Casa dos Contos Eróticos

Feed

O melhor amigo dele...

Autor: Lolla Bunny
Categoria: Heterossexual
Data: 23/05/2007 11:13:51
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ele era um dos melhores amigos do meu namorado...e eu jamais havia me aproximado dele com qualquer intenção sexual...muito pelo contrário, mantinha a distância, era discreta. Conversávamos o trivial.

Quando terminei meu namoro, ele me telefonou:

- E ai? Tudo bem? Anda sumida...Ta em casa?

Era um domingo de sol escaldante, e eu estava em casa, na piscina...

- Tudo bem sim, e você? To em casa...

- Posso passar ai e te fazer uma visita?

- Claro!

Achei aquilo meio estranho mas nada passou pela minha cabeça. Eu via aquilo como uma gentileza em nome dos vários tempos que passamos juntos, mesmo porque, ele namorava e eu a conhecia.

Finalmente ele apareceu. Eu estava de biquíni preto...tenho 1,68 e, na época, pesava 58kg, hoje, 5kg mais gorda ainda acho que tenho um corpo legal. Sou morena, cabelos cumpridos cacheados, olhos escuros...bunda grande, seios nem tanto...uma boca carnuda...Particularmente, me acho bonita. Ele é alto, muito forte, cabelos curtos castanho claro, olhos cor de mel e uma boca lindíssima.

Chegou como sempre, brincando rindo, fazendo festa e já perguntando se podia ir pra piscina também, nada fora do normal.

Ficamos lá na água conversando um tempão, sobre todo o tipo de coisa...até que aquele assunto surgiu...sexo.

Com quem a gente costuma falar de sexo? Com as amigas, com o namorado, marido...com os amigos...depende muito...

Falar de sexo com ele, naquele momento, significaria, para nós dois, que algo poderia acontecer; como ele me convidou pro assunto, logo, ficou a meu critério deixar ou não fluir.

Solteira, doida pra transar com um cara bacana, bonito, óbvio que eu continuei a conversa.

A primeira pergunta não foi nada sutil...

- E ai? Ta sentindo falta?

- De que?

- De sexo, po!

- Ah, um pouco, mas é possível se virar com o que tenho.

- E o que você tem?

Naquela hora a minha vontade era a de dizer: “O que eu gostaria de ter, agora, é você”, mas a minha cara de pau não era assim tão descarada então, fui por um outro caminho:

- Tenho a mim mesma, oras!

- Isso não conta! Masturbação é algo que faz parte do ser humano, tendo ele parceiro, ou não!

- Então eu to bem mal.

- Eu posso fazer você se sentir melhor...

Aquela foi a deixa. Eu sabia que uma vez provocando, não poderia voltar atrás...então eu respondi:

- Ah é? Como?

- Você quer mesmo saber?

- Quero.

- Coloca uma roupa e vem comigo.

Com essa frase ele saiu da piscina, começou a se enxugar e disse:

- To lá no carro te esperando.

Eu sai da piscina super rápido, meio desorientada, fazendo as coisas automaticamente...o objetivo era colocar uma roupa...para transar com o amigo do meu ex namorado.

Peguei uma calcinha bem legal, branca de rendinha...coloquei uma calça jeans apertada, uma blusinha e uma sandália...desci, abri o portão, fechei o portão, entrei no carro dele.

Não agüentei. Comecei a rir. Ele perguntou:

- Que foi?

- Não acredito que eu estou fazendo isso!

- Nem eu. Mas vai ser bom.

E foi chegando perto de mim, colocando a mão na minha perna, se apoiando e colocando sua boca bem perto da minha, de repente, vem aquele beijo.

Beijo molhado, voraz. Ele me dizia com aquele beijo: eu vou te comer todinha.

Nem preciso dizer que, a esta altura, não só o fundo da calcinha, mas o fundo da calça jeans também estava encharcado, e eu estava doida pra ganhar outro beijo daquele em outro lugar...

No começo fiquei preocupada se a conversa até o motel fluiria da mesma forma como antes, afinal, a situação era completamente diferente...Mas ele fez de um jeito com que eu nem percebesse o caminho, mas ficasse ainda mais ansiosa para chegar lá:

- Agora eu vou saber se meu amigo passava bem. Porque, antes, eu só imaginava...

- Ai, não fala isso!

- Que posição você mais gosta?

- De 4!

- Também adoro essa. Então, assim que a gente chegar, eu te pego de 4, ta?

E colocou a mão no meio das minhas pernas e percebeu que eu já estava bem molhada...

- Ai delícia. Adoro mulher assim...facilita a entrada.....e a saída.

