Casa dos Contos Eróticos

Feed

MEU MARIDO GOSTA

Autor: IRCEMA
Categoria: Heterossexual
Data: 08/04/2007 19:16:44
Nota 9.15
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu marido é um homem feliz, pois sou uma mulher muito companheira, que o trata bem e que procura fazer tudo para ser sempre a sua ninfeta ardente. Me esforço sempre para agradá-lo e sou muito carinhosa.

Temos um casamento feliz que dura mais de dez anos, mas tudo melhorou mesmo quando descobri que ele gostava quando eu me transformava numa mulher fogosa e devassa, cheia de tesão e desejo, inclusive transando com outros homens.

Eu sempre fui safada, gosto muito de sexo e todo o tempo tive muitas aventuras fora da relação. E tudo começou ainda quando estávamos namorando, porém ele não sabia. Quando aparecia a oportunidade e eu ficava com desejo ou tesão em outro homem, dava um jeito de conseguir ter uma transa ou duas com esse sujeito, porque fico louca de desejo e adoro conhecer novos amantes. Entretanto, não fazia isso para ter um amante regular, pois meu marido é um excelente parceiro sexual. O que me motivava sempre era o prazer de variar e seduzir outros homens, ter a oportunidade de me entregar a eles e ser bem sacana. Mas fazia tudo sem que o César, meu noivo e que veio a ser marido, saber.

Durante os primeiros anos do nosso casamento, aconteceram várias traições minhas e eu ficava morrendo de medo que ele descobrisse e acabasse com tudo, pois sou apaixonada por ele. Mas também sempre dava um jeito para realizar minhas fantasias eróticas.

Então, um dia, ele acabou sabendo que tinha sido corneado e de um jeito que poderia ter resultado num desastre. Já faz alguns anos, César estava trabalhando em um shopping e encontrou um amigo comum da época em que éramos noivos. Resolveram tomar um chopp e matar a saudade dos velhos tempos. Acabaram falando das farras e lembrando das mulheres que eles comeram naquela época.

Foi então que o amigo, durante a conversa, lembrou de mim e perguntou se ele, César, chegara a casar comigo. O amigo não sabia do nosso casamento. Meu marido teve um estalo de desconfiança e respondeu que não. Então o amigo perguntou porque havia acabado o noivado, pois lembrava que eu era um tremendo avião. César deu de ombros e disse que não tinha dado certo. Foi então que o amigo, talvez com a língua solta pela cerveja, confessou que havia me namorado também antes dele. César se mostrou curioso e lembrou que eu era de fato muito gostosa, dizendo:

- Aquela morena era mesmo uma delícia. E sacana. Adorava trepar e fazia de tudo.

O amigo, vendo que meu marido falava sem cerimônia, concordou e ainda fez outros comentários mais ilustrativos da minha putaria.

Meu marido ficou encabulado mas disfarçou e aguentou firme sem revelar a verdade só para ouvir o que o amigo tinha a dizer. Foi fácil, o César me contou depois nos mínimos detalhes. Enquanto o chopp rolava, o amigo ficava mais animado e pouco depois confessou que durante um período quando eu e o César já estávamos noivos, ele e eu o traímos e que chegamos até a ir num motel no centro da cidade para realizarmos umas fantasias sexuais junto com outro cara. César soltou uma exclamação de espanto, mas mostrou que ouvia tudo muito interessado.

E o amigo, ao contar os episódios, ainda parecia sentir muito tesão nas suas lembranças. Ele disse que nunca havia chupado uma boceta tão gostosa, saborosa, "parecia até um favo de mel". Meu marido gravava cada palavra como se fosse chumbo derretido sobre cera. Mas na hora fingia que nem ligava.

O amigo contou animado que, de tanta excitação, escorria um caldo melado da minha xoxota. Meu marido sabia que era verdade. Mas o cara estava embalado e continuou falando. Disse que meu cu era tão apertado que seu pau ficou todo esfolado quando me comeu da primeira vez. Depois ainda sorriu dizendo:

- Mas a sacana gemeu bem gostoso. Gemeu muito quando sentiu minha vara toda enterrada no seu rabo. Ela era muito safada e gostava de pau grande para entrar apertado no meio da sua racha. Ela adorava ficar esfregando o meu pau no seu grelo. Que grelo maravilhoso!

Mais tarde, quando foi me contar a estória, meu marido confessou que naquela hora quase que ficou puto com o amigo, achando que ele estava fazendo gozação, mas controlou o impulso de revelar a verdade. Em vez disso, pediu para o amigo continuar, exclamando:

- É verdade, ela tem um grelo bem saliente!

