Casa dos Contos Eróticos

Feed

INCESTO E TRAIÇÃO CONSENTIDOS(PARTE I)

Autor: KzadoBi
Categoria: Heterossexual
Data: 29/10/2008 11:25:35
Nota 6.78
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

INCESTO E TRAIÇÃO CONSENTIDOS(PARTE 1)

...Hoje estou com 35 anos e todo esse fato aconteceu há dez anos atrás.Minha família morava todos no mesmo bairro da nossa cidade;foi nesse bairro que conheci Keyla,minha esposa atualmente.Namoramos quando éramos adolescente e prometi ao pai dela que deixaria ela virgem até a data do casamento;nosso namoro sempre acabava ela batendo uma punheta ou eu dando uma chupada naqauela buceta que seria minha na data combinada.Vizinho aminha minha casa morava um tio meu ,irmão mais velho do meu pai (45 anos) e a sua esposa que logo ficou muito amiga da família de Keyla.Namorei e noivei com Keyla durante 3 anos.Quando ela estava com 18 anos e eu (Marcos)estava com 25 anos,resolvi casar.

Nossa festa de casamento foi muito animada com toda família reunida;nossa lua-de-mel seria no Rio de Janeiro.Na hora que íamos partir, a esposa do meu tio Armando veio até nós e falou que tinha uma surpresa pra nós dois e falou que ia viajar conosco para o Rio de Janeiro e que ficariam no mesmo hotel.mas que não ia nos oportunar pois sabiam que a gente queria curtir nossa lua –de-mel.Concordei e partimos para o aeroporto.Vou descrever os personagens desse fato:Eu sou Marcos,tenho 1.77m,77kg,sou claro,pênis 17x05;minha esposa Keyla tem 1.65m.59kg tipo mingnon,morena,peitos médios e uma bunda saliente,na época virgem lacrada;meu tio Armando ,1.78m,uns 98 kg, forte,peitos cabeludos,coxas fortes,calvo e pelos comentários da família era o dotadão dos irmãos do meu pai;ela na época era Tenente do exército com pretensão em se aposentar;a esposa dele D.Hilda,era uma coroa bem conservada mas que vivia sempre maquilada e parecia sempre recatada e tinha a compulsão por comprar roupas e sapatos.Ele fazia todas as vontades dela.

Chegamos no Rio de Janeiro por volta das 17 horas.Ficamos em um hotel em frente ao mar de Ipanema.Nossos apartamentos eram distantes um do outro;nós ficamos no 6 andar,eles ficaram no 2 andar.Quando chegamos ,estava chovendo muito no Rio de Janeiro e tava muito frio.Já no nosso apartamento,Keyla foi tomar o banho pra eu começar a fodê-la,pois ela tava no cio e louca pra sentir ,minha rola na bucetinha virgem dela.Enquanto ela tava no banheiro, eu só de pensar que eu ia tirar aquele cabaçinho de 18 anos,meu pau já babava e molhava minha cueca.Quando ela saiu do banheiro,dei um beijo nela,fiz ela pegar no meu cacete duro e entrei pra tomar meu banho.Como tava muito frio,aumentei a temperatura do chuveiro elétrico,só que não tinha noção que tava no máximo.Tirei apele que cobre a cabeça do meu pau e quando fui molhar,a água muito quente queimou a pele do meu pênis e dei um grito,e Keyla veio correndo pro banheiro e viu que foi algo sério. Chamou meu tio e a esposa dele;meu tio me levou pra um hospital e o médico passou umas pomadas pra queimadura e falei que estava em lua-de-mel e quando eu poderia fazer sexo;ele me falou que como a glande foi atingida, só quando sarar pois aquela região é muito sensível e ele achava que só com 1 mês.Falei pra Keyla e ela fez uma cara de raiva,mas falou que ia curtir as férias.

Continuamos nossa lu-de-mel,só eu alisando o grelinho dela, ela gozando na minha boca,mas eu sentia que Keyla queria mais,ela queria sentir uma rola dentro dela.Me sentia mal com isso.

