Casa dos Contos Eróticos

Feed

Até que enfim, comi minha tia

Autor: Mr. Ric
Categoria: Heterossexual
Data: 26/06/2007 01:32:19
Última revisão: 29/05/2008 23:33:15
Nota 6.00
Assuntos: Heterossexual, Tia
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá!

Estou enviando o relato de uma experiência que aconteceu comigo. Eu tenho uma tia super gostosa, mas, como é de se esperar, nunca deu trela pra mim. Quando eu era mais novo, batia tanta punheta nas suas custas, que depois de um tempo não ligava muito para ela mais, eu devia ter uns 17 anos, a gente morava nos fundos da casa da minha vó. Foi quando nos mudamos para outra casa, que eu senti que nunca mais teria chance de meter com ela e com minhas primas. Sempre visitava ela e minhas primas que são super gostasas também( mas é outra história ). Um dia fui visitar ela, era minha folga no serviço, fui de manhã, meu tio não estava e minhas primas estavam na escola. Ela me recebeu super bem me convidou para tomar café, eu aceitei e nisso ficamos conversando, ela estava com uma bermuda jeans colada, que realçava mais ainda aquela bunda maravilhosa que ela tem e um top preto super justo que mostrava bem seus seus que eram maravilhosos(posso contar porque eu vi ). Ela percebeu que eu não tirava os olhos dela, nisso nos fomos para a sala, ela rebolando na minha frente, eu estava ficando a mil, ela sentou de frente comigo e começamos a conversar, ela começou falar se eu estava namorando, eu falei que não, ela indagou dizendo como um garoto com eu não estaria, bonito, esbelto e simpatico estava sozinho, nisso eu disse que só estava paquerando e saindo com uma visinha minha. Nisso ela se aquetou e começou a desabafar dizendo que meu tio não gostava mais dela, não procurava mais ela, dai pra meu espanto ela perguntou se eu achava ela bonita, gostosa, fiquei assustado na hora disse que sim e sem pensar falei para ela que achava ela super gostosa e de repente ela veio para cima de mim e nos começamos a nós beijar, até que enfim ia chegar a hora que eu tanto esperava, ficamos nos beijando, quando ela desceu sua mão e pegou no meu pau, mas por cima da bermuda ele estava duro igual rocha, ela tirou minha bermuda e para meu espanto começou a fazer uma chupeta, ela chupava com gosto que não demorou muito e logo gozei na sua boca, ela chupou todo meu leite mimsó, nisso ela rancou toda sua roupa e eu pude admirar aquele corpo tão desejado, ela era maravilhosa, morena clara, cabelos lisos até os ombros, bunda arrebitada, peitos médios e a xoxota parecia um capô de fusca, ela se deitou no sofá e eu me deliciei chupando sua Buceta, seu grelo e seu anelzinho também, o sabor era magnifico, acho que fiquei chupando ela uns vinte minutos, ela gemia de prazer, tinha gozado umas três vezes, quando parei ela falou que meu tio nunca tinha chupado ela. Ela começou a me chupar novamente, lambia as bolas, chupava a cabeça e todo o corpo, enfiava e tirava ele dá boca, de repente ela tirou ele dá boca e se deitou me chamando para fude-lá, para tentar mais ela fiquei esfregando ele no seu grelo, ela gemia de prazer e gritava para eu colocar para dentro, que logo fiz com muito gosto ele entrou bem justo, pois ela disse que fazia 2 anos que não trepava, eu com muito orgulho fiz questão de acabar com esse jejum. Colocava ele todo, e tirava fazendo um movimento de vai e vém ela gemia, estava adorando, nisso ela gozou novamente, e se virou de quatro e eu comecei a meter de novo, ela atirava sua bunda para trás engolindo meu pau, estava quase para gozar, ela falou para gozar na sua boca, eu gozei com todo prazer, ela não deixou escapar nenhuma gotinha do leite mimsó. Nisso ela começou a chupar ele novamente e logo ele estava pronto para outra, começamos a meter novamente até que caimos exaustos, e fomos tomar ela me levou para o banheiro segurando no meu pau. Estavamos tomando banho quando peguntei se poderia meter na sua bundinha, ela disse que não, pois nunca tinha dado ela para ninguém, aproveitando a deixa, falei para que poderia ser a primeira vez, mas ela disse que não, eu não insisti pois o que eu desejava já tinha acontecido. Mas para minha surpresa, o sabonete caio no chão e ela se abaixou para pegar, foi quando eu sentia que seria aquela hora, juntei com as mãos firme na sua bunda e comecei a penetrar a cabeça do pau no seu cúzinho, ela insistiu que não, mas nos estavamos ensaboados, ele começou a entrar, nisso ela começou a gritar,a gemer e ele começou a entrar devagar, ela começou a gostar, rebolava e fazia movimentos para frente e para trás, logo ele entrou todo, ela estava adorando, mas fui com muito carinho pois queria que ela se lembra-se quem tirou o cabaço do seu cú, ela gemia ela estava delirando de prazer e logo gozou novamente eu sentia sua buceta melada, foi quando esguichei um jato forte no seu cú de leite mimsó. Ela adorou sua primeira vez, eu também pois desejava ela fazia anos. Sempre que possível vou visitar ela e minhas primas, ela está ainda com meu tio mas o macho dela sou eu. Quem gostou desse conto e quiser entrar em contato, eu agradeço. Principalmente se forem tias querendo ser fodidas, eu adorarei ser seu sobrinho. Abraços e Beijos.

Comentários

26/06/2007 11:56:40
Conto é conto ...não vale julgar se é ou não verdade ...mas que é mentira é !!!!!!!
26/06/2007 02:22:57
que mentira rapaz.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.