Casa dos Contos Eróticos

Feed

Meu pai

Autor: Talita
Categoria: Heterossexual
Data: 24/03/2008 02:19:58
Nota 7.92
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola, tenho 18 anos , e venho contar minha historia, tudo começou quando tinha 17 anos uma semana antes de fazer 18, meu pai era militar aposentado e a pouco tempo tinha me dado uma moto,, ele me fazia milhares de recomendaçoes do tipo nao correr e etc. porem, um dia eu estava com minhas amigas numa festa onde so havia caipirinha, e destilados, eu não bebia e estava puta da cara, pois um paquera meu havia me dado o bolo literalmente, nao fiquei muito triste e fui pra casa meio embriagada... nem sei como mas cai e me acidentei com uma outra moto.....

estava sem consciencia nenhuma e fiquei toda machucada tendo que dormir no hospital.....

meu pai foi chamado pelo meu primo e logo estava comigo,....

ele é separado da minha mae e desde pequena fui criada com ele ...

dormindo junto e tudo mais...

ele me falou um monte de coisa que ateh decidi vender a moto e comprar um carro ... (tinha uma biz)

apos tres dias no hospital tive auta de fui pra casa, ficava o dia inteiro em frente a tv..

meu pai chegava de tardezinha tirava a farda e cuidava dos curativos...

mas depois de dois dias fiquei super sem graça pois minha amiga nao pode me ajudar a tomar banho. e tive de pedir a meu pai a me ajudar..

ele ficou muito bravo e disse que nunca iria faze-lo, nao liguei e fui sozinha, tirei a tala do braço e começei a lavar onde tinha os ralados e ferimentos dicversos,

mas nao adiantava ... minhas costas e pernas sempre ficavam sujas ...

mas em um dia tive a brilhante ideia de pedir ao meu pai que me ajudasse a tomar banho, ele meio que nao quis mas acabou por botar um short e ir ao banheiro...

fiquei toda sem graça de estar pelada na sua frente mas fiquei toda natural como se nada tivesee acontecido, quando ele ligou o chuveiro a agua caio em sua bermuda e fiquei observando seu pau, nossa fiquei toda vermelha... ele nem ligou, pegou o chuveirinho e começoe a molhar minhas costas...

e por assim foi por uns tres dias ... ele me molhava inteira e saia rapidamente......

eu ficava abismada com seu pau duro mas fingia de desisitendida e imaginava millhares de proibiçoes, e no fundo ficava molhadinha doida pra que ele tirasse o short ou qualquer coisa do genero...

asssim foi até sabado no dia do futebol... estava no sofa assistindo TV, quando ele chegou e disse " vc ja tomou banho " ?

fiquei super sem graça e disse que sim... , porem ele olhou para mim e disse que meus pes estavam sujos no sofa e que eu teria que lava-los e tomar um banho direito....

rapidamente levantei e fui ao meu quarto .. me enrolei numa toalha e fui em direção ao banheiro do meu pai..

chegando ele estavo todo pelado e meio embriagado falando coisas meio desconexas ...

disse " entra vc primeiro que eu ja vou filinha"

nossa ... quase tive um troço ... estava doida.. e meu pai me comia com os olhos a hora que tirei minha toalha...

ele disse " nossa como vc esta bonita! "

eu fiquei super sem graça entrei no banheiro e fechei o box... alarmada e esperando ele dizer algo...

com as pernas fervendo e com os bicos dos seios duros e empinados.... liguei o chuveiro e me molhei inteira ....

logo ele entra e começa a se ensaboar ... peito pernas costas e disse ... " vc quer que eu a ensaboe .? "

disse que sim com a maior naturalidade ... esperando que ele passasse o sabonete em minhas coxas...

estava louca... e logo ele percebeu e disse ... nossa como vc cresceu... esta marivilhosa, com peitoes, e essa bundona, "e deu uma apalpada com um leve tapa"...

