Casa dos Contos Eróticos

"Menage a trois"

Autor: Fogosa
Categoria: Zoofilia
Data: 23/01/2007 22:23:12
Nota 7.62
Assuntos: Zoofilia, Menage
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, toda historia que vou contar aconteceu comigo quando eu fui passar uma semana no sítio do meu titio em Miguel Pereira no interior do RJ no ano passado.

Eu tinha apenas 19 anos e havia terminado um namoro de muito tempo de quase 04 anos. Nesta época eu estava muito depressiva e pensava até em cometer uma loucura, passei por psicólogo, psiquiatra e médicos, que me receitaram um descanso tranqüilo e sem o agito fora da cidade, pois o meu ex-namorado, aquele cachorro tinha me traido com a minha melhor amiga.

Então minha mãe combinou com meu tio que é irmão dela para eu passar uma temporada em seu sitio. Ele tinha comprado o sitio há pouco tempo e fiquei deslumbrada com o lugar era muito bonito com riacho e cachoeira e um pequeno lago cheio de peixe onde podia até pescar, tinha uma cocheira com um lindo cavalo, porcos, avestruz e muitos outros bichos. No primeiro dia o meu tio me levou no canil para me apresentar aos cães de guarda da casa um da raça dog alemão e o outro menor da raça labrador. Eles eram enormes mais com o pessoal da casa eram super mansos, logo fiz amizade com os dois cães cujo os nomes eram port (dog alemão) e o lord (labrador) e eles gostaram logo de mim, pois não podiam me ver que deitavam ao meu lado para eu poder fazer carinho neles.

