Casa dos Contos Eróticos

Feed

Tirando a virgindande da prima crente

Categoria: Heterossexual
Data: 27/03/2007 20:11:07
Nota 5.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Vou contar mais um relato de defenestrar uma buceta virgem. Minha esposa tem uma prima que é crente, vou chamala de Eliana. esta prima da minha esposa tem trinta anos, morena clara, seios pequenos, uma bundinha bem gostosinha. Por ser crente, e ter uma criação muito rigida esta prima da minha esposa, se mantinha virgem. Nunca tinha feito investida nenhuma nesta prima, mas depois de um comentario que ela fez, a tara de quebrar mais um cabaça se acendeu em mim. Certa vez ela me disse que adorava crianças, e que estava pensando em fazer produção independente, ou seja, ter um filho sem se casar mesmo. Falou em tom de brincadeira mesmo, mas percebi que havia duas intenções, uma de ter um filho mesmo, sendo funcionaria publica e tendo estabilidade nao haveria problemas, e a oputra intencção era de provar uma pica. Toquei no assunto mais umas duas ou trez vezes, sempre que nos viamos, e ela sempre sorrindo e dizendo que era uma opção. Ate que certa vez disse pra ela que fazer filho eh muito divertido, por que envolve prazer, sexo. Ela corou um pouco, mas disse que concordava, embora fosse virgem e não tivesse ideia de o quanto era bom. Neste momento me aproximei dela e falei ao seu ouvido, "...se quiser, posso lhe mostrar o caminho do prazer". Ela ficou muito corada, foi na cozinha falar com minha sogra e minha esposa, e deois foi embora. Estava no meu trabalho e recebi um e-mail dela, dizendo que ficou muito sem graça, e que não esperava isto de mim, eu respondi dizendo que estava sem graça também mas que a proposta estava de pe. Ela me mandou outro e-mail me desafiando, dizendo que eu nao teria coragem de trair a prima dela, eu respondi dizendo então vem agora no meu trabalho, que vamos pro motel agora. Dentro de uns 30 minutos ela me ligou, dizendo estou aqui embaixo, estava indo ao dentista, voce vai me ensinar o caminha do prazer?. Meu pau começou a endurecer, e antes que eu chegasse na receção da empresa, ja estava durissimo. Encontrei com ela na esquina. Entrei no carro, dei um beijo no rosto dela, e ela me perguntou se era pra valer, eu disse que sim. Ela disse então que ja era adulta e tinha cansado de ser virgem. Fomos para o apartamento de um colega meu, que eu sempre uso de matadouro. Sendo casado sempre faço minhas aventuras na hora do almoço ou no periodo da tarde. Quando chegamos no apartamento, ela ficou muito timida, encolhida no sofa, dai fiz algo que surpreendeu ate eu mesmo. Fui tirando a roupa e dizendo pra ela "...voce queria rola, então vai ter sua crentizinha safada". Ela me olhava de uma maneira deiferente neste momento, como se tivesse se contendo. Dai falei mais alto.."...fica de joelhos crentinha putinha". Ela ficou, da cheguei bem perto dela, o meu pau durissimo estava na altura da boca dela, dai falei.."...eu sou seu macho de hoje em diante, e vc vai fazer o que eu mandar, certo"..Ela balançou a cabeça, dai mandei ela chupar. Para o meu espando ela aboncanhou o meu pau, e chupou, meio sem jeito mas foi pegando o macete de uma boa boqueteira. Chupou por uns 20 minutos, dai mandei ela ficar deitada e comecei chupando os seios, intocavies ate aquele dia. Os bicos estava durissimos, eram rosadinhos, pequenos, os seios estavam entumecidos, por que ela disse que esta quase no dia da menstruação dela, foi labendo ela toda ate chegar na bueceta, e sem fazer rodeios, chupei aquela rachinha cheirosa, macia, e apertadinha, chupei atel ela gozar. Dei um tempo pra ela se recuperar, e comecei a chupala novamente, desta vez, fizemos um 69 bem gostoso. Coloquei ela na posição de papai e mamae, e fui colocando bem devagar, centimetro a centimetro, quando senti o saco encostando nela, falei "pronto sua putinha safada, hoje voce perdeu o cabaço, e esta bucenta eh minha". Comecei a bombar com vontade, so entao ela disse estar doendo um pouco, depois de bombar uns 20 minutos, gozei tudo dentra dela. Não usei camisinha, por que quebrar um cabaço é um momento especial, e para provar um cabaço tem que ser sem camisinha, e mesmo por que, fiz vasectomia, dai nao a riscos de gravidez. Voltando a defenestração, quando terminei de gozar, ela continuo mexendo e rebolando, não dando um tempo para a recuperação do meu cacete, como o mesmo ficou duro depois não caindo de performance, virei ela de quatro e faei "...como o cabaço da buceta era muito frouxo, quero um cabaço apertadinho", e fui colocando no cuzinho, que logo depois de coloquei a cabecinha, ela gemia muito de dor, dizendo que so estava me dando, por que era minha putinha. Enfiei sem do e senti as bolas batendo na bunda dela. Esfolei o cuzinho dela uns 30 minutos e quando escorregou e saiu, o cheiro de merda inundou o ambiente. Alguns colegas meus dizem que eh muito broxante, mas eu nao acho broxante, so me da mais tezao, por que sei que eu estou arrombando o cuzinho. Ficamos trepando a tarde toda, e no outro dia ela me ligou dizendo que estava dolorida e que precisava de um tempo, para continuarmos com o projeto de filhos dela. Ela nao sabe que fiz vasectomia, e enquanto nao souber vou comendo e fazendo de minha putinha aquela crentezinha safada. muito-fera@hotmail.com

E-mail= muito-fera@hotmail.com

Comentários

28/07/2008 17:31:48
nota 8
29/04/2008 12:56:09
Ah Amigo fala sério, conta outra, olha como pinoquio vc da um belo forest-gamp
16/04/2007 09:38:33
POH TAH PESSIMO VOU TE DAR UM 1 VOTO
Ale
28/03/2007 12:19:07
Vala verdade meu camarada vc pegou foi teu cunhado!!! KKKKKK... Ou foi pego por ele, Cabaço rs ....

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.