Casa dos Contos Eróticos

Feed

A mulher do meu amigo

Autor: aaam
Categoria: Heterossexual
Data: 29/11/2007 10:36:02
Nota 7.88
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Resolvi relatar este fato ocorrido comigo em 2004 e que mudou minha vida.

Sou padrinho de casamento de um amigo meu chamado Thor e de sua esposa Lena, Somo muito amigos mesmo, de sempre estar na casa dos dois, e de viajarmos juntos, as vezes com alguma namorada do momento ou as vezes sozinho.

Viajamos uma vez para passar o carnaval no interior na casa de uma Tia da Lena e como era carnaval resolvi ir sozinho (não levar sandwich pra festa heheheh) chegamos lá já tinha uma galera na casa da tia da Lena e assim ela nos alojou num escritório do marido dela. Como chegamos na quinta-feira a noite e estávamos cansados do trabalho e da viagem resolvemos ir dormir. Fiquei num colchão de frente ao colchão da Lena e do Thor e este escritório era claro por que ficava de frente pra rua, eu apesar do cansaço perdi o sono, acho que por causa do calor, em uma das vezes que abri os olhos percebi que a Lena estava deitada de lado e estava olhando pra mim. Fechei os olhos novamente com a certeza que ela não tinha percebido que eu estava acordado. Levei o braço até os meus olhos tampando e ao mesmo tempo conseguia ver o rosto dela sem que ela me visse. Percebi então que ela estava olhando pra minhas pernas e pro meu short, neste momento não deu pra segurar meu pau endureceu na hora. Ela não tirava os olhos, mexi a perna e ela fechou os olhos, depois abriu novamente, ela estava me filmando mas estava com medo deu perceber. Passou um tempinho ela se levantou e foi ao banheiro, eu aproveitei e puxei a cueca pro lado deixando meu pau de aparecendo dentro do short. Ela chegou e deitou novamente e olhou, dava pra ver que ela estava um pouco ofegante e eu estava com as pernas tremendo. Ela colocou o braço debaixo da cabeça, acho que pra levantar a cabeça e poder olhar melhor, o Thor estava desmaiado, Pensei comigo acho que vou ser mais ousado ainda e fingi coçar e deixei mais da metade do meu pau pra fora e foi assim a noite inteira mostrei praticamente meu pau todo pra ela. No dia seguinte acordamos tomamos café e a Tia comentou que a gente não devia ter dormido direito porque o escritório fica muito claro e eu fiz o comentário que nem percebi pois dormi como uma rocha e o Thor disse a mesma coisa.

Na sexta saímos pro carnaval a turma que estava lá eram bem mais novos que a gente e não se enturmou , ficamos só nós três, e estava muita muvuca, e neste tumulto acabou ficando o Thor na frente a Lena no meio e eu atrás, em certos momentos eu acabava ficando colado nela, e ela dançando não tinha como ficar de pau duro, minha cabeça estava a mil, poxa era esposa de um grande amigo e era minha amiga também o que tava rolando nunca tinha passado por minha cabeça. E foi assim por um bom tempo até que deu 1:00 da manha e o Thor reclamou da bagunça que queria ir embora a Lena fez cara de reprovação e ele disse que era pra ela ficar comigo mais, pois pra ela já tinha dado no saco. E ela perguntou se não ia atrapalhar nada e eu disse que não tinha nada haver e assim o Thor foi embora. Ficamos na muvuca e sempre acontecia de ficar coladinho na bunda dela e ela dançando e eu sentindo aquele bumbum mexendo no meu pau. Eram 2:30 e resolvemos ir embora, quando estávamos na porta da casa da Tia dela, vimos um casalsinho que estava na casa transando na varanda e ai como entrar, e eu ainda estava de pau duro imaginando a gente dançando e no escritório ela me olhando, imaginei ela fazendo tudo de novo, mas o casalsinho emperrou tudo. Andamos pela rua até que vimos um banquinho e paramos e resolvemos esperar um pouco pra depois voltar. Ela riu da situação e eu lhe disse feliz é do camarada , pior sou eu que nem isto estou fazendo, aí ela pediu desculpa dizendo ter me atrapalhado ficando comigo e não ter ido com o Thor, eu sem pensar lhe disse que não trocaria a companhia dela por aventura nenhuma naquela noite e que tenho certeza que matei muita gente de inveja dançando com ela a noite toda. Ela deu um sorriso tão gostoso pra mim que não resisti e lhe dei um beijo, foi um beijo tão gostoso, que diria ter sido mais gostoso que a transa do casalsinho na varanda, depois do beijo ficamos abraçados sem olhar um na cara do outro, o clima ficou estranho. Foi aí que eu falei melhor a gente ir embora e ela concordou, no caminho lhe pedi desculpa, ela só mexeu com a cabeça sinalizando que aceitava e foi andando na frente, eu olhando aquele bumbum urino naquela calca de malha com a calcinha enterradinha, não resisti segurei em seu braça e puxei ela de encontra a mim, mas de costas, e fui beijando seu pescoço e relando meu pau na sua bundinha, ela levou a mão atrás e segurou com força, nos encostamos no muro e ficamos beijando nos alisando, e ela bateu uma pra mim, pois mais nada podíamos fazer na rua sem chamar a atenção, quando olhamos no relógio já eram 4:20 a muvuca ainda estava na praça e resolvemos ir embora, chegamos na casa e demos mais um amasso na varando com direito a um boquete gostoso dela e entramos, foi muito rápido na varanda. Deitamos e ficamos o resto da noite olhando um para o outro com um sorriso de satisfação na cara. O resto do carnaval , fiquei sem graça com o Thor, que estava super animado e depois deste dia não dormiu mais cedo e ficava me cobrando, que eu não ficava com ninguém, más como eu poderia ficar com alguém durante o carnaval se em plena sexta feira do carnaval eu descobri a mulher da minha vida. Eu e a Lena já ficamos umas 4 vezes juntos em motel, confesso que hoje eu a amo, mas, quanto a ela eu não sei, acho que ela queria mesmo era uma aventura. Diminui meus encontros com o casal, pra evitar sofrimento, sofrimento por ter sido desleal a um amigo e por amar uma mulher e não ser correspondido.