No segundo dia fui fazer um tur pelo lugar para conhecer bem o sitio que tinha unsm2, pois era muito grande e meu tio falou que não tinha perigo, pois, toda a sua propriedade era cercada e que tinham um segurança na entrada do sítio e o caseiro para fazer a vigilância. Ele e minha tia iriam à cidade, pois tinham uma consulta médica marcada e iriam ao banco e só voltariam após o almoço e também levaram o caseiro, pois ele iria comprar ração para os animais. Só ficaria eu , a cozinheira em casa e o segurança que ficava de prontidão na entrada da fazenda. Aprontei-me coloquei uma saia curta e uma mine blusa, pois estava fazendo muito calor naquele dia de verão e sai para me aventurar no sitio montei no lindo cavalo preto, que se chama silver, pois eu montava muito bem e sai pela fazenda e os dois cães (port e lord) vieram me seguindo fazendo minha segurança, depois de uns dez minutos cavalgando cheguei a uma pequena cachoeira onde nascia o riacho que cortava toda a fazenda e terminava no lago dos peixes, a água era tão clara que eu via as pedras no fundo era maravilhoso, me sentia no paraíso e resolvi dar um mergulho e retirei a minha saia e a blusa e fiquei só de biquíni na água que estava muito fria, mas gostosa por causa do calor e meu corpo ficou todo relaxado. Eu até me esqueci de todos os problemas que tinha passado com o ex-namorado e pensei que os médicos estavam com a razão ao dizerem que eu preciva de um lugar arborizado e tranquilo para relaxar. Eu estava tão leve e solta que quando passei a mão em minha bocetinha me deu o maior tesão, então comecei a me masturbar dentro da água foi quando levei um susto com o cavalo que entrou na água para se molhar, pois estava muito calor mais a água era rasa e só molhava as pernas do bicho. Então comecei a pegar água com as mãos e comecei a molhar o bicho, Eu ia jogando água nele e ele se tremia todo quando fui molhar embaixo dele levei o maior susto. O garanhão estava com o pau meio duro, mais enorme e inchado. Então comecei a molhar seu pau para ver se ele baixava mais e o pau começou a crescer ainda mais chegando a ponta do penis a tocar na água rasa do rio. Aquilo me deu um tesão imenso, sendo que para minha surpresa acabei pegando naquele pauzão que estava com mais de um metro de comprimento. Aí comecei a passar água nele e ele foi ficando muito duro e meu tesão começou a subir e de novo olhei para os lados e não tinha niguem olhando. Aí então eu passei a língua na pontinha daquele pau e como estava bem limpinho da água que passei nele comecei a pagar um boquete no bicho e me masturbava ao mesmo tempo. Minha boceta estava tão encharcada que passei meu sulco vaginal na cabeça do pau do cavalo. Eu tirei o meu biquini e joguei na margem do rio, ficando totalmente pelada. Eu já estava ficando completamente alucinada de tanto tesão. Eu me virei e tentei enfiar a cabeça daquele pau descomunal em mim, mais a cabeça que parecia um cogumelo não entrava de jeito nenhum, mas foi gostoso esfregar aquele cacetão na minha xana, foi quando o port que era o cachorro maior apareceu na margem do riacho com a língua para fora e ficou me olhando de repente, me hipnotizando. Ele cheirou meu biquini e começou a lamber a peça de baixo e fazer movimentos de cópula. Eu olhei para aquele pau que começava a sair da capa e fui até a margem do rio onde o port estava. Eu estava louca de tesão e resolvi cair de boca naquele pintão vermelho e comecei a chupa-lo deliciosamente e o cachorro ficou parado e eu chupando. Ele devia estar gostando, pois não se mexia mais, e o seu pau já estava bem duro e inchado com o nó exposto. Eu olhei para o riacho e vi que o Silver estava parado ainda com cacetão bem duro e fiquei com pena, tadinho. Então eu tive uma idéia. Eu o trouxe para margem para participar da brincadeira. O pau dele era tão grande que quase chegava a tocar chão. Então me virei e fiquei de quatro para ele e comecei a mamar novamente o pau do cavalo que começa a ficar durão de novo e saia um liquido gosmento do seu pau que eu não parava de ingerir, mas ainda não era o seu gozo. Aí o port subiu emcima de mim e começou a dar estocadas para todos os lados. Uma hora acertava a entrada de minha boceta, hora acertava o meu olho do cú, então passei a mão no pau do cavalo que estava todo melecado e esfreguei em minha xana e no meu cú para ficar bem lubrificado então o port com uma estocada certeira penetrou em minha boceta, ele dava estocadas direto sem parar e eu ficava louca de tesão então seu pau saiu de minha xana e ele vigorosamente voltou a acertar a minha boceta que como estava bem lubrificada, acabou entrando o pau com o nó, tudo de uma vez batendo bem no fundo do meu útero que eu dei um grito alucinante, mais logo a dor passou. Depois de várias estocadas, o cachorro ficou parado, imóvel e eu continuava chupando gulosamente o pau do cavalo e comecei a gozar descontroladamente, então o port ainda continuava parado gozando sem parar dentro de mim. Nos ficamos grudados de bunda com bunda, comigo a sensação era maravilhosa daquele cachorro engatado na minha xana. Eu sentia os jatos de semen lavar minhas entranhas e gozo escorrer pelas minhas pernas tremulas. Eu continuava com muito tesão e queria ver aquele cavalo gozando na minha boca e continuava a mamar nele quando de repente senti uma língua lamber a entrada do meu cuzinho e sentindo toda minha xana atolada pelo o pau do port. Ai olhei para trás e vi que era o lord que vinha para participar tmabém da suruba também. Ele lambia o meu cuzinho e minha boceta atolada ao mesmo tempo pois ele tinha uma língua enorme, apesar dele ser bem menor que o port sua língua era bem maior. Era uma sacanagem incrivel. Eu de quatro mamando o Silver, engatada bunda - bunda com o Port e o Lord lambendo deliciosamente nosso sexo atolado explodindo em orgasmo e fluidos de tesão. Então de repente o Lord subiu em mim e começou a tentar copular em mim só que não acertava nada, pois o port estava grudado em mim atrapalhando a sua penetração, então ele começou a empurrar o port de lado, e eu comecei a sentir a sua pica bater em meu cuzinho e pensei que não teria como ele entrar ali naquele espaço pequenino e fiquei no meu boquete no Silver, pois, eu queria fazer aquele cavalo gozar de qualquer maneira na minha boca e sentir o gosto do seu semen. Então de repente