nao aguentei e virei pra ele toda nua... com aqueles olhos de safada e disse .. cresci mesmo mas ainda estou machucada do acidente, entao pode parar com esse tapinhas..

e ficou um silencio no ar....

ele se enchaguou e abrio o box...

e quando ia sair pedi que me enchaguasse ...

quando ele começou a me enchaguar senti o pau duro nas minhas coxas.... fiquei super assustada e sem jeitro fui me encaixando em seu pau de forma que ele ficava entre minhas pernas ( sem penetrar )

ai fiquei sem palavras ateh e que senti sua mao em meus peitos, e fiquei super extasiada.... deposis daquele amasso nao queria saber o que estava acontecendo ele me segurou pelos braços e colocou seu pau na direção da minha bucetinha... e disse " vc vai gostar filinha " ... eu sabia o que era e adorei ... ele enfiou o pau dele duro como uma pedra em mim e ficou bombando bem forte por uns vinte minutos ... gozei umas duas vezes e logo ele gozou na minha bucetinha

logico que ficava dizendo que não era certo enquanto ele bombava ... mas enquanto mais eu falava mais ele enfiava ,,,, me deixando louca e depravada ....

depois disso ele sempre me comeu, todos os dias quando chego da faculdade ele me espera e eu nao me preocupo com nada apenas em satrisfazer meu pai...

ele me tirou o cabaço e só ele me come ... e eu adoro isso

Comentários

10/09/2011 02:07:56
qi delicia heim
02/01/2011 23:53:09
lindo conto adorei
21/01/2010 17:33:56
Sem graça a beça.
26/11/2009 19:42:27
Deus, como essa garota é burra e lenta... que falta de capacidade ...
20/10/2009 14:52:01
Isso aí policial,essa menina tá precisando d um cacetete.É uma kaôzada d péssimo gosto.
23/06/2008 20:47:10
Seu conto pode até ter contradições, nem ser verídico, mas atingiu seu objetivo, que é excitar aos leitores. Quanto ao plicial_sp100 à raiva dele, pode-se interpretar o desejo que ele sente por alguém muito próximo a si, caso contrário não acessaria para ler, um conto de incesto. Não acha? Eu pratico e adoro incesto, não com minha filha carnal. Por falta de mais detalhes, nota 6 Roberto_monteiro@yahoo.com.br
25/04/2008 05:27:16
Bem que êles leram.
16/04/2008 15:23:13
amei seu conto pois tb pratico insesto ,se quizer trocar ideia me adicione fabio-j-j@hotmail.com
30/03/2008 14:18:13
Gostei mto do seu conto, vivo uma situacao igual, confesso que senti tezao, sucesso.....
24/03/2008 13:56:49
rogerio.rola@gmail.com Desculpe. Ato falho.
24/03/2008 13:55:48
Eu gostei do conto, mas também achei alguns pontos de contradição na história. No entanto, acho que contos eróticos nem sempre precisam de veracidade, mas de credibilidade e, uma coisa não tem nada haver com a outra. Nota 8. E fica aí o meu e-mail para novas histórias e possível amizade. rogerio.rola@hotmail.com
24/03/2008 09:30:39
bom dia talita..concordo com policial_sp100..muitas contradicoes no seu conto..seria melhor vc contar suas reais fantasias e desejos..se quiser me add..carlos.calcado@hotmail.com terei muito prazer em conversar com vc..bjos bom dia..
24/03/2008 06:24:24
Que conto mais mentiroso, bom se seu pai é aposentado , ele nao usa farda mais, a mentira começa por ai, jamais um pai verdadeiro faz isso com um filho,isso é uma fantasia de sua cabeça, e se aconteceu isso mesmo, o seu pai é um fdp. Vá estudar, fazer sua faculdade e deixe esta sala de contos para adultos, se vc tem vontade de sair com militar procure um, naõ denigre seu pai. Apresento aqui o meu despreso para esse conto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.