Pela manhã, a esposa do meu tio nos ligou nos convidando pra irmos a praia com eles.Aceitamos.Coloquei uma bermuda,pois eu não podia me banhar no mar;Keyla colocou um fio dental e um sutiã que mal cobria os bicos dos seios;senti que ela tava excitada e querendo se mostrar.Quando chegamos na areia,Keyla tirou a roupa que cobria o corpo e ficou só de bikine fio dental;meu tio também tirou a bermuda nos mostrando um corpo forte,cheio de pélos ,com coxas fortes e lembrei do comentário famiiar e olhei pra frente do sungão dele e pude notar um enorme pacote todo solto dentro da sunga,que era verde claro quase transparente.Ele foi logo pra dentro do mar e quando voltou a sunga molhada mostrava toda extensão do pênis dele,que não se incomodou com isso.Notei que Keyla deu uma rápida olhada e se incomodou um pouco tirando logo a visão.Ficamos quase amanhã inteira na praia e Keyla cada vez mais incomodada.Notei que ela estava nervosa e pedi pra voltarmos pro hotel.D Hilda chamou Keyla pra irem as compras sem hora pra retornar ao hotel;eu e meu tio Armando,ficamos no bar do hotel bebericando umas cervejas.Quando estávamos um pouco alto ,resolvi me abrir com ele em relação a Keyla.Falei de tudo:Contei da virgindade de Keyla, que tinha prometido ao pai dela isso,do nervosismo dela por eu não poder fodê-la e que ela já tava stressada por só gozar eu chupando ela.Ele me pediu calma e me pediu paciência pra esperar eu me curar da ferida no pau.Elas retornaram das comprar por volta das 22 horas e Keyla continuava nervosa e eu sentia que era por falta de sexo e que ela queimava por dentro,ela queria sentir um caralho dentro da buceta dela e eu não podia dá naquele momento.Fui para meu quarto e devido as cervejas que tinha bebido senti dores nas queimaduras na cabeça do meu pau e tive febre alta,minha esposa telefonou e chamou meu tio e sua esposa.Ele veio, sua esposa não.Eu tremia de febre e frio.Keyla me deu um comprimido pra febre e pedi ao meu tio Armando que fizesse companhia a Keyla,enquanto eu adormecia por que seu piorasse eles me levariam a um hospital.Fechei os olhos e eles pensaram que eu havia adormecido.Meu tio Armando começou a questionar Keyla sobre o nervosismo dela comigo;ela falou que esse acidente tinha frustrado a lua de mel deles e que ela não tinha sonhado uma lua de mel daquela maneira.Que era uma moça nova e que tava no auge da tara sexual.E que durante a lua de mel continuava virgem.E que estava com vergonha de chegar na nossa cidade e falar pra mãe dela que continuava virgem e qu não tinha conhecido um homem como toda mulher tem o direito de conhecer.Meu tio perguntou a ela se podia passar a noite com eles,pois eu poderia precisar dele;ela não se incomodou e mandou ele se acomodar no sofá.Keyla pediu licença e foi ao banheiro e retornou só de baby dooll curtinho e se deitou ao meu lado.O quarto estava na penumbra.Meu tio se levantou do sofá e foi ao banheiro,retornando só de cueca e se deitou de rosto pra cima.Fiz que acordei e estava ali a oportunidade de realizar o prazer de Keyla;toquei nela e ela falou que não queria ser chupada,mas insisti e ela se abriu toda pra mim me deixando chupar aquela buceta novinha já toda molhada;quando olho ,meu tio se levanta e segue pro banheiro e fala:--Podem ficar a vontade,façam de conta que não estou aqui.Quando retornou notei um enorme volume na sunga dele e a essa altura eu já tinha tirado todo o baby dool de Keyla,ela estava nuazinha na cama e toda aberta comigo chupando ela, ela já gemia baixinho.Ele sentou no sofá e ficou nos observando e disse:-- Vocês estão me deixando louco,vou sair do quarto pra deixar vocês a vontade.E pedi a ele que não saísse que se aproximasse da cama, e ele se aproximou.E mostrei a ele a xaninha de Keyla toda encharcada com os líquidos dela.Mandei ele tocar nela,mas ele foi mais ousado e enfiou um dedo grosso na xaninha dela arrancando um gemido forte; ele falou que tava sentindo o hímen dela e tirou o dedo falando que o cabaço dela era meu.

