Casa dos Contos Eróticos

Feed

Transei com minha cunhadinha que estava com raiva da minha esposa

Categoria: Heterossexual
Data: 18/06/2008 11:52:41
Última revisão: 19/06/2008 11:51:14
Nota 7.44
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola, meu nome é João tenho 27 anos, tenho 1,78 de altura, sou magro de pele morena clara, com olhos castanhos claros e minha esposa com 23 anos na época, 1,68 de altura com olhos castanhos e falsa magra (aquela mulher magra, mas com um corpo violão e bem gostosa). Aqui começarei contar um fato verídico que aconteceu há 3 anos atrás.

Eu e minha mulher neste tempo vivíamos bem até que ela derepente resolveu trazer uma irmã dela que morava no interior com os pais dela para morar com agente sem me consultar, foi um espanto quando chego na porta de casa a vejo de costa para mi varrendo a porta da nossa casa, de primeira achei que fosse a minha esposa, porque ela estava usando uma roupa da dela e tinha praticamente a mesma altura, mais concertesa era mais gostosa e tinha o cabelo maior( do maior ponto mulheres de cabelo longo) mesmo assim cheguei junto e dei um beijo no pescoço dela ai ela virou-se para mi e deu gritinho de espanto a minha esposa veio vê o que estava acontecendo e diz para mi que ela era sua irmã e disse a ela que eu era o marido dela e entra, ela era mais velha do que minha esposa, tinha na epoca 27 anos, mas a aparencia dela era de uma menina de 19 anos sendo só um pouco maior na altura e logo ela me olha com a cara mais safada que já tinha visto até mordeu os lábios e mi comia com os olhos de cima a baixo ( certamente por causa do beijo que lhe dei no pescoço) fiquei louco ao ver aquilo a vontade que eu tinha era de agarrar e de trepar como um alucinado, mas não podia demonstrar aquilo.... (por que sou louco por sexo mesmo e como minha esposa era muito fraca em termo de sexo, não era boa de cama na verdade era a pior que eu já tinha encontrado mas eu era feliz com ela mesmo assim)...

Entrei em casa tomei um banho toquei uma punheta valorosa pensando naquilo que tinha visto, depois fui ao comercio comprar algum, quando cheguei lá estava ela, a minha cunhadinha cheirosa e bem arrumada mesmo só para ficar em casa com aquilo o meu tesão aumentou na hora, eu olhava ela e imaginava varias coisas que a minha esposa nunca fizera, mas por ser feliz ao lado da dela aquilo me dava um sentimento de raiva e culpa por sentir aquilo por outra mulher que não seja a minha esposa.

Com o passar dos dias eu já conversava mais com a minha cunhadinha do que a minha esposa, mas sempre no controle da situação e às vezes ela vinha mi dar uns abraços às vezes com eu de costas outras de frente e ela sempre dizendo que eu era um amor de homem aquele tipo cavalheiro, romântico, dedicado aos detalhes, ela mi elogiava demais isso foi fazendo o desejo que eu tinha de possuí-la cada vez mais aumentar, mas nunca aconteceu nada, nada mesmo.

Quando que nós nos mudamos para outro bairro a minha cunhada começou a sair e minha esposa queria ir junto com ela, eu já tinha saído algumas vezes sozinho sem a companhia da minha esposa com os meus amigos(mas nunca trai ela, nem uma vez nos 2 anos de casado) ,então pensando nisso deixei ela ir, foi ai que começaram os comentários de que ela mi traia cada vez que saia e o nosso amor foi acabando até só resta a convivência juntos, a rotina era eu ir ao trabalho ela fica em casa com a irmã quando chego ela sai com as amigas.