Era o que o amigo esperava para continuar a estória. Ele contou e o César memorizou cada palavra:

- Eu nunca havia visto um grelo daqueles. Eu o coloquei todo em minha boca o fui mordendo cuidadosamente até que ele ficou maior ainda e saltou para fora como se fosse uma piroquinha! Aí, ela esfregou a boceta na minha bunda passando a grelo no meio do meu rabo e aquilo me deixou com muito tesão. Foi uma loucura maravilhosa. Ela gemia e delirava de tesão. Mas eu gostava de foder o cuzinho dela. Sempre coloquei no seu cu, mas na hora de gozar tirava para esporrar em cima de suas costas. Ela tinha muito tesão com aquele seu grelo enorme e eu logo fiquei viciado em foder com ela.

Em todas as nossas saídas eu queria brincar de colocar meu pau no seu grelo para ela ficar louca tesão. Só depois que ela já não aguentava mais eu colocava todo meu caralho no seu rabo. E olha que ela também mamava um pau com muita dedicação. Sempre dizia que gostava de pau grande como o meu. Me lembro que quando ela chupava meu pau colocava meu ovos em sua boca, um de cada vez, com jeito tão gostoso que eu quase gozava.

Meu marido deixou ele contar tudo. Mesmo ficando com raiva de saber tudo aquilo, percebeu que seu pau estava duro, bem rijo, excitado com o que seu amigo acabara de contar. Depois, ele foi até o banheiro do shopping para fazer xixi e reparou que sua cueca estava toda melada de porra, indicando que quase gozara ouvindo a sacanagem.

Quando chegou em casa, de noite, César veio direto me perguntar se eu havia saído com seu amigo Paulo na época em que éramos noivos. Eu disse que não, mas ele não acreditou e me pediu para dizer a verdade.

Eu percebi que não podia mentir, que ele queria ouvir tudo como havia sido. Então, morrendo de medo, de cabeça baixa e pedindo perdão, confirmei tudo. Nessa hora o César repetia as palavras do amigo e eu vi que ele sabia de tudo mesmo. Mas, quando fui confirmando cada detalhe, também reparei que ele estava muito excitado, com o pau duro empinando a calça.

Ele me perguntou o motivo da traição e confessei que sou uma tarada e sempre morri de tesão de transar com outros caras. Naquele momento pensei que tudo estava acabado. Mas ele me agarrou, me levou para o quarto, me jogou sobre a cama, passou a arrancar a minha roupa, tirou a dele e sem tomar banho deitou sobre mim.

Eu estava tremendo de nervosismo, mas ver ele excitado me deixou com tesão. César colocou seu pau muito duro dentro da minha boceta sem fazer nenhum carinho antes. Ele tinha um tesão como nunca havia visto e me possuía como se me estuprasse.

Comecei a gozar com aquilo. Ele perguntava detalhes do que eu havia feito e entendi que durante toda foda ele queria eu confirmasse contando tudo sobre minhas trepadas com o Paulo. A cada fato que eu confirmava o pau do César pulsava mais firme dentro da minha boceta e ficava mais duro do que antes. Eu fui tomada de um tesão louco e contei todas as putarias que fazia, os dois caras que fizeram dupla penetração em mim numa tarde de orgia, a trepada que havia dado com o Paulo de pé atrás da porta da cozinha da casa de minha mãe numa tarde em que o César estava preparando o churrasco no quintal. Aquilo deixava meu marido mais aceso.

Foi uma foda maravilhosa e gozamos muito. Quando finalmente paramos, eu chorava emocionada e ele me beijava e me abraçava dizendo que me amava muito. Acabamos trepando de novo e ele voltou a perguntar outras sacanagens que eu fizera. Assim, durante todo um mês, meu marido ficou com muito tesão, queria todo o dia trepar comigo sempre pedindo que eu contasse mais detalhes e outras traições.

Entendi que aquilo deixava ele completamente tarado. Então, compreendi que ele me aceitava e que não ia reprimir minhas sacanagens. Ele sabia como eu era e aceitava sem restrições. Só queria saber depois o que eu tinha feito e era tomado de tesão ao ouvir. Ele se sentia excitado, pois se colocava em meu lugar e imaginava o meu tesão também. Ele gostava que eu fosse devassa e sacana. E aquilo me tornou ainda mais sem vergonha e tarada. Desde esse dia, nos tornamos amantes ainda mais insaciáveis e cúmplices. Passamos a combinar sacanagens para eu fazer com outros caras e contar para ele os detalhes depois. E quando trepamos, somos tomados por um tesão tão grande e um amor tão forte que nada mais vai separar nosso casamento. Mas as sacanagens rolam soltas e nos divertimos a valer. - Ircema

