Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comendo a empregada

Categoria: Heterossexual
Data: 31/10/2008 17:04:34
Nota 7.12
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Serei bem direto no relato. Sou (bem) casado, 48 anos, e a mais ou menos 3 anos, trabalha uma doméstica em minha casa que é jovem (22 anos), recem casada, não é muito bonita, nem muito gostosa, mas é bem sensual e extremamente cheirosa e bem cuidada. Como minha iniciação sexual de criança foi com a empregada de minha avó, tenho certo fetiche por este tipo de mulher. Bem, até o ano passado sempre nos tratamos com respeito de patrão e empregada, porem, devido ao período de desemprego ao qual passei, nos aproximou. Primeiro teve certa vez em que ela adentrou o quarto e eu estava de cuecas, depois um dia ela chegou em casa mais tarde, e eu estava no banho, de portas abertas. Certo dia peguei o final da conversa em que ela relatava a minha esposa que seu esposo havia chegado de madrugada e feito um sexo animal. Como ela estava marcada (com roxo pelo pescoço) dei uma de mula e perguntei a minha esposa o que tinha acontecido, se o marido havia batido nela. Minha esposa riu e disse que a surra fora de pica. Sabedor disto fiquei com um tesão danado nela e por várias vezes me peguei cheirando suas roupas de trabalho. Estavam sempre muito cheirosas apesar do trabalho de faxina. Nem a parte da xaninha fedia. Mas como me aproximar dela? Certo dia estava eu no computador do quarto de meu filho, e a empregada no meu quarto passando roupa. Comecei a ler alguns contos eróticos e me excitar. Logo estava me masturbando com o pau pra fora (embaixo da escrivaninha). Derepente ela entra no quarto e eu visivelmente constrangido continuei a ler os contos escondendo meu pau em baixo da mesa. Ela fez-se de despercebida e não mostrou alteração. Quando ela saiu, pude perceber que ela vira o título do texto do conto erótico que era:Como comi minha empregada. Pensei, ela tá gostando...no dia seguinte minha esposa foi trabalhar e eu fui tomar banho, de porta aberta. Minha empregada chegou e eu, tranquilamente chamei-a e pedi a toalha que estava na área de serviço. Ela, para minha surpresa entrou no banheiro e me entregou a toalha dando um olhar sacana pelo box. Eu sorri. Me enxuguei, pus o roupão e fui até a cozinha. Chegando lá ela me disse: - Olha eu não sou sem-vergonha, só gosto de olhar um corpo de homem quando toma banho. Não fala pra sua esposa não, por favor. Caracas ela estava se sentindo culpada??? Então eu abri o roupão e disse: -Só tomando banho? E asim você gosta ? Ela então passou a mão sobre a xana e falou:-Hummm gostoso...arrastei ela até o quartinho dos fundos e comecei a beija-la e a passar meu pau pelo seu corpo. Ela então falou: - Olha eu sou muito fiel ao meu marido. Não posso dar nada que ele gosta. Só o que ele não quer. Eu disse: -E o que seria então? Ela disse:- Só a bundinha e na boca! Caralho, pensei eu, estou feito....tudo que eu gosto. Então virei-a, abaixei a bermuda jeans e a calcinha, pincelei o possante e botei naquele cú. Soquei, soquei, soquei e gozei lá dentro. Ela gemia meio de dor meio de prazer, segundo ela. Eu acho que era de dor. Tirei e pedi que ela chupasse. Ela me pediu pra lavar o pau primeiro, aquilo foi brochante. Fui lavar-me, voltei e disse que ela voltasse ao trabalho. Meus amigos, vocês não imaginam o efeito desta minha atitude....Continuarei no próximo conto. Abraços!!!!

Comentários

25/10/2010 14:45:43
razoavel,vamos ver se fica bom
13/04/2009 00:07:17
Muito curto mas bom
27/11/2008 14:09:20
bati outra hoje!!!!!
25/11/2008 15:32:05
Deliciosa!!!
07/11/2008 22:12:12
preciso de uma empregada dessas aki em ksa... ela fala que vai dar o cu e pagar boquete e ainda fala "só".... nuss
01/11/2008 18:17:31
fuder a empregada é mania mundial, mas faltou mais detalhes,mas valeu

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.