Casa dos Contos Eróticos

Feed

COMI MINHA EMPREGADA COROA !

Autor: ESTUDANTE
Categoria: Heterossexual
Data: 12/12/2006 19:52:38
Nota 6.86
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou estudante e moro em uma republica com tres amigos. Nossa republica é pequena e bem organizada. Há cerca de um ano contratamos uma empregada chamada Selma. Ela é esposa do faxineiro do prédio, um senhor de idade bacana e que até é nosso amigo. Aliás foi ele que nos indicou ela para trabalhar em casa. Se ele pudesse imaginar!

Selma é uma coroa de uns 38 anos, loira, bonita de corpo, com seios pequenos, coxas bem grossas e uma bunda bem grande e dura. Desde o primeiro dia em que foi trabalhar em casa, o pessoal começou a falar sobre ela, como era gostosa, etc. Mas ela sempre foi bem discreta e profissional, nunca dando chance para ninguem. Ela vinha todo dia na parte da manhã, limpava a casa, fazia o almoço, lavava as louças e a nossa roupa e deixava a janta pronta indo embora por volta das 3 da tarde.

Toda sexta feira o pessoal ia embora e somente eu ficava na república por causa do estágio. Então, eu ficava sozinho com ela em casa.

Ela era uma pessoa discreta, mas eu percebia que ela sempre olhava para mim diferente. Como o pessoal estava perto, ela não dava muita moral. Então eu ví que a sexta feira seria o dia ideal para pegar ela de jeito.

Comecei deixando à vista dela umas fotos minhas sem roupa. Deixei várias fotos que tirei de pau duro sobre o criado mudo, para ver sua reação. Percebí que ela ficou meia sem jeito, mas deve ter gostado. Além disto, comecei a ficar perto dela sem camisa e de bermuda sem cueca, para mostrar meu pau duro para ela. Isso foi durante uma semana.

Na sexta feira resolví atacar com força total. Não tinha ninguém em casa só nos dois. Ela estava na sala arrumando as coisas quando aparecí só de cueca e de pau duro. O volume era bem grande, impossivel de não se ver. Ela conversava comigo meio sem jeito on começo, mas depois ela me surpreendeu. Chegou perto de mim, me abraçou e disse: -Eu sei o que você está querendo gostosão!

Começamos a nos beijar. Meu pau latejava ao encostar nela. Fui tirando a sua roupa e levando ela para o quarto. Ela perguntou se nenhum dos outros "meninos" iam vir. Eu disse que não, eles só chegariam no domingo. Ela me fez jurar não contar para nenhum deles. Quando tirei sua roupa, pude ver a sua buceta! Toda raspadinha! Caí de boca naquela buceta deliciosa. Ela também pegou o meu pau e ficou chupando deliciosamente. Chupava e dizia que era muito melhor que o do marido. Isto me dava mais tesão ainda.

Fiquei chupando sua buceta por uns 15 minutos. Era deliciosa e super cheirosa a buceta de Selma. Percebí que ela estava perto de gozar quando ela puxou-me e disse pra eu meter logo dentro. Ela nen lembrou de camisinha nesta hora. Eu até me surpreendí, mas como queria muito experimentar aquela buceta sem camisinha, não pensei duas vezes, enfiei meu pau na sua bucetinha, que estava super quente e lubrificada. Ela arreganhou bem as pernas, colocando os pés nos meus ombros e dizendo para fodê-la com força, pra meter no fundo. Ficamos metendo por muito tempo. Realmente aquela buceta foi uma das melhores que já experimentei. Logo não aguentava mais e disse que ia gozar. Ela disse pra gozar fora, mas não deu pra tirar. Enchí a sua vagina de esperma. Foi a maior esporrada que dei.

Sem tirar o pau de dentro, ela disse que eu tinha gozado muito. Meu pau não amoleceu e continuei metendo nela, sem tirar o pau de sua buceta. Nos beijávamos como loucos. Fiquei mais uma meia hora metendo nela. Quando ela ficou de quatro, pude perceber que meu pau e sua buceta estavam brancos com a porra que espumou de tanto meter em sua buceta gozada. Selma então pegou meu pau todo espumado de porra e começou a lamber e chupar. Ela chupava como profissional. Chupava e masturbava ao mesmo tempo. Não aguentei e gozei dentro de sua boca. Foi um jato até dolorido. Selma abriu a boca mostrando o esperma e correu para o banheiro cuspir.

Depois disso tomamos um banho e ela me fez jurar não contar para ninguém o que aconteceu. Muito menos para meus amigos. Ela disse que era casada há mais de 15 anos com seu marido (o "Seu" Zé), mas que pela diferença de idade, agora ele estava bem mais velho e não metia muito nela. Além do que ele tinha ejaculação precoce, não satisfazendo-a. Apesar de tudo ela não queria magoá-lo, pois gostava dele e tinha pena. Lógico que mantive segredo, pois quem come quieto come sempre. Depois contarei outras fodas que tive com Selma, a coroa tesuda!

Comentários

04/01/2011 13:51:34
Eu não tenho tanta sorte assim....puta que pariu!!!!
09/06/2010 14:23:43
Cara Também Tenhoo vontade de pegar uma coroa dessas!
18/07/2008 22:22:04
Cara, adorei o conto. E uma trepada dessas sempre faz muito bem, né não? Continue.
13/05/2008 17:10:21
Essa foi boa.... Coitado do Zezinho rsrsrsrs.
15/12/2006 11:49:16
Como é bom ler um conto verídico! Pessoal, vamos narrar histórias verídicas, quem gosta de fantasiar que vá bater punheta! Bela trepada, parabéns! só fiquei com pena do Seu Zé
14/12/2006 00:12:34
Caralho... Será que o Tchellobs comeu mesmo como disee? Sei não...
13/12/2006 12:00:00
"tchellobs" menino mau!!! O conto foi bom, bem possível ter acontecido.
13/12/2006 11:31:26
Eu achei interessante o conto. Tem cada conto aqui no site de doer as vistas, mas este é muito bom. Quem nunca teve tesão na empregada, na faxineira, etc. Eu mesmo já peguei várias e até bem pouco tempo comia a faxineira do meu serviço.
13/12/2006 08:29:04
Tenho certeza que as coisas não se passaram assim, você foi enrabado pelo "seu Zé", seu mané. rsrsrs
12/12/2006 20:28:16
começou muito bem..mas a foda foi bem rapida..igual a do seu zé.mas não foi ruim,passa realmente prazer..nota07

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.