Até que um dia minha cunhadinha chega umas 11:30 da noite em casa e que tinha brigado com a minha anteriormente esposa e ficado uma arara com ela, foi chegando e falando um monte de coisas e por fim foi tomar um banho, depois do banho ela pegou uma das minhas camisa de algodão e foi dormi em uma rede na sala, passou uns 15 a 20 minutos e eu já estava dormindo quando derepente sinto uma mão macia percorrendo todo o meu corpo me deixando louco de tesão quando abro os olhos era minha cunhadinha de quatro mordendo os lábios, passando a mão no meu peito e mi olhando com cara de safada que só ela tinha, eu tremi de tanto tesão quase gozei só de olhar para ela, nu movimento rápido ela pulou em cima de mim sentado-se em cima do meu pau e tirou a camisa me mostrando os seus peitos lindos agora ela estava só de calcinha verde e de meias rosas me lembro muito bem, ela começou a beijar-me e esfregar a sua bucetinha nas minhas pernas, com as minhas mãos naquela bundinha linda bronzeada e ela que nem louca gemendo indo e vindo com a buceta na minha perna durante um bom tempo até ela gozar e gemia alto cada vez mais alto e eu falava para ela gemer mais baixo, mas ela não tava nem ai, então ela abaixou tirou o meu pau para fora com meu calção e começou a me chupar engolido todo o meu pau que é cerca de 19 cm comprimento por 5,5 de largura mas para ela não era nada ela metia todinho na boca, lambia, chupava minhas bolas era bokete mais sensacional que já tinham me feito, logo ela virou-se com a buceta na minha cara fazendo a posição 69 e disse para começar chupar bucetinha dela e chupei, metia a língua mais fundo o que eu podia nela e ela ficava cada vez mais louca, quando percebi que ela já ia gozar também me concentro para gozamos juntos e ela engolia tudo não deixou nada, e eu lambia todo o gozo que escorria das pernas dela, ela sem sair em cima de me ela continuou a chupar até meu pau endurecer de novo e eu comecei a chupar o seu lindo cuzinho, quando viu que o meu pau já estava duro outra vez, sentou-se colocou a calcinha de lado e abaixou de uma vez penetrado-a por completo, era lindo ver aquela mulher ora mordendo as pontas dos dedos da mão, ora segurava os cabelos dando uns gemido muito altos que naquela hora ( era umas 11:50 na noite ) os vizinhos já tinha ouvindo tudo, mas nem liguei o tesão era muito grande por ter aquele mulherão pulando em cima do meu pau e rebolando e gemendo alto e gritava para eu come-la com força, nos dois trepamos como nunca. Começamos a revezar nas posições, peguei ela deitada de pernas abertas e ela cruzou as pernas e requebrava o quadril com o meu pau dentro dela, olhava para ela e ela estava mesmo doida de tesão e já tinha gozado uma duas vezes outro três vezes e mesmo assim não parava nem um pouco pelo contrario aumentava mais e mais nunca tinha ficado com uma mulher deste jeito louca por sexo que nem eu, quando ela me largou me pegou com uma das mãos foi ficando de 4 , vi aquela bundinha linda e ela disse que era pra não ter dó, meter com tudo na buceta dela e eu o fiz, eu ia com tanta força que minhas bolas já estavam doendo mais a visão do meu pau entrando e saído daquela buceta e aquele cuzinho piscando pra mi ela demais gozei dentro dela e ela pediu imediatamente para eu não parar com os movimentos e assim foi, continuei socando com tudo a buceta toda meladinha com o meu gozo me deixava mais louco e depois de uns minutinhos gozei de novo e ela também, mas sem perder o animo ela começou a me chupar e arranhado todo o meu corpo com suas unhas das mão, aquilo vez o meu pau levantar e ela se posicionou de 4 outra vez, mas desta vez ela estava oferecendo o seu cuzinho e me mandando desesperadamente eu fode-lo, dei umas lambidinhas naquela bundinha que era linda e então comecei a dar umas pinceladas no cuzinho dela e comecei a penetra-la aos poucos e ela de uma só vez emburrou o seu corpo contra o meu fazendo com que meu pau entra-se de uma vez no seu cuzinho, ela deu um gemido de prazer e vendo aquilo o meu pau todo em sua bunda, ela mesma começa o vai vem , deixo ela fazer sozinha os movimentos até que olhando para aquele corpo lindo, aquela mulher pedido pra me foder com força o cu dela, eu surte-i, esqueci tudo segurei ela e comecei um frenético vai vem metendo como louco naquele cuzinho, ela gritava mete - mete todo o seu pau no meu cu - me arroba – fode a irmãzinha da sua esposa – goza dentro do meu cuzinho – enche ele de porra – fode caralho esse meu cuzinho, ela demonstrava não sentia dor nenhuma era só prazer, logo ela da sinais que ia gozar, então gozamos juntos e caímos um sobre o outro totalmente exausto e suados, cansados não falávamos mais nada e ainda com a respiração forte, ficamos lá uns 5 minutos deste jeito, até restabelecer um pouco das nossas forças, agente si olhou e demos um grande sorriso, ela exclamou - nossa um que foi isso, nossa como vc e tão bom de cama e minha irmã sempre dizia pra todo mundo que tu nunca transou com ela mais de 1 vez seguida, que era lá 2 ou 4 vezes por semana que vcs transavam, eu expliquei a ela que era tudo mentira era ela que não se soltava comigo se fazendo de santa e pondo a culpa do nosso relacionamento não ter dado certo em mim. E minha vida ficou assim, ate eu me separar definitivamente da minha esposa a cerca de , de um ano e meio, era na casa eu, minha cunhadinha e minha esposa já que ainda estávamos morando juntos também comia ela, mas transava todos os dias com a minha cunhadinha inclusive a minha esposa já não queria ela mais em casa, com isso elas brigavam muitas vezes, era muito chata essa situação, porque a minha esposa sabia que eu tinha um relacionamento com a irmã dela e cada vez que ela escutava algum tipo de comentário na rua dos próprios colegas dela, ela vinha super irritada.

