Casa dos Contos Eróticos

Feed

Tara pelo Irmão

Autor: Bianca
Categoria: Heterossexual
Data: 10/11/2007 17:40:58
Nota 7.89
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Bianca, sou do tipo de garota que todos os homens desejam, tenho um corpo malhado em horas diárias de academia, sou morena de olhos azuis e tenho 23 anos, adoro namorar, e gatos e o que não faltam dando em cima de min. Poderia dizer que em matéria de sexo não me falta nada, mas não seria verdade pois minha maior tara sempre foi meu irmãozinho. Não sei se muitas meninas tem a mesma tara que eu. mais a verdade e que morro de tesão pelo meu irmão, afinal Paulo também é um gato, bonito inteligente e gostoso e apenas dois anos mais velho do que eu. Sempre procurei provocá-lo ora trocando de roupa com a porta de meu quarto aberta, ora lhe pedindo para trazer-me a toalha que havia esquecido enquanto estava no banho, usava shortinhos minissaias ou camisas sem nadinha por baixo sempre me mostrando e era delicioso provocá-lo, pois sabia que ele também me desejava muito. A noite durmo com uma pequena camisola de seda e sem calcinha, costumo ficar lendo por horas na cama com a porta do quarto aberta e por vezes noto que ele me observa do lado de fora pensando não ser visto, aí começa meu show particular, para provocá-lo viro de um lado para o outro, passo a mão na minha xaninha, arrebito o bumbum, Fico molhadinha com essas brincadeiras. Mas nada dele invadir meu quarto e me agarrar. Certa vez havia prendido uma fita no meu vídeo e pedi sua ajuda para retirá-la, estava só de camisola e sem calcinha, fiquei de frente para ele de pernas abertas enquanto ele mexia em meu vídeo, abria e fechava minhas pernas discaradamente provocando, ele não tirava o olho da minha bucetinha e já tava de pau duro, mas minha mãe chegou e acabou com a nossa sacanagem. Pensei que meu desejo não iria se realizar nunca até que num fim de semana, fomos a festa de casamento de uns amigos nossos sozinhos, pois minha mãe estava viajando e Renata namorada do Paulo tinha prova de vestibular. Estava com um vestido preto que delineava meu corpo o que deixava todos os homens olhando para mim, bebi algumas taças de vinho o que me deixou um pouco alegre. Quando voltamos para casa dei-lhe um beijo de boa noite, e safadamente encostei meu corpo ao seu, pude sentir que seu pau latejava de tão duro o que me deixou louca, foi quando sem perceber fiquei alguns minutos como se estivesse em transe com aquela pica encostada no meu corpo. Meu irmão disse para eu para de fazer aquilo, eu me fazendo de rogada toquei no seu membro duro perguntando fazer o que? continuei alisando seu pau que queria saltar da calça e falei que pausão maninho. Então ele perdeu o controle e que nem um tarado puxou meu corpo de emcontro ao seu colocando sua mão na minha bunda e levantando meu vestido, já encontrando minha xereca a essa altura completamente molhada , ficamos assim pôr alguns minutos ou seja ele me beijando enquanto me bolinava, e esfregava aquele pau gostoso na minha bucetinha , ele dizia que eu gostava de provocá-lo e que ele era louco para me comer todinha e que hoje ele me deixaria toda arrombadinha, com aquelas palavras de sacanagem náo aguentei e gozei loucamente . Pedi quase implorando, me come maninho, me fode todinha, foi quando ele mesmo em pé, puxou minha calcinha para o lado e enfiou todo aquele pau gostoso dentro de mim enquanto eu o abraçava com as minhas pernas ele começou um vai-vem louco e falava no meu ouvido que estava cansado de bater punheta pela maninha gostosa que gostava de provocá-lo. Me chama-va de putinha, de maninha, de gostosa, assanhada, tesuda dizia que iria me fuder gostoso e que eu iria gostar e ia querer dar para ele todo dia, sempre falando sacanagens foi me levando engatada no seu pau até a cama de minha mãe. Também resolvi falar sacanagens, falando que queria ser comida de todo jeito por ele, pela frente e por traz e que também havia batido siririca pensando nele, e que se ele metesse gostoso na minha bucetinha meu cusinho virgem seria dele, nessa ora ele não aguentou e gozou que nem um louco dentro da minha bucetinha sem se importar com nada. Logo depois falei que queria mais e comecei a lamber aquela pica gostosa ele também começou a lamber minha xaninha o que me deixou louca fiquei de quatro e mais uma vez pedi me pega por traz tarado. Para meu prazer assim que fiquei de quatro esperando por ele. veio logo enfiando no cusinho , pedi para ele enfiar devagarinho, porque era virgem, quase desmaiei, ele nem esquentou só falava que minha bundinha era dele e que tinha batido muita punheta pensando nela, foi aumentando a velocidade e dizia toma toma minha putinha até gozarmos juntos. Tomamos banho onde rolou mais sacanagem e dormimos juntos, no dia seguinte minha bucetinha estava esfolada de tanto fuder afinal eram anos de tesão incubado. Depois desse dia viramos amantes, hoje moro sozinha, mas meu irmãonzinho, apesar de casado, sempre vem me visitar e eu me pergunto se com a esposa dele rola um sexo tão gostoso. Tenho certeza que não, talvez porque o proibido é mais gostoso.

Comentários

dmm
25/06/2012 13:33:54
Que tesão, excelente.
26/02/2010 03:44:25
adorei gostosa!
18/02/2010 10:35:12
O conto é curto, mas bem escrito, e o melhor, me deixou de páu duro pois também como a minha irmã, ela é uma delícia de mulher.
19/05/2009 21:35:38
gosto dos cometarios da ana e concordo com ela.
31/03/2008 23:41:15
ola, bianca, seu conto muito real, verdadeiro, gostei muito, até porque tudo que é proibidoé mais gostoso, valeu nota 10 se podesse daria nota 20
11/11/2007 11:52:52
Mas que a Bianca é gostosa, isso é mermo rsrsrsrsr
11/11/2007 08:21:19
muito bom o conto!
10/11/2007 18:12:34
O conto é bem escrito e dou 10 (DEZ)... Mas o amigo se trai em algumas palavras e entrega sua verdadeira identidade. São Paulavras comuns a muitos outros contos que já li, de homens adultos (de 45 para cima), se passando por meninas.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.