Foi o meu erro quando respondi a ele que queria que ele tirasse o cabaço dela.Ele me perguntou se era aquilo mesmo que eu queria e respondi positivamente.Me mandou sentar na beira da cama,tirou a cueca nos mostrando um pau de uns 23x09cm,duro, reto e cheio de veias.Keyla olhou maravilhada e gemeu feito uma cachorra no cio.Ele abriu as pernas dela e chupou a buceta dela como eu nunca tinha feito e falou:---Vou foder sua mulher pra ajudar você e a ela,mas que isso não arruíne meu casamento.Prometi a ele que não e mandei ele me mostrar como se fode uma fêmea no cio como Keyla estava.Deitou em cima dela a beijou e falou pra ela:--Vou fazer você gozar até desmaiar e pedir mais,mas não vai se acostumar pois você só terá essa vez porque vou tirar esse cabacinho.E a beijou apaixonadamente.Senti um pouco de ciúmes mas eu não podia dar aquele prazer a ela naquele momento, eu só tinha que consentir.Ele beijou o corpo dela todo,e ela urrava de prazer e pedia:Me foda Seu Armando,por favor! E ele pedia:---Implore pro seu macho sua menina safada.Mostre ao corninho do seu marido que ta gostando do Tio Armando! E ela gritava:---O senhor é o macho que quero; e mandou ela chupar o pau grande dele.Ela tentou colocar o pau do meu tio todo na boca mas não conseguiu,chupava por pedaços.Ele jorrava a baba do pau dele na boquinha de Keyla;meu pau todo ferido ,estava doendo de tão duro.Mas aquela cena tava me deixando louco de tesão, ciúmes,tara...tudo junto!Foi quando ele falou:---Se aproxime Marcos que agora vou tirar o cabaçinho dela e quero que você veja;cheguei bem próximo deles e pude ver o quanto a bucetinha de Keyla tão jovem estava inchada de tesão por aquele macho maduro e tão experiente no prazer que tava dando a ela.Ele abriu as perninhas de Keyla,bolinou os lábios da buceta dela,deixou ela bem molhada com os próprios líquidos e foi colocando a cabeça do cacete,e Keyla pedia pra ele ir rápido ele mandou ela se calar pois abia o que tava fazendo;me aproximei da boca dela e dei um beijo pra que ela não interferir no prazer dele.Quando ele sentiu o hímen dela na cabeça do pau falou:--Tô sentindo o cabaçinho dela na ponta do meu pau;vai arder um pouco mas você vai gostar depois .E enfiou de vez,tirando um grito dela e vi os olhos dela de prazer;ele começou um vai e vem contínuo e vi uma tira de sangue nas coxas dela escorrendo pro cuzinho dela e no pau dele também; ela tinha um orgasmo atrás do outro e ele continuava bombando dentro dela,enquanto eu chupava os peitinhos eriçados dela;de repente,ele anunciou o gozo e perguntou se eu queria que eu gozasse fora ou dentro dela e respondi que ele acabasse dentro dela pra ela sentir muita porra quente no útero.Ele falou:--Tô gozando agoraaaaaaa!E aumentou a velocidade e cada parad eu sabia que tava esporrando dentro dela e perguntei a ela se ela tava sentindo e ela falou que sim e foi se mexendo forte em cima do caralho do meu tio que já estava amolecendo dentro dela,ela foi rápida e se agarrou no pescoço dele e deu um beijo forte,apaixonado nele,sendo correspondida.Keyla falou:---Amor,quero de novo!E meu tio Armando respondeu:--Eu falei pra vocês que só seria essa vez pra tirar seu cabaço,mas não quero me envolver.Se vestiu e saiu do nosso quarto.Notei que minha esposa ficou triste e me pediu pra irmos embora no outro dia.

Acordamos cedo como se nada tivesse acontecido e falamos pro meu tio e sua esposa que estávamos retornando a nossa cidade;eles aceitaram mas permaneceram no Rio.

Retornamos e nossa vida não continuou normal como eu pensava e não podia culpar Keyla por nada.

Não sabia como resolver a situação que eu tinha consentido.Espero retorno do meu Tio Armando

Comentários

09/07/2013 08:31:46
deixa ela dar o cúzinho dela pra mim agora seu corno.
07/07/2013 17:38:18
Bom!,
07/07/2013 17:37:53
Bom,,,
22/07/2010 23:45:50
bom conto.
30/11/2009 15:04:55
Não, esse conto foi sem graça, pode mentir mais tem que ter um clima. nota 1
08/09/2009 17:22:39
quero conhecer sua mulher, deixa?se sim pede a ela para me add luizmallantes@hotmail.com
25/05/2009 15:32:23
cara vc é um viado,fala sério deixar na lua de mel seu tio comer sua mulher.
20/05/2009 15:18:44
E vc fez bem em realizar a grande tara da sua esposa pq se eu bem entendi,pelo lado dela ela teria se entregado à vc antes do casamento como vc mão podia stifazer o apetititevorz de sua esposa permitiu qseu tio trepasse com sua esposa,já q vc não poderia trepar com ela tão cedo,por ist vc merece nota 10
06/03/2009 18:24:10
Você corno, bem que gostou e ver sua esposa trepando e gozando com seu tio, pode ter certeza que ela vai querer mais, seu tio vai ser o novo macho da sua esposa.
19/02/2009 16:24:57
VC É UM GRANDE VIADO Q DEU O CABACINHO DA SUA ESPOSA PRO SEU TIO POR Q VC NÃO DA O SEU CÚ PRA ELE AGORA.NOTA O
27/01/2009 00:32:24
è ..to vendo que tu tá num mato sem cachorro!!! nota 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.