Mas teve um dia que comi as duas juntas, comendo uma e chupava a outra

Por causa dessa historia tive que mudar de casa e de bairro, comprei um apartamento em outro bairro, até que a minha ex esposa, que estava no interior morando na casa dos pais, me pediu para ela ficar uns dias em meu apartamento e como sempre ela trouxe outra irmã que era mais nova do que a primeira cerca de 19 anos e mais bonita ainda o resto vcs já sabem, tive que me mudar de novo por causa dos comentários das pessoas e dos gritos e gemido da irmã da minha ex.

Mas essa historia fica para a próxima e deixo o meu e-mail para quem gostou da minha historia e que comi minha cunhadinha.

Gmail: arcanjofagundes@gmail.com.

Comentários

21/05/2011 16:19:47
Não me importa se é verdade ou mentira, se o que narrou aconteceu ou não. O que vale é que ele é excitante! Também sou tarado por minha cunhada e fico sonhando com uma atitude dela como a sua tomou em seu conto... Valeu!
01/06/2009 15:53:30
Boa história! Queria que um dia acontecesse comigo, pois minha cunhada é uma coisa linda.
29/05/2009 11:29:32
vai contar essa história prós defuntos meu, ondé que tu pensa que stá, numjardim infantil?
26/05/2009 21:35:13
legal
29/04/2009 09:43:32
belo conto espero que algum dia vc realise sua fantasia
04/01/2009 02:51:10
Minha cunhada não vale a pena nem tentar. Mesmo assim gostei do conto.
28/08/2008 14:43:20
puxa cara este seu conto parece mentira,desculpe.
23/07/2008 14:57:50
Belo conto velho... E bela fantasia vc tem em comer sua cunhada...affs...
21/06/2008 01:28:55
Homens: se querem fazer a cunhada, tentem! Nós tb queremos fazer os cunhados!
19/06/2008 13:05:57
Há se eu podesse fuder minha cunhada.
19/06/2008 08:58:29
cara eu tbm sou louco por sexo mais nao sou correspondido ainda bem que vc conseguiu comer sua cunhada valeu

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.