Casa dos Contos Eróticos

Feed

Prostituta feliz...prostituta gozando!

Categoria: Heterossexual
Data: 19/01/2007 23:39:03
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

As mulheres sempre foram muito importantes na minha vida. Principalmente as safadas....

De uma maneira geral, as mulheres que não liberam a fêmea que existe dentro delas, tornam-se recatadas e evitam loucuras ardentes... A não ser quando pegam um macho que as deixam tão molhada, que dar bem gostoso, passa a ser um ardente desejo....

Uma puta na cama e uma rainha fora dela.... Esse é um dos segredos que muitas mulheres precisam descobrir para gozar bem gostoso...

As mulheres que levam a vida como putas, as prostitutas, sabem muito bem como é isso.... Como já incorporaram o hábito de serem putas, não têm vergonha de agirem como tal.... e se elas pegam um macho que sabe tocar uma mulher e fuder bem gostoso, gozam loucamente.... Alias, este é o ponto chave: fazer uma prostituta gozar! Houve-se dizer que prostituta não goza...que somente finge.... Sim, elas são boas em fingir... Mas quando gozam de verdade... Sai de baixo.... É puro tesão!

Foi assim que nasceu uma das minhas paixões... a pela Paulinha....

Um belo dia fiquei ensaindo entrar numa casa de massagem... Estava carente e de saco cheio de minha esposa (na época era quase ex-esposa)... Criei coragem e entrei... Atraves de uma porta com um pequeno vidro, atraves do qual as garotas nao podiam me enchergar, escolhi a garota. Ela, a Paulinha, estava com roupinha branca, bem colada no corpo.... Fomos para a quarto e ela pediu para eu tomar um banho enquanto fazia os preparativos para a massagem. Quando sai do banho, ela me aguardava somente de calcinha.... Morena, cabelos compridos, toda roliça, pura delicia.... "Pode se deitar", falou Paulinha. Atendi prontamente e comecei a receber uma relaxante massagem nos pés. Ela foi subindo e a massagem ganhou dimensões.... A massagem, que iniciou sendo feita pelas mãos da Paulinha, agora estava sendo feita com todo o seu corpo. Ela esfregava os seus seios por todo o meu corpo.... Inclusive pelo meu pau, que estava durísimmo! Depois ela trocou os seios pela bunda. Que delícia! Sentia aquela bunda deslizando pelas minhas costas, pelo meu peito....

Depois de muita esfregação, tomei uma atitude. Coloquei ela de quatro e comecei a penetra-la com meu pau. Fiz isso sem pressa, bem gostoso! Queria senti-la todinha. Afinal, aquela gostosura toda, com uma bucetinha deliciosamente e artisticamente depilada merecia levar uma vara bem gostosa.... Aos poucos percebi que ela transpirava e contorsia-se.... Colocando a mao na bucetinha dela, pude sentir que estava extremamente molhada! E eu ia ficando cada vez mais extasiado com a fêmea que transpirava desejo ao sentir o meu pau. Percebi que ela estava entregue e que ela não queria me fazer gozar rapidamente.... Ela tambem queria gozar e bem gostoso! Nós mal nos conhecíamos, mas houve uma química corporal que nos levava ao extâse.... Levantei... Coloquei ela de pé com as mãos na parede... Fiz ela arrebitar a bunda e continuei socando na bucetinha dela.... "Isso....assim....come sua putinha..... come!! Enfia esse pauzão todo... Assim....ahhhhhhh.... Puta que pariu....que gostoso....", foram as palavras de Paulinha ao atingir o orgasmo. Ao sentir ela gozando bem gostoso, não resisti e gozei junto com ela.... Ficamos um pouco abraçados, paguei ela e fui embora.... Esta foi a primeira de várias trepadas que demos....

Na segunda vez que fui ao encontro de Paulinha não houve tempo para preliminares.... Cheguei perto dela, começei a passar a mão pelo seu ombro e dizer que ela era muito gostosa e que estava doido de tesão para senti-la todinha... Nem quis a tradicional massagem inicial.... Nem ela... Tirei sua calcinha e passei meus dedos levemente por aqueles escassos pelos pubianos. O corpo dela se arrepiou todinho.... Ao pousar o dedo com mais pressão, senti sua bucetinha toda molhada, doida para dar.... Não vacilei, coloquei ela novamente com as mão na parede e perguntei o que ela queria. "Quero sentir o seu pauzão todinho", disse Paulinha. "Vai sentir antes na sua boquinha", respondi para ela. Ela sorriu, ajoelhou e comeceu a fazer um boquete delicioso. Passava a língua pelas minhas coxas, pela minhas bolas, por todo o meu pau e abocanhava ele inteiro.... Tive que me segurar para não gozar na sua boca. Que boca! Depois de alguns minutos de um delicioso boquete ela levantou e disse firme: "agora eu quero ele, todinho, enfia gostoso!" Ficou de costas para mim e colocou as mão na parede se entregando todinha.... Eu comecei a enfiar meu pau, mas não colocava ele todo... A bucetinha dela estava ensopada! Colocava somente a cabecinha e tirava.... Ela olhava para mim não entendo e implorando para que eu o colocasse todinho. Perguntei para ela se ela queria gozar no meu pau. "Enfia esse pau!", foi a resposta dela. Não exitei... Enfiei ele todinho e comecei a bombar com volúpia.... Ela não aguentou ficar em pé na parede.... Ajoelhou, ficou de quatro e continuava gemendo e pedindo para não parar.... Enfiava e tirava o pau todinho, sendo que em alguns instantes, para aumentar o desejo dela, ficava pondo somente a cabecinha para, repentinamente, enfiar ele todinho novamente..... Os gemidos de Paulinha, estavam se transformando....já não eram mais gemidos, eram gritos.... que se somaram aos meus, num orgasmo simultâneo e explosivo.... "Se eu arrumar outro cliente como você não vou conseguir trabalhar", disse sorrindo de prazer e satisfação... "Minhas pernas estão bambas!", disse ela.... "Sei como é que é", respondi para ela sorrindo. Eu estava na mesma situação.

Ao mesmo tempo que lidava com o meu desejo sexual, aprendia sobre o desejo latente das mulheres....

A brincadeira começava a ficar cara.... Porém, o desejo de Paulinha em dar para mim, me transformou em cliente VIP, com direito a programas gratuitos. Ou melhor, tinha um preço: a satisfação do desejo dela! Como o desejo dela era o mesmo que o meu, ficamos trepando por um bom tempo....

Situações semelhantes a essa aconteceram com a Kátia, a Sheila, e com a Eduarda, uma negra deliciosa.... Mas essas são outras histórias de puro desejo....

Comentários

23/01/2007 01:00:43
Homem que não conhece um corpo de mulher, não sabe acaiciar e se o melhor macho do mundo por enfiar o pau numa xoxota é realmente muito triste.
20/01/2007 03:02:51
Homem bobo e coisa triste......

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.