Casa dos Contos Eróticos

Feed

Prazer com o Caminhoneiro

Autor: Lust69
Categoria: Homossexual
Data: 25/12/2006 16:08:30
Nota 9.33
Assuntos: Homossexual, Gay, Travesti
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia
Clique aqui para vídeos gay

Prazer com o Caminhoneiro

Era noite e tinha acabado de deixar minha namorada em casa, no caminho me bateu aquela velha vontade de fazer algum tipo de sacanagem. Dentro do carro fui pensando no que eu poderia fazer para passar essa vontade. Na duvida entre pegar um travesti ou ir num puteiro acabei parando no posto de gasolina para comprar uma Coca-Cola. Fiquei um tempo pensando na vida e observando o movimento do posto que era quase nenhum.

No posto de gasolina havia uns três caminhões estacionados, e foi próximo dos caminhões que eu encontrei o que eu queria para realizar minha fantasia. Dois caminhoneiros estavam conversando e eu fiquei observando até que um deles saiu de lá o caminhoneiro que ficou perto dos caminhões era um coroa um pouco barrigudo e não muito alto, estava tomando uma cerveja quando tomei coragem para me aproximar.

Meio sem jeito comecei a puxar assunto com o caminhoneiro, fazendo perguntas sobre caminhões, quando percebi que não havia ninguém olhando para nós decidi arriscar, perguntei se ele não queria receber uma bela chupada. Ele me olhou com uma cara de desconfiança e disse que eu não parecia ser gay, eu expliquei que tinha namorada e gostava de mulheres mas as vezes sentia vontade de chupar um pau. Ele concordou e discretamente nós entramos no seu caminhão.

O caminhão era um pouco velho e sua cabine não era muito grande mas serviria, o caminhoneiro fechou aquelas cortininhas e perguntou como eu queria fazer, eu comecei a abrir sua calça e tirei aquele pau grosso pra fora, comecei a mamar naquela pica gostosa com muita vontade. O pau do caminhoneiro tinha um cheiro forte de suor e seu sabor era um pouco salgado me excitando mais ainda.

O caminhoneiro elogiou minha chupeta e disse que era melhor que algumas mulheres que já tinham chupado seu pau. Então ele perguntou se eu gostava de dar o cuzinho também, eu respondi que as vezes, o tesão era tão grande que perguntei se ele queria me comer, ele respondeu que já que estávamos ali mesmo não custava nada.

Fiquei de quatro no banco do caminhão e empinei bem a bundinha, o caminhoneiro colocou a camisinha e enfiou o cacete grosso no meu cu sem dó, eu senti dor e pedi que fosse com um pouco mais de calma. Mas o caminhoneiro era bem rude e começou a apertar minha bunda e meus peitos falando que era para eu parar de frescura. Aquela atitude grosseira me deixou mais excitado e eu comecei a empurrar meu traseiro com mais vontade contra aquela pica maravilhosa.

Ao mesmo tempo comecei a me masturbar e logo gozei, o caminhoneiro ainda demorou um pouco para gozar e enquanto isso eu aproveitava aquela sensação de estar sendo invadido por um cacete, meu corpo estava mole já e minhas pernas até tremiam um pouco enquanto eu alisava meu pau e o caminhoneiro se divertia com meu cuzinho.

Depois de gozar o caminhoneiro me perguntou: - Já está bom pra você rapaz?. Eu rindo disse que sim, nos arrumamos, eu pedi desculpas pela gozada no banco do caminhão, ele respondeu que não tinha problemas e que quando eu quisesse era só aparecer por lá novamente. Eu agradeci, disse que pensaria na proposta, me despedi e fui embora com o cuzinho latejando e um sorriso besta na cara.

Até mais!!!

lust69lust69@hotmail.com

Comentários

Lx
22/11/2008 15:17:58
Bom relato
24/08/2008 14:59:28
Se vc quiser ser arrombado de novo é so me avisar juliogny36@hotmail.com
25/02/2008 00:35:09
tb quero,que delicia,adoraria meter minha lingua nesse cuzinho arrombado!!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.