Ele me olhava com uma cara de safado maravilhosa, e eu ficava com mais tesão.

- Você gosta de oral? – Ele me perguntou.

- Adoro.

- Eu também fico doido chupando bucetinha...aquele melzinho gostoso escorrendo na minha boca, e eu sentindo a palpitação do grelinho...

Nessa eu já estava quase gozando sozinha, só de imaginar...e pra minha sorte, chegamos.

A conversa tinha sido a nossa preliminar...ambos estávamos explodindo de tesão...Foi entrar no quarto ele me pegou pelo cabelo, me beijou e foi tirando a minha roupa durante o beijo...Já me jogou na cama, me virou de costas, chegou bem perto do meu ouvido e disse:

- É como eu falei: a primeira, vou te arrebentar de 4.

Numa estocada só ele meteu toda a vara dele pra dentro. Eu não tinha visto nem pego nela antes, só senti. E que vara. Uma coisa impressionante. Não era muito grande, mas era bem grossa.

Ele metia bem forte e passava a mão por todo o meu corpo, eu gozei umas três vezes mas ele não parou...até que gozou...

Levantou, foi no banheiro. Ouvi barulho de água. Logo voltou e disse:

- Deixa eu te chupar, deixa? Meu amigo costumava dizer que você agüenta bastante. Então eu quero só ver.

Eu ia começar a ficar deitada de frente pra ele quando ele disse:

- Assim não. Eu fico deitado, e você coloca essa bucetinha linda e molhadinha na minha boca...

Então eu fui por cima dele e sentei na cara dele..e ele começou a me chupar...passar a língua dele em todos os lugares e estocando, ás vezes, como se quisesse meter lá dentro. Naquela posição eu também podia me movimentar melhor e gostei da idéia de esfregar tudo na cara dele...até o nariz dele me dava tesão.

Ficamos assim até eu gozar loucamente...e ele vir e me dar um beijo lambendo toda a minha boca com a cara melecada...e dizendo baixinho pra mim:

- A sua cara de tesão é a coisa mais gostosa...

Olhei pra ele e vi que o pau dele estava bem duro, e ele mexia no pinto como que me convidando para tê-lo.

Deitei-o novamente e, com a buceta toda molhada, sentei nele. Rebolei bastante. Cavalguei. Subia e descia fazendo com que ele e eu sentíssemos cada centímetro. Bem gostoso...até ele não agüentar e começar a meter bem rápido dizendo que queria gozar...daí eu me soltei mais e disse:

- Vem. Goza na sua vaca, goza. Enfia esse pinto grosso bem fundo.

E gemia, bem gostoso, baixinho.

Ele gozou. Imaginei que terminaríamos ali...mas assim que sai de cima dele e percebi que não abaixava e seu pau pedia mais...ajoelhei na frente dele e chupei. Ai que eu percebi como era grosso...

O pinto dele tinha gosto de tudo. De sexo, de mim, dele, de proibido..de tudo de bom. E eu engolia aquele pau com muita vontade...ele gemia tão gostoso que eu tinha vontade de continuar...

Não demorou muito, com algumas lambidas e umas chupadas mais fortes ele gozou de novo.

Daí resolvemos tomar banho.

Foi engraçado, porque no banho, conversávamos como se nada de diferente estivesse acontecendo. Me senti bem assim.

Nos vestimos, entramos no carro, pagamos, fomos pra minha casa.

No caminho ele perguntou:

- Gostou?

- Adorei!Muito bom!

- Eu também. Podemos fazer de novo?

- Claro...

Depois conversamos sobre outras coisas...ele me deixou em casa, me deu um super beijo na boca e disse:

- Hoje, ainda bato uma punheta pra você.

E foi embora.

Nos vimos muitas outras vezes e todas foram muito gostosas...

Comentários

26/05/2007 11:56:02
Objetivo, como o sexo sempre deveria ser...
24/05/2007 01:25:55
Gostei do seu conto, acredito que realmente aconteceu...Não ligue para os críticos, seu texto está bem acima da média dos que li neste site! Continue escrevendo!
23/05/2007 23:16:00
Conto legal, objetivo! Só tê tentando encontrar alguma coerência no comentário do Denilson :? :?
23/05/2007 20:02:25
Que bom se toda mulher fosse assim é so pedir e já logo da queria uma amiga como vc...
23/05/2007 12:58:08
Uma transa boa assim com um gato gostoso desse, realmente não da para dispensar!!
23/05/2007 12:40:01
Ele acabou de gozar, foi tomar banho, voltou e te chupou cheia de leite??? Imaginação tem limites, mentira não....

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.