o incrível aconteceu , o pau do lord numa estocada só penetrou-me de uma só vez entrado ate as bolas em meu cuzinho que estava todo lambuzado de porra e saliva. Eu não acreditava no que estava acontecendo. Era um sonho, pois eu estava sendo fodida por dois cães ao mesmo tempo. Ele batia fundo em meu cuzinho enquanto sentia o pau de port latejando ainda bastante inchado dentro de mim. Eu estava nas nuvens. Eu sentia os dois penis dilatando dentro de minha xana e cuzinho. A dor era enorme, mas o meu cio me deixava anestesiada. Foi quando o lord também se virou e ficou de bunda com bunda igual ao port. Eu quando olhei para trás não acreditava que tudo aquilo era verdadeiro mais o tesão era tanto que acho que eu estava drogada pelo tesão, foi quando senti que os dois cães atras de mim, lado a lado, começarem a gozar ao mesmo tempo dentro de mim, caralho, que delícia, que foda! Eu me sentia uma verdadeira cadela, um depósito de esperma canino. Que sensação maravilhosa era aquela, os jatos quentes de porra batendo bem no fundo do meu útero e no meu reto ao mesmo tempo era uma coisa que nunca tinha sentido na minha vida, então comecei a esfregar o meu grelo com uma das mãos e comecei a gozar feito uma louca que parecia que eu ia morrer de tanto gozar, era uma sequencia de orgasmos multiplos. Então lord desgrudou de mim e logo em seguida o port saiu também, fez um barulho parecia rolha abrindo uma garrafa de champgne e senti ate o vento bater no meu útero e meu reto. Eu devia estar toda alargada e arrombada por aqueles cães tarados então encostei meu rosto no chão, pois estava exausta, e também estava frustrada e triste, pois não tinha conseguido fazer aquele cavalo gozar também na minha boca, fiquei parada de quatro com a cabeça nas nuvens por alguns minutos para me recompor e ir depois me lavar no rio. Foi quando o danado do lord com aquele linguão começou a me cheirar e a lamber de novo minha xota. Ele começou a lamber toda a porra deles que ficaram em mim, com vagina e cuzinho toda esporrada que não parava de vazar. Então é claro que eu deixei e novamente o tesão começou a vir de novo! Meu Deus!!! meu joelho estava todo esfolado e as costas e pernas arranhadas , mas eu nunca tinha ficado assim em toda minha vida, tão descontrolada. Nunca tinha gozado tanto, foram umas cinco, seis sete vezes, sei lá, só sei que eu ainda estava com muito tesão! O lord sabia lamber habilmente. Que cachorro maravilhoso, eu já estava ficando louca de novo e então comecei a mamar de novo o pau do cavalo. Era impressionante o comprimento do seu sexo. Agora eu tinha que fazer o Silver gozar. Então interrompi as lambidas sedutoras de lord que parou e pensei: será que o pau daquele lindo cavalo agora entra em mim??? pois estava toda aberta e lubrificada, atolada de porra por causa dos cães! Então me virei para tras, fiquei de quatro e apontei a cabeça do seu pau que tinha quase o tamanho do meu punho, porém mais macio, e guiei em direção a minha boceta. Eu empurrei um pouco e a ponta do seu pênis começou a entrar vagorosamente, doeu um pouco. Porém , tive calma, então tirei e posicionei melhor e coloquei o penis com mais vontade na minha boceta. Desta vez entrou o cabeção. Eu estava realmente alargada então comecei a enfiar mais no minha xana até onde dava. Eu me sentia completamente preenchida. Eu sabia que não tinha entrado tudo e sabia que era impossível pois media um metro. Era uma aventura. Eu comecei a tocar uma siririca daquelas de voar as penas, de repente! O cavalo começou a se mexer e empurrou o que pode na minha xana e cheguei a gritar de tanta dor e de tesão. Ele começou a relinchar e ter espasmos. Eu fiquei com medo. Eu comecei a perceber que ele estava quase para explodir de gozo. Então retirei com calma aquele maravilhoso penis de minha xana e voltei a mamar aquele pau dos deuses. Não deu outra. O seu gozo veio perfeito, incontinenti e infinito. Eu engasguei de tanta porra. Tentei beber e engolir todo aquele manjar dos deuses, mas a vazão era tanta que não conseguia. Eu sentia inundar toda o minha garganta, era tanto que que o semen de Silver ecorria pela minha boca e face. O gosto é delicioso e eu comecei a gozar também, meu Deus! Era uma loucura só, de novo pensei que iria morrer de tanto gozar, então o pau do cavalo começou a amolecer na minha boca , nisso as golfadas de porra que ainda saiam de seu pau eu gulosamente sugava insaciavelmente como se fosse uma vampira sedenta. Ainda peguei um resto de porra de Silver e esfreguei na minha xana e Lord e fez o trabalho final de limpeza de novo e mais uma vez gozei! adormeci ali na beira da cachoeira. Eu acordei no maior susto! Pensei que tudo tinha tido um sonho , que tudo aquilo era minha imaginação mais quando olhei para mim estava nua, com a cara gozada, com gosto de porra na boca, toda gozada e os dois cães ao meu lado deitados também cansados e o cavalo comendo grama próximo de nós! Meus deus foi tudo realidade mesmo não tinha acreditado eu uma menina que sempre fui correta na minha vida, que nunca tinha transado ou saído com outro homem, há não ser meu namorado que foi o único homem da minha vida, tinha feito uma loucura dessas! Entrei na cachoeira me lavei toda! Coloquei a roupa subi no cavalo com dificuldade, pois me sentia toda dolorida e fui para o sitio , chegando lá ninguém ainda tinha chegado da cidade ainda então tomei novamente um super banho na banheira com uma água morna e depois passei um creme em meu corpo e fui para o quarto e adormeci, acordei com minha tia me chamando para jantar pois já estava na mesa , quando cheguei eles me perguntaram se eu tinha gostado do dia e eu disse que tinha sido o dia mais maravilhoso da minha vida e que nunca me esqueceria dele e agradeci a eles, então disseram –me que eu poderia ficar o tempo que deseja-se para eu ficar feliz como estava, o difícil era saber se eu agüentaria tudo aquilo de novo! No dia seguinte arrumei as malas e voltei para casa e esqueci de tudo o que tinha passado de ruim e me lembrava que tinha deixado os meus amigos o lord , port e o silver que foram os responsáveis por minha volta ao mundo real, as vezes tenho vontade de voltar lá, mais tenho medo, pois , provavelmente me entregaria aquela orgia que sempre que me lembro ! me masturbo pensando em meu amigos e principalmente na língua enorme do lord.

