Casa dos Contos Eróticos

Feed

Penetrei minha mãe.

Autor: Joao
Categoria: Heterossexual
Data: 18/03/2006 07:48:38
Nota 8.33
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Tudo aconteceu numa tarde em que cheguei a casa vindo do trabalho,apenas minha mãe se encontrava na cozinha de volta de uma receita.Entrei,aproximei-me dela e dei-lhe um beijo de boa tarde e fui beber um copo de água,mas uma coisa me chamou a atenção,a minha mãe estava numa posição que me deixou tonto pois ela estava debruçada sobre o balcão da cozinha a ler essa tal receita,deixando aquele seu rabiosque todo empinado.Aquela situação mexeu comigo e o meu pau deu logo sinal começando a ficar duro,eu sentia-me mal pois estava a ficar com tesão ao olhar para a minha mãe naquela posição.

Tentei esquecer aquilo mas não conseguia,o meu pensamento e o meu pau davam sinal de querer algo que era quase impossivel,mesmo assim me aproximei dela e como não quer a coisa com o pau duro me encostei nela por tráz.Esperava que ela reagisse de alguma forma,mas minha mãe nem se mexeu o que achei estranho e continuei e encostar-me ao rabo dela para ela sentir a minha tesão,eu queria ver a reacção dela.Se ela levasse a mal eu parava, se não continuava na boa e como ela não disse nada apenas dando atenção à receita eu continuei.

Eu já estava doido e o meu pau estava duro como uma pedra,então arrisquei e fui subindo um pouco a saia da minha mãe que ia ficando com as pernas á mostra,com jeito e devagar subi a saia toda até á sua cintura ficando com o aquele rabo da minha mãe apenas protegido pelas cuecas que usava á mostra.Que tusa eu tinha,não aguentei mais e tirei o meu pau para fora e comecei a tocar com ele nas nadegas dela.Foi aqui que de vez percebi que minha mãe sabia o que estava acontecendo pois ela ao sentir o meu pau duro na sua pele soltou um pequeno gemido e abriu um pouco mais as pernas.Era o sinal para eu continuar,neste momento só queria enfiar meu pau dentro da cona da minha mãe e começar a penetrá-la,mas ao mesmo tempo sabia que tinha de ter cuidado.Então comecei a ser mais atrevido e arrisquei a meter um pouco a cueca dela de lado para ver sua rata,ao faze-lo vi aquela cona bem peluda e com o dedo comecei a passar nos seus lábios vaginais,ela estremeceu um pouco e solta um gemido,mas nem uma palavra sobre o que eu estava a fazer,sobre o errado e o certo,nem se queria que eu parasse ou continuasse.

Ao tocar na sua cona percebi que ela estava molhada,pensei comigo que minha mãe estava a gostar das minhas caricias e que estava excitada.Então olhei pelo reflexo do vidro do armário e pude ver a cara de minha mãe que estava com uma expressão de prazer,pois já não ligava nenhuma à receita e estava de olhos fechados e mordia os lábios.Sem duvidas entendi que ela queria e eu também,peguei no meu pau e toquei com ele na sua rata,fiz que a ia penetrar mas voltei atrás.Pus sua cuecas no normal,agarrei minha mãe pela cintura puxando-a contra mim deixando-a numa posição ainda melhor.Minhas mão percorreram sua barriga e foram de encontro ás suas mamas que eram enormes,aos poucos fui desabetoando os botões da camisa deixando aqueles seios libertos apenas escondidos atrás do sutien,mas depressa os libertei e com a mão direita agarrei um e depois outro percebendo que o tom da respiração de minha mãe estava diferente.Durante uns momentos agarrei,apertei e apalpei aqueles mamilos que já estavam rijos ao mesmo tempo com a outra mão batia uma punheta a mim mesmo.Estava pronto para a penetrar,voltei à sua cintura e aos poucos fui baixando as cuecas até aos pés,já não havia nada a fazer pois eu ia foder minha própria mãe.

Ela continuava sem dizer uma unica palavra,apenas soltava uns pequenos gemidos e de repente inclina-se e abre um pouco mais as pernas como que a pedir o meu pau.Assim entendi,e posicionei-me bem e comecei com o meu pau duro a explorar a rata dela,sem parar comecei a enfiar devagar,com calma para não a magoar,entrou a cabeça e ela tremeu.Não aguentei mais e comecei a enfiar até o meu pau desaparecer dentro da rata de minha mãe,com um pouco mais de força meu pau entrou todo e ela grita ( não sei se de dor ou prazer).Sentia-me um louco com o meu pau todo na cona da minha mãe,então perguntei a ela: Mãe,posso? - Ela com a voz tremúla respondeu baixinho: - Siimmmmm,filho.

Eram as nossas primeiras palavras,até aqui tudo aconteceu num silencio onde só os nossos gemidos e as nossas alterações de respiração se ouviam.Então,comecei a penetrá-la num ritmo lento mas certo para ela sentir bem o meu pau dentro dela,comecei um vai e vem e um entra e sai constante.Ela gemia e soltava pequenas palavras como - Simmm,ohhhhh simmmm - o que me deixava ainda mais excitado.Com o passar do tempo fui aumentando o ritmo e comecei a fode-la com mais força e mais rápido,minha mãe estava completamente rendida ao prazer que estava a sentir com o meu pau dentro de sua rata.Sentia que me ia vir breve,era mais forte que eu e sabia que não ia aguentar mais tempo,então disse a minha mãe que me ia vir ao que ele não respondeu.Retirei meu pau para fora e esporrei o meu leite nas suas nádegas,soltando pequenos jactos de esporra para a sua roupa.Ainda voltei a enfiar um pouco até sentir meu pau amolecer na rata dela,tirei-o novamente para fora,peguei nuns guardanapos e limpei minha mãe.Ela puxou suas cuecas para cima e levantou sua saia saindo dali em direcção a seu quarto,não sabia se devia ir atrás ou ficar ali.Ela tomou banho e foi fazer o jantar,depois foi a minha vez de tomar uma banhoca optando por ficar no meu quarto a descansar e a pensar no que tinha acontecido.

Foi uma experiencia unica e maravilhosa que quero voltar a repetir com minha mãe e porque não com minha irma de 16 anos.Esperem por mim e se teêm familiares que vos deixam loucos,arrisquem.

Comentários

20/05/2013 23:23:21
Adorei esse filhotinho safadinho kkkkk
08/10/2011 19:33:15
SOU LOUCO PARA FUDER NUMA PORTUGUESA
12/05/2011 02:44:09
Muito bom!
12/05/2011 02:42:53
Foi bom , sim... Muito bom!
06/03/2010 02:47:34
cara nota 10 agora atk sua irmã pois a minha já atk cara gostei do conto...um conto mto bom de se ler
07/02/2010 17:09:08
Rabiosque! cona peluda! cueca? acho que esse conto veio de portugal, porque pra nos, seria rábo, buceta e calçinha! porque esses termos, é um tremendo contra-tesão!!! Nossos irmãos de portugal, precisão usar nossos termos. é um tremendo contra-tesão!!!
04/02/2010 02:16:30
Legall rs, nota 10
02/08/2009 15:08:41
mito bom, mesmo, seu conto foi otimo
06/04/2009 23:42:19
Conto bom, muito humano. Nada de sacanagem barata. A mulher estava repleta de tesão....

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.