Casa dos Contos Eróticos

Feed

Violações jamais imaginadas

Autor: Yasmyn
Categoria: Heterossexual
Data: 03/05/2006 10:11:33
Nota 8.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Casada a 5 anos, jamais imaginei passar por idêntica experiência.

Carnaval do ano passado, cansados pelo stress de São Paulo, decidimos que iriamos a um hotel pousada no estado do Mato Grosso na região de Bonito.

Marcos, meu marido, convidou seu colega do escritório de advocacia para nos acompanhar.

E fomos, Marcos e eu e Cesar e sua espôsa Patricia, ela com 33 anos, quadris largos, grande seios e uma enorme bunda e uma excêntrica cara de safadinha denotando que ja havia aprontado muitas para seu espôso.

Chegando, fomos direto conhecer onde iriamos nos alojar, ficamos com o chalé 39 e nosso parceiros de aventura ao lago do nosso.

Logo conhecemos vários casais de todas e diversas idades e recebemos uma pequena preleção dos monitores que nos acompanhariam nas mais diversas paisagens e lagoas.

Logo Patricia chama minha atenção e sussura em meu ouvido para reparar no rapaz moreno, seu corpo super queimado do sol, baixa estatura, musculatura normal, mas tinha algo de diferente dentro de sua apertada bermuda, um volume anormal aos padrões brasileiros, percebi nos olhos de Patricia suas intenções em olhares provocantes que logo foi percebido pelo rapaz, metade do caminho da traição estava feito.

Aquele dia se passou, e ao amanhecer, encontramos Cesar no Restaurante da pousada tomando café, indaguei por Patricia:

-Foi com casais e alguns monitores dar uma caminhada, eu preferi ficar! Disse ele.

Mil coisas passaram por minha cabeça,mas não, pensei eu, ela não teria coragem de a apenas dois dias ali, se entregar a outro homem.

Dito e feito, ela retornou 2 horas depois e me chamou para tomarmos uma ducha juntas em seu chalé, deixamos os rapazes e fomos.

Nos despimos, o calor estava intenso e a agua refrescante caia sobre nossos corpos nos aliviando e começamos a conversar e ela logo entrou no assunto:

-Acho que posso confiar em você, sabe aquele cara, o monitor, aconteceu!!

Fiquei boquiaberta com a coragem dela que continuou me contando os minimos detalhes.

-O pênis dele é anormal, passa dos 20 cms. com facilidade e é muito cabeçudo!

A seguir com gestos, mostrou com as mãos o tamanho e a grossura do cacete do sujeito.

Dizer que aquilo não me excitou estaria mentindo, tive vários namorados antes de meu marido, mas nunca um que pudessemos dizer ser anormal.

Naquela noite, Cesar e Marcos foram pescar em um Rio a 50 km. de distância, ao sair do banho deparo-me com Patricia e com aquele rapaz com que ela me confidenciou ter transado, fiquei sem ação, não sabia se ralhava com ela ou me entregava aquele espécime, ela abaixou a bermuda dele e disse-me:

-Venha experimentar, eu sei que você quer!!

Minhas pernas tremiam, e mesmo minha consciência dizendo que não, meu tesão falou mais forte, jamais havia pegado em algo tão grande e grosso, começamos a revesar com a boca naquela coisa gigantesca.

Minha buceta começou a molhar só de imaginar aquilo tudo me invadindo, ajoelhei-me no sofá com os cotovelos apoiados no encosto com a bunda empinada, Patricia com muita habilidade colocou um preservativo especial para membros gigantes, suas mãos ásperas seguraram forme meus quadris, Patricia encaminhou aquela monstruosidade para a entradinha de minha vagina que aos poucos foi engolindo, primeiro com certa dificuldade pela falta de costume, depois deslizando com facilidade, percebendo meus gemidos, ele começou a detonar minha xaninha, sentia aquela cabeça enorme encostar em meu útero pressionando-o, fiquei espantada de como minha vagina acolheu aquilo tudo, não pude segurar, gritinhos e gemidos ecoaram de minha garganta enquanto via Patricia se masturbando com 2 dedos enterrados em sua buceta, nunca senti tamanha sensação de prazer, ele sacou seu pau, tirou a camisinha e começou a jorrar esperma em minhas costas, sentia aquele liquido abundante lavar-me o costado.

Cai no carpet exausta e cochilei, acordei acho que meia hora depois com o apareclho de DVD ligado e muitos gritos de Patricia vindo do banheiro, corri até lá e presenciei uma coisa espantosa, ela estava sendo enrabada por aquele jumento, o pau dele entrava e saia de sua bunda com selvageria:

--Aiiii...meu cu...aiiiiiiii...mete...mete...filho da puta...me estoura...estou quase...quaseeeeeeeee!!!

Friccionava com os dedos a buceta e teve alucinantes orgasmos, ele fez o mesmo ritual, sacou aquele trabuco, o cu dela parecia uma enorme cratera que aos poucos foi se fechando, novamente ele ejaculou em suas costas fazendo o último jato chegar até seus cabelos.

Ele se vestiu e saiu dali rapidamente, deixando-nos ali saciadas e violadas.

Ficamos ali por mais quatro dias e no último dia tentei sem sucesso receber aquela ferramenta no rabo, a cabeça entrou, a dor foi insuportável e pedi para parar.

Este ano ja fizemos os preparativos e voltaremos lá para as festas de final de ano, Patricia esta me ajudando e estou me preparando fisicamente com introdução de alguns vibradores grossos, e vou tentar receber aquele jumento, dilatando e violando meu cuzinho.

Comentários

18/05/2014 11:36:45
Delicia... Podia soh ter dado um pouco mais de detalhes durante o anal da colega e a tua tentativa.
07/07/2013 14:53:28
quero te fuder tambem gostosa me add rogerbaiano22cm@hotmail.com face hotmail e skype
miguel
10/05/2006 19:41:08
Muito bom seu conto, me masturbei pensando nesse cuzinho q deve ser uma delícia. Leia também: "Loira gostosa do colégio" e "Marketing do Prazer" Um beijo.
Rico
09/05/2006 03:35:47
nossa.. aqui no Espirito Santo tem llugares otimos o litoral é lindo pra voces passiaarem... adorei o conto enem preciso dizer que .. ah.. vc ja sabe... o tesao foi demais.. sou tarado em anal... bjusx Bunitsex@hotmail.com
Dan
05/05/2006 22:04:36
Que putona q tu num me saiste hein vagabunda...
H_Carinhoso
04/05/2006 17:18:22
Adorei seu conto!!! Leia o meu "ELA GOZOU MUITO" se gostar me escreva e quem sabe poderemos escrever nosso próprio conto!!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.