Casa dos Contos Eróticos

Feed

O dia em ki estrupei Rafa!

Autor: Gustavo
Categoria: Heterossexual
Data: 06/07/2006 09:58:36
Nota -
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Ola! Meu nome é Gustavo tenho 22 anos, minha irmã se chama kamile Giovanna e tem 17 anos.O relato que vou contar aconteceu a três anos atrás, eu tinha 19 anos e minha irmã 14 anos.Tenho 1, 85m, corpo malhado, bronzeado de sol, minha irmã é morena clara, cabelos longos, muito bonita, seios fartos, pernas grossas e um belo de um traseiro, bem empinado e durinho. Nunca pensei, nem imaginei qualquer coisa com ela, mas eu estava ficando confuso, desde que começou a freqüentar academia comecei a sentir um grande tesão, e notei que ela estava ficando com um corpo maravilhoso. Era uma quinta feira, fazia muito calor, cheguei da academia e fui tomar um banho. Logo após tomar um banho rápido, desci pra pegar uma camisa na lavanderia e foi quando não resisti. Minha irmã estava no tanque lavando roupa com uma camisetinha bem grudada e transparente e uma saia minúscula, nunca tinha visto ela usar trajes tão vulgares, e nunca senti tanto tesão. Sabia que ela não foderia comigo porque sou seu irmão, meu pau estava muito duro, estava quase gozando na calça, de tanto tesão. Não agüentei, fui por traz dela, trazendo seu corpo junto ao meu, com um braço em volta de sua barriga e a mão em seu seio farto.Ela tomou um susto, e me mandou parar com aquilo. Eu disse que não e que ira come-la ali mesmo, ela tentou lutar e me falou pra parar com a brincadeira que não tinha a menor graça.Eu disse:-“É inútil lutar, sou muito mais forte que você, e não é nenhuma brincadeira, não agüento mais de tesão e preciso te comer.” Ela disse: -“ Não, eu sou sua irmã, pare, esta me machucando.” Mas era em vão, sem forças pra lutar comigo ela desistiu e pediu para eu não machuca-la. Levei-a ate seu quarto, joguei ela em sua cama, estava assustada, não sabia o que era aquilo nem porque eu estava fazendo aquilo. Fui me aproximando, sentindo seu cheiro, beijando seus pés, passando as mãos em suas pernas, ela chorava e soluçava muito. Disse para ficar quieta e que deixasse eu come-la, que assim não à machucaria. Continuei beijando, subindo devagar ate chegar em seu rosto liso, pele macia, peguei e tasquei um beijão em sua boca. Ela chorava cada vez mais, comecei a ficar com raiva, dei um tapa em seu rosto e rasguei sua camiseta botando seus peitões de fora. Ela gritou e eu disse que estava com raiva e que agora ela iria sofrer mais. Comecei a chupar seus peitos com vontade, mordendo seus mamilos com força, ela gritava e chorava, comecei a dar tapas em seu rosto, ela se controlou e se entregou. Tirei meu pinto pra fora e a fiz chupar. Como chupava gostoso, com muita vontade, não demorou muito pra gozar em sua boca, no seu rosto. Arreganhei suas pernas e rasguei sua calcinha com bastante força. Comecei a chupar sua xoxota que estava molhada, ela começou a gemer e a gritar como louca. Segurei seus braços com minhas mãos e a penetrei com toda a força, ela gritou muito de dor e tesão, todo meu pinto estava dentro de sua xoxota ( 19cm )arrebentando seu cabaço. Ela gritava e pedia mais e mais, depois de alguns minutos enchi sua xoxota de porra quente. Depois disso a putinha ficou louca e começou a me beijar, me lamber, me chupar deixando meu pinto durinho de novo. Ela implorou para que eu a enrabasse, era primeira vez que daria seu rabo. Comecei a lambe-lo, ela foi gemendo bastante, dei uma cuspida para lubrificar e comecei a pressionar meu pintão contra seu cuzinho apertado. Não queria entrar e eu colocava força, cada vez mais força, ela gritando numa mistura de dor e tesão. Fiz um pouco mais de força e entrou todinho no seu cuzinho, a putinha estava gritando muito, eu bombando com força. Eu a puxava pelos cabelos, dava tapas em seu rabo, depois de alguns minutos gozei novamente enchendo seu cuzinho de porra. Quando tirei meu pinto estava cheio de sangue e porra, suas pregas estavam todas estouradas e sangrava muito. Tomamos banhos juntos e juramos nunca contarmos pra ninguém. Bom, até hoje ainda fazemos nossas brincadeirinhas assim que possível.

Comentários

negro tipo a
06/07/2006 20:51:37
Conto ruim e sem sentido (pra quem vê o mundo com respeito pelas pessoas).Cara vai procurar o que fazer!
Tub@r@o
06/07/2006 18:01:33
Vai se fude seu filho da puta quer comer a irmã vai tomar no cu se eu te encontro na rua eu encho seu cu de bala seu arrombado do caralho é bom que vc leia isso seu doente mental do caralho..retardado filho de uma puta..
Carl@o
06/07/2006 13:58:00
Como é que vc estrupou a rafa se sua irmã se chama Kamile, seu filho de uma puta!!!!!!!
Sergio-DF
06/07/2006 12:33:15
Cara, vc deve ser doente, eu sei que tudo que vc relatou é mentira, mas só em vc imaginar isso já o torna um doente mental, não entendo como pode com tantas mulheres no mundo o cara tem vontade de comer a própria irmã.. VAI TOMAR NO CÚ... NOTA 0..
Ø cå®å
06/07/2006 11:33:16
aaaa tu e um filha da puta porco come a ormã mto ze ruela falta de mulher....?....e se fosse verdade tu tinha q ir pra cadeia seu verme asqueroso chupa minha rola e mete na sua bundinha ja q vc malha deve ser durinha né seu prego
Ø cå®å
06/07/2006 11:33:15
aaaa tu e um filha da puta porco come a ormã mto ze ruela falta de mulher....?....e se fosse verdade tu tinha q ir pra cadeia seu verme asqueroso chupa minha rola e mete na sua bundinha ja q vc malha deve ser durinha né seu prego
Kika
06/07/2006 10:02:49
Hummm...Vm lá em ksa qualqr dia...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.