Abraços a todos e espero que gostem do meu relado, que realmente fui um fato real em minha vida.

Comentários

28/12/2013 02:46:34
Muuuuito bom
02/04/2012 16:47:12
Parabes, http://drmenage.blogspot.com.br/
31/08/2009 19:46:51
muito bom, maravilhoso.
30/11/2008 23:09:48
Não ligue para os que te criticam realize suas fantasias e seja muito feliz
22/11/2007 06:10:23
larga de ser vagabunda mentiroza safada ser for verdade mim da seu cu
26/01/2007 11:52:38
bem narrado, mas nada verdadeiro. Isso é impossível na realidade. Mas não deixa de ser um belo sonho, tanta pica e tanta porra. E haja buceta, cu e boca para tanta coisa.
25/01/2007 21:02:22
pena o Silver, que foi esquisito...mas, bom conto...
24/01/2007 13:34:13
muito bom mesmo to com o pau que é so pedra
24/01/2007 09:44:37
vc poderia ter aproveitado o segurança também que ficava na entrada do sítio prá suruba ficar completa, ai vc poderia dizer que fudeu com todos os bichos do sítio.
23/01/2007 23:52:17
muito gostoso!queria estar lá!participar de tudo, tudo mesmo! já havia lido esse conto, mas leria outras mil vezes! tesão de mulher e de bichos ssssssssssssssss...
23/01/2007 22:47:35
piranha devassa, ficar tranzando com animais, que foram para serem companheiros e não objetos sexuais. é melhor você não ter parado com seu tratamento, pois você precisa se tratar. zero!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.