Casa dos Contos Eróticos

Feed

eu mostrando

Autor: urso
Categoria: Heterossexual
Data: 21/08/2006 00:44:14
Nota -
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

sou morena clara, 42 anos, um corpo bem distribuido, o que costumam chamar de uma coroa gostosa. Uma bunda bem empinada, seios medios, não muito caidos, ainda em forma. Gosto de me vestir de maneira a provocar, sem, contudo, ser uma perua. Certa tarde, eu estava em um barzinho aqui em Floripa, vestida com uma saia justa, por baixo, gosto de usar cinta liga com meias, ao inves de meia calça, e detesto usar calcinhas. Como eu estava contando, estava sentada em um barzinho, com as pernas cruzadas, mostrando minhas coxas, como eu gosto de fazer, provocantemente, quando notei um rapaz de aproximadamente uns trinta e poucos anos, de olho em minhas pernas. Comecei meu joguinho, cruzando e descruzando as pernas, abrindo um poco, com a saia esticada, para ele poder ver um pouco mais. Ele notou que eu estava brincando com ele, levantou-se, veio ate minha mesa, pediu para sentar-se, o que eu concordei. Logo de inicio, ele perguntou-me se eu de fato estava sem calcinha, como deu a impressão a ele, e eu confirmei. Ele então desafiou-me a sair dali com ele, para dar umas voltas pela cidade, e mostrar minhas pernas, buceta e bunda em lugares públicos, andando pelas ruas, sentando em bancos de praça, levantando a saia. Aquilo mexeu comigo, e eu aceitei o desafio. Fomos ao calçadão da Felipe Schmidt, mas ali eu não tive coragem de levantar a saia. Fomos até a praça XV, ali, sentei-me em um banco, e levantei a saia algumas vezes, arejando minha bucetunha, que já estava começando a esquentar com a situação. Como minha saia era justa mas não mini, ao sentar, eu tinha que puxa-la um pouco para cima, senão, não mostrava nada. Por umas duas vezes, puxei-a até o funal das coxas, ficando com minha bucetinha inteiramente à mostra, e aquilo foi me dando cada vez mais tesão. Levantei-me, fomos andando a esmo, em uma rua pouco movimentada, encostei-me na parede, não vinha ninguem, e levantei a saia todinha até a cintura, e mostrei a ele minha buceta em todo o seu esplendor. Outra vez, vi um homem vindo em minha direção, e levantei a saia para ver a reação dele. ele ficou boquiaberto, com a visao, e eu fui em frente. Após mostrar minhas pernas, minha bunda e minha buceta para mais alguns homes pela rua, comvidei o desafiante para irmos ate meu ape. Lá chegando, fui logo tirando o pau dele para fora da calça, e era um pau avantajado, de uns 25 cm aproximadamente, e cai logo de boca naquela delicia, chupando ate ele gozar em minha boca. Depois, levantei a saia, e pedi a ele que me retribuisse o boquete, o que ele fez com maestria. Apos eu gozar na lingua dele, virei-me levantei a bundinha, e pedi a ele para penetrar em meu cuzinho, o que ele prontamente atendeu, e começou logo a bombar em minha bundinha. Quando notei que ele iria gozar novamente, pedi a ele para tirar de meu cuzinho, e gozar encima de minha bunda. Ele atendeu-me, e jogou toda a sua porra em minha bunda. Eu espalhei aquela porra pela minha pele, esperei um pouco para ela secar, arrumei minhas roupas, e convidei-o a voltarmos ao barzinho do inicio, para tomarmou mais uma cerveja. Adoro sair esporrada pelas ruas, sem calcinha e sem sutiã, só com a saia e blusa, e lógico, minha cinta liga e minhas meias.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.