Comentários

24/05/2012 11:11:35
O apaixonar...faz parte; mas o tesão maior é a mulher casada dando gostoso; isso traz verdadeiro fetiche. E continuo vendo o amante como alguém que, geralmente, ajuda a preservar o casamento. Não sei se é o seu caso. Mas valeu!
24/10/2008 00:24:45
Fica frio! O Deus do trovão faz barulho mas não mata!
06/12/2007 19:13:03
Dei nota 7, o conto esta muito bem escrito... mas faltou a parte mais interessante... narrar vcs dois na varanda... Quanto a parte sentimental... isso passa...
06/12/2007 12:53:00
Ae vei conheço vc e conheço o casal que vc relatou. Bairro Estoril, não acertei???? heheheh, Sabia que tinha rolado com vcs dois. Fica na pampa não vou bater esta história pra ninguém. Só que o lance, foi entre o cafesal e a casa, não na rua e no carnaval. Percebi a forma que vcs chegaram em casa, e vei vc deu bandeira demais o "THOR" que é uma mané que não percebeu.
29/11/2007 17:37:44
A histérica da BAIANINHA SAFADINHA gostava de "LASCAR O CU NO PREGO", agora mudou porque. é Fino demais, prefere o "CABO DO MARTELO", SEI... SEI,... SEI... mARTELO NADA, NÉ chibungo... Você gosta mesmo é do cabo da MARRETA atolado em seu cu, não é? E a revolta dessa bicha deve ser porque é filho de um chipanzé, que comeu a mãe dele no "Castelo" da Solange, onde ela "trabalha" diariamente, como mulher-dama, mas que o rejeitou em sua infância. E o cheiro de urina e fezes vem da cabeça desse CHIBUNGO cujo cérebro é uma verdadeira latrina do inferno. Vai dar o cu que tu melhora, bichinho,... ops... BICHINHA.
29/11/2007 12:51:45
suepr dificil...sem comentarios.
29/11/2007 11:30:35
Caro Baianinho safadinho, quanto ao "URINO" foi um erro ao digitar, mas entrando nos seus contos percebi que um título de seu conto existe a palavra "GEITO", procure no diccionário a grafia correta, antes de sair detonando os outros da forma como vc me detonou. E quanto a enfiar um martelo no meu cú, acho que seus contos levam a crer que vc tem total interesse em levar este martelo.
29/11/2007 11:23:01
Com certeza esse tal Thor, enfiou o martelo no seu rabo. A pieguice continua reinando neste fórum, “eu olhando aquele bumbum urino” com certeza você deve ser um deposito de urinol. Além de ser um analfabeto de pai e mãe, chipanzés devem estar escrevendo melhor do que você. Vou lhe ajudar, se joga de cima de uma ponte e morre, seu sofrimento vai acabar. Leva ZERO
29/11/2007 11:13:58
situação dificil, mas a vida continua...tente esquecer!!, logo vc encontrará uma pessoa que te faça feliz!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.