come meu cu que nunca dei tão gostoso, ñão sabia que era tão bom dar o rabo fode.. aí que coisa boa tosentido uma coisa estranha na buceta e no cu, aí , aí aí , aíiii caralho que isso que porra é essa que tá me dando !!!!

-Vai cadela sente como é gozar dando o cu vagabunda, puta do cu arrombado, agora vc pe uma puta de verdade daquelas que dá até o cu .

- AAAAAIiiiiiii POOORRRAAAAA, MEUU CUUUU!!!!!, GOZEI FILHO DA PUTA COMEDOR DE CU.

E depois disso ela perdeu o medo de dar o cu pramim, ela disse que só dá o cu pra mim pois o marido não tem paciência ele pensa que é só chegar e mater no cu que ebtra, não sabe dar um bom trato primeiro. Cada um cada um , né !!

Só sei que não parei de comer o cuzinho dela , sempre que transamos ela quer dar a bundinha e está sempre apertadinha.

Comentários

08/01/2009 11:07:40
é muito bom comer um cu....paulo_nsv1@hotmail.com
19/11/2008 12:53:12
Aquele que sabe omer um cú sempre tem sua recompensa...
06/11/2008 16:00:11
Nós do Sindicato dos comedores de cus lhe damos a nota máxima.Parabéns e continue assim mostrando que esse oríficio é sim um órgão sexual
04/11/2008 23:31:57
Está aí um conto que merece um DEZ! Você é dos meus eu também adoro comer um cú. Das mulheres que já comi pelo que eu me lembre nenhuma saiu reclamando. Um cú bem comido é foda garantida sempre.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.