Casa dos Contos Eróticos

Feed

Trepando com o entregador de gas

Autor: Ksado_rc
Categoria: Heterossexual
Data: 01/12/2006 22:34:29
Nota 7.20
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Carlos é um entregador de gás boa pinta, 1,80m e bom físico, ele teve uma tremenda sorte que vou narrar a vocês.

Certo dia o depósito recebeu um pedido de entrega para uma residência, lá foi Carlos em sua moto fazer a entrega, quando chegou à residência, uma casa bonita em um bairro nobre da cidade.

Veio um senhor de +/- 50 anos atender Carlos que pegou o bujão de gás e adentrou na casa, antes mesmo de Carlos instalar o gás o senhor que o atendeu disse que já estava saindo para trabalhar e que sua esposa iria paga-lo, até ai tudo bem, Carlos fez a instalação e quando se levantou viu uma linda mulher encostada na porta da cozinha a observá-lo, uma bela loira de olhos verdes, pele bronzeada com enormes seios e pernas bem torneadas, além de um sorriso irradiante.

Carlos disse que estava pronto e achando que a moça era filha do senhor que o atendera pediu que chamasse a sua mãe, ela riu e falou que sua mãe não morava com ela, Carlos ficou meio sem entender até que a moça disse que era casado com o homem que o atendera, Carlos ficou meio sem graça e pediu desculpas, pois a moça parecia ter uns 25 anos.

Ela entregou o dinheiro a Carlos e ofereceu um pouco de água a Carlos que estava todo suado com o calor que estava, a moça disse seu nome, Cristina.

Cristina era bem mais jovem que seu marido e pelo jeito estava um pouco carente, usava um short bem curto que mostrava parte de suas nádegas e uma blusinha que deixava seus enormes seios um pouco a amostra, Carlos percebeu quando Cristina ficou com os bicos do peito arrepiados e resolveu fazer um elogio a moça.

Você é muito bonita e seu marido tem muita sorte de ter uma mulher assim....

Cristina agradeceu e resolveu provocar Carlos mais ainda.

Deixou uma caneta que segurava cair no chão e se abaixou para pega-la, só que ficou de costas para Carlos deixando a mostra sua deliciosa bunda na frente de Carlos que ficou maluco vendo aquilo, ficou meio sem jeito, mas Cristina deu olhada bem safada para trás e disse para Carlos ficar tranqüilo que seu marido não voltaria antes do anoitecer.

Carlos não resistindo tal situação puxou Cristina por trás e a fez sentar em seu colo, quando ela sentiu o volume do pau de Carlos, ai ela não se conteve mesmo, pegou as mãos de Carlos e passou pelos seus peitos que estavam duríssimos de tesão, Carlos ergueu sua blusa e correu a língua pela sua costa, começou a morder seu pescoço deixando Cristina maluca de tanto tesão.

Ela se virou de frente para ele e tirou a camisa dele também, se beijaram fortemente e ela pediu para ser possuída na cama de seu marido, que assim daria mais tesão, Carlos adorou a idéia e se entregou de vez levando a moça para o quarto do velho.

Colocou-a na cama e tirou sua pequena bermuda e rasgou a pequena calcinha que usava nos dentes, ela adorou aquilo e pediu para ele chupar bem gostoso.

Carlos meteu a língua com força naquela bucetinha cheirosa e molhada de Cristina que implorava cada vez mais para ser fodida por Carlos, ele chupou sem dar trégua até que ela gozou bem gostoso em sua boca, depois ele a beijou novamente.

Cristina disse que queria retribuir a ele e retirou suas calças e pegou aquele pau enorme que a muito tempo ela não via um, o enorme pau de Carlos media 22cm e o coitado do velho marido tinha um pintinho de 16cm que pelo visto jamais iria satisfazer aquela gostosa.

Cristina segurou no pau e chupou as bolas de Carlos que delirava de tão bom que estava, a moça sabia muito bem o que fazer para deixar um homem doido, sugava a cabeça do pau e descia até o saco novamente, quando ela percebeu que ele estava quase gozando, ela manerou um pouco e disse que queria aquele enorme pau atolado até o saco em sua bucetinha que era muito linda por sinal, toda raspadinha.

Ela segurou firmemente e conduziu tudo com muita experiência, foi sentando devagarinho no pau de Carlos e esfregando na portinha de sua bocetinha que era bem apertadinha, como ela estava bem molhadinha foi entrando devagar, no começo doeu um pouco, afinal Carlos era bem dotado, depois que entrou a cabeça inteira ela se entregou a ele que foi empurrando tudo sem dó, ela gemia de dor e ao mesmo tempo de tesão. Com poucos minutos ela foi ficando cada vez mais ousada e galopava no cacete de Carlos, pulava como uma potranca e gozou loucamente, pediu para Carlos não tirar o pau que ela queria mais.

Beijou ele por alguns minutos e recomeçou novamente a galopar em seu colo, depois pediu para ficar de quatro e que ele metesse com toda força em sua bucetinha gostosa, Carlos a virou na cama e a pegou bem gostoso por trás, ela gritava e pulava na cama, ele nunca tinha visto nada igual, logo em seguida ela gozou de novo, confessou a ele que a muito tempo não tinha orgasmo, pois apenas fingia com seu marido, haja visto que o velho não tinha potência e muito menos um pinto gostoso como o de Carlos.

Carlos satisfeito com os elogios disse que era sua vez e que queria encher a bucetinha dela, pois a uma semana não dava uma com sua esposa, pegou ela de frente e a ergueu segurando ela pela bunda, começou a dar fortes estocadas que ela gemia de dor, mas pedia para foder mais ainda, Carlos bombava a todo vapor em pé mesmo e ela começou a gemer e dizer que teria que gozar de novo naquele pau enorme e gostoso, ela começou a gozar e Carlos foi em seguida com muita força, gozou até suas pernas ficarem trêmulas, quando tirou o enorme pau de dentro, escorreu porra até o calcanhar de Cristina que delirou vendo aquilo, isso que era homem de verdade! Exclamou.

Os dois tomaram um banho juntos e Carlos se arrumou para ir embora, pois tinha que voltar a trabalhar, Cristina agradeceu a ele com um beijo na boca e ficaram de ter novos encontros que contarei em outra oportunidade.

Comentários

08/11/2012 21:17:11
velho que casa com mulher nova tá pedindo pra levar chifri,pois não aguenta o rojão de mulher nova,pra satisfazer uma mulher nova o cara tem que ter o pau grosso e bem duro,pra deixar a bucetinha bém inchada e arrombada.
14/12/2006 14:04:07
o mais foda de tudo...é o velho ter grana....e naun colocar um gaz canalizado...porra que velho rico é esse.... mora em casarao e compra gaz na rua.....
04/12/2006 23:39:41
Pobre do marido,deveria ter colocado gas canalizado!
04/12/2006 12:41:17
Como sempre o pau do marido é pequeno
04/12/2006 12:34:25
Esses velhos que casam com mulher mais jovem, o final é como sempre, chifre com força e constante, madeira pra dentro cristina, aproveita e fode com força com seus meninos e estou a disposicao tambem, garota.
02/12/2006 12:25:45
algumas insinuaçoes de mulheres para provocar são verdades.elas gosta disso..bem legal
02/12/2006 12:17:34
gostei.... se fosse comigo eu adoraria ... a final qm naum adoraria? rsrsr bjks aline rosa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.