Casa dos Contos Eróticos

Feed

Comi a puta da minha avó.

Categoria: Heterossexual
Data: 25/10/2008 20:47:24
Nota 6.50
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Um dia fui ver a minha mãe, que morava em uma pequena casa com minha avó e quando cheguei lá minha mãe não estava. Como sou filho de adoção, minha avó na verdade não é o que se pode chamar de avó biológica, mas eu sempre soube que ela era mãe verdadeira de minha mãe; mas também sempre soube que ela era maior safada quando mais nova. Traía seus maridos (que foram mais ou menos uns 3, que eu saiba), e teve 5 filhas, minha mãe e mais quatro. na minha família por parte de mãe todas as minhas tias sempre foram muito safadas e gostam muito de fuder. Deve ser o DNA de minha avó.

Pois bem, como quando cheguei minha mãe não estava, fiquei conversando com a minha avó, que por ter idade avançada, falava um pouco baixo e fraco, por isso tinha que ter muita atenção para entender o que ela estava falando. nessa de prestar muita atenção, entendi que ela estava falando que como eu não eraa neto verdadeiro, já que ela estava a anos sem dar, eu poderia comer ela que não haveria problemas. na hora fiquei assustado, até porque eu estava no auge dos meus 18 anos e ela já estava berando os 70 anos. Só que com o tempo, meu pau começou a ficar duro e não resisti, disse pra ela que se era isso que ela queria, isso é o que ela teria. Mandei que deitasse na cama e ela logo tirou a calcinha, que era grande pra caralho e abriu logo as pernas. na hora achei graça, pois nunca tinha comido ninguém de pentelhos brancos e escassos. além de serem bastante grandes. Era uma loucura. Mas mesmo assim não desisti: mesmo em beijar na boca ou qualquer outro tipo de intimidade, meti a vara e ela aguentou tudinho. Meu pau demorou para entrar por causa da falta de lubrificação dela. Aliás, fiquei bombando na xota branca dela mais ou menos uns 25 minutos e ela não lubrificou. Mas mesmo assim não hesitou em deixar comer aquele bucetão de onde havia saído a aminha mãe e as minhas tias, que alipas são gostosas até hoje. Meti, meti, meti e ela não gozou, mas com a falta de lubrificação dela, o que aconteceu foi que o meu pau saiu de lá daquele bucetão branco todo ardendo, já que ela estava um pouco fechada pela falta de uso e sem lubrificação. Depois da gozada que foi dentro do bucetão branco, ela levantou, foi ao banheiro e ficou um tempão lá retirando a porra da xota. Depois disso nunca mais tocamos no assunto.

Da mesmo forma que comi minha avó também andei comendo a minha mãezinha de criação, mas essa eu conto em outra oportunidade.

Comentários

07/04/2010 12:24:48
só mancão......
07/04/2010 12:22:20
e qué vélha tbm en !!!! samukinhatranquilo@gmail.com vleeo?
02/02/2010 02:26:13
boaa, se puder comenta meus contos bjinhus *-*
08/01/2010 09:26:36
incrivel
20/10/2009 19:18:19
PQP Q PORRA NOJENTA.JÁ SABE A NOTA Q LEVOU ...
13/07/2009 12:29:37
interssante!
28/10/2008 10:05:20
Ola manda pra mim mais informaçoes sobre meu e-mail é ibracs@ig.com.br
25/10/2008 19:50:57
Essa história é verdadeira. Se você quer trocar experiências comigo sobre sexo com idosas, me envie um e-mail: gostosao.ef@ig.com.br

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.