Comentários

23/04/2013 01:35:57
A minha mulher também gosta e eu também. Podem entrar em contato wind7000@fotki.com
11/08/2011 18:17:48
Iracema, gostei de seu relato. Ótimo. Um bom começo, um meio legal e um final cheio de promessas. Continue transando com outros sem o seu marido. Deixe para contar para o corno quando estiverem tomando banho juntos, no dia(noite) após você haver trepado com outro. Seu marido fará você subir pelas paredes junto com ele. Experimente.
04/03/2009 17:59:29
Fiquei muito excitada com se conto, pois sempre senti necessidade em tb ter uns casinhos extra conjugais e meu marido nunca nem sonhou. me manda um email, pra que agente possa conversar mais intimamente. Pois tenho algumas fantasias que ainda nao realizei: transar com um casal, troca de casais e transar com outra mulher. huuuuuuuuummmm so em pensar fico toda ensopada. noivarecifense@hotmail.com
23/12/2008 12:18:32
otimo seu conto goatria de saber se vc6 tem intersse em trandsr com um ksal me add.ksalindeciso2008@hotmail.com
22/10/2008 17:44:56
Humm. Uma delícia o seu conto linda!!!!
22/10/2008 13:34:22
Gostei do conto. Gostaria também de ser personagem principal de uma dessas traições suasque seu marido gosta de ouvir. entra em contato comigo por e-mail.
03/10/2008 18:18:03
vamos trocar experiencia gata: brandao_inf@yahoo.com.br
26/10/2007 11:01:48
queria ter essa coragem e confessar que eu traiu o meu marido mas acho q ele nao iria reagir assim adoraria contar pra ele o que eu fa;o com os meus amantes ,acho q seu marido eh muito feliz.
Le
29/04/2007 22:40:19
Eu já tinha lido este conto publicado em 2001 no site Porprazer.zzn.com.br, assinado pela mesma Ircema. Excelente conto.
27/04/2007 20:02:33
Iracema, adorei sua estória estou com o pau latejando de tanto tesão, gostaria que você relatasse em detalhes sua dupla penetração. Um Beijo !!!pro-larimob@ig.com.br
21/04/2007 10:23:13
se precisar te chupo toda tenho 18cm de pica adoro chupar buceta www.radioescola2@bol.com.br
11/04/2007 11:52:40
Achei o conto muito bacano Ircena, e AUSTRESGISTO, o gajo, desculpa Ircena, o Senhor Gajo (lol) pelos vistos gostava que a mulher o traísse, para ele se pôr na pessoa dos outros tipos e pensar nessas sacanagens. E há também uma vantagem, assim, com os outros tipos, ela aprenmd mais posições que nunca experimentou, para praticar com o marido. Aí, verás se ficas contente por essa liberdade ou não. Levas um 10 de pontuação Ircena. É pena, se eu morasse no Brasiul, talvez um dia te pudesses encontrar comigo, visto que o teu marido deixa, e eu podía-te ensinar umasnovas posições. (lol) Sayonara
11/04/2007 09:40:41
ótimo conto.Muito excitante! Valeu.
10/04/2007 13:46:28
gostaria de ter uma mulher dessa. Se possível entre em contato comigo ainda hoje
09/04/2007 16:05:06
E aí Fer_Barrios, me passa seu e-mail pra teclarmos via msn.
09/04/2007 13:01:45
Adoraria que minha esposa fosse assim também. Sei que sou corno, mas minha esposa sempre faz de conta que não gosta de me chifrar. Nossa conversas, apesar de eu sempre insentiva-la não são soltas como eu gostaria. Muito bom conto.
09/04/2007 10:48:24
Oh, cara também não esculacha assim né, o cara gosta que a mulher conta tudo pra ele, rrsrsrs
09/04/2007 10:46:44
COLOCA PRA MI TAMBEM CARDOSO, POIS TERA MAIS UMA PUTA NAS PARADAS.
09/04/2007 10:45:04
ISSO E PARA QUEM CASA COM PUTA, CARA, BEM FEITO CORNÃO.
09/04/2007 10:35:08
Oh! Cardoso, coloca sua mulher na minha fita, para ela te contar tudo depois, rsrsrsr. um abraço!!!
09/04/2007 10:03:00
Maravilhoso, seu conto, excitante demais. celo_barboza@hotmail.com
09/04/2007 01:31:21
legal mesmo, sonho que minha mulher fizesse isso também, felizmente com ajuda de um amigo virtual parece que estamos caminhando para isso, com certeza serei o homem mais feliz do mundo...ao ver ela com outro homem. Ao ler seu conto, fiquei imaginando minha esposa no seu lugar.
08/04/2007 21:37:24
Legal o conto, se ele quizer eu ajudo ele a ver vc sendo enrabada, na frente dele.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.